Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 13/09/2014


    12.09.2014 10h05m
    Recomendar

    Sobe-A valorização da gastronomia regional durante a Expofeira.
    Desce- O imbróglio envolvendo servidores da Casa deAtendimento Zilda Arns que os deixou 3 meses sem salário.


    Primeiro
    O presidente da FACEB, Clóves Cedraz, por gentileza do governador, foi o primeiro membro da comitiva do voo inaugural da Azul Linhas Aéreas no aeroporto de Feira de Santana a descer da aeronave pisando em solo feirense. Ele também foi convidado por Jaques Wagner a descerrar a placa de inauguração.

    Poderosa
    A vereadora Neinha (PMN) mostrou poder ao receber, no último domingo (07), na zona rural de Bonfim de Feira o candidato a deputado federal e ex-vice presidente do Banco do Brasil, Benito Gama (PTB). Ostentando força, o candidato chegou de helicóptero sendo recebido por eleitores extasiados com a novidade naquelas plagas. Para a festa foram abatidos dois bois. É bom lembrar, para evitar dificuldades para o candidato, que não foi ele quem pagou a festa.

    Sala vermelha
    As maiores placas com propagada eleitoral já colocadas em toda a historia do município, depois da nova lei que limita os tamanhos, são as ostentadas com a foto do candidato Jorge Solla. Sinais claros de que a saúde financeira do candidato vai muito bem. As liderança da área de saúde que o apoiam em Feira de Santana esperam uma votação acima de 5 mil votos.

    Pesquisa
    A disputa pela vaga da Bahia no Senado nesta eleição também foi medida pelo Ibope. O candidato do PMDB, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, oscilou um ponto para cima e lidera a corrida com 36% das intenções de votos. Quem deu um salto foi Otto Alencar, do PSD, que passou de 17%, onde se mantinha estável nas duas primeiras sondagens, para 27% desta vez. A ex-ministra do STJ, Eliana Calmon, do PSB, não parece ter se beneficiado da proximidade com Marina Silva e manteve-se em terceiro lugar, com 4% das intenções. Mesmo percentual dos demais candidatos juntos: Hamilton Assis (Psol) e Marcelo

    Evangelista (PEN).
    Condenado
    A Justiça Federal condenou o executivo Carlos de Souza Monteiro, ex-diretor financeiro da Carital Brasil Ltda, anteriormente Parmalat Participações, a 7 anos, 1 mês e 10 dias de prisão por crime tributário – sonegação de R$ 145,6 milhões. Em sentença de 19 páginas, o juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal em São Paulo, autorizou Monteiro a cumprir a pena em regime semiaberto, mas impôs a ele indenização de R$ 1 milhão em favor do Tesouro, por danos morais coletivos. Esse dinheiro deverá ser integralmente destinado ao ensino público fundamental.

    Fim da onda
    O novo cenário eleitoral desenhado pela pesquisa Datafolha divulga o empate técnico entre Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) no segundo turno, mostra que a disputa tende a ser mais acirrada a partir deste momento, avaliou o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito.Para ele, no entanto, a notícia não deve resultar em grandes oscilações nos preços dos ativos financeiros. Isso porque os mercados já avaliavam os rumores de um acirramento na disputa. “Alguns ativos já realizaram fortemente nos últimos dias”, lembrou. O Ibovespa, por exemplo, acumula seis pregões consecutivos de queda, com perdas de 5,97%.Perfeito acrescentou que a “onda Marina” passou.

    Sonho
    O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandoswki, citou Martin Luther King em seu discurso de posse na última quarta-feira (10). Tal como o americano, Lewandoswki afirmou que tem um sonho: “o sonho de ver um Judiciário forte, unido e prestigiado, que possa ocupar o lugar que merece no cenário social e político deste país”. O ministro afirmou que deseja ver um “Judiciário que esteja à altura de seus valorosos integrantes, e que possa colaborar efetivamente na construção de uma sociedade mais livre, mais justa e mais solidária, como determina a Constituição da República, a qual todos os magistrados brasileiros, de forma uníssona, juraram respeitar e defender”.



  • 13/09/2014


    12.09.2014 10h05m
    Recomendar

    Sobe-A valorização da gastronomia regional durante a Expofeira.
    Desce- O imbróglio envolvendo servidores da Casa deAtendimento Zilda Arns que os deixou 3 meses sem salário.


    Primeiro
    O presidente da FACEB, Clóves Cedraz, por gentileza do governador, foi o primeiro membro da comitiva do voo inaugural da Azul Linhas Aéreas no aeroporto de Feira de Santana a descer da aeronave pisando em solo feirense. Ele também foi convidado por Jaques Wagner a descerrar a placa de inauguração.

    Poderosa
    A vereadora Neinha (PMN) mostrou poder ao receber, no último domingo (07), na zona rural de Bonfim de Feira o candidato a deputado federal e ex-vice presidente do Banco do Brasil, Benito Gama (PTB). Ostentando força, o candidato chegou de helicóptero sendo recebido por eleitores extasiados com a novidade naquelas plagas. Para a festa foram abatidos dois bois. É bom lembrar, para evitar dificuldades para o candidato, que não foi ele quem pagou a festa.

    Sala vermelha
    As maiores placas com propagada eleitoral já colocadas em toda a historia do município, depois da nova lei que limita os tamanhos, são as ostentadas com a foto do candidato Jorge Solla. Sinais claros de que a saúde financeira do candidato vai muito bem. As liderança da área de saúde que o apoiam em Feira de Santana esperam uma votação acima de 5 mil votos.

    Pesquisa
    A disputa pela vaga da Bahia no Senado nesta eleição também foi medida pelo Ibope. O candidato do PMDB, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, oscilou um ponto para cima e lidera a corrida com 36% das intenções de votos. Quem deu um salto foi Otto Alencar, do PSD, que passou de 17%, onde se mantinha estável nas duas primeiras sondagens, para 27% desta vez. A ex-ministra do STJ, Eliana Calmon, do PSB, não parece ter se beneficiado da proximidade com Marina Silva e manteve-se em terceiro lugar, com 4% das intenções. Mesmo percentual dos demais candidatos juntos: Hamilton Assis (Psol) e Marcelo

    Evangelista (PEN).
    Condenado
    A Justiça Federal condenou o executivo Carlos de Souza Monteiro, ex-diretor financeiro da Carital Brasil Ltda, anteriormente Parmalat Participações, a 7 anos, 1 mês e 10 dias de prisão por crime tributário – sonegação de R$ 145,6 milhões. Em sentença de 19 páginas, o juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal em São Paulo, autorizou Monteiro a cumprir a pena em regime semiaberto, mas impôs a ele indenização de R$ 1 milhão em favor do Tesouro, por danos morais coletivos. Esse dinheiro deverá ser integralmente destinado ao ensino público fundamental.

    Fim da onda
    O novo cenário eleitoral desenhado pela pesquisa Datafolha divulga o empate técnico entre Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) no segundo turno, mostra que a disputa tende a ser mais acirrada a partir deste momento, avaliou o economista-chefe da Gradual Investimentos, André Perfeito.Para ele, no entanto, a notícia não deve resultar em grandes oscilações nos preços dos ativos financeiros. Isso porque os mercados já avaliavam os rumores de um acirramento na disputa. “Alguns ativos já realizaram fortemente nos últimos dias”, lembrou. O Ibovespa, por exemplo, acumula seis pregões consecutivos de queda, com perdas de 5,97%.Perfeito acrescentou que a “onda Marina” passou.

    Sonho
    O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandoswki, citou Martin Luther King em seu discurso de posse na última quarta-feira (10). Tal como o americano, Lewandoswki afirmou que tem um sonho: “o sonho de ver um Judiciário forte, unido e prestigiado, que possa ocupar o lugar que merece no cenário social e político deste país”. O ministro afirmou que deseja ver um “Judiciário que esteja à altura de seus valorosos integrantes, e que possa colaborar efetivamente na construção de uma sociedade mais livre, mais justa e mais solidária, como determina a Constituição da República, a qual todos os magistrados brasileiros, de forma uníssona, juraram respeitar e defender”.



  • 11/09/2014


    11.09.2014 11h04m
    Recomendar

    Sobe- Feira de Santana por ter aeroporto em funcionamento

    Desce- A falta de segurança na BR 324 que resulta em diversos assaltos

     

     

    Rua Calamar

    Em discurso, o vereador Alberto Nery (PT) lembrou que há muito tempo a Rua Calamar se tornou um transtorno na vida dos moradores que ali residem. Nery pediu que Zé Carneiro (PTN) interceda na questão. "O prefeito vive anunciando pacotes de obras de pavimentação, mas há 2 anos no mandato o prefeito nada fez pela Calamar. Gostaria de pedir a Zé Carneiro que conversasse com o prefeito sobre esta rua, que está causando transtorno às pessoas que moram nas imediações", pediu.

    Ônibus

    O líder do governo na Casa, vereador Carlito do Peixe (DEM), anunciou ontem (10) na tribuna que pela manhã o prefeito José Ronaldo entregou à cidade um ônibus com sistema de monitoramento, que circulará pela cidade e terá uma ligação com a Central de Monitoramento. Carlito também lembrou que a noite o prefeito inauguraria obras de pavimentação com paralelepípedos na Pedra Ferrada. "São muitas obras a serem realizadas e o prefeito está fazendo de acordo com as necessidades de cada localidade. O governo está trabalhando com disposição para pavimentar todas as ruas da cidade", disse.

    Votação em bloco

    Algumas vezes, a votação em bloco acaba sendo um bolo. Um bolo doido. Ontem (10), os vereadores tinham em pauta a votação de dois projetos polêmicos: a proibição do transporte clandestino e a instalação de equipamento de bloqueador de ar no sistema de água. Por conta da votação em bloco, onde os projetos são aprovados de uma só vez, os vereadores acabam se perdendo no Regimento Interno e gerando confusão na hora da discussão e votação das matérias.

    Saúde

    O vereador José Carneiro Rocha (PSL) lamentou o fechamento do Hospital Espanhol, em Salvador. Para o vereador, esta é a prova da falta de investimentos do Governo Federal na saúde do país. "Lamento que um hospital como o Espanhol feche as portas por falta de investimentos. Isso só confirma a ideia de que o Governo Federal não está investindo como deveria na saúde. O fechamento só irá corroborar com a superlotação dos hospitais públicos", avaliou.

    Ordem de votação

    Visando ambientar o eleitor para a ordem de votação nas Eleições 2014, marcadas para o dia 5 de outubro, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) divulgou esta semana, em seu canal no Youtube, o programa 'TRE-BA Especial', explicando a sequência de votação para os cargos disputados no pleito deste ano. Serão cinco candidatos para cargos majoritários e proporcionais e o eleitor deverá ficar atento à seguinte ordem: o primeiro voto é para Deputado Estadual, com 5 dígitos. Em seguida para Deputado Federal com 4; Senador, 3; Governador, 2 e por último Presidente da República, também com 2 dígitos.

     

    STF

    O ministro Ricardo Lewandowski tomou posse ontem (20) como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele já ocupa o cargo interinamente desde o dia 31 julho, quando a aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa foi publicada no Diário Oficial da União. Na mesma cerimônia, a ministra Cármen Lúcia tomou posse como vice-presidente do tribunal. Foram convidados para a solenidade 1,5 mil pessoas, entre parentes dos ministros, amigos e autoridades.

     

    Depoimento

    O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy, estava em Brasília, ontem, 10. Ele foi participar de uma reunião de lideranças partidárias, que deverá definir os próximos passos da CPI mista que investiga irregularidades na Petrobrás. Imbassahy defendeu, no encontro, que seja tornado público, o quanto antes, todo o conteúdo dos depoimentos que vem sendo prestados pelo ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, preso em março deste ano durante a operação Lava Jato, da Polícia Federal. Solicitando os benefícios da delação premiada, Paulo Roberto teria denunciado um suposto esquema de pagamento de propina na Petrobras, envolvendo vários políticos brasileiros. "Esse tipo de informação é muito importante e não pode ser mantido sob o manto do sigilo.
     



  • 11/09/2014


    11.09.2014 11h04m
    Recomendar

    Sobe- Feira de Santana por ter aeroporto em funcionamento

    Desce- A falta de segurança na BR 324 que resulta em diversos assaltos

     

     

    Rua Calamar

    Em discurso, o vereador Alberto Nery (PT) lembrou que há muito tempo a Rua Calamar se tornou um transtorno na vida dos moradores que ali residem. Nery pediu que Zé Carneiro (PTN) interceda na questão. "O prefeito vive anunciando pacotes de obras de pavimentação, mas há 2 anos no mandato o prefeito nada fez pela Calamar. Gostaria de pedir a Zé Carneiro que conversasse com o prefeito sobre esta rua, que está causando transtorno às pessoas que moram nas imediações", pediu.

    Ônibus

    O líder do governo na Casa, vereador Carlito do Peixe (DEM), anunciou ontem (10) na tribuna que pela manhã o prefeito José Ronaldo entregou à cidade um ônibus com sistema de monitoramento, que circulará pela cidade e terá uma ligação com a Central de Monitoramento. Carlito também lembrou que a noite o prefeito inauguraria obras de pavimentação com paralelepípedos na Pedra Ferrada. "São muitas obras a serem realizadas e o prefeito está fazendo de acordo com as necessidades de cada localidade. O governo está trabalhando com disposição para pavimentar todas as ruas da cidade", disse.

    Votação em bloco

    Algumas vezes, a votação em bloco acaba sendo um bolo. Um bolo doido. Ontem (10), os vereadores tinham em pauta a votação de dois projetos polêmicos: a proibição do transporte clandestino e a instalação de equipamento de bloqueador de ar no sistema de água. Por conta da votação em bloco, onde os projetos são aprovados de uma só vez, os vereadores acabam se perdendo no Regimento Interno e gerando confusão na hora da discussão e votação das matérias.

    Saúde

    O vereador José Carneiro Rocha (PSL) lamentou o fechamento do Hospital Espanhol, em Salvador. Para o vereador, esta é a prova da falta de investimentos do Governo Federal na saúde do país. "Lamento que um hospital como o Espanhol feche as portas por falta de investimentos. Isso só confirma a ideia de que o Governo Federal não está investindo como deveria na saúde. O fechamento só irá corroborar com a superlotação dos hospitais públicos", avaliou.

    Ordem de votação

    Visando ambientar o eleitor para a ordem de votação nas Eleições 2014, marcadas para o dia 5 de outubro, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) divulgou esta semana, em seu canal no Youtube, o programa 'TRE-BA Especial', explicando a sequência de votação para os cargos disputados no pleito deste ano. Serão cinco candidatos para cargos majoritários e proporcionais e o eleitor deverá ficar atento à seguinte ordem: o primeiro voto é para Deputado Estadual, com 5 dígitos. Em seguida para Deputado Federal com 4; Senador, 3; Governador, 2 e por último Presidente da República, também com 2 dígitos.

     

    STF

    O ministro Ricardo Lewandowski tomou posse ontem (20) como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele já ocupa o cargo interinamente desde o dia 31 julho, quando a aposentadoria do ministro Joaquim Barbosa foi publicada no Diário Oficial da União. Na mesma cerimônia, a ministra Cármen Lúcia tomou posse como vice-presidente do tribunal. Foram convidados para a solenidade 1,5 mil pessoas, entre parentes dos ministros, amigos e autoridades.

     

    Depoimento

    O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy, estava em Brasília, ontem, 10. Ele foi participar de uma reunião de lideranças partidárias, que deverá definir os próximos passos da CPI mista que investiga irregularidades na Petrobrás. Imbassahy defendeu, no encontro, que seja tornado público, o quanto antes, todo o conteúdo dos depoimentos que vem sendo prestados pelo ex-diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, preso em março deste ano durante a operação Lava Jato, da Polícia Federal. Solicitando os benefícios da delação premiada, Paulo Roberto teria denunciado um suposto esquema de pagamento de propina na Petrobras, envolvendo vários políticos brasileiros. "Esse tipo de informação é muito importante e não pode ser mantido sob o manto do sigilo.
     



  • 09/09/2014


    09.09.2014 12h42m
    Recomendar

    Sobe- Feira de Santana por realizar a maior feira de agronegócios do interior da Bahia.
    Desce- ando que roubou peixes da Lagoa Erivaldo Cerqueira.


    Inauguração
    O vereador Correia Zezito (PTB) comemorou a inauguração de uma base comunitária no bairro Rua Nova. Ainda sem data definida, o edil garantiu um culto de oração no dia da inauguração. “No dia 22 ou 26 a base será inaugurada. Demorou, mas chegou. Temos que agradecer o PT por isso. Acredito que a base fará a segurança da Rua Nova e bairros vizinhos. Fiz o pedido em 2013 e agora chegou”, comemorou Correia.

    Reivindicações
    Após muitas indicações feitas e não atendidas, o vereador Edvaldo Lima (PP) afirmou está triste com o governo municipal. Segundo o edil, muitas ruas do bairro necessitam de recuperação asfáltica, mas até o momento o município nada fez. “Diversas vezes tenho cobrado essas recuperações asfálticas, mas parece que o governo municipal esqueceu do Tomba. Vimos todas as ruas do bairro Serraria Brasil serem asfaltadas; ruas que poderiam esperar mais um pouco. Mas, no Tomba nada foi feito. Será que é porque o vereador Edvaldo mora no bairro e cobra melhorias?”, questionou.

    Reivindicações I
    Atento aos reclames do vereador Edvaldo Lima e em defesa ao governo municipal, o vereador e líder na Casa, Carlito do Peixe (DEM), garantiu que o bairro não foi abandonado pelo governo municipal e que as obras de recuperação asfáltica serão realizadas. “O Tomba não está abandonado. Feira de Santana é uma cidade muito grande e as obras chegam às localidades aos poucos. Garanto que no último pacote de obras lançado está a recuperação asfáltica de ruas do bairro, bem como reforma da praça”, disse. Edvaldo diz ter ficado satisfeito com a notícia.

    Arrecadações
    Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (STE) divulgados no sábado, o PT e o PMDB, partidos com as maiores bancadas na Câmara e no Senado, têm os diretórios nacionais que mais arrecadaram dinheiro nestas eleições. De acordo com o Folha de S. Paulo, as siglas somam 38.8% dos R$352 milhões amealhados a partir de empresas, pessoas físicas e recurso do Fundo Partidário declarados como parte de todas as campanhas. Já o PSDB arrecadou 48,4 milhões, ficando em terceiro colocado no ranking nacional.

    Esquema antivaia
    A presidente Dilma Rousseff chegou neste domingo ao desfile de Sete de Setembro no Rolls Royce presidencial. Para o evento, o governo montou um esquema de segurança que também serviu para minimizar o risco de vaias. Quando o locutor da cerimônia anunciou o nome da presidente, houve uma vaia discreta. Os aplausos foram em maior número. O automóvel oficial foi precedido por um grupo de motocicletas com as sirenes ligadas. Além disso, a estrutura física dos palanques mantém os populares longe. O palanque presidencial fica blindado, nas laterais, pela instalação de “camarotes vip”. Já o acesso por trás é fechado pelo esquema de segurança.

    CPI
    A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista que investiga denúncias de irregularidades na Petrobras deve ouvir amanhã, 10, o ex-diretor da área internacional da estatal Nestor Cerveró. O depoimento está previsto para ocorrer a partir das 14h30 da quarta-feira. Um dos temas a ser abordado é denúncia de que ele teria repassado imóveis a parentes, depois de o caso Pasadena ter ganhado vulto. Cerveró é considerado o principal articulador da compra da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), pela Petrobras.

    Queda
    Após anteciparem estabilização da candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, sondagens encomendadas pelo PT, da presidente Dilma Rousseff, e pelo PSDB, de Aécio Neves agora indicam os primeiros sinais de queda da adversária; desde que assumiu o lugar de Eduardo Campos, ex-senadora passou a ocupar lugar no 2° turno contra a presidente Dilma Rousseff, segundo o Ibope e o Datafolha A “onda Marina” está prestes a recuar. É o que apontam pesquisas internas do PT, da presidente Dilma Rousseff, e do PSDB, de Aécio Neves.



  • 08/09/2014


    08.09.2014 15h15m
    Recomendar

    Sobe- O Governo da Bahia por se comprometer em apurar com rigor o escândalo do livro didático.
    Desce- Escolas que não avançaram no IDEB 2014.


    Dedicação
    Alguns ministros do governo estão deixando seus cargos momentaneamente para se dedicar à campanha eleitoral nos estados ou à reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Filiados ao PT, pelo menos três chefes de pasta já estão de licença ou férias, ou vão entrar nos próximos dias, como é o caso do ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria-Geral, o ministro se afasta nesta segunda-feira (8), retornando, em princípio, após o primeiro turno das eleições. O despacho da presidenta Dilma com a concessão das férias deve sair nos próximos dias no Diário Oficial da União. Autorização semelhante foi publicada na última quarta-feira (3) em favor do ministro Paulo Bernardo, das Comunicações.

    Obras
    Em comício na noite da última quinta-feira (4) em Feira de Santana, o candidato ao governo da Bahia Rui Costa (PT) garantiu que irá concluir as obras de infraestrutura planejadas para a cidade, iniciadas na gestão do correligionário Jaques Wagner. Entre elas, a duplicação total das BRs 116 e 101 – as obras foram licitadas pelo governador no último mês – e construção do complexo de viadutos da Avenida Nóide Cerqueira. Na Praça da Matriz, Rui também declarou sobre a reforma do aeroporto de Feira e do primeiro voo comercial que será inaugurado no local, pela Azul Linhas Aéreas, ainda neste mês de setembro.

    Aliados

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permitiu que, por enquanto, a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, apareça nos programas de rádio e de TV de aliados que disputam governos estaduais e cadeiras no Senado. A Corte negou dois pedidos de liminar apresentados pela campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff. A coligação queria suspender a veiculação das propagandas em que as candidatas do PSB ao governo da Bahia, a senadora Lídice da Mata, e do PSB ao Senado pelo Rio Grande do Norte, a ex-governadora Wilma Faria, defendem a eleição de Marina. As decisões são provisórias e o mérito dos processos ainda será julgado pelo TSE. 

    Comissão
    A presidente Dilma Rousseff encaminhou mensagem ao Senado Federal iniciando o nome de Pablo Waldemar Renteria para exercer o cargo de Diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A indicação está presente em despacho publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira. Também foi encaminhada ao Congresso mensagem presidencial sobre o envio do texto da Convenção Multilateral sobre Assistência Administrativa Mútua em Assuntos Fiscais emendada pelo Protocolo de 1º de junho de 2010, assinada em 3 de novembro de 2011.

    Patrocínio
    A Construtora OAS, o frigorífico JBS e a Construtora Andrade Gutierrez são os três principais financiadores da campanha até o momento, de acordo com a segunda prestação parcial de contas apresentada pelos candidatos à Justiça Eleitoral. Juntas, as três empresas doaram quase R$ 64 milhões, 39% do total de recursos que entrou na contabilidade oficial dos três principais concorrentes ao Planalto. As doações das três maiores beneficiaram principalmente a presidente Dilma Rousseff (PT), que disparou no ranking de arrecadação. Depois de sair atrás de Aécio Neves (PSDB) no primeiro mês de campanha, ela se recuperou na segunda parcial da prestação de contas, cujo prazo para entrega se esgotou na terça-feira.

    Indecisos
    A pesquisa Sensus sobre a sucessão estadual, encomendado pela TV Aratu e divulgada na noite da última quinta-feira (4), aponta um cenário quase inalterado na Bahia, se comparado com a última pesquisa do Ibope: o candidato da coligação “Unidos pela Bahia”, o democrata Paulo Souto, ganharia já no primeiro turno com 43% das intenções de voto. Em segundo lugar, Rui Costa (PT), da coligação “Para Bahia Mudar Mais”, com 16%; e a socialista Lídice da Mata, da coligação “Um Novo Caminho pela Bahia”, vem em terceiro lugar, com 10% das intenções de voto.

    Ficha Limpa
    Os candidatos a deputado federal Beto Lélis (PMDB), ex-prefeito de Irecê, e Zé Carlos da Pesca (PRB), que chegou a ocupar uma cadeira na Câmara como suplente, além do estadual Silvio Ataliba (PT) tiveram seus pedidos de candidatura negados pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) com base na Lei da Ficha Limpa. O primeiro foi condenado por crime eleitoral e os dois últimos por ato doloso de improbidade administrativa. A Corte encerrou o julgamento dos pedidos de candidaturas na última quinta-feira (4), mas ainda há recursos a serem analisados até 20 dias antes das eleições. Segundo o TRE, foram 181 solicitações reprovadas por diversos motivos.
     



  • 05/09/2014


    05.09.2014 15h29m
    Recomendar

    Sobe- A Expofeira por manter a tradição do agronegócio em alta.
    Desce- A Direc 27, em Seabra, por ser autora do desvio de livros disáticos novos para reciclagem.


    Multa
    A presidente da Petrobras Graça Foster foi multada na última quarta-feira (3) em R$ 106 mil pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por propaganda da estatal. A partir de representação encaminhada pela coligação do PSDB nacional, Muda Brasil, que questionou a publicidade institucional , foi concluída a vedação do tipo de publicidade nos três meses que antecedem a eleição. O PSDB tinha a pretensão de atingir, com ação, também a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) e ao Ministro da Comunicação Social, Thomas Traumann. O TSE, contudo, entendeu que só caberia responsabilizar a gerência da Petrobras pelo fato.

    Ideb
    O governo federal vai apresentar hoje (05) os resultados do Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (Ideb), que avalia a qualidade da educação em Estados e municípios. Após atraso de quase 20 dias em relação à última divulgação, em agosto de 2012, surgiram suspeitas de que os dados estariam sendo guardados para depois das eleições, em outubro. O Ministério da Educação (MEC) nega. O Ideb é realizado a cada dois anos.

    Arruda na liderança
    O ex-governador José Roberto Arruda (PR) continua liderando a disputa pelo governo do Distrito Federal, mesmo com o registro de sua candidatura cassado pela Justiça Eleitoral. Segundo nova pesquisa Datafolha divulgada ontem, 4, ele tem 34% das intenções de voto, recuando um ponto porcentual em relação ao último levantamento do mesmo instituto. O atual governador, Agnelo Queiroz, do PT, vem em segundo lugar, com 19%. Rodrigo Rollemberg (PSB), com 13%, aparece tecnicamente empatado com o petista, uma vez que o levantamento tem margem de erro de quatro pontos porcentuais, para mais ou para menos.

    Pela virada
    Apesar do cenário negativo na campanha do candidato à presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, que nas últimas pesquisas apresentou queda nas intenções de voto, ficando no terceiro lugar, atrás de Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB), os seus aliados na Bahia acreditam numa virada, com um suposto desgaste da campanha petista e mais exposição do tucano entre eleitorado. Além do horário eleitoral que pode ser mais observado pelos eleitores na reta final, os debates da Rede Record e TV Globo. Na corrente local, em favor de Aécio, lideranças do DEM e do PMDB, com quem o tucano tem forte ligação, ainda apostam em mudanças no panorama.

    Estratégia
    Os petistas históricos do estado andam descontentes com os rumos da publicidade eleitoral da campanha de Rui Costa (PT), principalmente por conta da ausência do governador Jaques Wagner (PT), maior fiador da chapa. Um dos críticos é o ex-prefeito de Camaçari e candidato a deputado federal, Luiz Caetano (PT). Segundo o petista, o governador deve aparecer no horário eleitoral, pois poderá ser um “um bom catalisador”. “Acho que Wagner tem que entrar mais na campanha de Rui Costa na televisão. Ele é o grande cabo eleitoral, é o nosso líder. Ele foi o grande fiador da candidatura de Rui. Então eu acho errado esse negócio dele tá aparecendo pouco na televisão”, reclamou.

    Garantia
    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu na última quarta-feira (3) o registro da candidatura de Marina Silva à Presidência da República e do deputado federal Beto Albuquerque (RS) para a Vice-Presidência, ambos do PSB. Eles fazem parte da coligação Unidos pelo Brasil, composta pelos partidos PHS, PRP, PPS , PPL e PSL. A substituição das candidaturas da coligação foi feita devido à morte do candidato Eduardo Campos, no dia 13 de agosto, em um acidente aéreo em Santos, litoral de São Paulo.

    Fora da prisão
    O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na última quarta-feira (3) que a Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio de Janeiro analise o pedido de trabalho externo feito pelo ex-deputado federal Roberto Jefferson, condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Jefferson cumpre pena em um presídio do Rio de Janeiro desde fevereiro. A defesa do condenado apresentou pedido para trabalhar durante o dia em escritório de advocacia na função de auxiliar administrativo. Na decisão, Barroso entendeu que a questão deve ser analisada pela Justiça do Rio de Janeiro.



  • 04/09/2014


    04.09.2014 09h02m
    Recomendar

    Sobe- A MRV Engenharia por inaugurar a 1ª Escola de Alfabetização de Trabalhadores da Construção Civil.
    Desce- A violência doméstica que terminou fazendo mais uma vítima fatal em Feira de Santana.

     

    Livros
    Acompanhando a denúncia do Jornal Folha do Estado, em relação aos livros não utilizados que foram levado para uma empresa de reciclagem, o vereador Isaias de Diogo (PPS) questionou quem são os culpados e quem responderão pelos atos. “São livros que poderiam ser utilizados por muitos alunos da rede estadual, mas viraram papal reciclado. E agora eu quero saber quem irá responder por isto”, pergunta.

    Impedimento
    O vereador Zé Carneiro (PSL)criticou a ação de policiais militares que impediram os barraqueiros de trabalhar na frente da casa de eventos Prime. “Quero acreditar que a Polícia Militar não fez isso de forma arbitrária e que não foi a pedido do dono da casa de eventos. Gostaria de pedir ao comandante que enviasse a esta Casa uma explicação para o fato. Fica aqui meu repúdio. Feira não é casa de mãe Chica e dono da Prime não tem o direito de impedir que pais de família trabalhem para seus sustentos”, criticou.

    Defesa
    Atendo ao discurso do vereador Pablo Roberto (PT), quando culpou o município pelas obras avançadas da construtora MRV, o vereador Ronny imediatamente a defesa do município. “É muita inocência do vereador Pablo acreditar que o Prefeitura tem culpa das irregularidade da construtora MRV. O que o prefeito quer é seriedade, competência e legalidade”, defendeu.

    Arrecadação
    O comitê pela reeleição da presidente Dilma Rousseff declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma arrecadação de R$ 116 milhões na segunda prestação parcial de contas da campanha. Declarou ainda que, dessa quantia, gastou R$ 52 milhões. Os principais itens de despesas do PT foram os gastos com divulgação e propaganda. Quatro anos atrás, quando Dilma disputou a Presidência pela primeira vez, o PT havia arrecadado, no mesmo período de campanha, R$ 39,5 milhões – o valor é nominal, não leva em conta a inflação do período.

    Ironia
    A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, foi irônica ao responder, na série Entrevistas Estadão, à propaganda da presidente Dilma Rousseff que comparou a adversária a Jânio Quadros e Fernando Collor de Mello por se apresentar como “salvadora da Pátria”. Tanto Jânio quanto Collor não concluíram seus mandatos: o primeiro renunciou e o segundo foi alvo de impeachment no Congresso. Marina disse que, por não ter sido eleita nem vereadora antes de chegar ao Planalto, Dilma é que poderia ser comparada a Collor.”A sociedade brasileira me conhece. Conhece os valores que eu defendo, a luta que eu tenho há mais de 30 anos. Eu comecei como vereadora, fui eleita deputada, senadora por 16 anos, ministra do Meio Ambiente. Imagina se eu dissesse que uma pessoa que nunca foi eleita nem vereadora fosse eleita presidente do Brasil? Aí sim poderia parecer Collor”, afirmou.

    Incêndio
    O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), avalista da campanha do presidenciável Aécio Neves (PSDB) na Bahia, tenta apagar um “incêndio” ocasionado após o presidente nacional do Democratas e coordenador da campanha tucana, senador Agripino Maia, admitir a possibilidade de apoio à Marina Silva em um quase certo segundo turno, conforme pesquisas, entre a ex-ministra e Dilma Rousseff (PT). Para o gestor soteropolitano e principal liderança oposicionista ao PT no estado, as declarações do líder do seu partido foram mal interpretadas. "O que a gente menos precisa agora é de uma crise interna na campanha. Se existe uma pessoa que está empenhada por Aécio chama-se José Agripino Maia", disse o prefeito.

    Ajuda
    A visita que a candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, fará ao município de Brumado, a 555 km de Salvador, no próximo sábado (06), atende não só ao desejo do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como faz parte da estratégia de fortalecer a crença da população de que desenvolver projetos para a educação é fundamental para combater a pobreza e as desigualdades sociais. Pelo menos é o que acreditam membros do partido, que também veem na chegada da ex-senadora à cidade – inclusa na região do semiárido baiano, uma das que mais são beneficiadas pelo Bolsa Família – uma “indiscutível” forma de alavancar votos para a postulante ao governo baiano, Lídice da Mata.



  • 04/09/2014


    03.09.2014 14h48m
    Recomendar

    Sobe- Feira de Santana por ganhar escolas com alto padrão de qualidade.

    Desce- A falta de controle na distribuição do livro didático que são desviados e não chegam a estudantes.

     

    Pai da criança

    Isaias de Diogo (PPS) fez questão de afirmar ontem (02) na tribuna que, ele foi o primeiro vereador a ventilar o nome de Ronny como o novo presidente da Câmara e usar a tribuna para declarar publicamente o apoio. "Fui o primeiro a dizer que apoiaria Ronny para presidente desta Casa", disse.

    Na mira

    Ainda em seu pronunciamento, Isaias informou que o blogueiro e guarda municipal Osvaldo Cruz foi lotado para trabalhar na Lagoa do Geladinho, local onde o guarda municipal Marco Vinícuis foi assassinado. "Osvaldo tem um blog polêmico, que traz sempre a verdade. Gostaria de chamar a atenção do secretário de segurança para este fato", pediu o edil. Osvaldo deu entrada em um processo solicitando sua aposentadoria por invalidez, porque há laudos que comprovam sua incapacidade de atuar no setor de segurança. Mesmo assim, fará a guarda de um local taxado como perigoso.

    Lei Seca

    Revoltado com acidentes que envolvem pessoas alcoolizadas, o vereador Edvaldo Lima (PP) cobrou das autoridades o retorno das blitzes da Lei Seca. "Porque esta Lei é cumprida em outras de cidade e não acontece mais em Feira de Santana? Clamo as autoridades que coloquem de volta nas ruas a blitz da Lei Seca", pediu.

    Na cadeira

    A presidente Dilma Rousseff (PT) provocou, na saída do debate que aconteceu na tarde da última segunda-feira (01) no SBT o seu adversário Aécio Neves. Segundo a Folha de S. Paulo, ao passar pelo tucano, a candidata a reeleição disparou: "Você está querendo sentar na minha cadeira, né Aécio? Mas não vai sentar não". Questionada pela Folha sobre o tucano ter poupado Marina no debate, Dilma respondeu: "É, e veio pra cima de mim. Ela criticou o rival. Quando se quer ser presidente, você não resolve os problemas com discurso, com conversa, na mágica", disse. Na última pesquisa Datafolha, o tucano aparece com 15% das intenções de voto, depois de uma queda de 5% em relação ao levantamento anterior.

    Deixando a campanha

    Irritado com o recuo no programa de governo voltado à população LGBT da candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, o secretário nacional do segmento do partido, Luciano Freitas, deixou a coordenação da campanha. A saída do dirigente é a terceira baixa da campanha desde que Marina assumiu a cabeça de chapa, há duas semanas. As primeiras defecções foram do secretário-geral do PSB, Carlos Siqueira, e do integrante da Executiva, Milton Coelho. Freitas foi surpreendido por uma nota retificando o que havia sido prometido no programa oficial em defesa dos direitos de homossexuais. Menos de 24 horas após a divulgação do programa, a campanha alegou "falha processual na editoração do texto" e tirou do documento os pontos mais polêmicos.

    Internet

    O comando da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff decidiu intensificar a "guerrilha virtual" contra a candidata do PSB ao Planalto, Marina Silva, principal adversária do PT até agora. Em reunião na última segunda-feira, 01, entre a equipe responsável pelas redes sociais de Dilma e coordenadores de comunicação de partidos aliados nos Estados ficou acertado que é preciso acelerar a desconstrução de Marina como boa gerente e explicitar as suas "contradições". "A Marina já é uma contradição em si. Ela vai e volta, avança e recua. Está mais para errática do que para sonhática", diz o vice-presidente do PT e responsável pelas redes sociais da legenda, Alberto Cantalice.

    Apoio firmado

    A conjuntura dos últimos dias, mostrando o crescimento da candidata à Presidência da República pelo PSB, Marina Silva, já começa a movimentar o meio político, dando sinais de que alguns partidos já teriam a socialista como alvo de apoio, em um eventual segundo turno entre ela e a presidente Dilma Rousseff (PT). Esse seria o caso do PMDB baiano, que volta à cena da articulação nacional, sendo apontado como um dos setores passíveis de fechar com a ex-senadora, numa segunda etapa do pleito. Mas, para os peemedebistas baianos, o assunto não passa de especulação. O líder do PMDB no estado e candidato ao Senado na chapa da oposição baiana, Geddel Vieira Lima, negou a especulação, ao declarar-se "pasmo" com as informações.
     



  • 02/09/2014


    02.09.2014 15h17m
    Recomendar

    Sobe- O alto nível no encerramento do Festival de Músicas Vozes da Terra em Feira de Santana.
    Desce- Gestores públicos que descartaram livros didáticos novos antes de serem utilizados por estudantes.

     

    BRT
    O líder do governo na Casa, vereador Carlito do Peixe (DEM) fez um discurso tentando convencer os presentes na sessão que as árvores que serão derrubaras para a passagem do BRT não são centenárias e não prejudicarão o meio ambiente. Segundo Carlito, o projeto terá toda a responsabilidade ambiental necessária. Porém, o vereador da oposição, Alberto Nery (PT) insiste na idéia de que é preciso que seja realizada uma audiência pública para o projeto seja melhor explanado para a população.

    Morto
    Contando vantagem sobre a caminhada do candidato Paulo Souto, a semana passada, o vereador Carlito do Peixe afirmou que o evento reuniu muita gente. Carlito lembrou que muitos funcionários do município participaram de forma espontânea. Para descaracterizar a fala do colega, o vereador petista Alberto Nery fez um trocadilho com o nome do candidato e classificou o evento como cortejo. “A caminhada de Paulo Morto tinha pouca gente. E foi um cortejo, porque acompanhava um morto”, ironizou.

    Menorzinho
    Ouvindo as críticas dos colegas em relação aos empreendimentos da MRV, o vereador Pablo Roberto lembrou que o município está buscando reduzir o tamanho da área de construção das casas populares. “Enquanto vocês falam da MRV, o Executivo está tentando diminuir o tamanho das casas populares. E isso está passando despercebido por esta Casa”, disse.

    Acidentes
    A vereadora Cintia Machado (PSC) usou a tribuna na sessão de ontem (01) para pedir aos motociclistas da cidade que tenham mais cuidado no trânsito. Segundo ela, cada dia cresce o número de acidentes envolvendo motos. “São muitos acidentes envolvendo motoqueiros, que muitas vezes não têm a atenção devida no trânsito. Peço a todos que tenham mais cuidado ao conduzir suas motocicletas”, pediu.

    Lula na Bahia
    O ex-presidente Lula deve desembarcar no próximo sábado na capital baiana. De acordo com a coluna Tempo Presente, do jornal A Tarde, o petista vem a Salvador para se reunir com lideranças políticas e fazer um grande comício. Ainda sem local definido, o comício pode acontecer na Praça Castro Alves, Subúrbio ou Cajazeiras. Segundo o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, a festa não vai sacudir somente Salvador, mas o Brasil.

    Conferência dados
    Candidatos que disputarão os cargos públicos nas próximas eleições para governador, senador, deputado federal e estadual, compareceram na sede do TRE-BA, na última sexta-feira (29/8), para participar da cerimônia de visualização e validação das fotos que serão utilizadas nas urnas eletrônicas.

    Propaganda eleitoral
    Com a proximidade das Eleições, é comum que os eleitores questionem alguns fatos, sobretudo no que diz respeito às propagandas eleitorais. Os candidatos a cargos eletivos podem fazer propaganda na internet por meio de blogs, sites (previamente informados à Justiça Eleitoral) e redes sociais, porém esse serviço não poderá ser pago. Nas mensagens eletrônicas enviadas aos eleitores deve conter informações para o cidadão que deseje se desligar e não receber mais este tipo de mensagem. O cidadão que verificar irregularidades neste tipo de propaganda pode fazer uma denúncia na Procuradoria Regional Eleitoral relatando o caso.

    Pesquisa
    Pela segunda vez, sem explicação plausível, o Datafolha exclui a Bahia de suas pesquisas eleitorais sobre a sucessão estadual e a presidencial. Uma nova sondagem começou a ser feita pelo instituto, a pedido da Folha e da TV Globo, de ontem (01) até amanhã (03), sobre o cenário presidencial. Os estados a serem pesquisados em datas variadas, no mesmo período, são São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Ceará e Distrito Federal.
     



  • 01/09/2014


    01.09.2014 14h47m
    Recomendar

    Sobe- O Festival Gastronômico de Feira por exaltar culinária regional.
    Desce- O grande número de acidentes de trânsito em Feira que já ultrapassa a marca dos 2,6 mil em sete meses.


    Lançamento
    A candidata ao Senado pelo PSB, Eliana Calmon, viajou para São Paulo ontem (29) onde participou do lançamento do programa de governo da coligação, “Unidos pelo Brasil” da candidata à presidência da República, Marina Silva. A versão final deste programa contará com medidas para aprofundar a democracia e valorizar as instituições. Além deste compromisso, a ministra do Superior Tribunal de Justiça teve uma série de reuniões agendadas com a cúpula nacional do partido na capital paulista.

    Caravana
    Rui Costa, candidato a governador pela coligação Pra Bahia Mudar Mais, cumpriu ontem (29), programação no interior. Pela manhã, o candidato participou de gravações para o programa eleitoral e, à tarde, depois de se encontrar com a presidente Dilma Rousseff, recebeu homenagem de grupos afros no Centro Histórico de Salvador, seguiu para se incorporar a mais uma edição da Caravana 13, que percorreu vários municípios do Baixo Sul. Com a participação, ainda, de Otto Alencar, candidato a senador, e João Leão, candidato a vice-governador, a caravana visitou as cidades de Camamu, Igrapiúna, Nilo Peçanha, Taperoá e Valença, onde houve um grande comício, marcando o encerramento da programação do dia.

    Pesquisa
    A entrada de Marina Silva (PSB) não provocou alterações relevantes nas intenções de votos da petista Dilma Rousseff em pelos menos três dos maiores colégios eleitorais: Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Na Bahia, Dilma mantém a liderança mesmo com o novo cenário. Se a eleição fosse só entre o eleitorado baiano, a petista seria reeleita no primeiro turno. No Rio, embora Marina tenha largado com 30%, as intenções de voto na petista oscilaram para cima desde julho: de 35% para 38%. Já Minas, transformou-se em um dos principais exemplos das dificuldades de Aécio, que esperava vencer na região por larga vantagem por ser ex-governador do Estado.

    Sem problema
    O candidato a vice na chapa de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB), disse que a polêmica que envolve a compra do jatinho usado por Eduardo Campos “não é problema” do partido. Em entrevista, o deputado federal tentou blindar Marina, que não respondeu às perguntas sobre o caso. "Isso está bastante claro. A compra do avião não é um problema nosso. Deve-se buscar os proprietários, que têm nome, sobrenome e endereço. Os custos [do uso do avião] serão lançados na prestação de contas do Eduardo Campos", afirmou. O jato era utilizado na campanha do PSB desde maio e, segundo investigações da Polícia Federal, pode ter sido comprado com dinheiro de caixa dois.

    Com saias
    O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, que cumpre pena em regime semiaberto em Brasília, tem feito análises sobre o quadro eleitoral para os seus poucos interlocutores. Sua frase mais recorrente é esta: “Marina é o Lula de saias”. Zé Dirceu diz enxergar o cenário muito consolidado, com Dilma e Marina no segundo turno. Depois, vê uma vitória certa para a candidata do PSB, que teria a força semelhante à de Lula em 2002, quando a origem humilde do petista se juntou ao desejo de mudança da maioria dos eleitores. Daí a expressão “Lula de saias”.
    Vantagem eleitoral

    O senador Walter Pinheiro (PT) condenou ontem (29) a exploração do caso Neylton e afirmou que o DEM tenta extrair vantagem eleitoral, já que utiliza “tragédias ou vida alheia”. “Isso é muito fruto daquelas pessoas que no processo eleitoral se esvaziaram tanto ou perderam conteúdo que, ao invés de um debate propositivo, das ideias, terminam indo para a baixaria, mas esse é o argumento dos fracos. Espero até que eles façam uma correção de rumo no comportamento, inclusive aqueles que têm oportunidade de usar os veículos de comunicação, para falar à sociedade de que maneira se deve fazer para cumprirmos o nosso importante papel”, afirmou o petista.

    Propaganda eleitoral
    A onda Marina Silva produziu um fenômeno inusitado na coligação de Dilma Rousseff: o trabalho do marqueteiro João Santana, antes uma unanimidade inapelável, passou a sofrer críticas. Dirigentes de partidos aliados avaliam que a propaganda eleitoral da candidata cheira a naftalina. A pretexto de trombetear as “realizações” de um governo prestes a virar passado, deixa de vender novidades para o futuro. As críticas soaram no Palácio da Alvorada no final da tarde de quarta-feira, durante uma reunião de Dilma com assessores e presidentes das legendas que integram sua coligação.
     



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia