PMFS
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 16/06/2014


    19.06.2014 14h24m
    Recomendar

    Sobe - A fé dos católicos que se renova durante celebração do Corpus Christi.


    Desce - O descuido na saúde que fez aumentarem os casos de Coqueluche em Feira.

     

    Pai da criança


    Assim que ouviu a vereadora Gerusa Sampaio (PROS) falar sobre o anúncio da construção de uma praça e quadra poliesportiva no bairro Caseb, o edil Isaias de Diogo (PPS) lembrou que ele também fez indicação para construção desta praça. "O vereador Isaias também fez indicação para esta construção. Não sei se o prefeito está atendendo a indicação deste vereador ou da vereadora". Sabiamente, Gerusa contornou a situação dizendo que a indicação são de vários parlamentares que se preocupam com os moradores do bairro Caseb.


    Tragédia anunciada


    Ontem (18), o discurso do vereador David Neto (PTN) foi sobre a poda de árvores na cidade. Para ele, se não houver o corte das árvores, os galhos vão entranhar nos fios de alta tensão podendo ceifar com a vida de pessoas. "É muito perigoso fios se misturando com galhos. Acidentes e mortes podem acontecer se não houver a poda dessas árvores", avisou.


    Coqueluche


    Em pronunciamento esta semana, o vereador Eli Ribeiro (PRB) falou sobre o reaparecimento da doença coqueluche em Feira de Santana. Ele informou que, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos por coqueluche no município teve um crescimento de 60% nos primeiros seis meses deste ano. O edil disse que a doença já era considerada um caso superado em Feira de Santana, no entanto, "este ano já foram confirmados 69 casos, 54 a mais que os registrados em 2013", afirmou Eli Ribeiro, acrescentando que, entre 2000 e 2010, apenas 15 casos foram confirmados.


    Processo arquivado


    O Conselho de Ética do SDD (Solidariedade) resolveu arquivar o processo contra o deputado Luiz Argolo (Solidariedade), acusado de envolvimento com o doleiro Alberto Youseff junto à Operação Lava Jato. "Tendo em vista a inexistência de provas robustas suficientes para substanciar a denúncia, recomendo ao presidente do Conselho de Ética Nacional do partido o arquivamento do processo". Foi essa a decisão da agremiação. Assinada pelo relator Pedro Nepomuceno Souza Filho, a medida foi divulgada pela executiva da sigla em Brasília.


    Constrangimento


    Parlamentares da base aliada decidiram colocar no foco das CPIs da Petrobras em funcionamento no Congresso, a mista e a do Senado, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), José Jorge. Ex-titular de Minas e Energia do governo Fernando Henrique Cardoso e expoente do antigo PFL - posteriormente rebatizado de DEM -, Jorge é réu numa ação de 2001 que aponta um prejuízo de US$ de 2,3 bilhões da estatal após operação de troca de ativos com a empresa ibero-argentina Repsol YPF.


    Dilma no apoio


    A presidente Dilma Rousseff reuniu ontem, 18, no Palácio do Planalto, empresários de várias áreas para anunciar medidas de apoio à indústria e tentar aproximação política com um dos setores mais críticos da política econômica de seu governo, cada vez mais atraído pelos candidatos de oposição Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). Na reunião na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Palácio do Planalto a pedido de Dilma, a presidente atendeu parte das reivindicações feitas pelo setor produtivo no fim de maio. E também sinalizou com medidas futuras, sugerindo um eventual apoio à sua reeleição. É o terceiro encontro com empresários em um mês.


    Vice


    O candidato à Presidência da República e senador Aécio Neves (PSDB) informou que o nome que concorrerá a vice-presidente em sua chapa será definido em reunião da executiva nacional do partido marcada para o dia 30, às 10 horas. "Temos nomes muito qualificados, inclusive apontados pela imprensa. O problema não é ausência e, sim, excesso de nomes qualificados, que me fez adiar a decisão. Vamos aguardar a definição de outras alianças para definir no dia 30 aquele que maior contribuição possa dar a uma caminhada de forma adequada", disse. 



  • 03/05/2014


    03.06.2014 11h49m
    Recomendar

    Sobe - A instalação de um núcleo de educação ambiental no Parque da Cidade

    Desce - A carência de novas políticas públicas para o setor de obtestrícia em Feira de Santana

    Apoio

    Fazendo uso da tribuna na sessão de ontem (02), o vereador Correia Zezito (PTB) já fez questão de avisar aos navegantes das eleições de 2014 que só irá apoiar aqueles que conversarem com ele. Sem conversa não haverá parceria. "Quero dizer a todos os candidatos a deputado e ao senado que não vou apoiar nem pedir votos para quem não conversar comigo. Só apoiarei aqueles que conversarem antes com o vereador Correia Zezito", avisou.

    Sem Lei

    Pedindo mais humanização no SUS, a vereadora Gerusa Sampaio (PROS) lamentou o ocorrido no Hospital da Mulher e lembrou que há uma lei que beneficia as parturientes, mas não é cumprida. "Existe uma lei que permite que as parturientes possam ter acompanhantes, mas esta lei não é cumprida e é preciso que se faça cumprir as leis. É preciso que o SUS humanize. Humaniza SUS",clamou a vereadora.

    MRV

    Depois de ouvir as críticas dos colegas em relação à construtora MRV, o vereador Edvaldo Lima (PP) informou que irá solicitar da Secretaria de Desenvolvimento Urbano a intervenção junto a construtora que está depositando resíduos nas ruas Challon, Gênesis e Israel, todas do bairro Jardim Acácia. "A construtora não pode continuar atuando desta maneira em nossa cidade", disse.

    Venda de leitos

    Diante do debate em relação às parturientes de Feira de Santana, a vereadora e presidente da Comissão de Saúde na Câmara, Neinha (PMN) fez uma grave denúncia em relação à Casa de Saúde Santana. "A Casa de Saúde Santana realiza venda de leitos", disparou.

    Falhou

    E sobre o parto expulsivo no Hospital da Mulher, Neinha (PMN), criticou a falta de assistência dos profissionais do hospital à parturiente. "Faltou humanização dos profissionais do hospital. Naquele momento deveriam ter coberto a criança com um lençol e coberto a privacidade daquela mulher. Os profissionais falharam naquele momento. O Hospital falhou e eu preciso dizer isto", disparou.

    O parto

    O vereador Reinaldo Miranda (PSDB), o Ronny, lamentou o fato ocorrido a semana passada no Hospital Inácia Pinto, o Hospital da Mulher, quando uma mulher pariu na recepção da unidade. Ronny disse que aquele foi um fato atípico e que é preciso relatar à população a constante superlotação que assola do Hospital da Mulher. "É preciso que todos saibam que o Hospital da Mulher atende às mulheres de Feira de Santana e região. Ele não nega atendimento", justificou.

    O parto II

    Participando do debate sobre a obstetrícia em Feira de Santana, o vereador José Carneiro (PSL) criticou a situação precária que as parturientes passam no município. O vereador há tempos luta por melhor assistência obstetrícia na cidade. "O que estamos vendo é um descaso com as parturientes da cidade. Aos poucos as portas estão de fechando. Já fecharam o setor obstétrico do Hospital Dom Pedro de Alcântara. É preciso ter cuidado com as parturientes de nossa cidade", disse.

    Eli Ribeiro

    Durante seu discurso na sessão de hoje, o vereador Eli Ribeiro (PRB) trouxe um alerta importante sobre o tabagismo. Segundo dados da OMS, Organização Mundial da Saúde, o cigarro é responsável pela morte de mais de 6 milhões de pessoas sendo que 200 mil são fumantes passivos. O vereador demonstrou preocupação com os números alarmantes de vítimas do cigarro e disse que este mal tem que ser erradicado antes que milhares de outras vidas sejam destruídas por ele.  



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia