Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 19/05/2018


    Suspensos por desinteresse


    A Secretaria Municipal de Saúde suspendeu quatro servidores por “procederem de forma desidiosa”, ou seja, com preguiça, atrasos, faltas injustificadas e/ou desinteresse pela função. Os quatro são agentes de combate as endemias e foram suspensos por dois dias do serviço público. A sanção foi publicada no Diário Municipal de ontem (18). Os servidores são lotados no Centro de Controle Zoonoses.


    Pedido negado


    O Ministério Público Federal (MPF) negou pedido da Folha de S. Paulo, do UOL e do SBT para sabatinar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Polícia Federal, onde ele está custodiado. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, os veículos haviam conseguido o aval da defesa de Lula, que concordou com o pedido por ele ser pré-candidato à Presidência da República e por ele estar “em pleno gozo de seus direitos políticos”. O MPF, no entanto, alegou que a entrevista poderá causar tumulto no local e que não há previsão legal para esse tipo de visita.


    Comemoraram unificação


    Os presidentes estaduais do PTB e do PSC comemoraram o acerto de unificação das oposições rumo ao governo da Bahia, conforme antecipado pelo Bahia Notícias. O deputado federal Benito Gama (PTB), em entrevista ao Bahia Notícias, na sexta-feira (18), disse que sempre trabalhou pela união. Questionado sobre a composição da chapa majoritária - pois, a sua filha Taíssa Gama está sendo especulada como postulante a vice - o parlamentar preferiu não comentar. “Essa questão da chapa ainda não está definida. Nunca foi colocado isso”, disse. Outro que fez coro ao discurso de Gama foi Eliel Santana (PSC). De acordo com o dirigente partidário, a composição ideal seria Jutahy Magalhães (PSDB) e Irmão Lazaro (PSC) na disputa pelas duas vagas na Câmara Alta do Congresso.


    Confisco decretado


    Além de decretar a prisão preventiva a Justiça também determinou o confisco de animais que estavam sob posse do ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado. A decisão, do juiz de direito Gustavo Teles Veras Nunes, foi publicada nesta quinta-feira (17). Além do sequestro dos animais, o magistrado determinou o bloqueio de quase R$ 3,2 milhões oriundos de transações feitas por Ricardo Machado, Jonaldo do Carmo e Manoel de Andrade. Conforme denúncia do Ministério Público do Estado (MP-BA), no âmbito da Operação Adsumus, Jonaldo do Carmo e Manoel de Andrade participavam, junto com Ricardo Machado, de operações de lavagem de dinheiro que se serviam da aquisição e venda de equinos e bovinos de raça.


    PF pede decisão


    O delegado de polícia federal Marlon Oliveira Cajado dos Santos pediu ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), que decida se mantém na Corte um inquérito que investiga o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por vantagens indevidas na campanha do tucano à Presidência da República em 2014. O processo foi instaurado com base na delação da Odebrecht. Delatores da Odebrecht relataram pagamentos, a pedido do senador Aécio Neves, de vantagens indevidas para a campanha do tucano à presidência e de outros parlamentares. Aécio era conhecido como “Mineirinho” na planilha de propina da empreiteira.


    PR cogita alianças


    Dirigentes do PR dizem que a sigla não descarta compor com Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa presidencial, indicando o empresário Josué Alencar (MG) para vice do tucano, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. O grupo que busca uma alternativa a Alckmin para a eleição, porém chegou a sondar o mineiro para a cabeça de chapa. Além do “novo centrão” e do PSDB, o PR também conversa com o PT. Há ainda a opção de um quarto caminho: chegou a 14 o número de parlamentares que quer se aliar a Jair Bolsonaro (PSL).


    Campanha antecipada


    A pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE), o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) decidiu por meio de liminar que o vereador David Salomão dos Santos Lima deve retirar, em até 48 horas, as imagens com seu nome, imagem cargo ao qual pretende concorrer, dos outdoors da cidade de Vitória da Conquista. Em caso de descumprimento, a decisão prevê que David Salomão deverá pagar uma multa diária de R$ 1 mil. O MP Eleitoral requer, ainda, que o representado seja condenado ao pagamento de uma multa no valor de R$ 25 mil, considerando o instrumento de publicidade utilizado e o alcance da propaganda no eleitorado local.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia