Facebook
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 09/05/2018


    Sobe - A Operação Lava Jato, que continua inalterável na sua busca por condenar os culpados na roubalheira da Petrobrás.


    Desce - Os eleitores retardatários, que deixaram para regularizar título eleitoral nos últimos dias do prazo, ensejando filas com mais de meio km e ainda reclamam.


    Agradeceu apoio


    Lulinha agradeceu a recepção feita para ele em cidades circunvizinhas à Feira de Santana e as declarações de apoio à sua pré-candidatura a deputado estadual. Agradeceu aos políticos, lideranças políticas e pré-candidatos que estão recebendo bem nas cidades por onde está passando. Ele afirmou que tem recebido apoio à candidatura a deputado estadual em Santa Bárbara, Rui Barbosa, Ipecaetá, Paraguaçu, Coração de Maria, Irará, Riachão do Jacuípe e outras e disse que isso mostra que as pessoas reconhecem o trabalho do vereador e acreditam nele para deputado estadual.


    Não cumpre promessas


    Lulinha ainda voltou a externar sua insatisfação com a atual realidade do setor da educação no estado da Bahia. Para Lulinha, o governo estadual não atende às prioridades básicas da população. Ele disse que sempre vai repetir que o Governo do Estado não se importa com a Bahia. Segundo o edil, as principais prioridades para qualquer governante competente são: saúde, educação e segurança. O líder do governo ainda afirmou que o que vemos no Estado é um total “descaso” e citou: “Alunos sem livros, merenda escolar e até mesmo sem fardamento, ou seja, os alunos não possuem a menor estrutura para absorver o que é ensinado em sala de aula”, findou.


    Falta água


    Zé Filé denunciou falta de água mineral, no PSF do bairro Feira X, e a obra parada na feirinha do mesmo bairro. Ele afirmou que vê os colegas criticando o Governo do Estado e sabe que ele está deixando a desejar em nossa cidade, mas que não se pode esquecer que há “mazelas do Governo Municipal”, a exemplo da falta de água mineral no PSF do Feira X. “Lá, os funcionários e pacientes precisam comprar água para matar a sede”, relatou Zé Filé.


    Feirinha do Feira X


    Zé Filé também não deixou de criticar a obra da feirinha do Feira X, que está parada. Segundo ele, o ex-prefeito anunciou a obra e disse que, em 90 dias, ela estaria concluída. Filé contou que já tem 60 dias e a obra está parada com a desculpa da chuva. O edil disse que não vai ficar pronta no prazo dado pelo Município e o que percebe é que quando chove não tem Governo. “Peço a Comissão de Obras desta Casa para visitar a obra, pois o material utilizado na base não é bom; o ferro é mais fino que um dedo mindinho”, observou.


    Parabenizou João Durval


    João Bililiu parabenizou o político João Durval Carneiro pela passagem do seu aniversário. “Hoje é um dia muito especial para Feira de Santana e para a família do amigo João Durval Carneiro, que é, sem dúvida, um exemplo de homem público e um nobre cidadão feirense”, disse. Bililiu ainda aproveitou para desejar um feliz aniversário ao grande amigo Bahia do Ônibus. “Quem o conhece o admira. Espero que o amigo tenha muita luz em sua jornada”, parabenizou.


    Desafiou o Estado


    Depois de falar sobre o descaso do Governo do Estado com a Segurança Pública, ontem, na sessão da terça-feira (8), o vereador Ewerton Carneiro, Tom (Patriotas) voltou a falar sobre o desempenho da administração estadual. Desta vez, denunciou a falta de investimentos na área de Educação. “O Governo do Estado não faz nada pela Educação de Feira de Santana e da Bahia”, disse. O vereador desafiou os governistas a apresentarem a construção de um colégio no Município, ou pelo menos uma escola reformada e afirmou que a ação do governo estadual não sai do discurso.


    Audiência para discutir Centro


    O vereador Roberto Tourinho vai propor à Câmara Municipal a realização de uma Audiência Pública para discutir a situação do Centro de Abastecimento. A iniciativa atende reivindicação de uma comissão de comerciantes estabelecidos no local, que teve uma reunião com o vereador para pedir reformas na estrutura e no funcionamento do entreposto comercial. “São muitos problemas ao longo dos anos”, afirmou Tourinho, destacando a descaracterização do espaço, onde os pequenos comerciantes perderam espaço para os grandes atacadistas, que segundo ele “se beneficiam de um entreposto de propriedade do Município, usam a estrutura e até a energia do lugar”, concluiu.


    Denunciou níveis de pobreza


    Os índices de pobreza em que vivem as crianças da Bahia, foi destaque no pronunciamento do vereador Cadmiel Pereira (PSC), na sessão da terça-feira (8). “Me arrepio ao ver isso, não podemos nos calar”, disse, considerando “uma lástima” a situação mostrada pelo diário, com chamada de capa e matéria de página inteira. De acordo com estudo da Fundação Abrinq, afeta 60,8% das 3,4 milhões de crianças de 0 a 14 anos na Bahia vivem em condições de pobreza, sendo que 24,7% se encontram em situação de pobreza extrema. A matéria do jornal mostra que são 515.219 pessoas sobrevivendo com um rendimento mensal de até um quarto de salário mínimo. “As crianças não têm o mínimo para se tornarem adultos saudáveis”, afirmou Cadmiel. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia