Desenbahia 3
Facebook
Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 27/10/2018


    Sobe - Faculdades em Feira que realizam aulão gratuito para o ENEM 2018.


    Desce - Universidades públicas que fizeram propaganda eleitoral irregular dentro do campus.


    Pedido de Lula


    O ex-presidente Lula pediu em uma reunião com dirigentes do PT que o presidenciável Fernando Haddad não saia das ruas até a votação do segundo turno das eleições. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, Lula também pediu que a direção do partido faça um agradecimento à militância que está defendendo a sigla. Hoje, uma mobilização programada em Curitiba, onde os ex-presidente está preso, na sede da Polícia Federal, será comemorado o aniversário dele, que completa 73 anos.


    STF


    O STF tenta intimar, sem sucesso, o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável Jair Bolsonaro. Há 23 dias um oficial de Justiça tem ido diariamente ao gabinete dele em Brasília, mas não consegue localizá-lo, informa a Coluna do Estadão, do jornal Estado de S.Paulo.


    PV recorreu


    O PV recorreu da decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia que autorizou a vereadora de Salvador, Marcelle Moraes, a deixar o partido. No recurso, o advogado da sigla, Alexandre Nascimento, aponta que houve “omissão” na decisão judicial e pede a reapreciação do caso. Segundo ele, o presidente do PV, Ivanilson Gomes, não foi citado para se manifestar sobre a ação da vereadora. No texto, o advogado argumenta, ainda, que a decisão judicial se embasou em prova ilícita e não houve perícia no caso. Também reclama de cerceamento da defesa.


    Oferta


    O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ofereceu uma secretaria da administração municipal para a presidente do PSL na Bahia, a deputada federal eleita Dayane Pimentel. A parlamentar é principal aliada na Bahia do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas de intenção de votos contra Fernando Haddad (PT). Segundo apurou o site Metro1, a pasta pode ficar com o marido de Dayane Pimentel, Alberto Pimentel.


    Cogitação


    Depois de não conseguir se reeleger, o deputado federal Antônio Imbassahy pode deixar o PSDB e se filiar a outro partido. Segundo apurações do site Metro1, o ainda tucano cogita migrar para o partido do presidenciável Jair Bolsonaro, o PSL, mas também está no radar o PHS, que hoje está coligado com o governador reeleito Rui Costa (PT). Se for para o PSL, especula-se que Imbassahy pode ser candidato a prefeito de Salvador pelo partido na eleição de 2020. Ou também postulante a vereador e ser mais um ex-prefeito na Câmara de Salvador, ao lado de Edvaldo Brito (PSD).


    Questionamento


    Anunciado como futuro ministro da Defesa em um eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), o general Augusto Heleno publicou ontem (25), um vídeo onde questiona os resultados da última pesquisa Datafolha. Desde o primeiro turno, a equipe de campanha, a militância e o próprio Bolsonaro têm questionado a confiabilidade das pesquisas de intenções de votos. Ontem, a hashtag “#nãoaceitaremosfraude”, impulsionada por eleitores do capitão reformado, ficou em primeiro lugar nos assuntos mais comentados da rede social Twitter.


    Avaliação do cientista


    O cientista político Lúcio Rennó, da Universidade de Brasília (UnB), avaliou ao blog a nova pesquisa Datafolha de intenção de voto para presidente, divulgada na última quinta-feira (25). Os números mostram uma queda na diferença de Jair Bolsonaro (PSL) para Fernando Haddad (PT) de seis pontos nos votos válidos. Bolsonaro agora está com 56% dos votos válidos e Haddad, com 44%. Segundo ele, Bolsonaro é favorito, mas eleição não está decidida.


    Satisfeito


    O senador eleito Jaques Wagner (PT) disse ontem (26), em coletiva de imprensa realizada em seu escritório, na Avenida Paralela, compreender o “apoio crítico” do ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) à candidatura de Fernando Haddad. O ex-governador da Bahia minimizou a ausência do pedetista do país durante a campanha do segundo turno, momento em que diversos partidos estão mobilizados para tentar reverter a especulada vitória de Jair Bolsonaro (PSL) nas urnas, conforme preveem todas as pesquisas de intenção de votos.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia