Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 15/11/2018


    Sobe - Secretaria de Saúde, por descentralizar a campanha Novembro azul, levando informações aos diversos ambientes de predominância masculina.


    Desce - Presidente eleito Bolsonaro, por tratar coisa séria como a escolha de um ministro, com desdém, ao responder sobre se novo ministro seria homem ou mulher, ele respondeu que poderia ser até gay.


    Sobrevivência


    Partidos de centro como PSDB, PSB, PV, PSD e setores do MDB e do DEM estudam a possibilidade de formar uma federação de agremiações que passariam a atuar em conjunto, no Congresso e nas eleições. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, lideranças do PSB, do PSDB e do DEM já conversaram. A federação teria o objetivo de vincular as legendas nas votações, com a vantagem de manter a estrutura e o fundo partidário de cada uma. De acordo com a proposta, todos os partidos seriam obrigados a lançar, juntos, um mesmo candidato nas eleições municipais. Segundo a colunista, pelos cálculos de uma das principais lideranças que participam dos diálogos, uma federação de centro somada a outra, de esquerda, poderia chegar a 300 parlamentares na Câmara e representaria a “sobrevivência da política”, no governo de Jair Bolsonaro (PSL).


    Críticas


    O ex-superintendente da Defesa Civil de Salvador (Codesal) Gustavo Ferraz tem intensificado, pelas redes sociais, as críticas à gestão da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT). Recentemente, em seu Instagram, Ferraz afirmou que a Prefeitura de Lauro contratou uma empresa por R$ 3,2 milhões para “ensinar as secretarias da Fazenda e da Administração a economizarem”.


    Reunião


    O presidente do DEM, ACM Neto, se reunirá na próxima quarta-feira (21), com futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para acertar como será a relação do partido com o novo governo. O encontro será em Brasília. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo de ontem (14), o partido do prefeito de Salvador vai condicionar a adesão ao governo de Jair Bolsonaro (PSL) ao apoio do Palácio do Planalto à recondução de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara. De acordo com a publicação, outra possibilidade é pedir que o PSL ao menos tenha neutralidade nessa disputa.


    Reivindicação


    No uso da tribuna da Casa da Cidadania, ontem (14), o vereador João Bililiu (PPS) reivindicou à diretoria do Fluminense de Feira Futebol Clube, popularmente conhecido como o “Touro do Sertão”, mais investimentos e organização para que o time tenha condições adequadas de disputar os campeonatos.


    Decreto


    O Presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), determinou, através da Portaria nº 756/2018, que não haverá expediente no Legislativo, no dia 16 de novembro de 2018 (sexta-feira), e será cumprido por compensação, mediante acréscimo de 01 (uma) hora, na jornada normal de trabalho, no período de 6, 7, 8, 9 e 12 de novembro de 2018.


    Reunião


    A Comissão Especial para tratar do PDDU, LOUS, Código de Meio Ambiente e Código de Obras, realizou reunião na manhã de ontem (14), na Câmara Municipal de Feira de Santana, com o objetivo de receber emendas, dar prosseguimento aos processos e iniciar a conclusão do relatório.


    Lamentou


    O vereador Zé Curuca (DEM) lamentou o falecimento do pequeno Yan Lucas Almeida Nascimento, de apenas três anos. Yan tinha problemas cardíacos e aguardava a realização de uma cirurgia de urgência.


    Repúdio


    O edil Marcos Lima (PRP) repudiou a atitude agressiva por parte de fiscais da Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico contra ambulantes durante operação no centro comercial de Feira de Santana.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia