PMFS
Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 29/03/2014


    31.03.2014 17h32m
    Recomendar
    Sobe - Projeto de cidadania da Uefs, que oferece orientação gratuita aos contribuintes do IR.
     
    Desce - A Prefeitura, por apoiar o projeto Acordes, sons e vozes de nossa cidade com mulheres vítimas da violência.
     
    PMDB /DEM 
     
    A busca dos dois partidos para indicação do nome das oposições para disputar o Governo do Estado, na minha opinião, se prende a dois motivos: um, a falta de recursos para bancar campanhas, o outro é por falta de avaliação política. Sei que as campanhas majoritárias são caras e, por isso, acredito, querem obter sinergia financeira. Mas é possível realizar uma campanha competitiva com menos dinheiro e com  mais criatividade.   
     
    PMDB/ DEM 1
     
    Quanto à questão da avaliação política, eu faço a minha: de todos os candidatos, Geddel é o que terá o discurso mais forte, nunca ocupou o cargo para ser cobrado por nada; diferente de Souto e o candidato do Governo. Nesta condição, Geddel é que tem o instrumento mais forte para convencer o eleitorado: a esperança. O discurso forte de Geddel serve para ele, jamais para defender a candidatura de Souto. Portanto, agregará pouco valor eleitoral e vice-versa. A candidatura separada dos dois será a oportunidade real de provocar segundo turno. No fim, será uma campanha de primeiro turno de Paulo Souto atacando o governo e se defendendo dele e Geddel atacando o governo e não podendo ser contestado por ele. 
       
    PEN 
     
    O Partido Ecológico Nacional e mais oito partidos estarão reunidos na manhã de hoje (29), no Centro de Convenções de Salvador, espaço Ogunjá, para tratar de legislação eleitoral e prestações de contas. Participarão presidentes dos diretórios municipais e pré-candidatos a deputado estadual e federal. De Feira, segue uma grande comitiva do partido. 
     
    PEN 1
     
    Esta semana, depois de voltar da viagem ao oeste baiano, concedi a criação dos diretórios das cidades de Catolândia, Angical, Cotegipe e Serra do Ramalho. Na próxima semana, o roteiro que seguirei é o do nordeste baiano, começando por Inhambupe e seguindo até Paulo Afonso. A previsão é de visita a seis municípios.
         
    Eleições 2014
     
    Após a oficialização do seu nome como vice-governador na chapa do governista Rui Costa (PT), o deputado federal João Leão (PP) não esconde sua animação pelo posto. "Vamos ganhar no 1º turno", disse entusiasmado, quando questionado da expectativa da chapa majoritária frente às eleições deste ano. O pepista foi o último da equipe a ser anunciado pelo coordenador do processo, governador Jaques Wagner (PT). "Se quando eu fui secretário de Jaques Wagner, na reeleição dele, eu me empenhei bastante para continuar a vê-lo governar a Bahia, agora que sou vice de Rui? Vou me doar de corpo e alma. Já estou com o bloco na rua. Já estou com minhas bases mobilizadas. Na chapa majoritária, além de Rui, temos Otto Alencar (PSD) como candidato a senador, homem que respeito, a história de política baiana. Temos tudo para vencermos com folga", declarou. 
     
    Imbassahy
     
    Documentos da Petrobras encaminhados ao Congresso em resposta a requerimento de informação do líder do PSDB, Antonio Imbassahy (BA), chegaram adulterados ao gabinete do parlamentar em dezembro de 2012. Conforme relato do tucano à Câmara, o envelope estava aberto e era possível observar pela numeração que faltavam páginas. Após queixa formal com a presidência da Câmara, o deputado recebeu um pedido de desculpas. O documento foi recuperado na sua totalidade. Em ofício encaminhado ao então primeiro secretário da Câmara, Eduardo Gomes (PSDB-TO), o tucano afirmou que "deixei de receber as informações encaminhadas pelo ministro Edison Lobão, em seu teor original, solicito providências imediatas para averiguar o modo como ocorreu a violação do citado sigilo, identificando os respectivos responsáveis". 
     
    Multa 
     
    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou pedido do Ministério Público para multar em R$ 25 mil a presidenta Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT, por propaganda eleitoral antecipada. Por maioria de votos, os ministros entenderam que não houve promoção pessoal nos programa eleitorais exibidos pelo partido, em 2013. De acordo com o advogado Sidney Neves, que defendeu os representados, não houve qualquer tipo de promoção pessoal nas propagandas inseridas pelo PT. Segundo Neves, para serem caraterizadas como propaganda antecipada, as inserções devem levar a conhecimento público uma candidatura, fato que não ocorreu no caso.
     
    Campanhas políticas 
     
    O Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar, na próxima quarta-feira (2), o julgamento sobre a proibição de doações de empresas privadas para campanhas políticas. O julgamento foi interrompido em dezembro do ano passado e será retomado com o voto do ministro Teori Zavascki, que pediu vista do processo. O Supremo julga a ação direta de inconstitucionalidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contra as doações de empresas privadas a candidatos e a partidos políticos. A OAB contesta os artigos da Lei dos Partidos Políticos e da Lei das Eleições, que autorizam as doações para campanhas políticas. De acordo com a regra atual, as empresas podem doar até 2% do faturamento bruto obtido no ano anterior ao da eleição.


  • 27/03/2014


    27.03.2014 12h03m
    Recomendar
    Sobe - A Guarda Municipal de Feira de Santana, pelos mais de 100 anos de serviço prestado ao patrimônio público do muicípio.
     
    Desce - A falta de diálogo em diversos lares de Feira de Santana, o que tem resultado em tragédias como a de um homem que atirou no próprio filho.
     
    Representantes
     
    O vereador Correia Zezito (PTB) disparou ontem (26) contra seus “concorrentes” no bairro Rua Nova. O edil chegou a dizer que vai impedir a entrada de possíveis políticos no bairro. “Vou colocar uma cancela na Rua Nova e quem entrar lá vou dar pau”. Percebendo  a gravidade da fala do colega, Zé Carneiro (PSL) tentou contornar a situação: “vereador, o bairro Rua Nova não tem dono. Deixe que a população reconheça quem é o representante do bairro”.
     
    IPTU
     
    O líder do PT na Casa, Alberto Nery, mais uma vez faz uso da tribuna para se manifestar contra o aumento do IPTU. “Não podemos permitir que o governo municipal promova um aumento abusivo deste tributo. Tem casos em que o aumento chegou a 500%. Isto é um absurdo e vamos dar entrada com uma ação no Ministério Público para tentar evitar o aumento”, disse.
     
    IPTU I
     
    Depois de ouvir atentamente o discurso do vereador Alberto Nery (PT), o líder do governo na Casa, Carlito do Peixe (DEM) disse que é normal toda essa movimentação em relação ao aumento do IPTU, pois “ninguém gosta de pagar imposto”. No entanto, Carlito afirmou que aqueles que tiverem dúvida em relação ao novo valor do tributo pode se dirigir à Secretaria da Fazendo e conversar com o secretário da pasta.
     
    Micareta
     
    Faltando 30 dias para a festa momesca da cidade, a licitação para a empresa que irá montar os camarotes deu deserta. Na Câmara, o vereador Pablo Roberto (PT) fez elogios ao prefeito democrata, José Ronaldo de Carvalho, que por não ceder a chantagem de empresários ameaçou fazer a festa sem camarotes. “Quero parabenizar o prefeito e espero que ele não se renda, se os empresários colocarem a faca em seu pescoço. O município não pode pagar caro pela montagem dos camarotes como anseiam os empresários do ramo. Tudo bem que a festa fica mais bonita com os camarotes, mas a Prefeitura também não pode pagar um valor exorbitante por isso”, disse o petista.
     
    Pesquisa
     
    O ex-governador Paulo Souto (DEM) lidera as pesquisas para intenção de voto no interior do estado. A revelação foi feita pelo governador Jaques Wagner (PT) que apresentou os números da pesquisa encomendada por ele para medir a intenção de votos do eleitor no pré-candidato Rui Costa (PT), durante entrevista à rádio Metrópole, na manhã de ontem.  A pesquisa foi feita com 2 mil pessoas em municípios do interior da Bahia.
     
    Racismo e injúria
     
    O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro aceitou a representação criminal do ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa contra o jornalista Ricardo Noblat. A representação acusa o jornalista de racismo, difamação e injúria no texto “Joaquim Barbosa: Fora do Eixo”, publicado no site do jornal O Globo. As penas previstas pelos crimes incluídos na denúncia podem somar até 10 anos de prisão. O MPF considerou o conteúdo do texto “manifestamente racista e ofensivo à honra funcional do ministro”.
     
    Royalties
     
    O deputado Marcelo Nilo, presidente da Assembleia Legislativa, barrou a votação que autorizaria a operação bancária para antecipar recursos dos royalties do Petróleo para o Fundo de Previdência (Funprev). Na última terça-feira, durante uma sessão acalorada, a pedido do deputado Paulo Azi (DEM), que considerou ilegal a urgência já que o projeto que regulamenta a distribuição para cada setor ainda não teria sido votado. Nilo encerrou o assunto afirmando que não era possível votar duas urgências. “Está partindo do princípio que o projeto anterior foi votado. E se for rejeitado? Já está pronto para votar, deputado Zé Neto? Pelo amor de Deus”, afirmou Nilo, ao decretar o fim da sessão.


  • 26/03/2014


    26.03.2014 10h04m
    Recomendar
    Sobe - O TJ, por autorizar a reforma do Fórum Filinto Bastos, o que já tinha passado da hora.
     
    Desce - O violência doméstica que vitimou uma adolescente de 14 anos, ao ter 85% do corpo queimado pelo ex-namorado.
     
    Aniversário
     
    Ontem (25), o competente vereador José Carneiro Rocha (PSL) comemorou idade nova. Ao chegar  à Casa da Cidadania, o parlamentar recebeu os parabéns dos colegas vereadores, imprensa  e servidores da Câmara.
     
    Aeroporto
     
    Após ficar feliz em receber as felicitações pela passagem do seu dia, Carneiro ficou triste ao usar a tribuna e informar a todos que o governador Jaques Wagner deu mais uma prova de que não se preocupa tanto assim com Feira de Santana. "O Governo tem R$ 200 milhões para investir nos aeroportos da Bahia e o de Feira, segunda maior cidade do Estado, ficou com apenas R$ 5 milhões. Sei do carinho que o deputado Zé Neto tem pela cidade, mas peço que utilize seu prestígio com o governador e procure ajudar nossa cidade", pediu.
     
    Saúde
     
    Após denúncia do vereador Alberto Nery (PT) em relação à falta de medicamentos em postos de saúde no distrito de Maria Quitéria e um funcionário que trabalha embriagado, o edil Ronny (PSDB) usou a tribuna para descaracterizar a denúncia. Segundo Ronny, o governo municipal busca, incansavelmente, assistir à população de Feira e região no quesito saúde da melhor forma possível, não poupando esforços. "Tenho certeza que quem está à frente dos PSFs é uma pessoa de competência e, se há funcionário trabalhando embriagado, o problema será solucionado.  E quanto à falta de medicamentos, certamente não é uma frequência", defende Ronny.
     
    HGCA
     
    Aproveitando o debate sobre a saúde em Feira de Santana, o vereador Marcos Lima (PRP) teceu severas críticas ao HGCA. "O hospital comemorou 30 anos, mas não temos o que comemorar. O Estado está deixando o hospital à míngua. Há tempos se falam em construir um novo hospital regional e até hoje não tem uma pedra. Pessoas estão morrendo porque não conseguem uma vaga no Clériston, sem contar as pessoas que estão nas policlínicas e não podem ser transferidos por falta de vagas. Pitangueira não veio resolver nada, ele apenas maquiou a situação do hospital ", disparou.
     
    Marco Civil
     
    Com pouco mais de 18 anos no Brasil, a internet até hoje não tem qualquer regulamentação. O uso das informações de acesso à web, dados pessoais coletados em redes sociais e em outros sites, é feito livremente por empresas, sem qualquer penalidade ou garantia de privacidade. Preocupado com a falta de regulação desse novo ambiente, o governo propôs ao Legislativo a aprovação do Marco Civil da Internet. A expectativa é que a proposta seja aprovada nesta semana pela Câmara e depois encaminhada à apreciação do Senado. 
     
    Erros de Dilma
     
    A decisão da agência Standard&Poor's de rebaixar a nota de crédito do país comprova os erros cometidos pela presidente Dilma Rousseff na condução da economia. A avaliação permeou a reação de líderes de oposição na última segunda-feira, 24. O presidente do PSDB e pré-candidato tucano à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), disse que o rebaixamento é resultado de erros em série. "Infelizmente aconteceu o previsto e o país teve sua nota de crédito rebaixada pela Standard & Poor's. A decisão coroa uma temporada de equívocos cometidos pelo governo da presidente Dilma Rousseff na área econômica, mas não só nela", afirmou, em nota, o tucano.
     
    Processo disciplinar
     
    O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage, afirmou nesta segunda-feira que o órgão irá instaurar um processo disciplinar, com caráter punitivo, para investigar a omissão de informações ao Conselho Administrativo da Petrobras sobre a compra da refinaria de Pasadena (EUA). A decisão ocorreu após divulgação de nota do Palácio do Planalto, em que Dilma Rousseff (PT), que era presidente do Conselho, chama o resumo técnico apresentado de "falho".


  • 21/03/2014


    21.03.2014 15h02m
    Recomendar
    Sobe - A Comissão de Direitos Humanos, Meio Ambiente e Direitos do Consumidor, por discutir políticas públicas de enfrentamento à violência contra a mulher. 
     
    Desce - Dilma, que presidente do conselho da Petrobrás, autorizou a compra da refinaria superfaturada.
     
    PEN
     
    Foi instalado na última quarta-feira (19), o Partido Ecológico Nacional no município de Arataca, no Sul da Bahia. A cidade que dista cerca de 100 km de Itabuna, tem como presidente o suplente de vereador Cristoval Souza e tem na formação do diretório mais um suplente de vereador, um agricultor, um jovem ligado ao esporte, um evangélico e uma líder comunitária. A iniciativa foi do pré-candidato a deputado estadual, Ari Assunção, e contou com a minha presença. 
     
    Choro 
     
    Depois da decisão sobre o vice na chapa do PT, que recaiu sobre João Leão do PP, Marcelo Nilo fazendo "beicinho" reclamou: "A lealdade perdeu para a chantagem". Um político do PP retrucou: "como sempre o choro dele é para ganhar presentinho". 
     
    Conhecimento 
     
    O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, que preferiu não comentar a escolha de João Leão (PP) para vice na chapa de Rui Costa (PT) ao Palácio de Ondina, postou em seu Twitter uma espécie de avisou ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, preterido na chapa governista. "Talvez agora o presidente Marcelo Nilo se lembre o que dizia a ele desde 2009 sobre Wagner. Ele esta conhecendo o Wagner que eu conheci".
     
    TCM 
     
    A maneira como terminou o processo de indicação do candidato a vice na chapa de Rui Costa (PT), do qual o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), um dos concorrentes, saiu profundamente magoado, está deixando o PP apreensivo. É que faz parte do acordo celebrado entre a legenda e o PT para a escolha do deputado federal João Leão à vice do petista o compromisso pela indicação do deputado federal do PP Mário Negromonte a uma vaga no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Ocorre que o processo para a eleição passa diretamente pela Assembleia Legislativa, da qual Nilo é presidente e, por este motivo, responsável em conduzir as etapas decisivas pela indicação de Negromonte.
     
    Lava jato
     
    A Polícia Federal prendeu, ontem, 20, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto da Costa, citado na Operação Lava Jato, deflagrada na segunda-feira, 17, para desmontar organização criminosa acusada de lavagem de dinheiro no montante de R$ 10 bilhões. Na segunda-feira, durante a operação, a PF fez buscas na casa de Paulo Roberto da Costa e encontrou, em espécie, US$ 180 mil e cerca de R$ 720 mil. As investigações mostram relações próximas do ex-executivo o doleiro Alberto Youssef, também preso na operação e condenado no caso Banestado - evasão para o exterior de US$ 30 bilhões, nos anos 1990. 
     
    Luz Para Todos 
     
    Por iniciativa do presidente do PR na Bahia, deputado José Rocha a Comissão de Minas e Energia da Câmara vai debater a situação do programa Luz para Todos, especialmente na Bahia. O deputado destaca que vem cobrando providências dos responsáveis desde julho de 2013, quando promoveu uma audiência pública com representantes do Ministério de Minas e Energia e as concessionárias responsáveis pela execução. Infelizmente as providências anunciadas na ocasião não foram cumpridas.
     
    Mais Médicos 
     
    A presidente Dilma Rousseff disse ontem, 20, em discurso em Belém (PA), que sabia que o Programa Mais Médicos iria receber muitas críticas e gerar problemas, mas, mesmo assim, ressaltou que "estamos no caminho certo". "Tenho muito orgulho do Mais Médicos porque nós tivemos coragem para fazê-lo", afirmou, acrescentando que "é impossível oferecer saúde de qualidade se não há médicos nos postos de saúde". Em discurso de anúncio de investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana, a presidente também voltou a reforçar que o País terá, até abril, 13.225 médicos atuando no programa. 
     
    Assembleia 
     
    Após uma reunião, na última quarta-feira (19), entre os representantes de todas as associações de policiais e os secretários da Segurança Pública e de Comunicação, Maurício Barbosa e Robinson Almeida, respectivamente, a categoria decidiu adiar para o dia 15 de abril a assembleia que aconteceria hoje. Segundo o presidente da Força Invicta, coronel Edimílson Tavares, o adiamento é para aguardar a finalização de um documento de reformulação da estrutura da PM, que está sendo elaborado pelo estado, com as reivindicações da categoria. "O documento só vai ficar pronto no dia 10, então as associações resolveram aguardar", explicou o coronel. 


  • 20/03/2014


    20.03.2014 12h05m
    Recomendar
    Sobe - A iniciativa do Ministério da Saúde em realizar vacina contra HPV nas escolas públicas. 
     
    Desce - O “troca troca” de acusações na Câmara Municipal de Vereadores de Feira de Santana. 
     
    Audiência
     
    A Comissão de Direitos Humanos, que tem na presidência o vereador Marcos Lima (PRP), irá promover hoje (20) uma Audiência Pública para tratar da violência contra a mulher. O vereador também deu entrada na Casa com uma moção de repúdio contra o secretário de Segurança Pública do Estado, por não dar atenção devida à violência contra a mulher. “Estamos vendo muitos casos de violência contra a mulher sem solução. Precisamos mudar esta realidade e acreditamos que esta Audiência será o pontapé inicial para isto”, anseia Marcos.
     
    Visita
     
    O presidente e diretora do Instituto Bambú, Roberto Dias dos Santos e Inara Francinete Bastos, respectivamente, estiveram na sessão de ontem (19) na Câmara de Vereadores para mostrar a existência e legalidade do instituto, que foi acusado de ilegal por alguns parlamentares. Os representantes do instituto levaram um documento que comprovam a legalidade da instituição e que não houve denúncia do Conselho de Assistência Social à Câmara.
     
    Comissão da Verdade
     
    O vereador petista Pablo Roberto usou as tribunas na manhã de ontem (19) para relatar sua presença na OAB, na manhã da última terça-feira (18) para acompanhar uma reunião da Comissão da Verdade. Para Pablo destacou a importância da atuação desta Comissão em Feira de Santana. “É bom saber que o governo está preocupado em assistir pessoas vítimas da ditadura militar”, disse.
     
    Convite 
     
    Hoje, às 19horas, na CDL, acontecerá a posse do novo Diretório Munucipal do PT. O convite foi feito à imprensa pelo presidente do diretório, Aécio Moreira. 
     
    Votação adiada
     
    A presidente Dilma Rousseff ficou surpresa e se irritou muito com a decisão anunciada pelo presidente da Câmara dos Deputados, o peemedebista Henrique Eduardo Alves (RN), de adiar para a semana que vem a votação do Marco Civil da Internet _ que esperava ir para o plenário ontem, 19. Dilma já estava exaurida por causa da guerra _ que segue desde a semana passada _ com a base aliada comandada pelo líder do PMDB na câmara, Eduardo Cunha, e achava que o problema estaria contornado após a nomeação dos novos ministros. 
     
    Viagem adiada
     
    Nem preocupação com o rumo que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PDT), poderá tomar nem com a demora na promulgação da PEC que antecipa os royalties do petróleo e se encontra parada na Assembleia Legislativa. O verdadeiro motivo pelo qual o governador Jaques Wagner (PT) resolveu adiar suas mini-férias para a Semana Santa seria outro, segundo uma importante fonte do PT, Wagner estaria verdadeiramente preocupado com o risco de paralisações dos servidores estaduais e das atividades da Polícia Militar (PM). Os funcionários do Estado já anunciaram que vão parar no próximo dia 28 por um dia, com possibilidade de estender o movimento.
     
    Irritado
     
    O governador Jaques Wagner (PT) e o secretário da Casa Civil (PT), pré-candidato a sucessão no estado, fazem os últimos ajustes para anunciar entre ontem e o final de semana, o nome para a vice na chapa governista. Enquanto isso, eles buscam minimizar os efeitos da escolha com a base, em especial com o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT). Nos corredores é dada como certa a indicação do deputado federal, João Leão (PP), o que impactou as relações do presidente do Legislativo com a cúpula governista. O pedetista que trabalhava há quatro meses para obter o segundo posto da composição tomou café da manhã esta semana com Rui. 
     
    Royalties
     
    Após encontrarem facilidade para a aprovação da PEC 136/2014, que indica a mudança no artigo 204 da Constituição Estadual, com a antecipação dos recursos dos royalties do petróleo, na semana passada, os governistas não conseguiram ajustar, na última terça (18), a votação das matérias complementares que disciplinam o adiantamento dos recursos. A apreciação estava prevista, mas a proposta não foi promulgada e publicada no Diário Oficial, faltando a assinatura do 1º secretário da Mesa Diretora, Paulo Azi (DEM), que estava em viagem. Mas, há expectativa de que o democrata retorne e as matérias sejam apreciadas ainda esta semana.


  • 18/03/2014


    18.03.2014 16h30m
    Recomendar
    Sobe - A Igreja Católica, por levar mais de 20 mil pessoas à reflexão sobre a importância do perdão. 
     
    Desce -  O descarte irregular do lixo especial em Feira de Santana. 
     
    Medrosos
     
    Foi assim que o vereador Zé Carneiro  (PSL) classificou os colegas que não permitiram que o deputado Fernando Torres fizesse o uso da tribuna. "É vergonhoso ser vereador nesta cidade. A Casa, de forma vergonhosa, não concedeu voz a uma autoridade, por medo. Temos que fazer, urgente, uma audiência pública para saber o que estamos fazendo aqui. Cerceamos o  direito de um deputado se pronunciar nas galerias", desabafou. Na mesma linha de Zé, seguiram outros vereadores.
     
    Audiência
     
    Fazendo um breve resumo da audiência pública realizada pela Casa para tratar do transporte coletivo, na última quinta-feira, o vereador Correia Zezito (PTB) afirmou que a comissão de Transporte da Casa não está inerte à discussão do possível aumento da tarifa em Feira de Santana. "Estamos buscando solucionar o problema, queremos o melhor para Feira de Santana", disse. O presidente da Comissão, Alberto Nery, também classificou a audiência como "muito proveitosa". 
     
    Meio ambiente
     
    O presidente da Comissão do Meio Ambiente da Casa, Marcos Lima (PRP), realizou na semana passada uma reunião para tratar do lixo em Feira de Santana. "A reunião foi muito produtiva, tivemos a presença da Secretaria do Meio Ambiente, que também se mostra preocupada com o destino do nosso lixo em Feira de Santana. Outra preocupação nossa é com o lixo eletrônico, que está sendo descartado com o lixo caseiro", avaliou.   
     
    Decepcionado
     
    A visita do deputado Zé Neto  ao Centro de Abastecimento, bem como seus comentários em relação ao entreposto , não agradou o vereador Correia Zezito (PTB), que solicitou do deputado mais cautela ao tratar dos estabelecimentos públicos da cidade. "O que é isso, deputado? O senhor tem que ter mais cuidado com o que fala. Fiquei triste ao tomar conhecimento dos comentários tecidos sobre o Centro de Abastecimento, local que o prefeito vem, sim, buscando melhorar", disse.
     
    Área Institucional
     
    Após matéria publicada neste jornal sobre a possível área institucional em posse do empresário Orlando Braga, o vereador David Neto (PTN) usou a tribuna para explicar que a Casa recebeu a denúncia e a Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura está investigando.  "Nós cumprimos com a ritualidade da Casa, mas, se o advogado acredita que estamos errados, que ele diga isso ao Ministério Público, porque o cartório nos provou, através de documentos, que aquela área é institucional", disse.
     
    Até sexta
     
    O secretário chefe da Casa Civil da Bahia, Rui Costa (PT), pré-candidato ao governo, afirmou que esta semana é crucial para definição do nome do vice na sua chapa. "Pelo meu desejo, até sexta-feira, nós podemos definir, para que o vice possa nos acompanhar nos debates participativos", explicou, durante entrevista, na manhã de ontem (17). "O governador deu um prazo até o dia 30, mas eu entendo que já está na hora de afunilar e definir isso. Eu entendo que esta semana seria importante para a definição", completou. 
     
    O nome
     
    Sem pedir reserva, numa roda de "influentes", durante o aniversário de 15 anos da filha da socialite Larissa Bicalho, no sábado à noite, Geddel Vieira Lima disse que o "martelo foi batido" e ele era o candidato das aposições. Geddel afirmou ainda que o processo de escolha passou pelo senador Aécio Neves (PSDB) e que o segundo passo era a escolha do candidato ao Senado. A primeira opção era convencer Paulo Souto. Diante da eventual resistência do democrata, que é líder das pesquisas, o deputado federal Antônio Imbassahy seria o candidato a enfrentar Otto Alencar, do PSD, na chapa do petista Rui Costa.
     
    Posse
     
    A presidente Dilma Rousseff deu posse ontem (17) a seis novos ministros do governo. As mudanças foram anunciadas na última quinta-feira (13). Os novos ministros substituem integrantes do governo que deixam seus cargos para se candidatar às eleições de outubro deste ano. O Ministério do Desenvolvimento Agrário, será assumido pelo ex-presidente da Petrobras Biocombustível Miguel Rossetto. Na pasta das Cidades, o vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi; Clelio Campolina Diniz, reitor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), será o novo titular da Ciência e Tecnologia. Já o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) ocupará o Ministério da Pesca e Agricultura. Neri Geller ficará no Ministério da Agricultura. Para o Ministério do Turismo, Vinicius Nobre Lages.
     
    PMDB
     
    O governador petista do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, atacou o que chamou de "setores mais fisiológicos e atrasados" do PMDB. Em evento partidário, na noite do últmo sábado (15), ecoou o discurso beligerante do presidente do PT federal, Rui Falcão, que vem acusando o PMDB de "chantagear" Dilma Rousseff para obter ministérios e verbas orçamentárias. "Neste momento, acompanhamos a presidente Dilma num farto enfrentamento com os setores mais fisiológicos e atrasados de um partido aliado", disse o governador gaúcho, dirigindo-se a mais de 2 mil militantes do PT. "Esse enfrentamento é decisivo para dar solidez a nosso campo de aliança e dar estabilidade para o próximo governo nacional". 


  • 14/03/2014


    14.03.2014 11h33m
    Recomendar
    Sobe - A Prefeitura de Feira por resgatar o projeto Teatro Vai aos Bairros. 
     
    Desce - A mancada que edis cometem ao darem título de utilidade pública a instituição que não conhecem.
     
    Apoios 
     
    A suplente de vereador Maria Avelina, que na última eleição obteve 3429 votos, declarou que caminhará, politicamente, comigo na próxima eleição. De igual modo, o suplente de vereador Beca, líder comunitário das Gabriela e Arco-íris, que obteve cerca de mil votos no último pleito.   
     
    PSC independente 
     
    Nas pegadas da bancada do PMDB, os 13 deputados federais do PSC, entre eles Marcos Feliciano (SP), declararam-se "independentes". Significa dizer que não seguirão cegamente as orientações emanadas do Palácio do Planalto. Líder da legenda, André Moura (SE) fez uma declaração marcada pela obviedade: "Vamos agir com independência e encaminhar as matérias da maneira que for melhor para o país. Vamos dizer 'sim' quando entendermos que for melhor e 'não' quando acharmos que não será melhor."
     
    Vice 
     
    A possibilidade de o deputado federal João Leão (PP) virar vice na chapa do PT, encabeçada pelo secretário da Casa Civil, Rui Costa, não vai causar maiores problemas na base aliada do governador Jaques Wagner. De acordo com o secretário de Comunicação do Estado, Robinson Almeida, o governador vai atuar para manter unidos os aliados. "Creio que o governador, nesses oito anos, juntou os aliados. Creio que tudo que foi feito foi com parceria", disse. 
     
    Consenso 
     
    As movimentações na oposição baiana mostram que ainda não há entendimento sobre a definição do candidato que marchará nas eleições de outubro. Intensifica os rumores de que os postulantes, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e Paulo Souto (DEM), permanecem na briga para ver quem encabeça a chapa. Apesar do cenário e da aparente extensão do prazo para o anúncio que aconteceria após o Carnaval, o prefeito ACM Neto (DEM) demonstra confiança e diz que a atual indefinição não prejudicará a base. "Março ainda não acabou. Eu quero repetir que não estou com pressa. Não temos ainda um consenso interno. Vou estender ao máximo a conversa até formar um consenso. Não vai ser um dia a mais ou um dia a menos, a essa altura do campeonato, que trará nenhum prejuízo ao processo", 
     
    Assédio 
     
    Dois diplomatas do governo brasileiro foram suspensos na última quarta-feira (12) pelo Itamaraty, por denúncias de assédio sexual e abuso de autoridade. Américo Fontenelle, que era cônsul-geral do Brasil em Sydney (Austrália) ganha suspensão de 90 dias, por "descumprimento dos deveres funcionais". Pelo mesmo motivo, o ex-cônsul adjunto de Fontenelle, César Cidade, não poderá exercer suas atividades pelo período de 30 dias. Eles foram retirados de suas funções em Sydney, em maio passado, pelo Ministério das Relações Exteriores, depois que funcionários do consulado os acusaram de assédio moral e sexual, homofobia e desrespeito. Após as denúncias, o Itamaraty removeu os diplomatas de seus cargos e abriu processo administrativo disciplinar contra ambos. 
     
    Esclarecimentos 
     
    No segundo dia de rebelião na base aliada, a presidente Dilma Rousseff sofreu nova derrota na Câmara dos Deputados. Depois de muita discussão, comissões da Câmara aprovaram na última quarta, pedidos de esclarecimento de dez ministros, de um secretário executivo e da presidente da Petrobrás, Graça Foster. Dilma, porém, avisou que não mudará a estratégia adotada até agora e aposta na implosão do "blocão". Comandado pelo líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), o "blocão" formado por sete partidos da base aliada e um da oposição conduziu a convocação de ministros na comissão de Fiscalização Financeira e Controle
     
    Royaties 
     
    Apesar do resultado positivo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 136/2014, que indica uma mudança no artigo 204 da Constituição Estadual, possibilitando antecipar recursos dos royalties do petróleo para serem aplicados em fundos de previdência estadual, o governo ainda tem nova batalha para enfrentar no plenário da Assembleia Legislativa, na próxima terça-feira (18), com o projeto de lei que visa autorizar a operação bancária para o adiantamento dessas verbas. O líder do governo na Casa, deputado Zé Neto (PT), comemorou a aprovação por 42 votos a favor e 7 contra a PEC.


  • 13/03/2014


    13.03.2014 15h38m
    Recomendar
    Sobe - Os projetos de incentivo à cultura em Feira de Santana. 
     
    Desce - A violência, que continua fazendo novas vítimas.
     
    Na classe
     
    Mostrando equilíbrio e tranquilidade, o vereador Marcos Lima (PRP) usou a tribuna ontem (12) para relatar as indicações feitas por ele e realizadas pelo Poder Executivo. A atitude de Marcos foi em consequência aos ataques que recebeu na sessão da última terça-feira (11) pelo colega Correia Zezito (PTB), que chegou a afirmar que Marcos está comemorando as indicações dele.
     
    Site
     
    Foi lançado ontem (12), o site do mandato do vereador petista, Alberto Nery. O evento, direcionado para profissionais de imprensa, reuniu também políticos como o ex-prefeito de Camaçari, Luiz Caetano (PT), o suplente de deputado estadual Angelo Almeida e diversos vereadores da cidade. Diretores do Sindicato do Transporte Rodoviários de Feira de Santana (SINTRAFS), o presidente da CUT, Cedro Silva, e dirigentes também estiveram presentes.
     
    Obras
     
    Depois de presenciar os discursos dos colegas Correia Zezito e Marcos Lima, a vice-líder do governo, Gerusa Sampaio (PROS), falou sobre mais obras que serão anunciadas e inauguradas pelo prefeito. "O importante é que a população vem ganhando com as obras realizadas pelo prefeito. Os vereadores devem ficar satisfeitos, porque a Rua Nova vem sendo constantemente contemplada com obras do Município", disse.
     
    Ministério Público
     
    O vereador Ronny (PSDB) voltou a usar a tribuna para falar sobre seu discurso, proferido na última terça-feira (11), contra o colega que denunciou o concurso da Câmara ao Ministério Público.  "Não tiro uma palavra sequer do que disse ontem. Não tenho nada contra o MP, tenho contra a atitude do vereador que, no anonimato, fez a denúncia do concurso ao MP", reafirmou.
     
    Desprezo
     
    Mais uma vez, o vereador José Carneiro (PSL) usa a tribuna para afirmar que o governador Jaques Wagner não gosta de Feira de Santana. Para confirmar sua acusação, Carneiro citou grandes obras realizadas pelo Governo do Estado na saúde de várias cidades. "Quem não conhece a atual situação do Clériston Andrade? O governador nada faz para melhorar a saúde de Feira de Santana", disse.
     
    Conrcurso 
     
    Depois de todas as especulações girarem em torno de que o vereador Edvaldo Lima (PP) foi o autor da denúncia do cocurso da Câmara ao MP, o próprio edil afirmou ontem (12) na tribuna livre que não foi ele o autor. Disse mais: que chegou a aconselhar o presidente em relação ao assunto, mas que, se tivesse sido ele, teria assumido. "Está havendo um complô contra este vereador aqui na Casa. Se eu tivesse feito a denúncia, teria dito isto aqui para todos ouvirem e saberem, mas não fui eu. O que fiz foi aconselhar o presidente a desistir da realização do certame nos moldes que estava sendo planejado, mas ele não quis me ouvir", explicou.  
     
    Royalties
     
    O líder do Democratas, deputado Carlos Gaban, afirmou que o Governo do Estado quer usar os recursos de royalties para cobrir o rombo do Tesouro Estadual para pagamento da folha de pessoal e encargos sociais. Para o parlamentar, esta é a verdadeira intenção do governo ao querer antecipar o uso dos royalties até 2018. De acordo com o parlamentar, no exercício de 2013, o Estado recebeu R$ 330,2 milhões de royalties de petróleo bruto, gás natural e utilização de recursos hídricos, mas só empenhou despesas no montante de R$ 165,6 milhões, com uma execução de apenas 50,15%.
     
    Traição
     
    O deputado estadual Elmar Nascimento (DEM), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa, comparou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PDT), a um "marido traído". A analogia foi feita durante um discurso na sessão que votou a PEC dos royalties. "Só vossa excelência não sabe. a Bahia inteira já sabe que o candidato a vice é o deputado João Leão. O governador o traiu". A declaração surgiu após o anúncio feito pelo deputado federal Mário Negromonte que o PP será o vice na chapa do chefe da Casa Civil, Rui Costa (PT).
     
    Pensão
     
    Os deputados acataram as reivindicações da bancada feminina da Câmara dos Deputados e reincluíram o regime de prisão fechada para o devedor de pensão alimentícia no novo Código de Processo Civil (CPC). O texto aprovado no final do ano passado previa o regime semiaberto para quem não pague pensão. A mudança no regime gerou críticas da bancada feminina, o que levou à mudança de postura dos parlamentares que aprovaram na última terça-feira (11), em sessão extraordinária, a emenda da deputada Alice Portugal (PC do B - BA) ao novo CPC que reinclui no texto o regime fechado.


  • 12/03/2014


    12.03.2014 09h39m
    Recomendar
    Sobe - A Justiça, por suspender o concurso da Câmara. 
     
    Desce - A Câmara Municipal, por ter concurso suspenso.  
     
    Quem será? 
     
    Quem será o vereador que foi ao Ministério Público denúnciar o concurso da Câmara? Esta foi a dúvida que pairou na sessão de ontem (11), depois de o presidente Justianiano França (DEM) afirmar que o concurso foi suspenso depois da denúncia de um colega. Estrategicamente, alguns edis utilizaram a técnica da exclusão e usaram a tribuna para se isentarem da acusação de denúncia. 
     
    Regimento
     
    O presidente da Casa, Justiniano França (DEM), reconheceu a falha do Regimento Interno, quando obriga frequência na sessão apenas na ordem do dia, às 10h30. Para o presidente, a frequência deve ser registrada em três momentos durante a sessão. O assunto foi levantado por conta de muitos parlamentares não estarem na sessão ontem (11), às 8h30, quando estavam em anúncio de obras com o prefeito.
     
    De volta
     
    O vereador Ronny (PSDB) trouxe de volta aos debates na Casa da Cidadania a questão da limitação para os prédios de Feira de Santana. O vereador levou para os colegas o exemplo da cidade de São Paulo, onde um projeto semelhante foi aprovado. "Gostaria de pedir ao presidente que coloque o projeto novamente em pauta para que haja mais discussões sobre o assunto. Saímos na frente, mas foi preciso que outra cidade criasse o mesmo projeto para que todos vissem a importância que isto tem para a cidade, bem como para o meio ambiente", disse.
     
    De volta I
     
    Buscando debater com responsabilidade o projeto que visa limitar a altura dos prédios em Feira de Santana, o vereador José Carneiro (PSL) sugeriu que o autor do projeto, Ronny, convoque uma audiência pública para tratar sobre o assunto. "Gostaria de sugerir que uma audiência pública aconteça para que possamos discutir melhor este projeto. Feira de Santana está aquém na construção civil em relação a outras cidades", completou.
     
    Indicação
     
    Depois de fazer agradecimentos ao prefeito na manhã da última segunda-feira (10), ontem (11), o vereador Correia Zezito (PTB) voltou à tribuna para afirmar que fez algumas indicações ao prefeito, que já fizeram aniversários e não foram atendidas.  Zezito também afirmou que o vereador Marcos Lima (PRP) está se apropriando de indicações feitas por ele.  "Eu tenho aqui todas as indicações que fiz ao prefeito. Marcos Lima está dizendo que foi ele, mas não foi. Aqui estão os documentos que comprovam minha autoria nos pedidos", disparou.
     
    Indicação I
     
    Depois de atacar o colega Marcos Lima (PRP), Correia Zezito (PTB) disse que está desgastado no bairro. Zezito não concedeu um pedido de aparte para que Marcos se defendesse e pediu que a corregedora ficasse atenta ao debate. Marcos já avisou que na sessão de hoje (12) falará sobre o assunto. Para que o vereador compreenda o trabalho de um parlamentar, José Carneiro (PSL) lembrou que questões pequenas como esta devem ser superadas e que o bairro da Rua Nova é de todos os vereadores e não de apenas um.
     
    Blocão
     
    Preocupada com a atuação do "blocão" no Congresso, a presidente Dilma Rousseff pediu ao ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que tente esvaziar o grupo, atraindo novamente seus integrantes para o palanque governista. Dilma quer saber, na prática, até que ponto a rebelião comandada pelo líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), tem o apoio dos demais partidos da coalizão. Mercadante iniciou a operação antes do carnaval, dias após a criação do "blocão".
     
    Diálogo
     
    Um dia depois de sinalizar que pode marchar longe da orientação da executiva nacional da sigla, de apoiar a candidatura do PSB na Bahia, o presidente da executiva estadual do PPS, Joceval Rodrigues, se reuniu com dirigentes de oito partidos pequenos (PSDC, PRP, PMN, PTdoB, PPL, PEN, PTC e PPS) para tratar sobre a ampliação do diálogo com a candidata socialista Lídice da Mata. A intenção é amadurecer a ideia de um possível apoio para a candidata do PSB na corrida ao governo do Estado. 


  • 11/03/2014


    12.03.2014 09h00m
    Recomendar
    Sobe - O I Sarau de Mulheres realizado em Feira de Santana, por produzir bons momentos culturais. 
     
    Desce - A violência contra a mulher, que continua fazendo novas vítimas na Bahia e em Feira de Santana.
     
    Eremita e Torres
     
    A vereadora Eremita Mota (PDT) já tomou sua posição com relação a apoio a deputado federal. Informações seguras apontam para o apoio ao deputado federal Fernando Torres. A vereadora não vai declarar o apoio isolado dela. Não deve e não precisa, pois todos, lideranças e eleitores, estão liberados, pelo que se ouve, a apoiarem Torres. E a vida continua...
     
    30 anos
     
    Hoje, às 17 horas, na Igreja dos Capuchinhos, está incluída na missa semanal das terças-feiras, Ação de Graças pelos 30 anos do Hodpital Regional Clértiston Andrade. Diretores e funcionários da unidade hospitalar organizam as atividades de aniversário, que culmirá com um evento no dia 14, às 9 horeas no próprio hospital.  
     
    Grato
     
    Mais uma vez, o vereador Reinaldo Miranda (PSDB) usa a tribuna para agradecer ao prefeito José Ronaldo de Carvalho pela realização de obras, desta vez no bairro Parque Ipê. “Mais uma promessa de campanha cumprida pelo prefeito José Ronaldo. Fico muito feliz quando vejo os moradores felizes com a realização de obras. Por isso, quero agradecer por mais esta obra”.
     
    Pedido
     
    Depois de agradecer ao prefeito por ter atendido sua solicitação de ajudar o esporte amador na cidade, o vereador Correia Zezito (PTB) fez mais um pedido ao chefe do executivo. “Gostaria de pedir ao prefeito melhorias para a Rua dos Bandeirantes, que é uma válvula de escape no bairro Rua Nova. Aquela rua precisa de uma atenção do governo municipal”, pediu.  
     
    Chicote
     
    “Só quero dizer que o tempo do chicote acabou”. Esta foi a frase do vereador Correia Zizito (PTB) contra a secretária de Educação do município, Jaiana Ribeiro. O parlamentar garantiu que levaria o assunto de volta à Casa em outra oportunidade, mas adiantou que a secretária não está atendendo o vereador como deveria e que levará ao conhecimento de todos as provas da acusação.
     
    Sem mais
     
    Enquanto os vereadores Ronny e Correia agradecem ao prefeito pela realização de obras e atendimento de solicitações e requerimentos em bairros da cidade, a vereadora Eremita Mota (PDT) disse que, se depender dela, para ter melhorias em bairros, ela não terá nem um voto sequer. “Fica parecendo que um vereador merece mais que outro. Mas quero dizer que quem faz as obras não são os vereadores e sim o executivo, que tem a obrigação de fazer, porque a população paga seus impostos para isso. Gostaria de pedir ao vereador Correia que peça ao prefeito que olhe para outros bairros também”, disparou.
     
    Presença
     
    O deputado federal e candidato à reeleição, Fernando Torres (PSD), marcou presença ontem (10), na Câmara de Feira de Santana. Discretamente, o deputado chegou e sentou-se nas galeras da Casa, mas não deixou de ser recepcionado pelos vereadores.
     
    Atrasado
     
    O vereador Wellington Andrade (PTN) parece não estar muito satisfeito com o prefeito José Ronaldo. Segundo o parlamentar, em março de 2013, ele mesmo fez algumas solicitações ao chefe do executivo que, até o momento, não foram atendidas. Como forma de consolo, o líder da Casa, Carlito do Peixe (DEM), afirmou que o colega chegou atrasado e deixou vereadores como Ronny e Marcos Lima pedirem primeiro.
     
    Metodologia de campanha
     
    O projeto construído pelo Partido dos Trabalhadores para agregar a participação da sociedade na construção do plano de governo do pré-candidato Rui Costa ao governo da Bahia segue seu curso no interior do Estado. No último domingo (9), em Juazeiro, foi a vez dos territórios de identidade Sertão do São Francisco e Piemonte Norte do Itapicuru conhecerem a metodologia que será implementada durante 60 dias, para saber os anseios das regiões. O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA), presente ao evento, foi homenageado pelo pré-candidato ao Senado, Otto Alencar, e disse que o partido vai se debruçar sobre as demandas para avançar “ainda mais nos investimentos em municípios e zonas rurais”.


  • 06/03/2014


    06.03.2014 10h42m
    Recomendar
    Sobe - A preocupação da SEPREV em garantir o equilíbrio psicológico da Guarda Civil Municipal
     
    Desce - A Construtora CSO Engenharia, por estar envolvida em denúncias de negação de direitos trabalhistas
     
    Candidatos
     
    Nesta eleição para deputado estadual e federal, Feira de Santana terá mais de 15 candidatos a deputado estadual e mais de 10 para federal. Nos próximos dias, o Folha do Estado fará reportagens ouvindo os candidatos e elencando os nomes que disputarão vagas para os dois cargos.
     
    Pé na estrada
     
    Terminaram as férias de início de ano, findou o Carnaval, dois eventos que servem como desculpa para viagens e contatos políticos, proporcionando assim que pré-candidatos diminuam despesas e desgaste físico. Acabando as desculpas, por uma questão de sobrevivência e perspectiva de vitória, estes pré-candidatos vão acelerar o passo para conquistar apoios. A próxima desculpa só no mês da Copa do Mundo e depois é trabalho e desespero se misturando na vida deles.
     
    Acabou o tempo
     
    Terminou o prazo que o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) pediu para anunciar quem será o nome que disputará o cargo de governador nas eleições de 2014. Caso os pré-candidatos Paulo Souto (DEM) e Geddel (PMDB) não decidam que disputará a majoritária, caberá a Neto a indicação do nome.
     
    Poste
     
    Secretário da Casa Civil da Bahia no segundo mandato de Jaques Wagner (PT) e titular de Relações Institucionais na primeira gestão petista, o economista Rui Costa sempre foi o preferido do governador para sua sucessão. A parceria desde os tempos de sindicalismo, nos anos 80, foi mais forte que a resistência entre os partidos aliados do governo e dentro do próprio PT. O temor é de que, embora não seja estreante nas urnas ­- já foi vereador e se elegeu deputado federal em 2010 -, Rui Costa não tenha cacife eleitoral para uma disputa estadual. Apesar de estrear em disputas majoritárias, Costa rejeita o rótulo de “poste” de Wagner. “Só quem não pesquisou pode dizer isso”, argumenta.
     
    Ficha-suja
     
    Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revelam que tribunais de todo o país exoneraram pelo menos 19 pessoas de cargos de confiança desde que, há um ano e meio, entrou em vigor a regra que proíbe a presença no Judiciário dos chamados "fichas-sujas" – servidores condenados em decisões colegiadas (tomadas por mais de um juiz). O conselho não detalhou em quais tribunais as demissões ocorreram, mas disse que as informações são resultado de um monitoramento permanente de 89 órgãos do Poder Judiciário, entre os quais tribunais estaduais, federais, trabalhistas, militares e superiores.
     
    Sucessão
     
    Recém-eleito para a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Assis Couto (PT-PR) disse não ser favorável nem contrário à relação amorosa entre homossexuais. Sua postura é bem diferente do polêmico deputado Marco Feliciano (PSC-SP), que antecedeu Couto no cargo e, constantemente, fazia declarações racistas e homofóbicas. Católico, o novo presidente disse que ouvirá, este ano, a comunidade LGBT, apesar de admitir que discorda de alguns pontos defendidos por militantes. Quanto ao casamento [gay], é complexo. Não tem como ter posição porque são várias nuances. Eu preciso aprofundar o tema”, afirmou o parlamentar petista.
     
    Repensar
     
    O deputado Eduardo Cunha (RJ), líder do PMDB na Câmara, usou sua conta no microblog Twitter para dizer que "está cada vez mais convencido" de que o partido precisa "repensar" a aliança com o PT. Cunha tem sido, desde o último ano, um dos maiores críticos do Palácio do Planalto na Câmara, apesar de o PMDB integrar a base de apoio ao governo. Em declarações recentes, o deputado argumenta que o Planalto dialoga pouco com o Congresso e tenta enfiar “goela abaixo” projetos de interesse do Executivo. Ao se manifestar no Twitter, o deputado disse que o PT "não respeita" o PMDB.
     
    Mulher no comando
     
    A menos de uma semana do Dia Internacional da Mulher, a presidente Dilma Rousseff antecipou homenagens às mulheres em sua coluna semanal Conversa com a Presidenta, e ressaltou o crescimento da presença feminina no mercado de trabalho brasileiro. Segundo ela, desde 2011, 2,3 milhões de mulheres conseguiram emprego com carteira assinada. "Isso significa que pouco mais da metade dos 4,5 milhões de postos de trabalho criados neste período foram ocupados por mulheres", disse. A presidente destacou o papel central ocupado pelas mulheres na estruturação da família e salientou que, por esse motivo, elas têm prioridade na titularidade do cartão do programa social Bolsa Família.


  • 05/03/2014


    05.03.2014 14h36m
    Recomendar
    Sobe - A relação diplomatica entre o governador da Bahia e o prefeito de Feira de Santana. 
     
    Desce - A primeira dama do Estado, que por não suportar os apupos no carnaval, deu dedo para os foliões.
     
    Aécio em Salvador 

    O candidato à Presidência da República, Aécio Neves, se disse confiante na união das oposições para as disputas do plano nacional e também estadual este anos. O senador tucano, que curtiu o carnaval de Salvador em vários camarotes, rasgou elogios a Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB), que fazem uma disputa de bastidores para encabeçar a chapa. Em uma rápida entrevista a uma rádio local, Aécio, sempre encontrado ao lado do prefeito ACM Neto, afirmou que está confiante na vitória em 2014. “Precisamos dessa unidade para disputar as eleições e vencer. Acredito nisso e temos quadros que nos dão este respaldo. Paulo Souto é um dos homens públicos mais respeitados do país e também temos Geddel Vieira Lima como um excelente nome para governar a Bahia”, disse.
     
    Geilson

    Quem também marcou presença nesta segunda de Carnaval, no circuito Osmar (Campo Grande) foi o deputado estadual Carlo Geilson (PTN), que faz oposição ao governo Wagner na Assembleia Legislativa da Bahia. O parlamentar elogiou a organização da festa. “Enquanto a população está adorando, só o PT reclama. Esse é um Carnaval melhor que os anteriores, justamente por conta das medidas tomadas pela prefeitura”, afirmou. 
     
    Geilson I 

    Ao ser indagado sobre a principal crítica que o PT faz à administração do prefeito ACM Neto (DEM), de privatizar a festa, Geilson ironizou. “Quanto a presença de empresas para patrocinar a festa, é só olhar aonde eles governam. Em Vitória da Conquista, por exemplo, o Micareta é privatizado”, provocou.
     
    Dilma não  

    Nem bem saiu de Inema, em Salvador, onde descansa durante o Carnaval, a presidente Dilma Rousseff (PT) já tem data para voltar à Bahia. No próximo dia 14, Dilma inaugura mais 1500 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, segundo informações publicadas pelo colunista Levi Vasconcelos. À publicação, o governador Jaques Wagner (PT) afirmou que ela não vai participar da oficialização da chapa de Rui Costa (PT) com a apresentação do candidato a vice: “não, ainda não é a hora”.
     
    “Mãozinha” 

    Em tempos de ano eleitoral, nenhuma oportunidade pode ser perdida e a senadora Lídice da Mata sabe disto.No Sábado de Carnaval na saída do Ilê Aiyê, a ex-prefeita lembrou da “Mãozinha” que deu aos blocos afro nos anos 90. Segundo ela, o Olodum foi um dos blocos que mais recebeu sua ajuda na época de prefeita. Além disso, confirmou que todos os anos vem à saída do Ilê desde a época de militância juvenil e, depois, passando por todos os cargos que ocupou. De quebra, Lídice recebeu de Gilberto Gil garantia de voto na eleição ao governo deste ano. 
     
    A dama do dedo

    Na Quinta-Feira de Carnaval, o governador Jaques Wagner recebeu uma sonora vaia durante a passagem de Baby do Brasil na frente do Camarote Marta Goes. Ao ouvir os apupos da multidão, a Primeira-Dama do estado, Fátima Mendonça, reagiu e mostrou o dedo do meio à multidão em atitude surpreendente. O petista falou sobre o fato durante a saída do Ilê Aiyê no Sábado e minimizou a reação da mulher.Segundo ele, Fátima teve uma reação mais intempestiva porque tem “mais liberdade” para agir desta forma. O governador confirmou que também não gostou de receber vaias, mas que se conteve em reagir.
     
    Neto vaiado 

    Comentário geral na chegada de ACM Neto na saída do Ilê Aiyê no Sábado de Carnaval foi a quantidade de vaias que o prefeito recebeu ao dar as caras na Ladeira do Curuzu, local da concentração do principal bloco afro da Bahia. O barulho gerado pela reprovação foi o suficiente para que nenhum ente político presente pudesse se esquivar de comentar o fato, que sempre causa repercussão.
     
    Mensaleiro 

    Preso no presídio Ary Franco, no Rio, desde o dia 24 de fevereiro, o ex-deputado do PTB e delator do mensalão, Roberto Jefferson, passou mal na última sexta (28/2). Segundo a direção da unidade prisional, o condenado sentiu dores estomacais e foi atendido por uma enfermeira e por seu médico particular. Jefferson ainda foi submetido a um exame de sangue, que não detectou alterações. Lutando contra um câncer no pâncreas, Jefferson espera obter do Supremo Tribunal Federal a permissão para cumprir sua pena em regime domiciliar. 
     
    Investigação 

    O ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT), deve ser investigado pela Justiça após pedido da Polícia Federal (PF). Investigações da instituição concluíram que há indícios de participação do gestor em esquema para empregar militantes do seu partido como funcionários fantasmas de uma entidade que firmou convênios com a pasta que dirige.


  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia