Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 07/11/2017


    Sobe - O tema da Redação do ENEM 2017 por desafiar estudantes a refletir sobre o processo de inclusão para pessoas surdas.

     

    Desce – O alto percentual de abstenção no ENEM, que nas últimas edições tem sido superior a 30% apenas no primeiro dia de Exame.


    Correria no interior

     

    No próximo sábado, dia 11/11, o município de Antônio Cardoso estará em festa, especialmente as localidades de Sede, Santo Estevão Velho, Travessão, Barra do Paraguaçu e Queimadas, que ganham o Sistema de Abastecimento de Água Tratada, uma antiga reivindicação dos moradores. A partir das 09 horas o governador Rui Costa assinará a ordem de serviço para início da obra que vai beneficiar centenas de moradores destas localidades. Além disso, o governador assina convênio do Bahia Produtiva para o município.

     

    Candidata à presidência

     

    O PC do B anunciou no domingo (5) que a deputada estadual Manuela D'Ávila (RS) será a candidata do partido à Presidência da República em 2018. Nas últimas sete eleições presidenciais, desde 1989, o PC do B integrou a coligação encabeçada pelo PT e apoiou como candidatos os petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Aos 36 anos, Manuela é deputada estadual pelo Rio Grande do Sul desde 2015. Antes, ela foi deputada federal pelo Rio Grande do Sul por dois mandatos consecutivos, de 2007 a 2015. Foi ainda vereadora de Porto Alegre, de 2005 a 2008. Ela disputou ainda duas vezes a prefeitura de Porto Alegre, mas não foi eleita.

     

    Mágoa zero

     

    O Ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB-BA), afirmou que não guarda rancor apesar de estar ciente de que sofre críticas por parte de parlamentares. "Mágoa zero. Reconheço muitas queixas legítimas sobre minhas limitações", disse o ministro em entrevista a Revista Época. "Estou aqui disposto a atender aos interesses de todos, não importa o que passou", completou. De acordo com a Época, o ministro é vítima de hostilidade por parte de alguns parlamentares, que o chamam de "puxa-saco" do Presidente Michel Temer e do Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

     

    Pediu para emprestar

     

    O ex-deputado Eduardo Cunha afirmou em interrogatório da Operação Sépsis na manhã de ontem (6), em Brasília, ter apresentado os peemedebistas Geddel Vieira Lima e Henrique Eduardo Alves ao corretor Lúcio Bolonha Funaro. Embora tenha confirmado ter viabilizado os encontros, Cunha disse não ter conhecimento sobre possíveis ilícitos praticados por eles após a apresentação. No caso de Geddel, preso na Papuda, Cunha disse ter feito um pedido para Funaro emprestar sua aeronave à época que o pai do ex-ministro precisava ser levado para São Paulo com urgência para tratamento médico. Cunha não citou a data exata.

     

    Admitiu candidatura

     

    O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), admitiu a possibilidade de ser candidato a vice-presidente da República em uma chapa encabeçada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em 2018. Em entrevista exibida na madrugada desta segunda-feira (6) no programa Canal Livre, da TV Bandeirantes, o tucano declarou que "tudo é possível" e voltou a defender que só uma aliança partidária de centro encabeçada pelo PSDB seria capaz de derrotar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no ano que vem. Apesar de dizer que não se apresenta como candidato à eleição presidencial de 2018, Doria afirmou que está conversando sobre a disputa com Alckmin.

     

    Procedimento inesperado

     

    O ministro da Saúde, Ricardo Barros, passou por uma intervenção cardíaca no Hospital Sírio-Libanês, na sexta-feira (3), em São Paulo. A assessoria da pasta informou que, apesar do procedimento, o estado de saúde dele é considerado bom. Eles explicam que Barros passou por um cateterismo e depois por uma angioplastia, procedimentos para tratamento de problema cardíaco. Segundo informações do G1, a previsão era de que ele retornasse ao trabalho em Brasília ontem (6).

     

    Fiscalizou de perto

     

    De surpresa, o presidente Michel Temer (PMDB) apareceu na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no domingo (5). A visita foi para verificar a operação do primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio, que ocorreu nesta tarde. "O Enem é um dos avanços mais extraordinários da educação brasileira, porque tem uma capacidade de avaliação extraordinária. E evidentemente essa capacidade de avaliação só chega ao seu final em face desse trabalho conjugado que acabei de verificar aqui", afirmou o presidente durante a visita. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia