Desenbahia 3
Facebook
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 03/11/2018


    Sobe - O trabalho desenvolvido pelo CPRL que terminou na redução do número de homicídios em Feira de Santana.


    Desce - ALBA por querer fazer novo concurso sem antes ter nomeados todos os convocados de concursos anteriores. Por isso a Justiça suspendeu o novo edital.


    Único ausente


    O vereador Igor Kannário (PHS), que foi eleito deputado federal no pleito de outubro, foi o único edil a não comparecer na votação que elegeu Geraldo Júnior (SD) como novo presidente da Câmara Municipal de Salvador, na tarde da última quarta-feira (31), no plenário Cosme de Farias. Além de Geraldo, os vereadores também escolheram os novos membros da Mesa Diretora. Ainda não se sabe o motivo da ausência de Kannário.


    Alerta


    A China fez um alerta ao presidente eleito Jair Bolsonaro sobre os riscos econômicos do Brasil seguir a linha do presidente Donald Trump e romper acordos comerciais com Pequim. Editorial publicado pelo jornal estatal China Daily afirma que Bolsonaro foi “menos que amigável” em relação à China durante a campanha” e adverte sobre o custo econômico do eleito querer ser um “Trump tropical”.


    Mais espaço


    O deputado federal Daniel Almeida (PCdoB) disse que o seu partido tem “legitimidade” para pleitear mais espaço no governo de Rui Costa (PT), já que aumentou a bancada de deputados estaduais e pode ampliar o número de cadeiras na Câmara dos Deputados.


    Cotado para Ministério


    O senador Magno Malta (PR), que não conquistou a reeleição, tem sido cotado para um mistério no governo de Jair Bolsonaro (PSL) que tem sido chamado de “Ministério da Família”. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a pasta abarcaria Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. O senador é especulado para o ministério porque tem atuação forte no campo. Entre suas bandeiras, estão o combate à pedofilia e à legalização de drogas e aborto.


    Mourão não confirma


    O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou que desconhece a possibilidade de indicação do senador Magno Malta (PR-ES) para o “Ministério da Família”, nome dado à pasta originada da fusão dos ministérios do Desenvolvimento Social e dos Direitos Humanos. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Mourão, que defende a escolha de uma mulher para comandar a área, disse que Malta se tornou um “elefante na sala” depois de ter rejeitado ser vice de Bolsonaro e não ter conseguido se reeleger.


    Lamentou


    O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, lamentou o anúncio do próximo governo de fundir a pasta com o Ministério do Meio Ambiente. Em nota, Maggi afirmou que a junção vai trazer prejuízos ao agronegócio brasileiro, que é “muito cobrado pelos países da Europa pela preservação do meio ambiente”. Maggi ainda aponta que acredita que vai ser difícil conciliar os assuntos em uma futura fusão dos ministérios. “Como um ministro da agricultura vai opinar sobre um campo de petróleo ou exploração de minérios? “, questionou Maggi.


    Assessoria de Bolsonaro


    A assessoria do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) informou, na última quarta-feira (31), à noite, que ainda não há decisão sobre a fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente. A informação foi dada após uma reunião de Bolsonaro com o empresário do agronegócio Luiz Antônio Nabhan Garcia. Segundo Garcia, o presidente eleito “quer ouvir todo mundo para depois tomar uma decisão”. Ao G1, a assessoria de Bolsonaro confirmou que ainda não há decisão sobre o tema. Na terça (30), o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, tinha confirmado que Bolsonaro uniria os dois ministérios.


    Expectativas


    O ministro Celso de Mello, o mais antigo do Supremo Tribunal Federal (STF), disse, na última quarta-feira (31), que o Brasil tem expectativas de que a Constituição será respeitada como lei máxima da República. A declaração de Celso de Mello foi feita durante sessão plenária do STF, aberta pelo magistrado com um elogio ao trabalho da ministra Rosa Weber durante o processo eleitoral, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia