Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 17/01/2019


    Sobe - O Lar do Irmão Velho pelos 60 anos de bons serviços prestados aos idosos.


    Desce - INSS que por falta de peritos dá rombo de R$ 13,8 bilhões nas suas contas entre 2016 e 2018.


    Tratado de extradição


    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou ontem (16), que o tratado de extradição entre Brasil e Argentina será aprimorado. Na manhã de ontem, Moro reuniu-se com os ministros argentinos de Justiça e Direitos Humanos, Germán Garavano, e da Segurança, Patrícia Bullrich. Eles acompanham o presidente da Argentina, Maurício Macri, em sua visita oficial ao Brasil.


    Suspensão de convênios


    O Ministério do Meio Ambiente suspendeu todos os convênios e parcerias com Organizações não Governamentais (ONGs) pelos próximos três meses. O objetivo da decisão do ministro Ricardo Salles, de acordo com a pasta, é levantar quanto foi pago às ONGs no ano passado. O ministro também determinou que, daqui para frente, tudo o que for relacionado a ONGs passe por avaliação dele.


    Convite negado


    A senadora e deputada federal eleita Lídice da Mata (PSB) disse ontem (16), que teve o nome sondado pelo governador Rui Costa (PT) para assumir uma secretaria na administração, contudo negou a oferta. Segundo a parlamentar, a negativa foi orientação do diretório nacional de sua legenda. O PSB pediu para que ela foi recusasse qualquer convite que a fizesse deixar a bancada da sigla no Congresso.


    Afirmação do ministro


    O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, disse na última terça (15), em entrevista ao Estadão, que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) não terá marqueteiro nos moldes de gestões anteriores. De acordo com a publicação, ao invés dos marqueteiros, serão admitidos “profissionais para fazer planejamento de mídia”. Para o titular da pasta, o marketing de governo “não pode ser uma forma de expansão de ideologia”.


    Comparação


    O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, comparou na última terça-feira (15), o risco para uma criança de alguém manter uma arma de fogo em casa ao risco da mesma criança se acidentar com um liquidificador. Segundo o ministro, evitar acidentes é uma questão de “educação” e “orientação”. “A gente vê criança pequena botar o dedo dentro do liquidificador e ligar o liquidificador e perder o dedinho.


    Medida provisória


    Após facilitar a posse, o governo de Jair Bolsonaro prepara uma medida provisória que abrirá prazo para o recadastramento de armas em situação irregular e estuda reduzir imposto para o comprador, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo. A MP deve ser assinada até o fim deste mês. Além disso, a ideia é mobilizar apoio no Congresso para conseguir a aprovação da flexibilização do porte, que permitiria ao cidadão andar armado.


    Favorável


    O ministro Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência) disse ontem (16), ser favorável ao porte de armas no Brasil “com responsabilidade”, para que os cidadãos possam se “defender”.


    Apoio


    Líder do partido na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (GO) garantiu que os 52 deputados eleitos em outubro e outros dois que vão se filiar devem apoiar Rodrigo Maia.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia