Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 18/01/2018


    Sobe - Estudantes, pais de aluno e comunidade que se unem em ato público contra o fechamento da Escola Obra Promocional em Feira de Santana.


    Desce - Polêmica envolvendo Estado e igreja que pode culminar com o fechamento da Escola Obra Promocional que já tem quase meio século de serviço prestado à educação.


    Dória pediu calma


    O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pediu "calma" e "consciência" da população na quarta-feira (17) em relação à busca por vacinação contra febre amarela. Nos postos de saúde da capital paulista, a espera pela imunização pode chegar a 9 horas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) colocou todo o Estado de São Paulo em mapa de risco para a doença. O tucano disse em entrevista à Rádio Capital que "não há nenhuma razão para pânico". "As vacinas estão ocorrendo. As filas são muito grandes desnecessariamente porque as pessoas, no pânico, vão se vacinando sem necessidade", afirmou Doria.


    Vai se explicar na TV


    O presidente Michel Temer participará de uma entrevista no programa Sílvio Santos, em meio ao seu tradicional auditório feminino, para falar sobre a reforma da Previdência. Segundo informações da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o mesmo modelo foi usado pelo dono do SBT nos anos 1990, quando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi ao programa explicar a criação da Unidade Real de Valor (URV) antes da adoção do real como moeda. A participação do peeemedebista será gravada na quinta-feira (18).


    E-mail encontrado


    No relatório final de investigação independente contratada pela Caixa Econômica Federal, o escritório Pinheiro Neto cita um e-mail do gabinete do então vice-presidente da República, Michel Temer, para o vice-presidente afastado do banco Roberto Derziê. "Conforme contato telefônico, segue o pleito para Superintendente Regional de Ribeirão Preto -SP", diz a mensagem assinada com: "atenciosamente, Michel Temer." Como resposta, o VP de Operações Corporativas da Caixa diz que o pleito seria tratado com prioridade. O Palácio do Planalto afirma que Temer não envia e-mails e que funcionários cuidam do correio eletrônico.


    Provocou rivais


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou de um ato na terça-feira (16) com artistas e intelectuais que reuniu cerca de mil pessoas no teatro Oi Casagrande, no Rio de Janeiro. O petista aproveitou o ato "Em Defesa da Democracia e do Lula" para provocar seus rivais na política, como os pré-candidatos à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ). "Eles querem transformar o Brasil no Caldeirão do Huck. O Congresso tem um pouco a forma do caldeirão", ironizou Lula, em referência ao programa da Luciano Huck, ventilado no ano passado como possível candidato do grupo ao qual o PT faz oposição.


    Situação indefinida


    O secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro, ainda não sabe se vai disputar a eleição deste ano. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele disse não pretender concorrer a um mandato como deputado federal ou estadual. No entanto, não fechou as portas para contribuir com o projeto de seu grupo político. Pinheiro relatou que sua decisão deve ser tomada a partir de uma conversa com o governador Rui Costa. "Estou rediscutindo muito essa história lá. O que seria uma volta nossa para disputar uma nova eleição ou para integrar e tal...não está fechada essa porta", disse.


    Dias contados


    O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse na terça-feira (16) que a bandeira tarifária verde deve ser mantida até o fim de março deste ano. Segundo ele, o volume de chuvas acima da média no fim de 2017 contribui para melhora no cenário dos reservatórios das usinas hidrelétricas. "O sistema [elétrico nacional] é interligado, e a gente veio de cinco ou seis anos de chuvas abaixo da média nos maiores reservatórios, mas os resultados de novembro e dezembro e dos primeiros dias de janeiro têm sido muito animadores", explicou o ministro. Em dezembro, vigorou a bandeira vermelha para o Patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100 kWh consumidos. Já com a bandeira verde, não há qualquer cobrança extra nas contas de luz. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia