Vestibular 2020.1 da UNINASSAU
Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 23/01/2020


    23.01.2020 18h15m
    Recomendar

    Sobe - Gilmar Mendes que fez prevalecer o texto constitucional que preserva fontes de jornalistas.


    Desce - Municipios que não mostram compromisso com parturientes sobrecarregando Hospital da Mulher em Feira.


    Confirmado


    No próximo dia 1º de fevereiro, o senador Álvaro Dias do Podemos/PR confirmou que estará em Feira de Santana para participar do ato de filiação do ex-deputado estadual e atual ouvidor geral da Bahia, Carlos Geilson, ao partido do qual Dias é líder no senado. A intenção do partido é contar com candidatos a prefeito nas grandes cidades brasileiras.


    SRH


    A equipe da Superintendência de Recursos Humanos (SRH) da Assembleia Legislativa da Bahia se reuniu com os gestores da Casa para informar sobre a extensão do prazo - até o próximo dia 31 de janeiro - para que os setores possam se organizar e informar o período de gozo de férias dos seus colaboradores e tirar todas as dúvidas ainda existentes sobre o sistema desenvolvido pelo SRH, que, entre outras funções, também programa as férias dos servidores. Segundo Francisco Raposo, superintendente de Recursos Humanos, eles sentiram a necessidade de prorrogação do prazo após muitos setores terem apresentado dificuldade em organizar as férias dos respectivos funcionários e não terem cumprido o prazo estabelecido pelo RH.


    Qualidade


    Na reunião, Raposo informou que a administração da Casa pretende dar um salto de qualidade na modernização das funcionalidades administrativas, na celeridade e na transparência dos processos. “A ideia é que cada vez mais os gestores assumam a logística de funcionamento da administração da Casa, para isso precisamos ser mais propositivos e ousados”. Também foi informado que a SRH, a partir de 1º de fevereiro, não vai mais aceitar Comunicação Interna (CI) com abono de faltas referente a férias gozadas. No ano de 2020, a SRH também vai ampliar o prazo para que os setores organizem período de férias dos colaboradores, agora será a partir do mês de agosto. Cláudio Santana, gerente do Departamento de Administração e Pessoal, deseja a compreensão, a parceria e empenho dos gestores para pacificar o gozo das férias nas suas unidades. “A Casa precisa funcionar adequadamente”, afirmou.


    Suspensão


    O edital de R$ 20 milhões proposto por Roberto Alvim antes de ele ser demitido do comando da Secretaria Especial da Cultura está por ora suspenso por ordem do governo.Alvim foi demitido por ter copiado frases de Goebbels, ministro de Hitler na Alemanha nazista, em um vídeo no qual anunciava justamente esse programa, que subsidiaria óperas, peças, exposições e produções literárias e de quadrinhos. A suspensão foi confirmada pela assessoria de imprensa da secretaria. O órgão informou “que o edital do Prêmio Nacional das Artes não chegou a ser publicado no Diário Oficial da União e que “caberá ao novo secretário reavaliar a continuidade do Prêmio”.


    Indefinição


    Regina Duarte pode ser a próxima a assumir a cadeira, ela programou um período de teste em Brasília a desde ontem (22) para decidir se aceita a nomeação. Nos bastidores, é dito que há grande chances de o programa ser cancelado definitivamente, pois ficou associado à repercussão negativa resultante da associação com o nazismo. A Procuradoria Fedral dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal, encaminhou nesta terça à Procuradoria-Geral da República recomendação para anulação de todos os atos de Alvim.


    Criticou


    O senador Jaques Wagner (PT) criticou, ontem (22), o vazamento de investigações e a denúncia que o Ministério Público Federal (MPF) fez contra o jornalista Glenn Greenwald . “Sem qualquer constrangimento, atacam a liberdade de imprensa. Assim como não se constrangem em vazar investigações”, disse Wagner. O petista é apontado como um dos citados do PT-BA em suposta delação que aponta superfaturamento na contrução da Torre da Pituba, um dos edifícios mais emblemáticos da Petrobras. De acordo com o jornal Tribuna da Bahia, petistas fizeram uma reunião a portas fechadas em um gabinete político importante da Bahia, na terça (21), para discutir a extensão e o risco que essa delação pode trazer a quadros do partido.



  • 22/01/2020


    22.01.2020 14h45m
    Recomendar

    Sobe - Prefeitura de Feira por adotar sistema eletrônico de de informações que vai agilizar as demandas administrativas nas secretarias municipais.


    Desce - O INEP por erros na correção das provas do ENEM que trouxe transtornos a milhares de estudantes.


    Passar a bola


    O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Targino Machado (DEM), sinalizou, ontem (21), que deve deixar o comando da minoria no Legislativo baiano. A decisão, porém, só deve ser confirmada em fevereiro, quando o democrata anuncia se será ou não pré-candidato a prefeito de Feira de Santana.”A minha vontade é passar o bastão. Se eu decidir pela pré-candidatura, vou ter que passar o bastão. Acredito muito na alternância de poder”, afirmou Targino, em entrevista ao Bahia Notícias.


    Bastidores


    Nos bastidores, a expectativa era de que o DEM apoiasse a candidatura à reeleição do prefeito Colbert Martins (MDB). No entanto, um integrante da cúpula do DEM disse, em conversa reservada, que uma pesquisa divulgada em agosto do ano passado “não foi boa para Colbert” e “abre espaço para a procura de nomes alternativos”. Para ele, caso o prefeito feirense não decole, será preciso ter opções. O mesmo democrata, que integra a cúpula, ressalta que o desafio no cenário eleitoral da cidade será unir todos os governistas e, neste contexto, descartou a hipótese do grupo ter mais de dois candidatos.


    Coronel


    O senador Ângelo Coronel foi apresentado ontem (21) como pré-candidato a prefeitura de Salvador pelo PSD, partido presidido no estado pelo senador Otto Alencar (PSD). De acordo com Coronel, Otto consultou todos os membros do partido e não houve qualquer objeção para a apresentação da pré-candidatura. “Tivemos 550 mil votos para senador em Salvador e vamos trabalhar para aglutinar o máximo os partidos da base para afunilar duas ou três candidaturas”, disse Coronel.


    Recuada


    Com o anúncio, as pré-candidaturas do deputado estadual Alan Castro (PSD) e do ex-deputado Manassés (PSD) devem recuar. Quem também deve recuar das conversas para compor chapa em 2020 é a esposa do senado, Eleusa Coronel. De acordo com o senador, a esposa foi ventilada pelo grupo do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) e do deputado federal Sargento Isidório (Avante).


    Muita gente


    O nome de Coronel se junta a uma extensa lista de pré-candidaturas da base do governador Rui Costa (PT) para prefeitura de Salvador. Só o PT tem hoje quatro pré-candidatos: Vilma Reis (socióloga), Robinson Almeida (deputado estadual), Fabya Reis (secretária) e Juca Ferreira (ex-ministro). O PCdoB lançou Olívia Santana (deputada estadual). O PP tem Niltinho (deputado estadual). O Podemos vai de Bacelar (deputado federal). O PL tem Irmão Lázaro (ex-parlamentar). O PSB tem como pré-candidatos Lídice da Mata (deputada federal) e Silvio Humberto (vereador). O Avante lançou o deputado federal Pastor Sargento Isidório.


    Explicação


    O juiz Jerônimo Azambuja Franco Neto, da 18ª Vara do Trabalho de São Paulo, terá que prestar esclarecimentos ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por classificar o atual momento do país como uma “merdocracia neoliberal neofascista”. O corregedor nacional de Justiça em exercício, ministro Emmanoel Pereira, determinou a abertura de pedido de providências para apurar suposta prática de conduta vedada a magistrados. Na sentença, o juiz criticou diversas figuras do governo como Bolsonaro, Damares, Paulo Guedes, Weintraub e Sergio Moro. O CNJ tomou conhecimento do caso pela imprensa. A Corregedoria considera que a crítica é uma ofensa ao Código de Ética da Magistratura e a Loman. O juiz terá um prazo de 15 dias para apresentar informações a respeito dos fatos narrados na notícia.


    AGU


    A Advocacia Geral da União ingressou com um pedido de providências no CNJ contra o juiz. Para a instituição, o magistrado extrapolou funções atribuídas à magistratura ao não utilizar linguagem escorreita, polida e respeitosa. A reclamação disciplinar foi encaminhada ao corregedor-geral de Justiça, ministro Humberto Martins. A AGU ainda ponderou que o juiz se manifestou de forma político-partidária, comprometendo a dignidade do Judiciário. O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) também se pronunciou sobre a conduta do magistrado. O Tribunal esclareceu que incumbe ao magistrado designado a fundamentação jurídica das decisões, “sendo de sua exclusiva responsabilidade qualquer posição que dela se possa extrair”. Segundo o TRT-SP, o assunto já se encontra em apuração pelas vias oficiais.



  • 21/01/2020


    22.01.2020 14h43m
    Recomendar

    Sobe - Prefeitura de Feira de Santana por lançar projeto de captação solar nas escolas municipais que trará benefícios para a educação e economia da cidade futuramente.


    Desce - O começo de ano violento na cidade com uma média de mais de um assassinato por dia.


    Abriu mão


    O senador Jaques Wagner (PT) abriu mão da vice-presidência nacional do PT para não entrar em disputa pelo cargo, segundo informação da assessoria de comunicação do petista ao Bahia Notícias. Wagner recebeu convite do ex-presidente Lula para assumir o posto, e chegou a dizer publicamente que aceitou. O senador também foi convidado publicamente pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, nas redes sociais, para ter um espaço na direção nacional. O ex-governador da Bahia, no entanto, recuou quando percebeu que havia confrontos entre petistas pelos postos. Nos bastidores, o comentário é de que a corrente petista CNB (Construindo um Novo Brasil) pressionou a direção nacional para manter os cargos. Ficaram com as vice-presidências: José Guimarães (CE), Zé Geraldo (PA), Luís Dulci (MG), Márcio Macêdo (SE) e Quaquá (RJ).


    Indicação


    A atriz Regina Duarte aceitou ontem (20) a indicação para a Secretaria Especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Ela disse que começa hoje o “período de testes” à frente da pasta. À coluna de Mônica Bergamo, da Folha, ela disse que vai “noivar” com o governo. “Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e pertenço a classe artística desde os 14 anos”, afirmou a atriz. A decisão da atriz se deu após uma reunião com o presidente Bolsonaro. Regina usou sua conta no Instagram para celebrar o dia de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro. Ela relacionou a data com o encontro presencial marcado pelo presidente.


    Confusão


    “Sou cristã. Católica. O feriado de hoje (ontem) no Rio é dedicado a São Sebastião. Nada acontece por acaso. Olha só, querido seguidor, que dia importante pra ter sido chamada ao Rio pra uma conversa ‘olho no olho’ do nosso Presidente da República”, escreveu a “Namoradinha do Brasil” na legenda. Segundo ela, grata pelos aprendizados, há uma simbologia por trás das duas situações. Por fim ela completou: “vambora! Com muito amor no coração”. Embora declaradamente católica, Regina escolheu uma foto errada para representar São Sebastião no Instagram. O santo, nascido em Milão, na Itália, foi confundido com Santo Expedito, nascido na Armênia.


    Bilionários


    Os pouco mais de 2 mil bilionários do mundo detêm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas, que correspondem a cerca de 60% da população mundial. Os dados constam do novo relatório da organização não governamental Oxfam, Tempo de Cuidar - O trabalho de cuidado mal remunerado e não pago e a crise global da desigualdade, lançado nesse domingo (19), às vésperas do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. No mundo, os homens detêm 50% a mais de riqueza do que as mulheres. De acordo com a Agência Brasil, o estudo aponta que a desigualdade global está em níveis recordes e o número de bilionários dobrou na última década. Segundo o levantamento, o 1% mais rico do mundo detém mais que o dobro da riqueza de 6,9 bilhões de pessoas.


    Nota


    A Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), em nota divulgada ontem (20), negou favorecimento na distribuição de verba publicitária à agência Artplan, cliente de uma empresa privada do chefe da secretaria, Fabio Wajngarten. Na manifestação, a Secom voltou a criticar a Folha de S.Paulo. Na semana passada, o jornal revelou que Wajngarten é sócio da FW Comunicação, que recebe dinheiro de emissoras de TV (como Record e Band) e agências contratadas pela pasta, ministérios e estatais do governo Bolsonaro.O jornal mostrou que a Artplan passou na gestão dele a ser a número um em verbas distribuídas pela pasta. Sob o comando de Wajngarten, a agência recebeu da secretaria R$ 70 milhões entre 12 de abril e 31 de dezembro de 2019, 36% mais do que o pago no mesmo período do ano anterior (R$ 51,5 milhões). O levantamento feito pela reportagem nas planilhas de pagamento da Secom mostra uma inversão de tendência.


    Classificou


    Segundo a nota da Secom, a reportagem é “caluniosa e covarde”. A secretaria disse que Artplan foi a agência que mais faturou em 2019, mas afirmou que isso não ocorreu por ser cliente de Wajngarten. “A Artplan ganhou uma concorrência interna entre as agências com contratos com a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República realizada na gestão anterior e não da de Fábio Wajngarten para realizar a maior campanha do governo em 2019, a da Nova Previdência”, disse a Secom.



  • 18/01/2020


    20.01.2020 16h32m
    Recomendar

    Sobe - O governo federal que liberou 2,5 mil doses da vacina penavalente para Feira de Santana.


    Desce - O secretário especial da Cultura, Roberto Alvin por fazer apologia explicita ao nazismo.


    Demitiu


    O presidente Jair Bolsonaro anunciou a demissão de Roberto Alvim do cargo de secretário especial da Cultura, após as declarações de cunho nazista feitas em pronunciamento oficial da pasta. “Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência. Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas. Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos valores em comum”, diz Bolsonaro, em nota oficial.


    Repúdio


    Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgaram ontem (17) mensagens pedindo a saída do secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, do cargo. Em suas redes sociais, Maia afirmou que o governo deve afastá-lo do cargo. “O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo.”


    Acintoso descabido e infeliz


    Por meio de nota, Davi Alcolumbre, disse que recebeu a notícia do discurso do secretário, o qual classificou como “acintoso, descabido e infeliz pronunciamento de assombrosa inspiração nazista”. “Como primeiro presidente judeu do Congresso Nacional, manifesto veementemente meu total repúdio a essa atitude e peço seu afastamento imediato do cargo. É totalmente inadmissível, nos tempos atuais, termos representantes com esse tipo de pensamento. E, pior ainda: que se valha do cargo que eventualmente ocupa para explicitar simpatia pela ideologia nazista e, absurdo dos absurdos, repita ideias do ministro da Informação e Propaganda de Adolf Hitler, que infligiu o maior flagelo à humanidade”, criticou o senador.


    Agressão


    O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, também se manifestou sobre o assunto. “Há de se repudiar com toda a veemência a inaceitável agressão que representa a postagem feita pelo secretário de Cultura. É uma ofensa ao povo brasileiro, em especial à comunidade e judaica.” No vídeo, Alvim fala sobre o lançamento do Prêmio Nacional das Artes, e sobre o que seria o ideal artístico para a pasta. Como música de fundo, o secretário escolheu uma ópera de Wagner, compositor preferido do líder nazista, Adolph Hitler. “A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, disse Alvim.


    Por outro lado


    Roberto Alvim informou, em postagem no Facebook, que, colocou o cargo à disposição do presidente Jair Bolsonaro. “Tendo em vista o imenso mal-estar causado por esse lamentável episódio, coloquei imediatamente meu cargo à disposição do Presidente Jair Bolsonaro, com o objetivo de protegê-lo.”Alvim disse desconhecer a origem da frase semelhante à declaração de Goebbels. “O discurso foi escrito a partir de várias ideias ligadas à arte nacionalista, que me foram trazidas por assessores. Se eu soubesse da origem da frase, jamais a teria dito. Tenho profundo repúdio a qualquer regime totalitário, e declaro minha absoluta repugnância ao regime nazista”, escreveu.


    Multa


    O deputado federal baiano Charles Fernandes (PSD) quer tornar obrigatório o cumprimento para o horário de início de shows e apresentações públicas, com tolerância de uma hora. Pelo texto, os responsáveis pela organização de shows ou apresentações públicas remuneradas ficam sujeitos ao pagamento de multa em caso de atraso maior que o estabelecido. De acordo o site da Câmara, a multa será equivalente a 10% da arrecadação total bruta da apresentação e deverá ser aplicada pelo Procon do município onde ocorreu o evento ou pelo Procon estadual e deve ser destinada ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.



  • 17/01/2020


    17.01.2020 14h12m
    Recomendar

    Sobe - Sistema VIA FEIRA de bilhetagem eletrônica que ajudou a reduzir o número de assaltos a ônibus em Feira


    Desce - O presidente Bolsonaro por manter na Secom Fabio Wajngarten apontado como sócio de empresa que recebe de emissoras e agências de publicidade beneficiadas pelo órgão.

     

    Confundindo


    Criticado por Targino Machado (DEM) por ter atacado a reforma da Previdência no Congresso Nacional e apoiar o texto de reforma do governo do estado na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Robinson Almeida (PT) diz que líder da oposição na Casa está confundindo as coisas. A explicação de Robinson é de que o debate na tramitação da reforma no regime geral era devido a não concordar com o fim do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a situação dos trabalhadores rurais.”Targino tem que votar a favor da reforma, porque esse tem sido o posicionamento”, disse. “Ele está confundindo o debate do regime geral de Previdência com o do regime próprio e colocando a questão da reforma da Previdência em um buraco só. Na verdade são coisas distintas, nossa ênfase e nossa campanha foi contra a reforma no regime geral”, explicou o petista.


    Grandes chances


    Sem contar com o presidente Jair Bolsonaro, o PSL tem grandes chances de indicar o candidato a vice-prefeito de Salvador para a chapa de Bruno Reis (DEM). É o que avalia o secretário de Trabalho, Esportes e Lazer, Alberto Pimentel. Nos bastidores, circulava a informação de que o grupo que apoia a pré-candidatura de Reis tinha resistência em um nome atrelado a Bolsonaro devido ao desempenho eleitoral do presidente na capital baiana. Pimentel ainda evitou falar sobre possíveis nomes a serem indicados pelo partido para essa disputa. “A gente não tem vaidade. Prefiro Bruno e [ACM] Neto escolhendo”, disse.


    Lazaro em Salvador


    O deputado federal José Rocha (PL) voltou a defender a candidatura de Irmão Lázaro a prefeito de Salvador. Para ele, é importante para o PL a participação na disputa pela eleição majoritária. Durante o cortejo da Lavagem do Bonfim, o parlamentar ainda reclamou do atraso do governador Rui Costa (PT) em conversar com a base aliada sobre o pleito de 2020. “Ele tem todas as chances para chegar ao segundo turno e ter uma grande disputa. Eu ainda alimento essa esperança”, reforçou Rocha. Para ele, um partido “só se fortalece quando disputa a majoritária”.


    Deixou o zap-zap


    Irritado com aliados, o deputado estadual Soldado Prisco (PSC) decidiu deixar o grupo de um WhatsApp da bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), sinalizando rompimento com o grupo. Segundou apurou o Bahia Notícias, Prisco ficou chateado após o bloco da minoria se recusar a não votar o projeto que definia o plano de carreiras da Polícia Militar. O soldado queria adiar a votação do texto, mas teve o desejo barrado pelos colegas de bancada. Apesar da indisposição com os colegas oposicionistas, o deputado estadual enviou um áudio em que afirma que continua liderado pelo prefeito de Salvador ACM Neto (DEM).


    Convencido


    O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) está convencido a ser candidato a governador da Bahia nas eleições de outubro de 2022. O socialista já foi deputado estadual e ocupou a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) durante 10 anos. O desejo de Nilo foi anunciado ontem (16), durante participação dos festejos do Bonfim, em Salvador. “Eu quero ser candidato a governador, estou convencido que chegou a minha vez”, declarou Nilo.


    Mantendo o foco


    O secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto (DEM), afirmou que o foco no momento é na administração. O ex-governador da Bahia disse que fazer política cabe ao prefeito de Salvador, e não a ele. Souto ainda disse que pretende se manter “na retaguarda” contribuindo na administração. “Meu foco realmente é administração, quem tá fazendo política é o prefeito ACM Neto, que está fazendo bem, conduzindo bem, eu vou ficar na retaguarda dando a melhor contribuição para que a cidade continue vivendo esse momento tão importante”, declarou Paulo Souto.


    A vez é da mulher


    Pré-candidata à Prefeitura de Salvador, a secretária Fabya Reis disse quejá se informou com o governador Rui Costa (PT) e vai marcar uma conversa com a direção do PT baiano para discutir a eleição. No início do mês, ela anunciou seu interesse em participar do pleito como o nome da legenda. “Faz parte da esquerda socialista, tenho 20 anos filiada ao Partido dos Trabalhadores. A nossa corrente amadurece entre os dirigentes que é a vez das mulheres. E das mulheres negras”, ressalta a titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Um dos dirigentes que ela cita é justamente seu marido, o deputado federal Valmir Assunção. Ele chegou a lançar pré-candidatura, mas recuou e passou a defender que a escolha seja por uma mulher negra amargo, mas necessário. Imaginamos que devemos votar a favor da PEC do governo”, disse Correia.



  • 16/01/2020


    16.01.2020 18h16m
    Recomendar

    Sobe - A prefeitura por reaproveitar materal de construção retirado de prédios públicos em reforma para utilizar em outras obras ou ainda fazer doação.


    Desce - A Bahia por apontada pelo Ministério da Saúde como o Estado com maior surto de dengue do Brasil.


    Desistiu


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou ontem (15) que suspendeu as negociações quanto a subsídios a contas de energia de templos religiosos. Como revelado pelo jornal O Estado S. Paulo, o governo preparava um decreto para adotar a medida, a pedido do próprio presidente, mas que não foi bem recepcionado por parte da equipe econômica do governo.


    PL


    O Projeto de Lei de Responsabilidade Previdenciária deverá ser apresentado pelo deputado Silvio Costa Filho (Republicanos) no início de fevereiro, na Câmara Federal. Segundo o jornal Estado de São Paulo, o ministro Paulo Guedes, da Economia, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), deram o aval para a tramitação da proposta. O projeto prevê que Estados e municípios tenham que obrigatoriamente prestar contas de seus respectivos gastos com a previdência, todos os anos, além de adotarem medidas para controlar as despesas nesta área.


    Afirmação


    A deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA) reconheceu em entrevista a Rádio Metrópole ontem (15), que a escolha do partido de esperar por uma decisão do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, sobre a candidatura a prefeitura de Salvador em 2020, foi um erro.


    Reforma tributária


    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse ao blog da jornalista Andréia Sadi (G1) que, mesmo em ano de eleições municipais, a reforma tributária deverá ser aprovada neste semestre. Segundo ele, os deputados estão envolvidos com o projeto.


    Protesto mantido


    Sindicatos que representam servidores estaduais avaliaram ontem (15) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência baiana enviada pelo governador Rui Costa à Assembleia Legislativa (Alba) na última terça (14). Em análise preliminar, dirigentes sindicais ouvidos pelo site Metro1 ainda avaliam que a PEC não atende as todas as reivindicações das categorias. O coordenador geral da APLB, Rui Oliveira, disse que os servidores mantêm o protesto de hoje (16) na Lavagem do Bonfim e ainda vão receber um estudo, amanhã (17), para analisar os impactos da nova proposta e então discutir com o governo.


    Lava Jato


    A força-tarefa da Lava Jato no Paraná rastreia o fluxo financeiro da Mendes Pinto Engenharia, empresa com sede em Minas Gerais, suspeita de operar propina referente à construção da Torre Pituba. O empreendimento abrigava, até outubro de 2018, a sede da Petrobras no estado. De acordo com a coluna Satélite, do Correio, o interesse do Ministério Público Federal (MPF) sobre a Mendes Pinto aumentou, depois das delações firmadas por três alvos da Operação Sem Fundos, 56ª fase da Lava Jato, deflagrada em novembro do ano passado.


    Contratação


    O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Renato Vieira, disse na última terça (14) que o remanejamento de 2,1 mil servidores para reforçar análise de benefícios vai possibilitar que a fila de pedidos atrasados seja zerada em seis meses. No mesmo dia, o governo anunciou que vai contratar 7 mil militares da reserva das Forças Armadas para atuar no INSS e agilizar o serviço, que possui 1,3 milhão de pedidos sem resposta há mais de 45 dias, prazo legal para o atendimento.


    Rejeição


    A Justiça Federal de Brasília rejeitou denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) em dezembro contra o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. Ele foi acusado de caluniar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Na denúncia, o procurador Wellington Divino Marques de Oliveira pedia o afastamento de Santa Cruz do cargo. Para o MPF, o presidente da OAB teria caluniado Moro em entrevista concedida em julho do ano passado ao jornal Folha de S.Paulo.



  • 15/01/2020


    15.01.2020 18h17m
    Recomendar

    Sobe - A prefeitura muncipal por oferecer através do projeto Qualifica Feira oportunidade para que as pessoas se qualifiquem e lutem por seu espaço no mercado de trabalho.


    Desce - Luciano Hang, proprietário da rede de lojas Havan pela “imprecionante” defesa que fez do ministro da Educação Abraham Weintraub.


    Críticas


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez críticas ontem (14), ao documentário “Democracia em Vertigem”, da cineasta brasileira Petra Costa. O filme é um dos concorrentes ao Oscar deste ano na categoria Melhor Documentário. Bolsonaro classificou como obra de “ficção” e “porcaria” o documentário que mostra os bastidores do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.


    Possibilidade


    O deputado federal Marcelo Nilo (PSB-BA) afirmou ontem (14), em entrevista à Rádio Metrópole, que pretende ser o candidato à sucessão do governador da Bahia, Rui Costa (PT), nas eleições de 2022. Nilo, no entanto, reconheceu que terá dificuldades para se eleger, se tiver que disputar com o ex-governador e atual senador pelo PT, Jaques Wagner.


    Comemorou


    O deputado estadual Hilton Coelho (PSOL), autor do pedido de liminar que suspendeu a tramitação da PEC 158 (Reforma da Previdência estadual) na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), comemorou a retirada do texto pelo governador Rui Costa (PT) ontem (14). Segundo Hilton, “certamente vão apresentar uma outra PEC com modificações” para que a mesma respeite “o trajeto institucional”.


    Estudo


    O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), solicitou um estudo para consultores da Casa para avaliar a melhor forma de quebrar o monopólio dos Correios. Segundo o colunista Guilherme Amado, da revista Época, Maia quer manter a competitividade da empresa sem que para isso seja necessária a privatização.


    Parceria


    O DEM de ACM Neto deve fechar parceria com o PDT de Ciro Gomes em pelo menos três capitais do Nordeste nas eleições deste ano, segundo o jornal Estado de São Paulo. Os partidos devem formar chapas para disputar as prefeituras de Salvador, Fortaleza (CE) e São Luis (MA). A parceria foi costurada em uma reunião no fim do ano passado, em São Paulo, que contou com a presença, além de Neto e Ciro, de Carlos Lupi e André Figueiredo, do PDT, e Rodrigo Maia e Elmar Nascimento, do DEM.


    Ausência


    Contra sua vontade pessoal, o governador da Bahia, Rui Costa, decidiu respeitar a orientação médica e não vai participar da Lavagem do Bonfim deste ano, conforme apuração feita pelo site Metro1. A decisão foi tomada na manhã de ontem (14), no Palácio de Ondina.


    Contas de luz


    O presidente Jair Bolsonaro reconheceu ontem (14) que tem sido criticado pela proposta de mudança na cobrança da conta de luz para templos religiosos e disse que ainda não tomou uma decisão sobre o assunto.


    Ação


    O Podemos entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a cobrança da tarifa sobre o cheque especial, negociada com uma contrapartida de limitação do juros em 8% ao mês, anunciada pelo Banco Central em novembro do ano passado.



  • 14/01/2020


    14.01.2020 09h41m
    Recomendar

    Sobe - A Adab por intensificar fiscalizações nas rodovias que cortam a Bahia prevenindo contrabando e abate clandestino de animais.


    Desce - Pessoas que persitem em promover maus tratos e outras atividades ilegais envolvendo qualquer tipo de animal.


    Descartou


    Ex-governador de São Paulo e candidato à Presidência em 2018, Geraldo Alckmin (PSDB) descartou qualquer candidatura à prefeitura paulista na eleição deste ano. “Meu candidato é o prefeito Bruno Covas. E ele será candidato, é jovem e vai superar a doença”, disse o tucano em entrevista à coluna Painel, da Folha de São Paulo. Ele ainda acrescentou que pretende se matricular em pós-graduação em saúde pública neste ano. Seus aliados, porém, o querem candidato a governador em 2022.


    Retorno


    Na volta às atividades da Assembleia Legislativa da Bahia, os deputados terão de analisar o Projeto de Lei Complementar nº 139/2019 apresentado à ALBA em 11 de dezembro modifica a Lei Complementar nº 43, de 25 de outubro de 2017. A proposição indica uma mudança no parágrafo 2º do artigo 11 da referida lei no que diz respeito aos honorários advocatícios pagos aos procuradores do Estado. O texto traz a seguinte redação: “Em casos de programas ordinários ou especiais de recuperação de créditos, os honorários de que trata o caput deste artigo poderão ter seus percentuais reduzidos em até 75%”. Atualmente, o percentual previsto é de até 50%.


    Ameaça


    Após o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) realizar uma publicação no Twitter, onde compartilha uma foto do parto do filho de filho de Thammy Miranda e Andressa Ferreira, a cantora Gretchen afirmou que vai processar o filho de Bolsonaro. “Vc realmente não tem um pingo de senso nem noção de onde pisa. Se ele não te processar, processo eu q sou mãe dele. Bossal (SIC)”, tuitou Gretchen. A imagem foi ridicularizada por seguidores de Carlos que já foi comparado a Thammy pela aparência física. “Qual foi o objetivo desse post ridículo na sua página? Vc precisa da imagem do meu filho pra fazer gracinha na internet, né? Queria poder assumir a sua posição e não pode. Triste né”, completou a dançarina. Bento nasceu no dia 8 de janeiro. Thammy Miranda é homossexual e homem trans.


    Professores


    Protocolado no Legislativo baiano em 3 de dezembro do ano passado, o Projeto de Lei nº 23.686/2019 altera a Lei nº 8.261, de 29 de maio de 2002, dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público do Ensino Fundamental e Médio do Estado da Bahia. O PL do Executivo acrescenta o artigo 65-B, que prevê a concessão da Gratificação de Estímulo às Atividades de Classe ao professor investido em cargo de diretor ou vice-diretor de unidade escolar. No parágrafo único, o texto complementa: “Investido em cargo de diretor ou vice-diretor de unidade escolar, o professor perceberá cumulativamente a Gratificação de Estímulo às Atividades de Classe e a Gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET)”.


    Auxílio-reclusão


    No Projeto de Lei nº 23.722/2020, está prevista a criação do auxílio-reclusão para dependentes de servidor baixa-renda que esteja recolhido à prisão, esteja sem receber remuneração e não tenha benefício previdenciário. O auxílio-reclusão consistirá numa importância mensal igual ao valor da pensão que caberia aos dependentes do servidor. “O auxílio-reclusão será devido no caso de prisão provisória de qualquer espécie ou de prisão penal decorrente de sentença condenatória transitada em julgado, independentemente da natureza do ilícito cometido”, prevê o projeto, que também estipula os casos em que o auxílio será cortado: demissão ou exoneração do cargo, liberdade condicional, soltura ou fuga da prisão.


    Lista


    Sem alarde, a Controladoria-Geral da União publicou no portal de Dados Abertos do governo a folha de pagamento de dezembro de 2019 com os nomes e salários dos 310 mil pensionistas brasileiros da estrutura federal, com informações sobre lotação por órgão, razão da pensão e diversos outros dados. De acordo com o colunista Guilherme Amado, da revista Época, a publicação só foi possível após decisão do Tribunal de Contas da União, que atendeu a pedido da Fiquem Sabendo, uma agência de dados especializada na Lei de Acesso à Informação, fundada por jornalistas. Na lista, há viúvas, filhos de militares, filhos inválidos, filhas maiores solteiros, pensionistas de anistiados políticos, cônjuges separados, sobrinhos, netos, enteados, entre outras categorias, algumas com pensões de até R$ 573.340,4 -o que supera em 15 vezes o teto constitucional.



  • 11/01/2020


    14.01.2020 09h25m
    Recomendar

    Sobe - Detran-BA por implantar sistema de reconehcimento facial dando maior segurança na emissão de CNH.


    Desce - Ato de covardia de pessoas que ofereceram para catador de papelão ingerir bebida alcoólica em excesso.


    Nova pasta


    O Ministério do Meio Ambiente (MMA) anunciou a criação da Secretaria da Amazônia, com sede em Manaus, que terá atribuições em áreas como bioeconomia, combate ao desmatamento ilegal, regularização fundiária, pagamento por serviços ambientais, entre outros.


    Proposta


    O presidente Jair Bolsonaro propôs uma redução em normas regulamentadoras relativas à segurança no trabalho para “facilitar a vida dos patrões para dar emprego”. As declarações do presidente foram feitas em sua tradicional transmissão ao vivo nas redes sociais, na última quinta-feira (09). Ele citou como exemplo empresas que atuam no corte de folhas de carnaúba para produção de cera em Matopiba. Uma das multas seria pela falta de banheiro químico para trabalhadores.


    Nomeação


    O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, oficializou na última terça-feira (7), a nomeação do pastor da Igreja Sara Nossa Terra Leandro Lima como seu chefe de gabinete, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo. Ele já atuava em sua equipe. Segundo a publicação, o ministro mantém relação próxima com membros da igreja, da qual é frequentador. Além de empregar Lima, ele já deu carona em voo da FAB ao pastor Gerônimo Martins.


    Pressa


    Presidente da CPMI das Fake News, o senador Angelo Coronel (PSD) tem pressa para convocar o filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, para depor no colegiado. À revista Crusoé, Coronel afirmou que vai colocar em votação os pedidos de convocações de Carlos Bolsonaro e também do ex-presidente Lula assim que os trabalhos na CPI forem reativados. Em setembro do ano passado, em entrevista, Coronel afirmou qual será a primeira pergunta que faria a Carlos Bolsonaro se ele fosse interrogado pela CPI das Fake News.


    Bolsa Família


    O Ministério da Cidadania e a Casa Civil levaram a proposta de reformulação do Bolsa Família ao presidente Jair Bolsonaro no começo do ano. Segundo a coluna Painel,do jornal Folha de S.Paulo, a tentativa serviu para que Bolsonaro pressionar o Ministério da Economia a liberar mais recursos para o projeto.


    Subsídio


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer conceder subsídio na conta de luz para templos religiosos de grande porte, informa reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. Segundo a publicação, a pedido dele, uma minuta de decreto foi elaborada pelo Ministério de Minas e Energia e enviada para a pasta da Economia. A articulação, contudo, teria provocado forte atrito no governo.


    Assinaturas


    Cem mil fichas de apoio em pouco mais de um mês de trabalho. O número divulgado em dezembro pelo Aliança pelo Brasil sobre o total de assinaturas coletadas para criar a sigla da família Bolsonaro é mais de um quinto das 492 mil necessárias para criar uma legenda. Segundo a coluna de Guilherme Amado, na revista Época, existem 80 aspirantes a partido na fila do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


    Crítica


    Ex-deputado federal e um dos principais conselheiros do presidente Jair Bolsonaro, Alberto Fraga fez duras críticas ao trabalho do ministro Sérgio Moro na pasta da Justiça e Segurança Pública. O ex-parlamentar é considerado um “23º ministro”, com bastante prestígio no Palácio do Planalto. De acordo com Fraga, Moro não tem conhecimento algum sobre segurança pública.



  • 10/01/2020


    10.01.2020 15h47m
    Recomendar

    Sobe - O presidente Bolsonaro por sancionar a lei que cria a Carteira Nacional do Autista.


    Desce - O ministro da Educação, Abraham Weintraub por agressão recorrente a ortografia e às regras gramaticais.


    Chacota


    O ministro da Educação do governo Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub, foi alvo de piadas nas redes sociais depois de escrever a palavra “impressionante” com grafia incorreta no Twitter: “imprecionante”. A publicação foi em resposta a uma publicação do deputado Eduardo Bolsonaro (sem partido) no Twitter. O ministro apagou o tuíte com o erro logo em seguida, mas os internautas não perdoaram. Os termos “imprecionante” e “ministro da Educação” foram parar no ranking dos mais usados pelos usuários da rede social no Brasil.


    Mais um


    O prefeito da cidade de Imbuia (SC), João Schwambach (MDB), foi assassinado a tiros nas proximidades do prédio da prefeitura, localizado no Vale do Itajaí. Ainda não se sabe a motivação do crime. As informações são do portal G1. No dia 27 de dezembro do ano passado, o prefeito de Ribeirão Bonito, Francisco José Campaner (PSDB), de 57 anos, foi morto a tiros, na zona rural do município do interior de São Paulo. 3 dias antes, o prefeito de Granjeiro, no Ceará, João Gregório Neto (PSD), 54 anos, também foi assassinado. Ambos os crimes são investigados pela Polícia Civil.


    Pré-candidatura


    O ex-boxeador e ex-deputado federal Acelino Popó Freitas lançou na última terça-feira (8), por meio das redes sociais, a sua pré-candidatura para prefeito de Salvador. Ele vai concorrer ao cargo pelo PROS. O anúncio foi feito pelo perfil do ex-pugilista no Instagram. Na publicação, ele disse ainda que tem o apoio do deputado federal Uldorico Jr. (PROS) e de Felipe Manassés, que coordena o Instituto Manassés, voltado para trabalhos sociais que auxiliam na recuperação de dependentes químicos.


    Prisão


    A Polícia Federal prendeu na manhã de ontem o ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB), apontado como responsável por arrecadar recursos junto as empresários do consórcio de Belo Monte, no Pará. Segundo reportagem do jornal O Globo, a investigação sobre suspeita de caixa 2 remonta à campanha de 2014 do atual governador do estado, Helder Barbalho (MDB). Helder não é alvo de mandados na operação.


    Recuo


    Ao julgar pedido de reconsideração apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, reviu decisão anterior e restabeleceu ontem (9) a redução de valores do seguro obrigatório DPVAT, prevista pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), órgão ligado ao Ministério da Economia.


    Disposição


    O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) colocou o nome à disposição para ser candidato a vice-prefeito na chapa de Bruno Reis (DEM) para a prefeitura de Salvador. A eleição acontece neste ano. O nome do democrata foi confirmado nesta semana para a sucessão de ACM Neto (DEM) no Palácio Thomé de Souza. Na avaliação de Correia, os tucanos têm força para reivindicar o espaço na majoritária.


    Convidados


    Além do show da cantora Maria Bethânia, a inauguração do Centro de Convenções de Salvador ainda deve ser prestigiada com a presença de políticos com peso nacional, todos aliados do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha, foram convidados os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), além dos governadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e João Doria (PSDB-SP). A publicação não detalha se eles confirmaram participação no evento.


    Demora


    A deputada federal e pré-candidata do PSB à prefeitura de Salvador, Lídice da Mata, admitiu, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã de ontem (9), a demora do grupo do governador Rui Costa na articulação para a eleição municipal. O próprio PSB tem mais de um pré-candidato. Além de Lídice, ainda há o nome do vereador Silvio Humberto.



  • 09/01/2020


    10.01.2020 15h39m
    Recomendar

    Sobe - As manifestações nas redes sociais que impuseram a revisão do presidente do Flu de Feira, no interesse de contratar o goleiro Bruno.


    Desce - O Brasil (o único na América do Sul) ao ser colocado como país de risco para cidadãos americanos depois que Bolsonaro opinou favoravelmente aos EUA, no episósio contra o Irã.


    Avaliação


    O prefeito de Salvador, ACM Neto, presidente nacional do Democratas, avaliou o tamanho do PSL, partido que abrigou o presidente Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2018. De acordo com ele, a legenda se tornou um partido importante para o cenário político.


    Retorno


    Após sua relação com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ter passado por um abalo no ano passado, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) retomou o seu engajamento nas redes sociais e voltou à carga contra a comunicação do Palácio do Planalto, destaca o jornal Folha de S. Paulo.


    Emoção


    O governador Rui Costa (PT) usou seu perfil no Twitter ontem (8), para afirmar que já está em casa, em Salvador, se recuperando, depois de passar por uma cirurgia no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Segundo o petista, ele ficou emocionado com mensagens enviadas por eleitores e admiradores por meio das redes sociais.


    Possibilidades


    O bloco do Governo do Estado pode ter uma baixa importante para o desfile da Lavagem do Bonfim deste ano: o governador Rui Costa. O governador, que passou por uma cirurgia em São Paulo para retirada de nódulo da mama, se recupera da operação e pode não participar do tradicional ato religioso baiano, marcado para o próximo dia 16. Outra dúvida para a Lavagem do Bonfim dentro do PT baiano é a presença do ex-presidente Lula, convidado em dezembro pelo diretório do partido no estado.


    Afirmação


    O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que o Brasil tem uma tradição diplomática como “construtor de paz” e deve ficar afastado da tensão entre Estados Unidos e Irã. Lula disse ainda que é preciso manter esta postura em um momento de crise.


    Pronunciamento


    Recém-empossado presidente do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), o conselheiro Gildásio Penedo Filho defendeu ontem (8), em entrevista à Rádio Metrópole, a atuação dos órgãos de controle para punir eventuais irregularidades, mas criticou o discurso que tenta criminalizar de forma generalista a atividade política.


    Preparação


    Após audiência com a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, o grupo que prega a abstinência sexual de adolescentes iniciou a preparação de material didático sobre o tema para escolas. Batizado em 2011 de “Eu escolhi esperar”, o movimento religioso estava paralisado até o ano passado, quando foi reativado com a chegada de Jair Bolsonaro à Presidência da República.


    Desdenhou


    O vice-governador da Bahia e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão (PP), desdenhou do novo Centro de Convenções de Salvador, construído sob a batuta da prefeitura de Salvador, cuja inauguração acontece no fim deste mês. Segundo ele, o local “é pequeno, parece um shopping”.



  • 08/01/2020


    08.01.2020 15h22m
    Recomendar

    Sobe - ACM Neto que para evitar ansiedade de pré-candidatos do seu grupo à prefeitura, em Salvador, anunciou na segunda-feira, Bruno Reis.


    Desce - A diretoria do Flu de Feira, que preferiu aparecer no cenário esportivo de forma negativa.


    Remanejamento


    A gestão de Jair Bolsonaro precisou tirar parte da verba que estava prevista para aposentadorias e pensões para pagar o 13º dos beneficiários do Bolsa Família, segundo o jornal Folha de São Paulo. O governo precisou remanejar às pressas o Orçamento no fim de 2019 para conseguir pagar 1 milhão de famílias que ficariam sem o benefício. O Ministério da Economia confirmou a informação.


    Perfil do vice


    Com a confirmação da pré-candidatura de Bruno Reis (DEM) a prefeito de Salvador, as atenções dos articuladores do Democratas se voltam para a escolha do vice na chapa que disputará o pleito de outubro. O site bahia.ba apurou que o nome a ocupar o vice de Bruno Reis deve ser o de alguém discreto e com representatividade.


    Possibilidade


    O deputado estadual David Rios disse que está conversando com o presidente estadual do PSDB, o deputado federal Adolfo Viana, sobre sua possível saída do partido. Ele era um dos nomes ventilados para disputar a prefeitura da capital baiana nas eleições de outubro. Presente no lançamento da pré-candidatura de Bruno Reis (DEM) a prefeito de Salvador, na última segunda-feira (6), o parlamentar ressaltou que o PSDB havia decidido por ter candidato próprio nas cidades com mais de 100 mil habitantes.


    Irritação


    A declaração do presidente Jair Bolsonaro de que pode sancionar a previsão de R$ 2 bilhões, no Orçamento de 2020, para financiamento de campanhas eleitorais tem irritado aliados e preocupa assessores do “núcleo duro” do Ministério da Justiça, comandado por Sérgio Moro. Segundo o blog de Andréia Sadi, no portal G1, o assunto foi discutido na última segunda-feira (6), no governo. A avaliação, de acordo com aliados do presidente à publicação, é a de que o Planalto já se desgastou junto a apoiadores nas redes sociais com a sanção da figura do juiz de garantias - mesmo sob críticas de bolsonaristas.


    Conversa


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou ontem (7), que conversará com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para decidir o que fazer após o Irã pedir explicações à diplomacia brasileira sobre o posicionamento do Brasil frente aos acontecimentos, no Iraque, que culminou com a morte do general iraniano Qassem Soleimani.


    Crítica


    O deputado estadual Hilton Coelho (PSOL) criticou o governador Rui Costa, na manhã de ontem (7), durante manifestação contra a reforma da Previdência do Estado. O ato foi realizado por servidores de diversas categorias em frente a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).


    Publicações


    As portarias de indeferimento de 101 pedidos analisados pela Comissão Nacional de Anistia, nas últimas sessões de 2019, foram publicadas ontem (7), no Diário Oficial da União pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. De acordo com o ministério, ao longo do ano passado, foram divulgadas mais de 2,7 mil portarias. Das quais, mais de 2,1 mil são sobre processos que tinham sido analisados por conselhos anteriores, mas estavam parados, sem análise dos ministros de outras gestões. Ao todo, foram indeferidos mais de 2,3 mil pedidos de anistia, sendo que 2,1 mil estão relacionados a requerimentos apreciados em gestões anteriores. Outras 35 portarias tratam de indeferimento de pedidos de cabos da Aeronáutica desligados durante o regime militar.


    Desejo


    A demissão do chefe do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Rodrigo Dias, em dezembro, líderes de partidos de centro-direita, entre eles o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os deputados querem um nome de consenso para suceder Dias - que dialogava bem o Congresso. O FNDE é um órgão estratégico por liberar verbas para estados e municípios. Só em 2019 ao Fundo manejou um orçamento de R$ 52 bilhões.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia