PMFS Mapa
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 31/01/2020


    31.01.2020 13h27m
    Recomendar

    Sobe - Temática contemporânea da Jornada Pedagógica 2020 por está em sintonia com as necessidades atuais dos sujeitos escolares.


    Desce - Concurso de Coração de Maria por apresentar suspeita de fraude.


    Abertura da Câmara


    A sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana será reaberta na próxima segunda-feira (3), em seu horário regimental. A abertura deste ano legislativo vai contar como de práxis com a presença de todos os vereadores e do prefeito Colbert Martins Filho, que deverá emitir uma mensagem de otimismo e esperança para o ano de 2020.


    Novo apenas em Feira


    Legenda que participa das eleições municipais pela primeira vez na Bahia, estado que conta com 417 municípios, o Partido Novo, segundo informa o site Bahia na Política, deverá ter apenas um candidato a prefeito, em Feira de Santana. Trata-se do empresário Carlos Medeiros. No Brasil são apenas 35 nomes na disputa em outubro de 2020.


    Carneiro e Colbert


    O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, hoje no quarto mandato de vereador, questionado sobre quem apoia como candidato a prefeito, não titubeou. Disse que vai com Colbert Martins à reeleição. “Um governo que trabalha, tem inaugurações constantes e é um governo de continuidade. Por isso estou com Colbert Martins”, declarou José Carneiro. O mesmo admitiu deixar o PSDB, se ao final de março só ele e Eremita Araújo forem candidatos a vereador. As informações é site Bahia na Política.


    Demissão à vista


    O ministro Onyx Lorenzoni (DEM), da Casa Civil, pode estar cada vez mais próximo de deixar o cargo. Aliados avaliam que iniciativas do presidente Jair Bolsonaro que esvaziam funções do ministério são um indicativo da saída do ministro.


    Demissão à vista I


    Ontem, 30, Bolsonaro anunciou novamente a demissão do número dois da pasta, Vicente Santini, e a transferência do Programa de Parceria de Investimentos (PPI) da Casa Civil para a Economia. A medida enfraquece Onyx, que está de férias.


    Demissão à vista II


    De acordo com a Folha de S.Paulo, Bolsonaro estuda fazer mudanças em sua equipe ministerial desde o ano passado, mas aguardava um momento oportuno. Aliados dizem que o caso Santini é a justificativa perfeita para a reforma.


    Reforma tributária


    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia disse nesta quarta-feira, 29, que a reforma tributária deve ser aprovada no plenário da casa até abril deste ano. “É uma matéria que não é simples, estou bem otimista mesmo. Eu acho que está na hora de a gente avançar na tributária”, afirmou Maia durante evento do banco Credit Suisse, em São Paulo.


    Rombo


    A Secretaria do Tesouro Nacional informou ontem, 30, que o déficit previdenciário total atingiu R$ 318,441 bilhões em 2019, com alta de 10% frente ao patamar do ano anterior. O valor refere-se à soma dos rombos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), sistema público que atende aos trabalhadores do setor privado, dos Regimes Próprios dos Servidores Públicos (RPPS) da União, além do sistema dos militares e do Fundo Constitucional do DF (FCDF). Na avaliação do governo, o déficit da Previdência Social é o principal componente dos sucessivos rombos bilionários das contas públicas. No ano passado, o déficit primário foi de R$ 95 bilhões. Foi o sexto ano seguido de déficit primário.



  • 30/01/2020


    31.01.2020 13h15m
    Recomendar

    Sobe - Secretaria de Saúde por adotar medidas preventiva para bloquear entrada do coronavírus em Feira de Santana.


    Desce - Lula e Boulos por serem denunciados pelo MPF por invasão ao triplex do Guarujá.


    Impressão


    O governador Rui Costa disse ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante reunião ontem (28), que ficou impressionado com os resultados de pesquisas qualitativas para avaliar a popularidade da major da PM Denice Santiago entre os eleitores de Salvador.


    Impressão I


    Ao menos 30% dos entrevistados nesses estudos teriam dito que votariam na major da PM por acreditarem, equivocadamente, que ela era a criadora da Lei Maria da Penha. De acordo com Veja, o governador e senador Jaques Wagner informaram o ex-presidente que Denice é a candidata preferida para desbancar o DEM na eleição para prefeitura de Salvador.


    Impressão II


    Interlocutores dizem que Lula mais ouviu do que falou no encontro, mas reagiu positivamente ao nome da major. Está prevista uma reunião nesta semana entre Denice Santiago e o presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, para tentar convencê-la a se filiar ao partido.


    Abono para deputados


    O pagamento de dois abonos aos deputados estaduais que estão trabalhando durante a convocação extraordinária na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) contraria uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de 2016. Cada parlamentar irá receber os pagamentos de R$ 25,3 mil cada, no fim da convocação, o que deve resultar em custo extra de R$ 3,17 milhões aos cofres públicos.


    Abono para deputados I


    De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, o Supremo analisou um pagamento semelhante quando a Assembleia Legislativa do Pará aprovou uma emenda que permitia indenização aos deputados pelas convocações extraordinárias. O conselho federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou com a ação e argumentou que os pagamentos desrespeitaram a Constituição Federal.


    Em xeque


    O delator Otávio Marques de Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, omitiu irregularidades envolvendo um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em seus relatos a autoridades da Lava Jato, segundo o Ministério Público Federal, o que tornou incerto o futuro de seu acordo de colaboração. Delator há quatro anos, Azevedo foi alvo, em dezembro passado, de três mandados de busca e apreensão cumpridos na fase da Lava Jato batizada de Mapa da Mina.


    Rui e Iemanjá


    O governador Rui Costa ainda não decidiu se irá participar das festividades em homenagem a Iemanjá, próximo domingo (2), em Salvador. Se resolver ir, Rui deve participar do começo da festa sagrada, como geralmente faz.


    Rui e Iemanjá I


    Além de enfrentar um momento político tenso após propor uma reforma da Previdência para os servidores estaduais e a venda do Colégio Odorico Tavares, Rui também precisa de liberação médica para ir a festa. O petista retirou um nódulo mamário e ginecomastia em São Paulo no início do ano.


    Não devolveu


    O deputado estadual Hilton Coelho (PSOL) ainda não devolveu o dinheiro da convocação extraordinária feita pelo governador Rui Costa (PT) para votar a reforma da Previdência, apesar da promessa. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias por fontes da própria Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).


    Venda de escola


    O governador Rui Costa (PT) transformou em lei o projeto que permite o estado alienar o colégio Odorico Tavares, localizado no Corredor da Vitória, em Salvador. O ato foi publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (29) e abre portas para a gestão estadual vender o terreno na área nobre da capital baiana. A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou na segunda (27) o texto que autoriza a venda do terreno onde está situado o Colégio Estadual Odorico Tavares. Votaram contra os deputados de oposição ligados a ACM Neto (DEM) e o deputado Hilton Coelho (PSOL). No governo, na base do governador e autor da proposta Rui Costa, apenas Olívia Santana votou contra o projeto.



  • 29/01/2020


    29.01.2020 13h52m
    Recomendar

    Sobe - A ação rápida do governo municipal para oferecer ajuda às famílias prejudicadas pelas chuvas em Feira de Santana.


    Desce - Conduta racista de um segurança do Metrô de Salvador que foi rapidamente denunciada.


    Cacique do MDB


    O ex-deputado federal Lúcio Vieira Lima, cacique do MDB baiano, vive dizendo que já deixou a vida pública e que “não apita mais nada no partido”, contudo representou o presidente estadual da legenda, Alexsandro Futuca, em uma viagem à Brasília nesta terça-feira (28). Em seu perfil no Instagram, o ex-parlamentar disse que Futuca teria uma reunião com o secretário de Ordem Pública de Salvador, Felipe Lucas, por isso pediu que ele o representasse na capital federal.


    Rui e Isidoro


    Depois de muita reclamação, o governador Rui Costa (PT) passou a se movimentar para coordenar o processo eleitoral de partidos de sua base política, em Salvador. Após conversar com o senador Angelo Coronel (PSD) um dia após ele lançar a pré-candidatura à prefeitura da capital baiana, na semana passada, Rui chamou Sargento Isidório (Avante) para uma reunião. A reunião com Isidório já era esperada, mas havia a expectativa de ser a primeira, uma vez que o deputado federal é líder de pesquisa de intenção de voto.


    Moro e Bretas


    O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, se encontrou na manhã de ontem, 28, com o juiz Marcelo Bretas, que julga os processos da Lava Jato no Rio de Janeiro. Segundo o portal G1, ele estava acompanhado do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo.


    Moro e Bretas I


    À tarde, após o encontro, os dois fizeram posts em redes sociais. Moro publicou uma foto e disse que fez uma “visita institucional” para “apoio dos trabalhos” na Lava Jato. Bretas fez um agradecimento “em nome da 7ª Vara Federal Criminal no RJ” ao “inestimável apoio” do ministro.


    Advertência


    A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu ontem, 28, por unanimidade, aplicar uma advertência ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, por ter faltado com o decoro do cargo. A decisão é referente ao episódio em que o ministro comparou os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff à cocaína encontrada em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que integrava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro durante viagem a Osaka, no Japão, no ano passado.


    Extinção


    Um projeto de lei em análise na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) obriga os diretores de penitenciárias federais, estaduais e do Distrito Federal a publicar na internet suas prestações de contas - incluindo licitações, contratos e despesas com cartões de pagamento. A proposta (PL 3.238/2019) é do senador Marcos do Val (Podemos-ES).


    Negou


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negou ontem, 28, que tenha feito o convite para o governador do Maranhão, Flávio Dino disputar a presidência em 2022 pelo Partido dos Trabalhadores. Pelo Twitter, Lula disse que jamais convidaria um membro do PCdoB. “Pelo profundo respeito que eu tenho pelo PCdoB, pelo PT, pelo Flavio Adino e pelo Fernando Haddad, jamais convidaria um membro do PCdoB para se filiar ao PT”, escreveu.



  • 28/01/2020


    28.01.2020 11h24m
    Recomendar

    Sobe - Pelotão Asa Branca por doar leite para cinco instituições com trabalho social.


    Desce - Instabilidade na entrega das chaves dos boxes àqueles que vão trabalhar no Shopping Popular de Feira.


    Sem imprensa


    Enquanto o governo municipal fazia uma reunião com o secretariado para comunicar decreto de emergência em decorrência das chuvas durante a semana, a coordenadora da Defesa Civil, Anna Karoline Rebouças, distribuia entrevistas durante o dia sobre medidas do governo sem citar o estado de emergência. A imprensa esperava coletiva do prefeito à tarde acompanhado dos secretários para ouvir retrospectiva e planejamento. Uma coletiva foi anunciada pelo prefeito, pela manhã, em programa de rádio e nem tratou em reunião de secretariado.


    Reforma de Rui


    O deputado estadual Vitor Bonfim (PL) será o relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do governador Rui Costa (PT) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). O projeto, que altera o regime de aposentadoria para servidores estaduais que não estão no regime geral, pode ser votado ainda hoje (28) com dispensa de formalidades entre governo e oposição. Caso não seja possível acordo e votação nesta terça, a apreciaçao da PEC fica para a próxima quinta-feira (30).


    Desgastes no ENEM


    O núcleo do governo já demonstra preocupação com o desgaste político provocado pelos problemas no Enem. O atraso na divulgação do calendário do Sisu, que teve o resultado suspenso por decisão liminar do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, acendeu o sinal amarelo em alguns setores do governo.


    Desgaste no ENEM I


    A percepção é que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, colocado na pasta para resolver problemas de gerenciamento, focou muito mais no embate ideológico do que na gestão administrativa do ministério. O problema com o Enem, por causa dos 5.974 candidatos que receberam notas erradas, é apenas a parte mais visível da gestão Weintraub.


    Regina Duarte


    Após o presidente anunciar a nomeação de Regina Duarte à Secretaria Especial da Cultura para esta quarta (29) ou quinta-feira (30), a forma como a atriz conduzirá a pasta - caso realmente assuma o cargo - ainda é incerta. De acordo com informações da coluna assinada por Guilherme Amado, na revista Época, Regina não quer morar em Brasília. Segundo a publicação, ela pretende estar na capital federal apenas quando sua presença for fundamental, enquanto no restante da semana viaja pelo país e divide-se entre São Paulo e Rio de Janeiro.


    Quis faturar


    A avaliação de assessores do Palácio do Planalto é que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), tentou faturar politicamente ou dividir com o governo federal a responsabilidade pela ajuda a famílias atingidas por enchentes no estado ao divulgar uma conversa com o presidente em exercício, Hamilton Mourão.


    Quis faturar I


    O episódio acabou irritando Mourão, que nesta segunda-feira (27) disse que Witzel esqueceu a ética e a moral o tornar pública a conversa sem avisá-lo nem pedir autorização antes. Apesar de a conversa não trazer nada de polêmico, a equipe de Mourão disse que a atitude do governador do Rio é inaceitável e mostra segundas intenções.


    Rejeitou


    A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), desembargadora Therezinha Cazerta, rejeitou na noite do domingo passado (26) pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) para derrubar a decisão que suspende a divulgação do resultado o Sistema de Seleção Unificada (SiSU).


    Recurso


    O governo ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF). A AGU disse que recorrerá da decisão da desembargadora, mas ainda avalia se o recurso será apresentado ao STJ ou ao STF.



  • 25/01/2020


    27.01.2020 14h12m
    Recomendar

    Sobe - O TJ-BA pela criação em Feira do Centro Judicial de Solução Consensual de Conflitos Fazendários.


    Desce - Pessoas que insistem transformar rede de esgotamento sanitário em pontos de lixo trazendo sérios transtornos para a cidade.


    Debate


    A Assembleia Legislativa da Bahia realizou mais uma sessão dentro do período de convocação extraordinária feita pelo governador Rui Costa. Durante os trabalhos, abertos pelo presidente Nelson Leal (PP), os parlamentares trataram de temas como segurança pública, educação, meio ambiente e de temas relacionados a propostas que tramitam na Casa. Além do PL que trata da alienação de imóvel na Avenida Sete de Setembro, outras proposições estão na pauta do Legislativo neste período convocatório. Ainda na terça-feira, os parlamentares votaram o projeto nº 23.726/2020, que aumenta o piso salarial de educadores da rede estadual de ensino em até 11%.


    77 partidos


    Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informam que o Brasil tem, atualmente, 77 siglas partidárias em formação, todas com registro civil em cartório já objetivo. O registro em questão é um dos requisitos iniciais para o processo de criação de um partido político. Dentre as legendas em nascimento está o Aliança pelo Brasil, liderado pelo presidente Jair Bolsonaro. Até o início deste mês, o futuro partido já havia reunido 104 mil impressões de formulários diretamente de seu site em 12 estados. São necessárias 492 mil assinaturas formalizadas em cartório para concretizar o desejo de formação da legenda. A lista de nomes dos partidos em criação mostra a diversidade das iniciativas, algumas bastante inusitadas. Entre eles estão o Arena - Aliança Renovadora Nacional, a UDN - Nova União Democrática Nacional e o Prona - Partido da Reedificação da Ordem Nacional, cujas siglas já estiveram presentes em pleitos passados.


    Nomenclaturas


    Há ainda o partido Manancial - Partido Manancial Nacional, o Pais -Partido pela Acessibilidade e Inclusão Social, o PEC - Partido Ecológico Cristão e o Raiz - Movimento Cidadanista. Seguem na relação os partidos Piratas - Partido Pirata do Brasil, que defende a liberdade e a democratização do acesso à cultura, informação e conhecimento; e o Animais - Partido Político Animais, que tem como foco a defesa dos direitos dos animais. O rito de criação de um partido requer inicialmente a elaboração de programa e estatuto, eleições de dirigentes nacionais provisórios e, por fim, o registro civil em cartório. Após essas etapas os partidos precisam informar ao TSE sobre sua criação, comprovar apoiamento mínimo necessário e registrar estatuto no TSE. As informações são do site Migalhas.


    Antes do prazo


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode colocar de pé o seu novo partido, Aliança pelo Brasil, antes do Carnaval, publica a Revista Veja. Isso porque, nesta semana, os aliados do presidente que trabalham na engenharia de montagem da sigla chegaram a 60% das 492 000 assinaturas necessárias ao registro do partido no Tribunal Superior Eleitoral. Desse total, 45% dos apoiamentos foram colhidos no sistema de cadastro do site e aproximadamente 15%, em fichas físicas. Quem comanda a coleta de assinaturas diz que os apoiamentos aumentaram desde o dia 10 de janeiro. O Distrito Federal é a unidade da federação onde o trabalho está mais adiantado, já tendo superado a meta de 0,5% do total dos votos dados para a Câmara dos Deputados. Nesta semana e na próxima, o Aliança vai promover mutirões em diversas cidades Brasil. Depois de conseguir coletar as assinaturas, o partido passará a rezar para que o TSE faça seu trabalho de conferência das adesões a tempo do prazo de registro de candidaturas para a eleição de outubro.


    Processo


    Ex-ministro da Cultura e atual deputado federal, Marcelo Calero (Cidadania-RJ), foi à Justiça para responsabilizar penal e civil-administrativamente o ex-secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, pelo pronunciamento no qual usou discurso nazista. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, Calero protocolou uma representação no Ministério Público Federal (MPF) por considerar que Alvim passou “de todos os limites do tolerável”. Na ação, ele pede ainda que o ex-secretário devolva aos cofres públicos os recursos gastos para produzir o vídeo.


    Conversas


    Presidente do PDT na Bahia, o deputado federal Félix Mendonça Júnior disse que vai “abrir conversas” com o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, e o comandante da Polícia Militar, Anselmo Brandão, para eles serem candidatos a prefeito de Salvador, se o secretário Leo Prates desistir de ser postulante ao Palácio Thomé de Souza. Nos bastidores, a hipótese de Prates disputar contra Bruno Reis (DEM) é considerada nula, o que inviabiliza a candidatura do titular de Saúde de Salvador. “Estamos trabalhando o nome de Leo Prates, que acabou de se desfiliar do DEM para ser candidato a prefeito pelo PDT. Então, não posso abrir conversa [com Vilas-Boas e Brandão]. Se Leo não for candidato, ai vamos abrir conversa”, declarou Félix, em entrevista ao Bahia Notícias.



  • 24/01/2020


    27.01.2020 13h43m
    Recomendar

    Sobe - A ação rápida de seguranças do Shopping Avenida e da PM que conseguiu prender ladrões de carros em estacionamento de shopping.


    Desce - O Brasil que segue entre os piores países no ranking de corrupção.


    Partido Novo


    O Novo apresentou na última quarta-feira (22) o nome do pré-candidato a prefeito, do partido, em Feira de Santana. A agremiação já conta com 14 pré-candidatos a vereador entre filiados do sexo masculino e feminino.


    Giro


    O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) desembarca na Bahia no próximo dia 1° de fevereiro para participar do lançamento da pré-candidatura do ex-deputado Carlos Geilson à prefeitura de Feira de Santana pela legenda. Após participar do lançamento em Feira, Álvaro Dias se dirige a Salvador para discutir detalhes da candidatura do deputado federal Bacelar a prefeito da capital, publicou o jornal Tribuna da Bahia. Nacionalmente, o Podemos avalia que vale a pena investir em ambos os candidatos na Bahia.


    Nem casou


    Mesmo ainda em “noivado” sem fechar “casamento” com o governo, Regina Duarte convidou a reverenda Jane Silva para o cargo de adjunta na Secretaria Especial da Cultura. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. Segundo a publicação, Jane, que atualmente é secretária de Diversidade Cultural da pasta, foi convidada pela atriz, ontem (23), durante uma reunião com assessores, secretários da pasta e o ministro do Turismo. A reverenda Jane Silva, que aceitou a proposta de Regina Duarte, deve substituir João Paulo Soares Martins. “Uma amiga querida que torço para aceitar [assumir o cargo de secretária de Cultura. A namoradinha do Brasil vai empolgar a cultura”, disse Jane à coluna.


    Correndo atrás


    O apresentador Luciano Huck atraiu a maior parte das atenções durante o painel que participou sobre os protestos de rua na América Latina na reunião do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, ontem (23), mas evitou polêmicas. Discorrendo sobre desigualdade, educação e ambiente, foi chamado em voz alta ao menos duas vezes de “próximo presidente do Brasil” -pelo escritor e youtuber brasileiro Raiam Santos e pela secretária executiva da Comissão Econômica para América Latina e Caribe da ONU, Alicia Bárcena Ibarra. Huck, que é amplamente visto como aspirante à Presidência em 2022, mas não anunciou candidatura, desviou do epíteto. Indagado após o evento sobre os temas que abordou no almoço e as ações do Brasil na área, disse que o Brasil merecia representação melhor no exterior.”O Brasil precisa ser mais bem representado, para além da economia”, afirmou.


    Plateia


    Na plateia, estavam executivos brasileiros como Wilson Ferreira Junior, presidente da Eletrobras, e o vice-presidente do Bradesco, Mauricio Minas -ambos sentados à mesa com Huck. Aliados de dois dos possíveis concorrentes de Huck caso ele se candidate em 2022 também estavam presentes: a secretária de desenvolvimento econômico de São Paulo, Patricia Ellen, que veio a Davos com o governador João Doria (PSDB), e o presidente do BNDES sob Bolsonaro, Gustavo Montezano.


    Homenagem


    O novo Centro de Convenções de Salvador, inaugurado ontem (23), terá um busto em bronze em homenagem ao ex-senador Antônio Carlos Magalhães. O complexo terá o nome do político baiano. A obra fará parte da decoração interna do novo equipamento, que será administrado pela GL Events pelos próximos 25 anos. O busto, feito pela artista e diretora da Escola de Belas Artes da Ufba, Nanci Novais. A peça pesa aproximadamente 30 quilos e mede 70 cm x 50 cm. “Sinto-me lisonjeada e premiada por ter uma obra em um espaço tão representativo e importante para a cidade”, comemorou Nanci, conhecida por organizar e participar de diversas exposições, individuais e coletivas, no âmbito local, nacional e internacional.


    Justiça


    O deputado estadual Hilton Coelho (PSOL) declarou ontem (23) que busca novas brechas para conseguir judicializar a reforma da Previdência que consta na nova Proposta de Emenda à Constituição do governador Rui Costa (PT), apresentada para apreciação da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Um pedido de autoria do parlamentar interrompeu liminarmente a tramitação da primeira proposta da gestão estadual e obrigou o governador apresentar uma segunda PEC.



  • 23/01/2020


    23.01.2020 18h15m
    Recomendar

    Sobe - Gilmar Mendes que fez prevalecer o texto constitucional que preserva fontes de jornalistas.


    Desce - Municipios que não mostram compromisso com parturientes sobrecarregando Hospital da Mulher em Feira.


    Confirmado


    No próximo dia 1º de fevereiro, o senador Álvaro Dias do Podemos/PR confirmou que estará em Feira de Santana para participar do ato de filiação do ex-deputado estadual e atual ouvidor geral da Bahia, Carlos Geilson, ao partido do qual Dias é líder no senado. A intenção do partido é contar com candidatos a prefeito nas grandes cidades brasileiras.


    SRH


    A equipe da Superintendência de Recursos Humanos (SRH) da Assembleia Legislativa da Bahia se reuniu com os gestores da Casa para informar sobre a extensão do prazo - até o próximo dia 31 de janeiro - para que os setores possam se organizar e informar o período de gozo de férias dos seus colaboradores e tirar todas as dúvidas ainda existentes sobre o sistema desenvolvido pelo SRH, que, entre outras funções, também programa as férias dos servidores. Segundo Francisco Raposo, superintendente de Recursos Humanos, eles sentiram a necessidade de prorrogação do prazo após muitos setores terem apresentado dificuldade em organizar as férias dos respectivos funcionários e não terem cumprido o prazo estabelecido pelo RH.


    Qualidade


    Na reunião, Raposo informou que a administração da Casa pretende dar um salto de qualidade na modernização das funcionalidades administrativas, na celeridade e na transparência dos processos. “A ideia é que cada vez mais os gestores assumam a logística de funcionamento da administração da Casa, para isso precisamos ser mais propositivos e ousados”. Também foi informado que a SRH, a partir de 1º de fevereiro, não vai mais aceitar Comunicação Interna (CI) com abono de faltas referente a férias gozadas. No ano de 2020, a SRH também vai ampliar o prazo para que os setores organizem período de férias dos colaboradores, agora será a partir do mês de agosto. Cláudio Santana, gerente do Departamento de Administração e Pessoal, deseja a compreensão, a parceria e empenho dos gestores para pacificar o gozo das férias nas suas unidades. “A Casa precisa funcionar adequadamente”, afirmou.


    Suspensão


    O edital de R$ 20 milhões proposto por Roberto Alvim antes de ele ser demitido do comando da Secretaria Especial da Cultura está por ora suspenso por ordem do governo.Alvim foi demitido por ter copiado frases de Goebbels, ministro de Hitler na Alemanha nazista, em um vídeo no qual anunciava justamente esse programa, que subsidiaria óperas, peças, exposições e produções literárias e de quadrinhos. A suspensão foi confirmada pela assessoria de imprensa da secretaria. O órgão informou “que o edital do Prêmio Nacional das Artes não chegou a ser publicado no Diário Oficial da União e que “caberá ao novo secretário reavaliar a continuidade do Prêmio”.


    Indefinição


    Regina Duarte pode ser a próxima a assumir a cadeira, ela programou um período de teste em Brasília a desde ontem (22) para decidir se aceita a nomeação. Nos bastidores, é dito que há grande chances de o programa ser cancelado definitivamente, pois ficou associado à repercussão negativa resultante da associação com o nazismo. A Procuradoria Fedral dos Direitos do Cidadão, do Ministério Público Federal, encaminhou nesta terça à Procuradoria-Geral da República recomendação para anulação de todos os atos de Alvim.


    Criticou


    O senador Jaques Wagner (PT) criticou, ontem (22), o vazamento de investigações e a denúncia que o Ministério Público Federal (MPF) fez contra o jornalista Glenn Greenwald . “Sem qualquer constrangimento, atacam a liberdade de imprensa. Assim como não se constrangem em vazar investigações”, disse Wagner. O petista é apontado como um dos citados do PT-BA em suposta delação que aponta superfaturamento na contrução da Torre da Pituba, um dos edifícios mais emblemáticos da Petrobras. De acordo com o jornal Tribuna da Bahia, petistas fizeram uma reunião a portas fechadas em um gabinete político importante da Bahia, na terça (21), para discutir a extensão e o risco que essa delação pode trazer a quadros do partido.



  • 22/01/2020


    22.01.2020 14h45m
    Recomendar

    Sobe - Prefeitura de Feira por adotar sistema eletrônico de de informações que vai agilizar as demandas administrativas nas secretarias municipais.


    Desce - O INEP por erros na correção das provas do ENEM que trouxe transtornos a milhares de estudantes.


    Passar a bola


    O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Targino Machado (DEM), sinalizou, ontem (21), que deve deixar o comando da minoria no Legislativo baiano. A decisão, porém, só deve ser confirmada em fevereiro, quando o democrata anuncia se será ou não pré-candidato a prefeito de Feira de Santana.”A minha vontade é passar o bastão. Se eu decidir pela pré-candidatura, vou ter que passar o bastão. Acredito muito na alternância de poder”, afirmou Targino, em entrevista ao Bahia Notícias.


    Bastidores


    Nos bastidores, a expectativa era de que o DEM apoiasse a candidatura à reeleição do prefeito Colbert Martins (MDB). No entanto, um integrante da cúpula do DEM disse, em conversa reservada, que uma pesquisa divulgada em agosto do ano passado “não foi boa para Colbert” e “abre espaço para a procura de nomes alternativos”. Para ele, caso o prefeito feirense não decole, será preciso ter opções. O mesmo democrata, que integra a cúpula, ressalta que o desafio no cenário eleitoral da cidade será unir todos os governistas e, neste contexto, descartou a hipótese do grupo ter mais de dois candidatos.


    Coronel


    O senador Ângelo Coronel foi apresentado ontem (21) como pré-candidato a prefeitura de Salvador pelo PSD, partido presidido no estado pelo senador Otto Alencar (PSD). De acordo com Coronel, Otto consultou todos os membros do partido e não houve qualquer objeção para a apresentação da pré-candidatura. “Tivemos 550 mil votos para senador em Salvador e vamos trabalhar para aglutinar o máximo os partidos da base para afunilar duas ou três candidaturas”, disse Coronel.


    Recuada


    Com o anúncio, as pré-candidaturas do deputado estadual Alan Castro (PSD) e do ex-deputado Manassés (PSD) devem recuar. Quem também deve recuar das conversas para compor chapa em 2020 é a esposa do senado, Eleusa Coronel. De acordo com o senador, a esposa foi ventilada pelo grupo do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) e do deputado federal Sargento Isidório (Avante).


    Muita gente


    O nome de Coronel se junta a uma extensa lista de pré-candidaturas da base do governador Rui Costa (PT) para prefeitura de Salvador. Só o PT tem hoje quatro pré-candidatos: Vilma Reis (socióloga), Robinson Almeida (deputado estadual), Fabya Reis (secretária) e Juca Ferreira (ex-ministro). O PCdoB lançou Olívia Santana (deputada estadual). O PP tem Niltinho (deputado estadual). O Podemos vai de Bacelar (deputado federal). O PL tem Irmão Lázaro (ex-parlamentar). O PSB tem como pré-candidatos Lídice da Mata (deputada federal) e Silvio Humberto (vereador). O Avante lançou o deputado federal Pastor Sargento Isidório.


    Explicação


    O juiz Jerônimo Azambuja Franco Neto, da 18ª Vara do Trabalho de São Paulo, terá que prestar esclarecimentos ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por classificar o atual momento do país como uma “merdocracia neoliberal neofascista”. O corregedor nacional de Justiça em exercício, ministro Emmanoel Pereira, determinou a abertura de pedido de providências para apurar suposta prática de conduta vedada a magistrados. Na sentença, o juiz criticou diversas figuras do governo como Bolsonaro, Damares, Paulo Guedes, Weintraub e Sergio Moro. O CNJ tomou conhecimento do caso pela imprensa. A Corregedoria considera que a crítica é uma ofensa ao Código de Ética da Magistratura e a Loman. O juiz terá um prazo de 15 dias para apresentar informações a respeito dos fatos narrados na notícia.


    AGU


    A Advocacia Geral da União ingressou com um pedido de providências no CNJ contra o juiz. Para a instituição, o magistrado extrapolou funções atribuídas à magistratura ao não utilizar linguagem escorreita, polida e respeitosa. A reclamação disciplinar foi encaminhada ao corregedor-geral de Justiça, ministro Humberto Martins. A AGU ainda ponderou que o juiz se manifestou de forma político-partidária, comprometendo a dignidade do Judiciário. O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) também se pronunciou sobre a conduta do magistrado. O Tribunal esclareceu que incumbe ao magistrado designado a fundamentação jurídica das decisões, “sendo de sua exclusiva responsabilidade qualquer posição que dela se possa extrair”. Segundo o TRT-SP, o assunto já se encontra em apuração pelas vias oficiais.



  • 21/01/2020


    22.01.2020 14h43m
    Recomendar

    Sobe - Prefeitura de Feira de Santana por lançar projeto de captação solar nas escolas municipais que trará benefícios para a educação e economia da cidade futuramente.


    Desce - O começo de ano violento na cidade com uma média de mais de um assassinato por dia.


    Abriu mão


    O senador Jaques Wagner (PT) abriu mão da vice-presidência nacional do PT para não entrar em disputa pelo cargo, segundo informação da assessoria de comunicação do petista ao Bahia Notícias. Wagner recebeu convite do ex-presidente Lula para assumir o posto, e chegou a dizer publicamente que aceitou. O senador também foi convidado publicamente pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, nas redes sociais, para ter um espaço na direção nacional. O ex-governador da Bahia, no entanto, recuou quando percebeu que havia confrontos entre petistas pelos postos. Nos bastidores, o comentário é de que a corrente petista CNB (Construindo um Novo Brasil) pressionou a direção nacional para manter os cargos. Ficaram com as vice-presidências: José Guimarães (CE), Zé Geraldo (PA), Luís Dulci (MG), Márcio Macêdo (SE) e Quaquá (RJ).


    Indicação


    A atriz Regina Duarte aceitou ontem (20) a indicação para a Secretaria Especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Ela disse que começa hoje o “período de testes” à frente da pasta. À coluna de Mônica Bergamo, da Folha, ela disse que vai “noivar” com o governo. “Quero que seja uma gestão para pacificar a relação da classe com o governo. Sou apoiadora deste governo desde sempre e pertenço a classe artística desde os 14 anos”, afirmou a atriz. A decisão da atriz se deu após uma reunião com o presidente Bolsonaro. Regina usou sua conta no Instagram para celebrar o dia de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro. Ela relacionou a data com o encontro presencial marcado pelo presidente.


    Confusão


    “Sou cristã. Católica. O feriado de hoje (ontem) no Rio é dedicado a São Sebastião. Nada acontece por acaso. Olha só, querido seguidor, que dia importante pra ter sido chamada ao Rio pra uma conversa ‘olho no olho’ do nosso Presidente da República”, escreveu a “Namoradinha do Brasil” na legenda. Segundo ela, grata pelos aprendizados, há uma simbologia por trás das duas situações. Por fim ela completou: “vambora! Com muito amor no coração”. Embora declaradamente católica, Regina escolheu uma foto errada para representar São Sebastião no Instagram. O santo, nascido em Milão, na Itália, foi confundido com Santo Expedito, nascido na Armênia.


    Bilionários


    Os pouco mais de 2 mil bilionários do mundo detêm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas, que correspondem a cerca de 60% da população mundial. Os dados constam do novo relatório da organização não governamental Oxfam, Tempo de Cuidar - O trabalho de cuidado mal remunerado e não pago e a crise global da desigualdade, lançado nesse domingo (19), às vésperas do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. No mundo, os homens detêm 50% a mais de riqueza do que as mulheres. De acordo com a Agência Brasil, o estudo aponta que a desigualdade global está em níveis recordes e o número de bilionários dobrou na última década. Segundo o levantamento, o 1% mais rico do mundo detém mais que o dobro da riqueza de 6,9 bilhões de pessoas.


    Nota


    A Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), em nota divulgada ontem (20), negou favorecimento na distribuição de verba publicitária à agência Artplan, cliente de uma empresa privada do chefe da secretaria, Fabio Wajngarten. Na manifestação, a Secom voltou a criticar a Folha de S.Paulo. Na semana passada, o jornal revelou que Wajngarten é sócio da FW Comunicação, que recebe dinheiro de emissoras de TV (como Record e Band) e agências contratadas pela pasta, ministérios e estatais do governo Bolsonaro.O jornal mostrou que a Artplan passou na gestão dele a ser a número um em verbas distribuídas pela pasta. Sob o comando de Wajngarten, a agência recebeu da secretaria R$ 70 milhões entre 12 de abril e 31 de dezembro de 2019, 36% mais do que o pago no mesmo período do ano anterior (R$ 51,5 milhões). O levantamento feito pela reportagem nas planilhas de pagamento da Secom mostra uma inversão de tendência.


    Classificou


    Segundo a nota da Secom, a reportagem é “caluniosa e covarde”. A secretaria disse que Artplan foi a agência que mais faturou em 2019, mas afirmou que isso não ocorreu por ser cliente de Wajngarten. “A Artplan ganhou uma concorrência interna entre as agências com contratos com a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República realizada na gestão anterior e não da de Fábio Wajngarten para realizar a maior campanha do governo em 2019, a da Nova Previdência”, disse a Secom.



  • 18/01/2020


    20.01.2020 16h32m
    Recomendar

    Sobe - O governo federal que liberou 2,5 mil doses da vacina penavalente para Feira de Santana.


    Desce - O secretário especial da Cultura, Roberto Alvin por fazer apologia explicita ao nazismo.


    Demitiu


    O presidente Jair Bolsonaro anunciou a demissão de Roberto Alvim do cargo de secretário especial da Cultura, após as declarações de cunho nazista feitas em pronunciamento oficial da pasta. “Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência. Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas. Manifestamos também nosso total e irrestrito apoio à comunidade judaica, da qual somos amigos e compartilhamos valores em comum”, diz Bolsonaro, em nota oficial.


    Repúdio


    Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgaram ontem (17) mensagens pedindo a saída do secretário especial de Cultura, Roberto Alvim, do cargo. Em suas redes sociais, Maia afirmou que o governo deve afastá-lo do cargo. “O secretário da Cultura passou de todos os limites. É inaceitável. O governo brasileiro deveria afastá-lo urgente do cargo.”


    Acintoso descabido e infeliz


    Por meio de nota, Davi Alcolumbre, disse que recebeu a notícia do discurso do secretário, o qual classificou como “acintoso, descabido e infeliz pronunciamento de assombrosa inspiração nazista”. “Como primeiro presidente judeu do Congresso Nacional, manifesto veementemente meu total repúdio a essa atitude e peço seu afastamento imediato do cargo. É totalmente inadmissível, nos tempos atuais, termos representantes com esse tipo de pensamento. E, pior ainda: que se valha do cargo que eventualmente ocupa para explicitar simpatia pela ideologia nazista e, absurdo dos absurdos, repita ideias do ministro da Informação e Propaganda de Adolf Hitler, que infligiu o maior flagelo à humanidade”, criticou o senador.


    Agressão


    O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, também se manifestou sobre o assunto. “Há de se repudiar com toda a veemência a inaceitável agressão que representa a postagem feita pelo secretário de Cultura. É uma ofensa ao povo brasileiro, em especial à comunidade e judaica.” No vídeo, Alvim fala sobre o lançamento do Prêmio Nacional das Artes, e sobre o que seria o ideal artístico para a pasta. Como música de fundo, o secretário escolheu uma ópera de Wagner, compositor preferido do líder nazista, Adolph Hitler. “A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada”, disse Alvim.


    Por outro lado


    Roberto Alvim informou, em postagem no Facebook, que, colocou o cargo à disposição do presidente Jair Bolsonaro. “Tendo em vista o imenso mal-estar causado por esse lamentável episódio, coloquei imediatamente meu cargo à disposição do Presidente Jair Bolsonaro, com o objetivo de protegê-lo.”Alvim disse desconhecer a origem da frase semelhante à declaração de Goebbels. “O discurso foi escrito a partir de várias ideias ligadas à arte nacionalista, que me foram trazidas por assessores. Se eu soubesse da origem da frase, jamais a teria dito. Tenho profundo repúdio a qualquer regime totalitário, e declaro minha absoluta repugnância ao regime nazista”, escreveu.


    Multa


    O deputado federal baiano Charles Fernandes (PSD) quer tornar obrigatório o cumprimento para o horário de início de shows e apresentações públicas, com tolerância de uma hora. Pelo texto, os responsáveis pela organização de shows ou apresentações públicas remuneradas ficam sujeitos ao pagamento de multa em caso de atraso maior que o estabelecido. De acordo o site da Câmara, a multa será equivalente a 10% da arrecadação total bruta da apresentação e deverá ser aplicada pelo Procon do município onde ocorreu o evento ou pelo Procon estadual e deve ser destinada ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.



  • 17/01/2020


    17.01.2020 14h12m
    Recomendar

    Sobe - Sistema VIA FEIRA de bilhetagem eletrônica que ajudou a reduzir o número de assaltos a ônibus em Feira


    Desce - O presidente Bolsonaro por manter na Secom Fabio Wajngarten apontado como sócio de empresa que recebe de emissoras e agências de publicidade beneficiadas pelo órgão.

     

    Confundindo


    Criticado por Targino Machado (DEM) por ter atacado a reforma da Previdência no Congresso Nacional e apoiar o texto de reforma do governo do estado na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Robinson Almeida (PT) diz que líder da oposição na Casa está confundindo as coisas. A explicação de Robinson é de que o debate na tramitação da reforma no regime geral era devido a não concordar com o fim do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a situação dos trabalhadores rurais.”Targino tem que votar a favor da reforma, porque esse tem sido o posicionamento”, disse. “Ele está confundindo o debate do regime geral de Previdência com o do regime próprio e colocando a questão da reforma da Previdência em um buraco só. Na verdade são coisas distintas, nossa ênfase e nossa campanha foi contra a reforma no regime geral”, explicou o petista.


    Grandes chances


    Sem contar com o presidente Jair Bolsonaro, o PSL tem grandes chances de indicar o candidato a vice-prefeito de Salvador para a chapa de Bruno Reis (DEM). É o que avalia o secretário de Trabalho, Esportes e Lazer, Alberto Pimentel. Nos bastidores, circulava a informação de que o grupo que apoia a pré-candidatura de Reis tinha resistência em um nome atrelado a Bolsonaro devido ao desempenho eleitoral do presidente na capital baiana. Pimentel ainda evitou falar sobre possíveis nomes a serem indicados pelo partido para essa disputa. “A gente não tem vaidade. Prefiro Bruno e [ACM] Neto escolhendo”, disse.


    Lazaro em Salvador


    O deputado federal José Rocha (PL) voltou a defender a candidatura de Irmão Lázaro a prefeito de Salvador. Para ele, é importante para o PL a participação na disputa pela eleição majoritária. Durante o cortejo da Lavagem do Bonfim, o parlamentar ainda reclamou do atraso do governador Rui Costa (PT) em conversar com a base aliada sobre o pleito de 2020. “Ele tem todas as chances para chegar ao segundo turno e ter uma grande disputa. Eu ainda alimento essa esperança”, reforçou Rocha. Para ele, um partido “só se fortalece quando disputa a majoritária”.


    Deixou o zap-zap


    Irritado com aliados, o deputado estadual Soldado Prisco (PSC) decidiu deixar o grupo de um WhatsApp da bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), sinalizando rompimento com o grupo. Segundou apurou o Bahia Notícias, Prisco ficou chateado após o bloco da minoria se recusar a não votar o projeto que definia o plano de carreiras da Polícia Militar. O soldado queria adiar a votação do texto, mas teve o desejo barrado pelos colegas de bancada. Apesar da indisposição com os colegas oposicionistas, o deputado estadual enviou um áudio em que afirma que continua liderado pelo prefeito de Salvador ACM Neto (DEM).


    Convencido


    O deputado federal Marcelo Nilo (PSB) está convencido a ser candidato a governador da Bahia nas eleições de outubro de 2022. O socialista já foi deputado estadual e ocupou a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) durante 10 anos. O desejo de Nilo foi anunciado ontem (16), durante participação dos festejos do Bonfim, em Salvador. “Eu quero ser candidato a governador, estou convencido que chegou a minha vez”, declarou Nilo.


    Mantendo o foco


    O secretário municipal da Fazenda, Paulo Souto (DEM), afirmou que o foco no momento é na administração. O ex-governador da Bahia disse que fazer política cabe ao prefeito de Salvador, e não a ele. Souto ainda disse que pretende se manter “na retaguarda” contribuindo na administração. “Meu foco realmente é administração, quem tá fazendo política é o prefeito ACM Neto, que está fazendo bem, conduzindo bem, eu vou ficar na retaguarda dando a melhor contribuição para que a cidade continue vivendo esse momento tão importante”, declarou Paulo Souto.


    A vez é da mulher


    Pré-candidata à Prefeitura de Salvador, a secretária Fabya Reis disse quejá se informou com o governador Rui Costa (PT) e vai marcar uma conversa com a direção do PT baiano para discutir a eleição. No início do mês, ela anunciou seu interesse em participar do pleito como o nome da legenda. “Faz parte da esquerda socialista, tenho 20 anos filiada ao Partido dos Trabalhadores. A nossa corrente amadurece entre os dirigentes que é a vez das mulheres. E das mulheres negras”, ressalta a titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Um dos dirigentes que ela cita é justamente seu marido, o deputado federal Valmir Assunção. Ele chegou a lançar pré-candidatura, mas recuou e passou a defender que a escolha seja por uma mulher negra amargo, mas necessário. Imaginamos que devemos votar a favor da PEC do governo”, disse Correia.



  • 16/01/2020


    16.01.2020 18h16m
    Recomendar

    Sobe - A prefeitura por reaproveitar materal de construção retirado de prédios públicos em reforma para utilizar em outras obras ou ainda fazer doação.


    Desce - A Bahia por apontada pelo Ministério da Saúde como o Estado com maior surto de dengue do Brasil.


    Desistiu


    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou ontem (15) que suspendeu as negociações quanto a subsídios a contas de energia de templos religiosos. Como revelado pelo jornal O Estado S. Paulo, o governo preparava um decreto para adotar a medida, a pedido do próprio presidente, mas que não foi bem recepcionado por parte da equipe econômica do governo.


    PL


    O Projeto de Lei de Responsabilidade Previdenciária deverá ser apresentado pelo deputado Silvio Costa Filho (Republicanos) no início de fevereiro, na Câmara Federal. Segundo o jornal Estado de São Paulo, o ministro Paulo Guedes, da Economia, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), deram o aval para a tramitação da proposta. O projeto prevê que Estados e municípios tenham que obrigatoriamente prestar contas de seus respectivos gastos com a previdência, todos os anos, além de adotarem medidas para controlar as despesas nesta área.


    Afirmação


    A deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA) reconheceu em entrevista a Rádio Metrópole ontem (15), que a escolha do partido de esperar por uma decisão do presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, sobre a candidatura a prefeitura de Salvador em 2020, foi um erro.


    Reforma tributária


    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse ao blog da jornalista Andréia Sadi (G1) que, mesmo em ano de eleições municipais, a reforma tributária deverá ser aprovada neste semestre. Segundo ele, os deputados estão envolvidos com o projeto.


    Protesto mantido


    Sindicatos que representam servidores estaduais avaliaram ontem (15) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Previdência baiana enviada pelo governador Rui Costa à Assembleia Legislativa (Alba) na última terça (14). Em análise preliminar, dirigentes sindicais ouvidos pelo site Metro1 ainda avaliam que a PEC não atende as todas as reivindicações das categorias. O coordenador geral da APLB, Rui Oliveira, disse que os servidores mantêm o protesto de hoje (16) na Lavagem do Bonfim e ainda vão receber um estudo, amanhã (17), para analisar os impactos da nova proposta e então discutir com o governo.


    Lava Jato


    A força-tarefa da Lava Jato no Paraná rastreia o fluxo financeiro da Mendes Pinto Engenharia, empresa com sede em Minas Gerais, suspeita de operar propina referente à construção da Torre Pituba. O empreendimento abrigava, até outubro de 2018, a sede da Petrobras no estado. De acordo com a coluna Satélite, do Correio, o interesse do Ministério Público Federal (MPF) sobre a Mendes Pinto aumentou, depois das delações firmadas por três alvos da Operação Sem Fundos, 56ª fase da Lava Jato, deflagrada em novembro do ano passado.


    Contratação


    O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Renato Vieira, disse na última terça (14) que o remanejamento de 2,1 mil servidores para reforçar análise de benefícios vai possibilitar que a fila de pedidos atrasados seja zerada em seis meses. No mesmo dia, o governo anunciou que vai contratar 7 mil militares da reserva das Forças Armadas para atuar no INSS e agilizar o serviço, que possui 1,3 milhão de pedidos sem resposta há mais de 45 dias, prazo legal para o atendimento.


    Rejeição


    A Justiça Federal de Brasília rejeitou denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) em dezembro contra o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. Ele foi acusado de caluniar o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Na denúncia, o procurador Wellington Divino Marques de Oliveira pedia o afastamento de Santa Cruz do cargo. Para o MPF, o presidente da OAB teria caluniado Moro em entrevista concedida em julho do ano passado ao jornal Folha de S.Paulo.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia