Facebook
Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 29/09/2018


    Sobe - A coordenação da Feira do Livro por ter acertado na mudança do local do evento que bateu recorde de público na edição deste ano.

    Desce - Alunos que em ação desrespeitosa fazem bulling com colegas dentro da sala de aula e ato acaba em tragédia.

     

    Operação

    A Polícia Federal deflagrou na manhã de ontem (28) uma nova operação e Marconi Perillo (PSDB), candidato ao Senado e ex-governador de Goiás, é alvo de mandados de busca e apreensão. Segundo o G1, a PF prendeu José Rincon, coordenador de campanha do governador José Elinton (PSDB), que é postulante à reeleição. A operação, batizada de Cash Delivery, apura repasses indevidos para agentes públicos em Goiás. Agentes cumprem 14 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária.

     

    Antecipação

    O presidenciável Fernando Haddad (PT) quer antecipar o nome do ministro da Fazenda se passar para o segundo turno das eleições. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a ideia da campanha do petista é sinalizar que, se eleito, o ex-prefeito da capital paulista terá um governo moderado e sem grandes rupturas na economia. A estratégia, segundo aliados, permite a entrada do candidato na reta final da disputa presidencial sob menor desconfiança do mercado.

     

    Decisão

    A campanha de Ciro Gomes (PDT) decidiu atacar a polarização entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) e, além disso, mirar o eleitorado feminino. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o pedetista quer se colocar como terceira via e fará gestos à população feminina na reta final da campanha. O PDT programa um evento do candidato com mulheres para que ele apresente propostas de prevenção e combate a doenças, como câncer de mama.

     

    Acusação

    O vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), filho do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro, foi acionado pela oposição na Comissão de Ética da Câmara do Rio sob acusação de apologia à tortura. Parlamentares da oposição entraram com denúncia contra a divulgação de imagem que simula um homem torturado. A foto foi publicada no "stories" (são mensagens com duração de 24 horas que podem ser deletadas) no Instagram na noite da última quarta-feira (26). O vereador publicou o conteúdo em referência ao movimento #EleNão, criado por um grupo de mulheres contrárias à candidatura do seu pai. Na imagem, um homem está amarrado, ensanguentado e com a cabeça dentro de um saco plástico. Em seu peito está escrito #EleNão e, mais abaixo, a frase: "sobre pais que choram no chuveiro", usada para se referir a pais que têm vergonha de filhos homossexuais.

     

    Nome mantido

    O Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) informou na última quinta-feira (27), por meio de comunicado oficial, que o nome do candidato ao governo Rio Anthony Garotinho (PRP-RJ) será mantido na urna eleitoral, mesmo após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que manteve no mesmo dia a inelegibilidade do ex-governador.

     

    Crescimento

    Segundo colocado nos levantamentos realizados sobre intenções de voto, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), o candidato a presidente Fernando Haddad (PT) é o mais pesquisado no Google nesta semana, em relação a primeira do mês. Conforme a colunista Marina Caruso, do jornal O Globo, o petista cresceu 381% nas buscas através da ferramenta, associadas com a palavra "fez". O segundo mais procurado no ranking do site de buscas é o presidenciável Cabo Daciolo (Patriota), com 185%. Na terceira posição, surge João Goulart Filho, com 148%. Bolsonaro (PSL) é apenas o nono na lista e Guilherme Boulos (PSOL) caiu 26%.

     

    Segundo coluna

    Depois de desistir de disputar a reeleição, o senador Aécio Neves (PSDB) quer presidente da Câmara dos Deputados em 2019. Segundo a coluna Radar, da revisa Veja, o tucano mineiro confidenciou o objetivo político ao deputado Onyx Lorenzoni (DEM). A aposta em Minas Gerais é de que Aécio Neves será o parlamentar federal mais votado do estado.

     

    Cortejado

    O presidenciável Henrique Meirelles (MDB) já tem sido cortejado por emissários de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) para ter o apoio do emedebista em um eventual segundo turno. Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, o emedebista admitiu que "de fato, tanto eles como interlocutores da frente centrista" o procurou. Meirelles não consegue decolar nas pesquisas. Segundo o Ibope, o ex-ministro dos governos Lula e Temer tem apenas 2% das intenções de voto.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia