Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 18/04/2018


    Sobe - Prefeitura de Feira, por antecipar salário de servidores, em 5 dias.


    Desce - Vereadores governistas, que negaram a possibilidade de ter uma informação que, em nada, prejudica o governo.


    Lançamento


    A vereadora Gerusa Sampaio ( DEM), declarou que irá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia, nas Eleições 2018. Em seu pronunciamento na manhã de ontem (17.04), na Câmara de Vereadores, Gerusa lançou-se como pré-candidata ao cargo de Deputada Estadual. Vereadora em seu terceiro mandato, hoje, à mais bem votada pelo seu partido e também no ranking dos vereadores eleitos, parlamentar autora de inúmeras leis, principalmente em defesa da mulher, sempre comprometida com seus eleitores, aceita com muita coragem, esse desafio do seu grupo político.


    Lançamento I


    Gerusa fez alusão ao número de eleitores em Feira de Santana, cerca de 400 mil, que têm capacidade de eleger mais deputados estatuais e federais, em Feira de Santana, e os vereadores que estão se lançando pré-candidatos, assim como ela, entendem que poderão contribuir com grandes avanços e conquistas para Feira e toda à Bahia. Ressaltou o seu apoio à candidatura do ex-prefeito José Ronaldo, por acreditar na sua integridade e que será para a Bahia, uma oportunidade de grandes mudanças, externou a sua confiança na administração do prefeito Colbert Martins da Silva Filho. Determinada e com muita esperança, acredita em uma renovação para o cenário político nas eleições de 2018.


    Radares


    O vereador Zé Filé deu entrada em requerimento para que a Superintendência de Trânsito informasse ao Poder Legislativo o valor das multas cobradas em 2017, referentes àquelas controladas pelos radares no âmbito do município. Ele pediu ainda que fosse informado o nome da empresa que explora o sistema bem como o valor pago a ela, anualmente, pelo serviço. O líder do Governo, Lulinha, pediu à bancada que rejeitasse o requerimento. Apenas 4 vereadores aprovaram, o próprio requerente, Roberto Tourinho, Nery e Eremita.


    Transparência


    O argumento do líder e vice-líder do Governo, Lulinha e Marcos Lima, é que não havia necessidade da aprovação, pois tudo estava na transparência municipal. Erraram. No portal da Transparência consta apenas o valor total de todas as multas do ano, sem explicar a origem delas. Escamotearam o que deve ser público. Rejeitaram, mas Zé Filé cresceu com a pergunta inocente do valor específico dessa multa e o valor pago à empresa que explora o sistema.


     Criticou agressões políticas


    Eremita Mota fez uma análise da postura adotada por alguns políticos, que consiste na prática de ataques uns aos outros, configurando-se em política do ódio. Para a edil, os conflitos tendem a prejudicar exclusivamente a população. “Atacar quem está avançando é muito fácil. Cada dia vemos mais conflitos, distantes do olhar crítico e quem mais perde é a população que necessita de políticas públicas. Rui não anda criticando os adversários. Não podemos negar o desempenho do Governo. Quando atacamos a campanha, perdemos tempo deixando de procurar as demandas. É muita guerra para pouco resultado”, afirmou.


    Remoção de postes em Humildes


    Na manhã de ontem (17), na sessão ordinária da Casa da Cidadania, foi aprovado, em votação única e por unanimidade dos presentes, o Requerimento de nº 081/2018, de autoria do vereador Zé Curuca (DEM), que solicita da gestora de atendimento regional da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - Coelba, Cleriane Rodrigues, a realização de um estudo de viabilidade técnica e orçamentária a fim de que possam ser removidos dois postes, da Rua Colina das Árvores, no distrito de Humildes, com o objetivo de garantir a segurança dos transeuntes, uma vez que os postes foram alocados no centro da referida via.


    Fiscalização no comércio de água


    Isaias de Diogo repercutiu um vídeo que circula nas redes sociais, mostrando uma comerciante enchendo garrafas de água mineral com água não tratada, solicitou que a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, disponibilize agentes da Vigilância Sanitária para fazer a fiscalização nos pontos de vendas e exija dos comerciantes a apresentação de notas fiscais. “A nossa saúde pública já vai de mal a pior, imagine o que pode acontecer com a população consumindo água não tratada? Estamos próximo à Micareta e muitas pessoas poderão consumir água contaminada, causando mais doenças na população”, concluiu.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia