Corrida Kids
Facebook
Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 12/04/2018


    Sobe - ONG que financia moradias para pessoas que vivem em situações de vulnerabilidade social.


    Desce - Três jovens, que foram detidos, depois de postar selfie com gestos obscenos, em viatura da Polícia Militar.

     

    Novo Secretário


    O arquiteto Arcênio Oliveira é o substituto do secretário Sérgio Carneiro, na pasta de Meio Ambiente, da Prefeitura de Feira de Santana. Ele foi nomeado pelo novo prefeito Colbert Martins Filho. A nomeação saiu na edição do Diário Oficial Eletrônico do Município de ontem (11). Sérgio deixou o cargo por desincompatibilização, para disputar o próximo pleito eleitoral. Arcênio Oliveira deixa a função de diretor de Regularização Fundiária, que exercia na Secretária de Habitação. Ele já havia sido secretário, de Gestão e Convênios, durante o terceiro mandato do prefeito José Ronaldo, retornando ao governo agora, no comando de Colbert Martins Filho.

     

    Feira viverá novos tempos

     

    A vereadora Neinha Bastos acredita que Feira de Santana viverá novos tempos, caso José Ronaldo seja eleito governador do Estado e voltou a criticar a saúde ofertada à Feira de Santana pelo Estado. "Ontem, me sentir honrada e radiante a Deus e ao povo de Feira. O futuro governador do nosso Estado é temente a Deus e isso é importante, pois muitos pensam que o poder não passa, mas passa sim. Tudo está nas mãos do Grande, eu sou, o nosso Deus. Eu agradeço a ele por me colocar neste lugar e direcionar os que nele crer. Parabéns candidato José Ronaldo", disse Neinha.

     

    Tratou sobre a saúde


    Neinha, ainda lembrou que por várias vezes criticou a Central de Regulação. "Eu falei várias vezes que o povo está morrendo e que esta Central de Regulação está mais para Central de Enroleichon, porque manda quem pode e obedece quem tem juízo. Não estou falando de Pitangueira não, estou falando do Governo do Estado, que não tem compromisso e atenção com Feira", disse. Em aparte, o edil Marcos Lima parabenizou a colega pelo discurso. "Vossa Excelência sempre trouxe para esta Casa as denúncias e mazelas da saúde, principalmente em relação à falta de compromisso do Estado para com nossa cidade, que de fato não tem. O quase nada que o Estado fez foi por causa de Zé Neto, pois o governador está fazendo obra eleitoreira", observou.

     

    Micareta, saúde e eleições

     

    João Bililiu repercutiu assuntos tratados por colegas, como por exemplo Micareta, saúde e eleições de 2018. "Já está em tramitação nesta Casa, um Projeto de Lei, de minha autoria, que visa transformar a Micareta em um patrimônio imaterial de Feira de Santana. Esse PL também apresenta propostas de melhorias para a festa e o Município, a exemplo da redução de investimentos do Poder Público", informou. Mudando de assunto, Bililiu passou a tratar sobre a saúde ofertada ao Município pelo Governo do Estado e disse concordar com o pronunciamento da vereadora Neinha Bastos. "O líder do Governo parece que não gosta da nossa cidade, parece que nem mora em Feira de Santana, porque se gostasse ele, como líder, atuaria com mais força na cidade", pontuou. O edil pediu que no próximo dia 07 de outubro, os eleitores avaliem melhor seus candidatos.

     

    Resposta sobre melhorias no CIS

     

    Alberto Nery levou ao conhecimento dos presentes a resposta que obteve do secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, em relação à reivindicação de melhorias para a infraestrutura do CIS, feita pelo vereador Cadmiel Pereira. Nery leu o conteúdo da resposta, afirmou que o secretário estadual está disposto a ajudar adotando melhorias e reconheceu que a situação merece atenção. Na redação do ofício, o administrador da pasta, garantiu que o Governo do Estado vem adotando providências no sentido de efetuar investimentos de melhorias na infraestrutura no CIS, por meio do Fundo Estadual de Manutenção das Áreas da Sudic - FUNEDIC.

     

    Feliz por intermédio

     

    Cadmiel lembrou que fez questão de visitar todos os lugares citados e sente-se alegre em saber que há uma pessoas que faça o intermédio entre a Câmara e o Governo do Estado. "Acredito que se o senhor não fosse vereador de oposição não teríamos essa resposta. Como também fico triste em saber que não mais será candidato a deputado pelo PT. Que bom saber que há um intermediário do Governo do Estado nos ajudando. Mas, mesmo assim, sinto que há um vazio em relação a esses porta-vozes do Estado", pontuou. Em resposta, Nery afirmou que fará sempre o possível para ajudar e afirmou que reivindicações feitas a outros porta-vozes do Estado não são respondidas. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia