Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 31/05/2016


    31.05.2016 14h24m
    Recomendar

    Sobe - A explanação do Secretário da Fazenda Expedito Eloy, atendendo a Lei de Transparência, apresentando dados financeiros do segundo bimestre e primeiro quadrimestre de 2016.


    Desce - O Ministro da Transparência, Fabiano Silveira, flagrado em escuta telefônica orientando o delator Sérgio Machado e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para se defenderem na Lava Jato.


    A perereca e a taboa


    Nas fotos apresentadas pelos vereadores, na convocação do Secretário Maurício Carvalho, do Meio Ambiente, na sessão de ontem, 30, apenas duas questões não foram esclarecidas depois das explicações e questionamento do secretário e dos vereadores: uma de zoologia e outra de botânica. Não se chegou a conclusão se sapo nasce em cascalho e se taboa nasce em tabuleiro.


    Sapo Cururu


    O Bufos Spp, conhecido comumente como sapo cururu, procria exclusivamente em águas. Não se tem registro que procriem em cascalheiras. Outra acertiva, é que a Typha domingensis, conhecidas como taboas, nascem e crescem exclusivamente em terrenos úmidos. Preferem as áreas de lagoa. Geralmente, o que a verve política não consegue explicar ou o emaranhado de leis não são capazes de definir, a ciência tem uma capacidade incrível de definição.


    Armagedon


    A sessão de ontem (30) da Câmara de Vereadores, que tinha como o principal sentido a convocação do Secretário de Meio Ambiente, Mauricio Carvalho, para tratar da construção do Atacadão na área conhecida como Lagoa Subaé, mais se aproximava da colina do Meggido, no Oriente Médio, anunciada no último livro da Bíblia, o Apocalipse, como a batalha final, onde o bem prevaleceria sobre o mal e a paz voltaria a reinar. Como nos escritos bíblicos, tudo leva a crer que um anjo desceu dos céus apascentando as almas. A sessão transcorreu em clima civilizado, onde todos os vereadores ouviram as explicações silenciosamente e depois fizeram os questionamentos que foram respondidos sem subterfúgios pelo Secretário de Meio Ambiente, Maurício Carvalho. Na paz.


    Resposta


    Na semana passada, em nota a imprensa, a direção do REDE descartou a possibilidade de uma coligação com o PSB, do pré-candidato Ângelo Almeida, nas eleições municipais. Também, por meio de nota, o pré-candidato respondeu desta forma. “Com todo respeito às declarações da porta voz da REDE em Feira de Santana, Katy Pimentel, devo informar que embora desejemos realizar uma aliança com a REDE, em nenhum instante afirmamos que esta coligação existiria. Gostaria, no entanto, que nos fosse dada a chance de discutir pontos programáticos que em verdade nunca foram discutidos entre o PSB e a REDE em Feira. O PSB estará sempre aberto para diálogos com partidos que comungam de ideais sintonizados com generosidade, perseguindo políticas públicas de apoio ao desenvolvimento sustentável, participativo e inclusivo, a exemplo da REDE”.


    Repercussão


    Quem entrou numa de responder também foi o Deputado Zé Neto, pré-candidato a prefeito pelo PT. Ele comentou a respeito das colocações do Vereador Roque Pereira (DEM), que entendeu ter sido fraca a participação de lideranças estaduais no lançamento da pré-candidatura petista. “Nos nossos encontros sempre temos mais índios do que cacique, diferente dos encontros deles, que têm mais caciques do que índios”. Zé Neto contou que estiveram presentes os líderes do PT na Câmara Federal, Afonso Florence, e da Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto, mais quatro secretários de Estado, o presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, representantes de 70 sindicatos e aproximadamente 1.500 pessoas.

     

    Prazo


    No próximo dia 2 de junho termina o prazo para quem deseja se desincompatibilizar de cargo de secretário municipal para ser candidato a prefeito ou vice-prefeito de olho nas eleições de outubro. Em Feira de Santana, a expectativa é que ninguém venha a se desincompatibilizar. 



  • 27/05/2016


    30.05.2016 16h51m
    Recomendar

    Sobe - Ministro do STF, Ricardo Lewandowski, por dar maior transparência aos processos que tramitam na Corte.


    Desce - O bárbaro crime de estupro coletivo ocorrido no Rio Janeiro, que teve como vítima garota de 16 anos.


    Expectativa


    A sessão da próxima segunda-feira (30), na Câmara de Vereadores, é cercada de muita expectativa, pois, o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício Carvalho, para dar explicações sobre as obras nas imediações da Lagoa Subaé, que têm sido alvo de polêmica nos últimos dias.


    Expectativa 2


    É esperada pelos vereadores, associações em geral, audiência pública da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização que será realizada às 15 horas da segunda-feira próxima (30). Essa audiência faz parte da Lei de Responsabilidade Fiscal e trata da transparência nas contas públicas. Quem deve fazer a apresentação é o Secretário de Finanças, Expedito Eloy, que levará dados oficiais do segundo bimestre e quarto quadrimestre de 2016. Questionamentos e esclarecimentos cabem na audiência.


    PTC


    O presidente do PTC, Gervársio-Nena, sustenta que o partido vai eleger um vereador, podendo chegar a dois. Nena aposta no poder de seus candidatos. Fomos informados por pré-candidatos do próprio partido, que além do presidente, o partido conta com outros nomes valiosos a exemplo da ex-presidente dos agentes de saúde, Lúcia Gutemberg e Cafuringa, Gringo, Motinha, Cesar de Corina, Ângelo, Luís do Bahia e Hélio. Todos eles com experiência, pois, já disputaram outras eleições. O partido decidiu não se coligar com qualquer outro na chapa de vereadores.


    PPL


    O Partido da Pátria Livre, que tem a coordenação de Carlinhos Mocotó, aposta as fichas na eleição de dois vereadores. A decisão do diretório e dos pré-candidatos, é que não exista possibilidade de coligação, pois, construiu uma chapa com candidatos com média previsível de 1300 votos. A legenda conta com 35 pré-candidatos de ambos os sexos. Alguns nomes chegaram a essa coluna, como Paulão do Caldeirão, Luiz do Feiraguai, Gueu, Graziete Sales, Iraci Maria, Leda Cigana e Jurandi de Ipuaçu, e outros que divulgaremos nos próximos dias.


    Tempo Quente


    Em novos diálogos da bombástica delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, trazem à tona a preocupação e os ânimos exaltados dos políticos diante dos avanços da Lava Jato. Em uma das conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), os dois revelam suas impressões sobre o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, responsável por conduzir as investigações contra os políticos com foro privilegiado. Machado: “Agora esse Janot, Renan, é o maior mau-caráter da face da terra”. Renan: “Mau-caráter! Mau-caráter! E faz tudo que essa força-tarefa (Lava Jato) quer”.


    “Dono do mundo”


    Machado: “É, ele não manda e ele é mau-caráter, quer sair como herói. E tem que se encontrar uma fórmula de dar um chega para lá nessa negociação ampla, para poder segurar esse pessoal (Lava Jato). Eles estão se achando o dono do mundo”. Renan: “Dono do mundo”. O trecho foi revelado na quinta-feira (26) pelo Jornal Hoje, da TV Globo. Renan é alvo de ao menos 12 inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), devido às investigações da Lava Jato e Machado também é alvo de investigações na Corte. Temendo que seu caso fosse enviado para a primeira instância, ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, o ex-presidente da Transpetro acabou aceitando fazer um acordo de delação premiada e entregar os áudios e contar o que sabe à Procuradoria-Geral da República.


    Nota


    A Presidenta afastada Dilma Rousseff divulgou nota na quinta-feira (26), negando pagamento irregular ao publicitário João Santana, responsável pela sua campanha em 2014. Em conversas do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com Sarney, Machado afirma que a delação premiada da Odebrecht atingiria Dilma, pois, ela teria tratado diretamente com a construtora solicitando pagamento a Santana. Em nota, Dilma afirma que os pagamentos da campanha foram “regularmente contabilizados na prestação de contas aprovadas pelo TSE”.


    Inviável


    O Ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de um advogado do “Movimento Brasil Melhor” para que fosse cassado o ato da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados que garantiu ao Deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) benefícios como residência oficial, segurança, transporte aéreo e terrestre, entre outros, durante seu afastamento do cargo. O ministro julgou inviável o mandado de segurança apresentado pelo advogado Mauro Scheer Luis, que pedia que fosse mantido apenas o pagamento de salário.  



  • 26/05/2016


    26.05.2016 12h14m
    Recomendar

    Sobe - SEPREV, SMT e Guarda Municipal pela organização do evento da passagem da Tocha Olímpica em Feira.


    Desce - A ausência de mulheres nos ministérios doGoverno Temer, que pode levar o Brasil a despencar 22 posições no ranking de igualdade de gênero. 

    Olimpíadas

     

    No palanque onde se realizou o ato final da passagem da Tocha Olímpica em Feira de Santana, estiveram no palco o Prefeito José Ronaldo, o presidente da Câmara de Vereadores, Reinaldo Miranda (PHS), o Deputado Estadual e Líder do Governo do Estado, Zé Neto (PT), e os secretários Mauro Moraes, Rafael Cordeiro, Antônio Carlos Borges Junior e o diretor de esportes Emerson Britto.


    Irritado


    Nos últimos dias, o Vereador Tonhe Branco (PHS) anda com os nervos à “flor da pele”. O motivo da visível irritação do edil, são boatos de que ele e o seu colega de legenda, o Vereador Robeci da Vassoura (PHS) não seriam reeleitos. A culpa deste fuxico está recaindo sobre o Vereador Isaias de Diogo (PSC).

     

    Ausências

     

    No lançamento da pré-candidatura do Deputado Zé Neto (PT) à prefeitura de Feira de Santana, foi notada a ausência de representantes do PP. Nem os ex-deputados Jairo Carneiro e Eliana Boaventura, nem o Vereador Edvaldo Lima estiveram presentes. Foi aventada a possibilidade de uma candidatura própria do PP à prefeitura nas próximas eleições, entretanto, o processo não evoluiu e a legenda ainda não tem definido o rumo a ser seguido.


    Definições


    A oposição em Feira de Santana começa a desenhar com quais nomes enfrentará o Prefeito José Ronaldo (DEM), que deverá ir à reeleição. Ângelo Almeida (PSB), Fernando Torres (PSD), Zé Neto (PT), professora Sidinea Pedreira (PSOL) e Leonardo Pedreira (PCO). Ainda no compasso de espera o ex-prefeito José Raimundo Pereira de Azevêdo (PDT), que anunciou sua pré-candidatura, mas ainda não bateu o martelo.


    Homologou


    O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, homologou o acordo de delação premiada com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. Segundo informações do jornal O Globo, ele gravou conversas com três membros do alto escalão do PMDB, o Presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o ex-presidente da República José Sarney (AP) e o Senador Romero Jucá (RR), com o objetivo de se tornar delator. Machado passou a buscar um acordo no início do ano, depois que soube que um executivo de uma empreiteira o havia delatado.


    Conversas

     

    Esta semana, o jornal Folha de S. Paulo já divulgou o conteúdo dos diálogos dos peemedebistas com Jucá e Renan. O primeiro foi exonerado do posto de Ministro do Planejamento por ter falado em “estancar essa sangria” e sobre a Operação Lava Jato. Na conversa com o presidente do Senado, Renan falou em mudar a lei da delação premiada.


    Rechaçou


    Dois adiamentos sucessivos da votação das contas de 2014 do ex-governador Jaques Wagner, não significam desarticulação da base. Esse é o argumento do líder do governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA), Zé Neto (PT), que rechaça qualquer desestabilização da base aliada. “Não tenho prazo para votar”, assegura a liderança do governo.


    Bate-cabeça


    No entanto, parlamentares consultados pele imprensa sugerem que apesar de não haver problemas no relacionamento entre a liderança e os deputados, houve um “bate-cabeça” nas duas tentativas de votação da matéria na AL-BA. “Faltou comunicação”, reclamou um parlamentar, que preferiu não ter o nome revelado. Zé Neto, entretanto, se diz tranquilo. “Não temos nenhum projeto com relevância para votar. Eu tenho até o final do ano para votar as contas”, assegurou o líder do governo. 



  • 25/05/2016


    26.05.2016 12h08m
    Recomendar

    Sobe - Feira de Santana que recepciona hoje (25) a pira olímpica.


    Desce - A PGR que não pediu ainda a prisão de Romero Jucá pela tentativa de obstrução das ações da Jusitça.


    Edvaldo e Ronny


    Durante a votação de um requerimento do Vereador Correia Zezito (PTB) para em nome da Câmara pedir a EMBASA que tapasse um buraco existente na Rua Tupinambá, fruto de uma recuperação mal sucedida de uma obra da mesma, o Vereador Edvaldo Lima (PP) argumentou que para tapar um buraco não precisa de um requerimento à EMBASA e sugeriu que o prefeito autorizasse a obra. O Vereador Reinaldo Miranda, Ronny (PHS), foi a tribuna defender o prefeito. “O Prefeito José Ronaldo cumpre integralmente seus compromissos com a cidade. Quando precisa de recuperação de obras da prefeitura, a autorização é imediata, não tem como o prefeito fazer recuperação do que é obrigação da EMBASA, que tem inúmeras ruas comprometidas pela quebradeira e obras mal feitas patrocinadas por ela própria”. O requerimento foi aprovado, inclusive com o voto do Vereador Edvaldo (PP), que foi convencido por Ronny (PHS).


    Descartou


    O PSB, do pré-candidato a prefeito em Feira de Santana, Ângelo Almeida, alimentava a expectativa de firmar uma coligação com o Rede Sustentabilidade para as eleições municipais. O fato foi noticiado pelo site Bahia na Política do jornalista Jair Onofre, porém, a direção do Rede, em nota enviada ao referido site, afastou esta possibilidade.


    Conteúdo


    A nota diz o seguinte: “A Rede Sustentabilidade, através da sua porta voz na instância de Feira de Santana, Katy Anne Freitas Pimentel, tendo em vista a matéria divulgada acerca da possibilidade de ser realizada coligação com o PSB, vem a público informar que apesar da intenção do referido partido em coligar com a Rede, esta não confirma a possibilidade, tendo em vista a inexistência de pontos de contato programáticos suficientes que embase a coligação. A relação entre os dois partidos é amigável, no entanto, tal coligação inexistirá”. No meu entendimento, a dificuldade existe no fato de que o PSB apoia o Governo de Michel Temer. Tipo, “diz-me com quem andas e direi quem és”.


    Confirmado


    Durante o evento que marcou o lançamento da pré-candidatura do Deputado Zé Neto (PT) a prefeito no último domingo, 22, o presidente do PTN, Silvio Dias, confirmou o apoio da legenda a candidatura do petista, líder do Governo na Assembleia Legislativa. Desta maneira, nas eleições municipais o PT vai marchar lado a lado com o PC do B e o PTN.


    Acordo


    Mesmo Zé Neto sendo um concorrente, o também pré-candidato a prefeito, Fernando Torres, esteve presente no lançamento da pré-candidatura petista. O Deputado Federal pelo PSD foi enfático ao afirmar que quem passar para o 2º turno vai contar com o apoio do outro. Fernando Torres tem até o momento o apoio do Pros e do PR. Nem Zé Neto, nem Fernando Torres trataram do apoio do PP de Edvaldo Lima.


    Taxa de Esgoto


    Em pronunciamento, no tempo do grande expediente da sessão ordinária de ontem (24), o Vereador Pablo Roberto (PHS) informou a promulgação do projeto de lei de sua autoria, que versa sobre a redução de 40% da taxa de esgotamento sanitário no Município de Feira de Santana e repercutiu a visita que alguns vereadores fizeram à Lagoa Subaé, no final da manhã da última segunda-feira (23). “Ontem (segunda) foi promulgado por esta Casa meu Projeto de Lei que obriga a redução de 40% no valor cobrado pela EMBASA, referente à taxa de esgotamento sanitário.


    Obstrução


    Após o governo manter a previsão de votar as contas de 2014 do ex-governador Jaques Wagner, o líder da oposição na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA), Sandro Régis (DEM), assegurou que a bancada de oposição vai obstruir a apreciação do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) ontem (24). “As contas de Wagner são esdrúxulas, têm erros de todos os tipos. Uma Casa que defende a legalidade não pode votar a favor de umas contas dessas”, argumentou o líder da oposição. Régis listou ainda as justificativas da minoria para tentar atrasar a votação das contas: “não cumpriu emendas impositivas, tem pedaladas fiscais e restos a pagar exorbitantes...”.  



  • 24/05/2016


    24.05.2016 10h45m
    Recomendar

    Sobe - O líder do DEM, Pauderney Avelino, que apesar de apoiar o Governo Temer, pede a demissão de Jucá.


    Desce - O Ministério de Michel Temer com Romero Jucá (PMDB-RR), depois que ele garantiu não se afastar do cargo.


    Reunião do PT


    O encontro do PT para oficializar a pré-candidatura do Deputado Zé Neto se perdeu na falta de foco do seu principal objetivo, que é a eleição majoritária para prefeito este ano. Os oradores destilaram mágoas pelo impeachment de Dilma Rousseff e esqueceram que os debates preferencialmente devem tratar das questões de interesse local dos eleitores. Jogaram conversa fora, pois, os assuntos nacionais já foram ou estão sendo tratados por toda a mídia nacional, perderam tempo. É de se perguntar: a oposição quer ganhar a eleição no município ou utilizá-la para defender o projeto petista no nível nacional?

     

    PT do B


    Na coluna do último sábado (21), registrei que o pré-candidato a vereador Sérgio Espírito Santo pertencia ao PRP, errei. Ele é filiado ao PT do B, partido que deve se coligar ao PSC, se aceitarem, ou a coligação DEM/PSDB, mas, lideranças do partido tentam ainda coligação com PPS, PPL ou PTC.


    Neinha


    A Vereadora Neinha (PTB) reclamou ontem (23), na Câmara de Vereadores, da situação lastimável que se encontra a estrada que liga o distrito de Bomfim de Feira à Estrada do Feijão.


    Morna


    A sessão de ontem (23) na Câmara de Vereadores não teve o brilho das anteriores. Uma pauta diminuta e a discussão de poucos temas municipais, apenas os temas nacionais e estaduais movimentaram os vereadores. Nada do que já não tinham tratado. Não empolgou.


    Saia justa


    Um dos homens fortes do Governo Michel Temer, o Ministro do Planejamento Romero Jucá, está enrolado no “xale da doida”. Gravações que vieram à tona de uma conversa entre ele e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, que é investigado no petrolão. Num dado momento, sugerindo que a resposta para a Lava Jato é política, diz Jucá: “Se é político, como é a política? Tem que resolver essa p... Tem que mudar o governo para estancar essa sangria”.


    Na bandeja


    Na conversa com Sérgio Machado, Jucá foi além e comentou que o PSDB está “na bandeja para ser comido”. Este diálogo foi revelado na edição de ontem (23) do Folha de S. Paulo. Durante a conversa, Jucá afirma que a situação é de “acabar com a classe política para ressurgir, construir uma nova casta, pura, que não tem a ver com...”. “Isso, e pegar todo mundo. E o PSDB, não sei se caiu a ficha já”, complementa Machado. Em resposta, o ministro diz que a ficha já caiu para “todos eles” e cita o Ministro das Relações Exteriores, José Serra, além dos senadores Aécio Neves e Aloysio Nunes. “Todo mundo na bandeja para ser comido”, diz o senador. “O primeiro a ser comido vai ser o Aécio”, responde Machado.


    Desgostou


    A decisão do Governo Temer de recuar e recriar o Ministério da Cultura está causando mal-estar na base aliada. Um dos desgostosos com esta posição é o Ministro da Articulação Política, Geddel Vieira Lima, que não escondeu o seu sentimento. Ele deixou sua posição firmada no Twitter, embora tenha tido o cuidado de ressalvar que uma vez decidido, apoia o Presidente da República.


    Aparição


    Desde o seu afastamento, a Presidenta Dilma Rousseff não fazia aparições em público, mas compareceu neste fim de semana em um encontro com blogueiros e ativistas digitais. Ela reiterou considerar o governo do Presidente interino Michel Temer como “provisório” e “ilegítimo”. “O caráter provisório (do governo Temer) é importantíssimo. O processo é um golpe. É provisório porque é ilegítimo, porque não é produto da eleição direta, não é produto do desejo popular”, afirmou Dilma. 



  • 21/05/2016


    24.05.2016 10h43m
    Recomendar

    Sobe - Eduardo Cunha (PMDB-RJ) que no depoimento no Conselho de Ética, mostrou que está dando as cartas no Brasil.


    Desce - O risco iminente de acidentes por conta da ocupação irregular das calçadas em Feira de Santana.


    PT


    Amanhã (22), no espaço Ville Gourmet, o PT de Feira de Santana apresentará para militantes e imprensa, o pré-candidato a prefeito do partido, cujo a escolha das lideranças recaiu sobre o Deputado Estadual Zé Neto. Líderes tratarão do que pensa o partido para a administração da “Princesa do Sertão”.


    Michel Temer


    O presidente começou o mandato, no discurso de posse, fazendo compromisso e cumprindo-o. No discurso, sem pé nem cabeça, praticamente de improviso, o presidente olhou para os lados, levantando os olhos para os céus e disse: “Ah! sim! lembro agora, que passando esses dias, em uma estrada de São Paulo, li em uma placa no posto que dizia ‘não fale em crise, trabalhe’” e como se tivesse tido um grande ideia, botou o dedo na cabeça e disse: “Acho que vou mandar fazer umas dez ou 20 milhões de placas com esses dizeres e espalhar por esse Brasil a fora. É uma boa ideia”.


    Michel Temer I


    Quem ficou com as orelhas em pé foram os marqueteiros, porque Cunha, depois de derrubar através de impeachment, que é legal, a Presidente Dilma, agora poderia tomar o lugar deles também. Temer cumpriu, aqui em Feira por exemplo, existe uma grande quantidade de placa com esses dizeres e com a marca do governo estilizando a bandeira nacional, só que com apenas 22 estrelas, quando o correto são 27. A nova marca, Temer recebeu de presente de um marqueteiro amigo seu, gra-tui-ta-men-te.


    PSC


    O Partido Social Cristão formou chapa para candidato a vereador que pode ensejar na eleição de dois dos seus membros. Pastor Pedro, Cadmiel Pereira, Vereador Isaias de Diogo e Bahia do ônibus são os candidatos mais fortes para disputarem as duas vagas.


    PSC I


    Se o partido for tentado a coligar-se com o PRP terá mais um candidato forte, que é Sérgio do Espírito Santo, irmão do Secretário de Habitação. Nesse caso, continuará fazendo dois, mas terá cinco e não quatro disputando as duas vagas.


    Minha Casa


    O ex-deputado Colbert Filho (PMDB) me ligou para justificar que o cancelamento do contrato para 948 casas em Feira de Santana, do programa Minha Casa, Minha Vida, se refere a parte do programa que é gerenciado por entidades, portanto, com uma fiscalização mais branda do que aquelas com participação da Caixa, Prefeituras e Governo do Estado. Explica ainda que esses contratos foram assinados há pouco tempo e, por isso, se enquadram no plano de contingenciamento do novo governo.


    Segunda-feira


    O Conselho de Administração da Petrobras apreciará, na próxima segunda-feira (23), a indicação do engenheiro Pedro Pullen Parente para a presidência da estatal. A pauta estará em debate em uma reunião extraordinária do conselho. A indicação de Parente para a presidência da estatal foi feita na quinta-feira (19) pelo presidente da República interino, Michel Temer. Em entrevista ontem, 20, Parente elogiou a gestão do atual presidente da estatal, Aldemir Bendine, nomeado em fevereiro do ano passado após a renúncia de Graça Foster.


    Nos autos


    Após visitar o Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo, o Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), respondeu com ironia à crítica feita pela Presidenta afastada Dilma Rousseff, sobre o inquérito que investiga o Senador Aécio Neves (PSDB-MG), autorizada por Mendes. “Posso fazer uma ironia sobre a Presidente Dilma? Só vou falar sobre a Presidente Dilma nos autos”, disse ontem (20) o ministro.


    No autos I


    Dilma é alvo de um pedido de investigação do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, no STF. Mendes é o relator da prestação de contas da campanha de Dilma de 2014 no TSE. Em 2015, o ministro determinou a investigação de possível prática de atos ilícitos na campanha presidencial. 



  • 20/05/2016


    20.05.2016 10h42m
    Recomendar

    Sobe - Feira de Santana por reduzir casos de exploração sexual infantil.


    Desce - Governo Michel Temer por barrar construção de novas unidades do Minha Casa, Minha Vida, em Feira de Santana.


    Quebra de decoro


    Eduardo Cunha (PMDB-RJ) negou ter contas no exterior e diz que não tem interesse algum na prorrogação do seu processo. Cunha (PMDB-RJ) enfrenta processo por quebra de decoro parlamentar e pode ter o seu mandato cassado se for condenado no Conselho, apesar disso, mantém alguns benefícios, como salário de R$ 33,7 mil.


    Lava Jato


    O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, afirmou em denúncia apresentada ao STF, que o ex-presidente Lula tentou interferir na operação Lava Jato, com o intuito de barrar as investigações e a delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Segundo Janot, Lula teve papel central na tentativa, o Instituto Lula nega que o ex-presidente tenha tentado interferir no caso.


    Apelo


    O Presidente em exercício, Michel Temer, fez um apelo na manhã de quarta, 18, aos líderes partidários do Senado para aprovar a revisão da meta fiscal de 2016, no Congresso. No encontro no Palácio do Jaburu, Temer chegou a argumentar que poderá ser punido como a Presidenta afastada Dilma Rousseff, caso a proposta não seja apreciada.


    Caiu


    A arrecadação de impostos e contribuições pelo Governo Federal somou R$ 110,89 bilhões em abril, uma queda real de 7,1% frente ao mesmo mês de 2015. Foi o pior mês de abril desde 2010, segundo números da Secretaria da Receita Federal divulgados nesta quinta, 19.


    Déficit


    Segundo pesquisa feita pelo Ministério da Fazenda com instituições financeiras, as contas do governo devem registrar déficit primário de R$ 104 bilhões neste ano, segundo estimativa. Segundo o governo, houve deterioração da expectativa dos bancos para o rombo nas contas do governo, em 2016, visto que, no mês passado, a previsão das instituições financeiras era de um déficit primário de R$ 100,4 bilhões para este ano.


    SUS


    O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, negou ontem (19) que o governo do Presidente interino Michel Temer, esteja elaborando um plano de redução de gastos que possa afetar o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ele disse que a meta é investir na melhoria da saúde pública e explicou que a preocupação é com os gastos previdenciários.


    Cunha


    Após quase oito horas, a reunião do conselho que investiga o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, o relator Marcus Rogério (DEM-RO) foi questionado pelo advogado de Cunha, Marcelo Nobre, por ter dado, à defesa, um prazo de cinco dias úteis para a apresentação de suas alegações finais. A previsão para que o relatório seja apresentado é dez dias.


    Cunha I


    Segundo o advogado, o prazo seria curto inclusive pela possibilidade de o relatório conter acusações relativas a acusações que não tivessem relação com a natureza da representação contra Cunha. No início de sua exposição, Cunha havia dito que só se manifestaria em relação ao truste Nethertin, e que não responderia questões sobre outros trustes dos quais tem participação, como Orion e Triumph, nem sobre as investigações da Operação Lava Jato. 



  • 19/05/2016


    19.05.2016 18h13m
    Recomendar

    Sobe - Câmara Municipal por criar nova lei que regulamenta atendimento em agências bancárias.


    Desce - Agências bancárias que burlam a legislação, causando prejuízos para funcionários e clientes. 


    Pitangueiras


    Durante a sessão da última segunda-feira (16), na qual vereadores da oposição e situação reclamaram da saúde no município, eles tiveram o cuidado de não responsabilizar o diretor José Carlos Pitangueiras e a Secretária de Saúde do Município, Denise Mascarenhas. Detiveram-se sobre os problemas estruturais dos três governos (Federal, Estadual e Municipal).


    Marialvo


    O ex-vereador Marialvo Barreto faz um périplo na imprensa de Feira, aconselhando aos vereadores petistas a não aprovarem coligação na proporcional com o PP, limando o vereador deste partido (Edvaldo Lima). O interessante, é que Marialvo usa como legitimidade para o pleito, a sua ainda filiação ao PT, mas é sabido na cidade que ele vai apoiar mesmo é o pré-candidato do PSB, Ângelo Almeida. Isso é “crocodilagem”, ex-vereador.


    Requerimento


    Vereadores aprovaram ontem (18) um requerimento coletivo, onde pedem ao Secretário de Meio Ambiente, Maurício Carvalho, todo o processo de liberação de obras nas lagoas Prato Raso, Geladinho e Subaé. Pedem cópias destes documentos para ficarem registrados nos anais da Câmara. A sabatina com o secretário foi marcada para o dia 30 deste mês, por volta das 10 horas.


    EMBASA


    O Vereador David Neto (DEM) usou a tribuna para criticar os trabalhos realizados pela EMBASA nas ruas de Feira de Santana. “Eles estão deixando as ruas piores do que estavam, os moradores pagam o seu IPTU, suas contas em dias e não merecem que as ruas fiquem daquela maneira. A EMBASA tem que ter consciência dos transtornos causados”, concluiu.


    Ambulantes


    David Neto (DEM) também falou sobre a situação dos vendedores ambulantes do Centro de Feira. “A Senhor dos Passos está impossível de se transitar pelas calçadas. Não podemos deixar o Centro da cidade virar uma favela, Feira precisa urgente de um lugar para colocar aqueles vendedores, temos que resolver aquele problema”.


    Sementes


    O Vereador José Carneiro (PSDB) parabenizou o Governo Municipal, especialmente a Secretaria de Agricultura, pela distribuição de 75 mil quilos de sementes para os agricultores do distrito de Jaguara. “Parabenizo o governo por ouvir as reivindicações dos pequenos agricultores do distrito de Jaguara”, concluiu ele.


    Caos


    José Carneiro (PSDB) afirmou que a saúde no país está um caos e que na Bahia não é diferente. Ele disse que não tem dúvidas de que o Hospital da Mulher é referência na macro região de Feira de Santana. “Temos que atribuir a culpa destes problemas com a saúde ao Governo do Estado, que até agora não construiu uma maternidade no interior”, afirmou.


    Maternidades


    Beldes Ramos (PT) disse que a construção de maternidades não é uma competência do Estado, mas sim do município. “O senhor atribuiu equivocadamente a culpa dos problemas ao Governo do Estado”, completou ele. 



  • 18/05/2016


    19.05.2016 18h10m
    Recomendar

    Sobe - Governo Municipal pela distribuição de sementes de milho e feijão na zona rural.


    Desce - Sindicalistas alheios aos interesses de comerciantes da João Durval, que sem serem chamados, quiseram representá-los em manifestação na avenida.


    O pregador


    O Vereador David Neto (DEM) criticou a postura de alguns vereadores evangélicos na Casa. “Alguns evangélicos desta Casa nem parecem que são irmãos, vivem brigando, se desgastando, deveriam mais que ninguém pregar o amor. Uma pessoa que conhece a palavra de Deus tem que pregar ela em todos os lugares. Aqui dentro têm crentes envergonhando o evangelho”, concluiu ele. Davi, o pregador, disse depois do discurso que a tentativa de enquadrar os colegas evangélicos era para buscar a paz na casa.


    Agradeceu


    O Secretário de Cultura Esporte e Lazer, Rafael Cordeiro, agradeceu a direção do Camarote Folha do Estado por abrilhantar mais uma vez a Micareta de Feira de Santana. Pontuou que só a união de todos é possível fazer uma Micareta do porte da “Princesa do Sertão”. 

    Bancos


    Foi votada e aprovada em primeira votação na sessão de ontem, 17, a lei que determina o tempo máximo de 25 minutos para atendimentos de outros serviços em agências bancárias. Outra determinação parecida já existe que é o tempo máximo de 15 minutos para atendimentos nos caixas. Segundo o Vereador Ronny, PHS, autor da proposta, esta lei irá revogar as outras já existentes e com a aprovação, o Procon poderá novamente fiscalizar as agências, dando maior comodidade aos usuários. Hoje, 18, projeto será votado em segunda e última votação.


    Bombeiro Civil


    O Vereador Isaias de Diogo (PPS) apresentou Projeto de Lei, para instituir o dia municipal do bombeiro civil. O dia 1º de julho foi o escolhido, pois, a data escolhida anteriormente no projeto foi o dia 2 de Julho, mas, a discordância do líder do Governo, José Carneiro Rocha (PSDB), ensejou uma emenda ao projeto mudando a data.


    Plano de Cultura


    Justiniano França (DEM) diz que na audiência pública que será realizada sobre o plano de cultura, não será discutido o tema “ideologia de gênero”, proposto pelo Vereador Edvaldo Lima (PP). “Será discutido apenas o plano de cultura, tenho minhas convicções, principalmente sobre o casamento, que deve ser entre homem e mulher, mas neste caso, não devemos discutir nem interferir”, concluiu.


    Reclamação


    A Vereadora Neinha (PTB) afirmou que conhece o Dr. Pitangueira desde o governo Paulo Souto e que não vai criticá-lo, mas, que faz questão de falar da estrutura do Hospital Clériston Andrade. “Falo da estrutura física. Beldes disse que o governo trouxe 12 novos leitos para o Clériston, mas não fizeram diferença, nem 50 fariam. O povo clama por um hospital de grande porte, por mais UPAs, o Clériston já deu, deve ser demolido e construído um novo”, disse ela.


    Bolsa Família


    O Programa Bolsa Família foi discutido pelo Vereador Eli Ribeiro (PRB) na tribuna, ele reforçou a notícia de que cerca de 70% das famílias de Feira de Santana, que são beneficiárias, poderão perder o direito. “A grande ausência das famílias nas unidades de saúde para acompanhamento das crianças, pode tirar muitas famílias do programa. É necessário seguir o calendário, as exigências do Bolsa Família, é essencial acompanhar a saúde das crianças, para não perder o benefício”, alertou ele.



  • 17/05/2016


    17.05.2016 12h13m
    Recomendar

    Sobe - A Criação do Polimoda, polo de confecções, novo gerador de emprego e renda em Feira.


    Desce - A situação vexatória da saúde em Feira, reclamada por vereadores.


    Ninguém me cala


    O Vereador Edvaldo Lima (PP) disse que não vão conseguir calar a sua voz, referindo-se a denúncia prestada pelo grupo LGBT de Feira de Santana junto à OAB contra ele. “Não vou me calar diante dessas aberrações, querem respeito para eles, mas para os outros não. Querem usar um espaço que não cabe a eles, quem deve usar o Centro de Referência à Mulher são as mulheres e ponto final. Sou chamado de homofóbico, mas não me preocupo com isso, defendo apenas os direitos da família”, concluiu.


    PL


    A Vereadora Cíntia Machado (PMB) apresentou Projeto de Lei que obriga a contratação de bombeiros civis em locais com grande aglomeração de público, como casas de shows, shoppings, hipermercados, lojas de departamento e campus universitários. Cíntia enfatiza que diversas outras cidades e capitais já praticam a medida e que se aprovada, será um grande avanço para Feira.


    Indignação


    Marcos Lima (PRP) disse estar indignado com a situação dos moradores do bairro Feira IX. “Moradores há dezenas de anos, estão sendo expulsos das casas feito cachorros, esta situação não deveria estar acontecendo, a Caixa não pensa nas famílias, enviaram boletos para serem pagos em parcela única, sabendo que são famílias pobres e não têm condições”, afirmou.

     

    Plenária


    Ainda sobre a decisão do PHS de concorrer com candidato próprio nas eleições para prefeito em Feira de Santana, o Vereador Ronny Miranda (PHS) afirmou que será realizada uma plenária na cidade, onde estarão presentes o presidente estadual e o nacional do partido, e contará também com a presença da população, onde serão discutidas propostas do PHS.

     

    Colbert


    Entrevistado no programa De Olho na Cidade, o ex-deputado Colbert Filho informou ao âncora Jorge Bianchi que até o momento não tinha nada certo para que ocupasse cargo no Governo Federal, mas, que está à disposição para ocupar, se convidado, cargo para contribuir com Feira de Santana e região.

     

    Retomada


    O afastamento da Presidenta Dilma Rousseff do cargo, na última semana, não significa o fim do processo de impeachment, nem o encerramento dos trabalhos no Senado em relação ao assunto. A Comissão Especial do Impeachment voltará a se reunir nesta semana, já na condição de Comissão Processante, para começar a definir os próximos passos da ação contra a presidenta afastada.

     

    Retomada I


    Ontem (17), o presidente da comissão, Senador Raimundo Lira (PMDB-PB), e o relator do processo, Senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), se reunirão com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, e assessores jurídicos, para tomar conhecimento dos detalhes legais do procedimento a partir de agora.

     

    Lewandowski


    Lewandowski assumiu, na última semana, a condição de presidente do processo contra Dilma, mas quem presidirá os trabalhos da comissão é Lira. Isso significa que o presidente do STF passará a ser a última instância recursal, para resolver dúvidas e questionamentos. Assim, em questões de ordem apresentadas pela base de apoio à Dilma, por exemplo, caso a resposta de Lira seja negativa, os senadores poderão recorrer a Lewandowski. 



  • 14/06/2016


    17.05.2016 12h08m
    Recomendar

    Sobe - Feira de Santana por receber polo de confecções com 55 empresas.


    Desce - STF que proibiu Lula de ser empossado ministro e não impediu 5 investigados na mesma operação de compor ministério de Temer.


    Ainda não acabou


    Alguns ministros exonerados após o afastamento de Dilma Rousseff poderão ser investigados e processados pelo juiz Sérgio Moro na Justiça Federal de Curitiba. No total, são cinco, todos investigados pela operação Lava Jato, são eles: Aloízio Mercadante (Educação), Edinho Silva (Comunicação Social), Jaques Wagner (Gabinete Presidencial), José Eduardo Cardozo (Advocacia Geral da União) e Ricardo Berzoini (Governo).


    O mais poderoso


    O PMDB torna-se o partido mais poderoso do país, Além do Presidente da República (Michel Temer), a legenda tem as maiores bancadas da Câmara e do Senado e é o maior partido em número de prefeituras e governos estaduais em todo Brasil.


    Aconteceu na manhã de ontem, 13, a primeira reunião ministerial do presidente interino Michel Temer, onde foram discutidas as primeiras medidas do governo, que serão divulgadas já na próxima semana. Segundo informações da Agência Brasil, os projetos que preveem reajuste para o funcionalismo público e os negociados com o governo anterior serão mantido.


    Assim não


    O Ministro do Supremo, Gilmar Mendes, aceitou a argumentação da defesa de Aécio Neves e suspendeu a fase de colheita de provas sobre o envolvimento dele no esquema de propina ligado a Furnas. Segundo Gilmar, os advogados de Aécio conseguiram demonstrar que não há elementos novos que justifiquem a instauração de um inquérito.


    Sem legitimidade


    Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que Michel Temer não tem legitimidade para governar o Brasil e defende a ideia de convocar novas eleições. Ainda segundo ele, o descumprimento de regras orçamentárias não é um motivo suficiente para afastar Dilma Rousseff.


    Próximos passos


    Lula ainda não definiu uma estratégia, mas tem dito que suas primeiras tarefas serão reforçar a direção do PT com ex-integrantes do governo, organizar as disputas por prefeituras nas eleições de outubro e manter a unidade dos movimentos sociais e sindicais reunidos em torno das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. Lula tem dito que o PT precisa buscar outras bandeiras além do discurso do “golpe” e da falta de legitimidade popular do Governo Temer.


    Sem recesso


    O processo de impeachment da Presidenta afastada Dilma Rousseff deverá seguir até o fim, sem interrupções. Segundo Renan Calheiros (PMDB), presidente do senado, este ano não haverá recesso parlamentar, tanto na câmara dos deputados, quanto no Senado, no mês de julho, para que assim, o processo possa ser acelerado, até o julgamento.


    Volta da CPMF


    O novo Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, não descartou a utilização de impostos, como a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), para equilibrar as contas públicas ante o déficit elevado do setor. O ministro admitiu, porém, que o nível de tributação do país é elevado e que é preciso diminuir o peso dos impostos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) para estimular o crescimento da economia. Meirelles deixou claro que haverá aumento de impostos caso seja necessário e que esta alta será temporária.


    Déficit no Orçamento


    O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse ontem (13) que o déficit primário no orçamento é maior que os R$ 96,7 bilhões reconhecidos pelo governo da presidenta afastada Dilma Rousseff. O novo ministro, então Deputado Federal, relatou o Orçamento de 2016, na Câmara dos Deputados. Segundo ele, o Orçamento tem receitas superestimadas, como aquelas previstas com CPMF e que não se realizarão. A renegociação da dívida dos estados também deve impactar o Orçamento deste ano. 



  • 13/05/2016


    13.05.2016 11h45m
    Recomendar

    Sobe - Processo de tombamento do Casarão dos Olhos D´Água por garantir sua preservação.


    Desce - O presidente interino Michel Temer por nomear investigados na Lava Jato e no STF para compor seu ministério.


    Ponga


    O PMDB disputou eleição para presidente com um dos maiores líderes da sua história, o presidente da constituinte Ulisses Guimarães, que teve votação ínfima de 2%. Mas, o partido teve sucesso em três oportunidades, pongando na eleição de titulares. Sarney, com a morte de Tancredo; Itamar, com o impeachment de Collor e, agora, Michel no lugar de Dilma. Eu mesmo não voto mais em candidatos que tiverem um peemedebista como vice.


    Eliana e Edvaldo


    O PP ocupou o espaço no horário eleitoral nos últimos três dias, em Feira de Santana, com o vice-governador João Leão e a ex-deputada Eliana Boaventura. Ingratidão do partido. Leão não esturra em Feira. Já a ex-deputada Eliana Boaventura, que já fez política em Feira, trabalha e mora em Salvador, deixou de ter influência na política local. Por que não deram espaço ao político do partido de maior importância no município, que é o aguerrido Vereador Edvaldo Lima? É bom lembrar que Edvaldo Lima é o único vereador e único candidato da agremiação em Feira de Santana.


    Força da palavra


    Deu gosto de ver e ouvir três discursos durante a votação da admissibilidade do impeachment de Dilma. Senadores Cristovam Buarque, de Brasília; Regina Sousa, do Piauí e o ex-presidente Collor de Melo, Maceió. Discursos de linha reta e com conteúdo. Collor foi o único Senador que fez silenciar todo o plenário.


    Ronaldo


    O Prefeito José Ronaldo utilizou o horário eleitoral do Democratas nestes três últimos dias na TV local. Ele ensinou o jeito de governar do seu partido, citando obras na área da saúde, educação e infraestrutura sem participação de nenhuma outra liderança estadual. Mostrou força.


    Fora do país


    O afastamento da Presidente Dilma Rousseff (PT) após decisão do Senado, ontem (12), despertou no PT uma nova estratégia. O partido quer que Dilma fique fora do país. De acordo com a Coluna do Estadão, o motivo é vender o discurso do golpe em outros países. A presidente foi notificada do afastamento na manhã de ontem (12) e o vice, Michel Temer (PMDB), já responde pelo país interinamente.


    Cunha


    O presidente afastado da Câmara Dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), comemorou pelo Twitter o afastamento da Presidente Dilma Rousseff (PT). “Apenas uma frase: antes tarde do que nunca”, afirmou. Cunha repete a frase dita por Dilma, na oportunidade do seu afastamento. O deputado foi o “maestro” do impeachment na Câmara.

     

    ACM Neto


    O Prefeito ACM Neto (DEM) aproveitou a entrevista coletiva ontem (12) para reforçar que os programas sociais promovidos pelo PT serão mantidos no Governo Michel Temer (PMDB). Em tom pouco acima do que o adotado em toda a entrevista, Neto disse que o Democratas no Ministério da Educação e Cultura (MEC), por exemplo, vai ter a oportunidade de quebrar mitos importantes no país.


    Bons olhos


    O Prefeito ACM Neto (DEM) comemorou a confirmação de Geddel Vieira Lima, presidente do PMDB na Bahia, na Secretaria de Governo do presidente interino Michel Temer (PMDB). Em entrevista coletiva na manhã de ontem (12), o democrata avaliou como positivo um baiano no centro do poder.


    Hipocrisia


    O ex-ministro-chefe do Gabinete da Presidência da República, Jaques Wagner, falou brevemente com a imprensa após a Presidente Dilma Rousseff afastada receber a notificação do encaminhamento do processo de impeachment. “Sai a legalidade e entra a hipocrisia. Ela vai para o Alvorada, ela vai resistir, ela tem direito. É bom lembrar que ela é presidente ainda”, disse Wagner à Globo News.


    Sem legitimidade


    O líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence (BA), afirmou ontem (12), após a aprovação da abertura do processo de impeachment, que o governo interino do vice-presidente Michel Temer “não tem legitimidade” e que o peemedebista deve ampliar a desaprovação após começar a implantar as medidas já sinalizadas nas últimas semanas. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia