Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 24/05/2018


    Desemprego


    Marcos Lima explanou preocupação com o crescente número de desempregados e da violência em Feira de Santana. O edil chegou a tecer críticas à atuação da Polícia Militar na cidade. “Estou preocupado com o desemprego da nossa cidade. As pessoas têm procurado os vereadores acreditando que podemos resolver o problema, mas não temos esta competência e às vezes até encaminhamos para alguns órgãos e empresas como forma de ajuda”, pontuou.


    Violência


    O vereador tratou ainda da crescente violência em Feira de Santana e relatou o assalto ocorrido nesta manhã na porta da Casa do Trabalhador. “Está me deixando preocupado não só o desemprego, mas também a violência. Hoje, pela manhã, enquanto desempregados estavam numa fila na Casa do Trabalhador, dois elementos os assaltaram, levando o poucos que aquelas pessoas tinham”, relatou. E continuou lembrando que os assaltos estão sendo constantes em bairros da cidade.


    Críticas


    “Estou ouvindo dizer que o Governo do Estado irá entregar viaturas. Quero saber se estas viaturas serão trocadas ou vão chegar mais e agregar as que já estão? Porque muitas vezes ouvimos dizer que vão chegar viaturas, mas as que já têm são retiradas do local, como aconteceu em Jaíba, onde chegaram viaturas e as que já tinham foram levadas para Cipó. Todos sabem que, geralmente, o que acontece é que vencem os contratos com as empresas que vencem as licitações”, pontuou Lulinha. Segundo o edil, resta pouco tempo para o Governo do Estado continuar anunciando obras.


    Consequências


    Edvaldo Lima informou que o aumento do valor do combustível já está afetando o comércio de Feira de Santana. O vereador disse apoiar a manifestação dos caminhoneiros em busca da redução desses valores e dos impostos. “Há muitas pessoas pensando que essa manifestação não está adiantando nada, mas quero informar que já está faltando mercadoria no Centro de Abastecimento de Feira de Santana. São comerciantes de frutas e verduras que não receberam mercadorias para vender e estão preocupados com esta situação. Todos sabem que o Centro de Abastecimento é o maior distribuidor de alimentos para supermercados e mercadinhos da cidade”, informou Edvaldo Lima.


    Caseb


    No uso da tribuna, na sessão ordinária de quarta-feira (23), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador João dos Santos voltou a tratar sobre um buraco aberto há tempos no bairro Caseb. “Parece mais uma cratera. Ela está no final da Rua Paraguay e eu já solicitei o tapamento dele ao secretário José Pinheiro e até hoje nada foi feito. Pelo que estou vendo aquele buraco só será tapado quando acontecer um acidente. Espero muito que a secretaria cumpra com sua obrigação”, pediu Bililiu.


    Comissão define prazos


    A Comissão Especial da Câmara Municipal de Feira de Santana se reuniu na manhã da terça-feira (22), para dar andamento aos trabalhos referentes às Leis do PDDU, Uso e Ocupação do Solo, Meio Ambiente e Código de Obras. Conforme definido, no próximo dia 06 de junho, às 14h30, a Fundação ADM, responsável pelo levantamento do texto de proposta da lei, juntamente com seus técnicos, bem como, secretários municipais e técnicos das secretarias, realizará exposição da metodologia aplicada para o levantamento de dados e como se chegou ao resultado a fim de apresentar a Comissão duas datas específicas para em Audiência Pública, quando serão discutidas as referidas.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia