Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 23/09/2017


    Sobe - Secretaria de Agricultura por abrir diálogo com visitantes e criadores para planejar as próximas Expofeiras.


    Desce - O agravamento da crise econômica por interromper um período de sete anos de crescimento do setor de serviços no Brasil.


    Tentando evitar rebelião


    Após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), acusar o PMDB e o governo de dar uma “facada nas costas” do DEM, o presidente Michel Temer assumiu na quinta-feira (21), a articulação para tentar contornar a insatisfação na base. Horas depois de chegar de Nova York, onde participou da Assembleia-Geral da ONU, Temer reuniu auxiliares e disse que marcaria uma conversa com Maia para resolver o problema e conter a rebelião. As declarações do presidente da Câmara foram feitas no momento em que Temer precisa de apoio parlamentar para barrar a segunda denúncia contra ele no plenário.


    Deixou defesa


    Após a Câmara dos Deputados receber na quinta-feira (21), a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, o advogado Antônio Mariz de Oliveira deixará a defesa do peemedebista. A decisão foi tomada por questões éticas - Mariz argumenta que atuou na defesa do doleiro Lúcio Funaro e, por isso, recebeu informações dele relacionadas à nova denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Funaro afirma que tem “certeza” que Temer recebia parte da propina paga do esquema da Caixa Econômica Federal, no qual o corretor de valores atuou, assim como políticos do PMDB. Funaro também apontou que o advogado José Yunes, que foi assessor e é amigo de Temer, era responsável pela lavagem de dinheiro.


    Apresentação de Bolsonaro


    O Partido Ecológico Nacional (PEN) deve anunciar o deputado federal Jair Bolsonaro como candidato à Presidência na próxima terça-feira (26), durante propaganda partidária. Apesar da intenção, o deputado ainda não confirmou sua filiação ao PEN, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo. Na ocasião, o PEN também deverá anunciar seu novo nome: Patriota. “Motivado pela chegada de Jair Bolsonaro, renovamos nosso compromisso e mudamos nosso nome de PEN para Patriota. Brasil acima de todos. É isso o que vai sustentar o nosso futuro”, deverá dizer o presidente da legenda, Adilson Barroso, conforme roteiro do programa.


    Progredir


    O governo federal deve lançar na próxima semana um novo programa social, cujo objetivo é elevar a renda de 1 milhão de famílias para que elas possam deixar o Bolsa Família em 2 anos. A informação foi divulgada ao portal G1 pelo ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. A ação será batizada de Progredir. Serão oferecidos de qualificação profissional, auxílio à seleção de vagas de trabalho, além de R$ 3 bilhões em microcrédito para as famílias de baixa renda.


    Usou e-mail secreto


    A investigação que embasou a denúncia do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot contra Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva e Aloizio Mercadante mostra que a ex-presidente usou e-mail secreto para alertar os marqueteiros João Santana e Mônica Moura do risco de prisão. Além disso, também foram confirmadas trocas de mensagens e telefonemas entre Dilma e o casal. A informação foi delatada pelos marqueteiro neste ano. Na época, Dilma divulgou nota dizendo ser “fantasiosa” a versão de que informava delatores sobre o andamento da Operação Lava Jato.


    Mais um codinome


    Com base no Drousys, sistema de comunicação usado pelo Setor de Operações Estruturadas ou o “Departamento de Propina” da Odebrecht, um relatório do Ministério Público Federal (MPF) aponta que há novos codinomes de caciques políticos do PMDB. O documento foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo informações d’O Globo, o ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, é identificado como “Babel”. Os documentos afirmam que o político baiano teria recebido um total de R$ 2,1 milhões em 2010 e R$ 100 mil em 2013. Antes disso, pagamentos feitos em 2008 e 2009 indicam para propinas de mais de R$ 3,5 milhões. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia