BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 28/02/2019


    Sobe - Feira de Santana que pela segunda vez consecutiva assume o topo dos municípios com melhor saúde fenanceira do Brasil.

     

    Desce - Baixa adesão popular às audiências públicas para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias.


    Conscientização


    “Não é não”. Foi com essas palavras que a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) iniciou o seu discurso na sessão ordinária, de ontem (27), na Câmara Municipal de Feira de Santana. A edil teceu elogios ao Coletivo de Mulheres que usa a informação, o empoderamento e tatuagens temporárias como instrumentos contra o assédio no carnaval deste ano. A democrata também ressaltou que o carnaval de 2019 é o primeiro em que atos de importunação sexual serão registrados como crime. Além disso, pediu para que os homens não se utilizassem de momentos de fraqueza para praticarem assédios na festa.


    Pedido à Sesp


    Gilmar Amorim (PSDC) revelou preocupação com o aumento significativo dos casos de dengue no município. O edil solicitou da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp) que realize mutirões de limpezas nas ruas da cidade.


    Luiz sobre ambulantes


    Luiz da Feira (PPL) falou sobre as dificuldades passadas pelos vendedores ambulantes. Segundo ele, aproximadamente 10 mil pessoas vivem do comércio informal em Feira de Santana. Para ele, o número expressivo é um reflexo da situação atual do país, com mais de 12 milhões de desempregados. O parlamentar destacou que apresentou um Projeto de Lei, em 2018, que visa obrigatoriedade das empresas contratadas através de licitação para execução de obras, admitirem no mínimo 30% da mão de obra entre moradores do município. Segundo ele, esse PL, caso aprovado, geraria emprego para os pais e mães de família.


    Crítica


    Zé Filé (PROS) teceu duras críticas à Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) por não dar importância aos problemas enfrentados pelos moradores da região norte da cidade. Ele explicou que, em fevereiro de 2018, solicitou a instalação de semáforo no cruzamento das Avenidas Eduardo Fróes da Mota com a Paulo Freire - no bairro Gabriela - mas o superintendente Maurício Carvalho afirmou que não seria possível e tentaria viabilizar alguma solução, o que não ocorreu. O vereador também citou a necessidade de um semáforo na ligação entre a Avenida Eduardo Fróes da Mota com o bairro Nova Esperança.


    Tribuna livre


    Midian Leite dos Santos, que trabalhou durante anos na Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (Fazenda do Menor), fez uso da tribuna livre para relembrar as atividades desenvolvidas pela Fazenda do Menor, tais como geração de empregos, educação de milhares de crianças, exportação de materias. Logo após, pediu apoio aos vereadores para a reativação do equipamento. Ela ainda lembrou que a Escola Juíza Lourdes Trindade, que tem 24 anos de existência, poderá ser fechada. Por fim, suplicou ajuda do município e do Estado para o não fechamento do equipamento.


    Repercussão negativa


    Roberto Tourinho (PV) disse que ao fala do líder governista, vereador Marcos Lima (PRP), em relação aos engenheiros e arquitetos da Prefeitura de Feira de Santana repercutiu de forma negativa na cidade. Lima disse que esses profissionais não têm capacidade de trabalharem nas obras de requalificação do Centro Comercial da cidade. Por isso, Tourinho afirmou que recebeu diversas ligações desses profissionais pedindo para que suas capacidades fossem citadas por ele. Para finalizar, Tourinho disse lamentar o entendimento que o Governo Municipal tenha para com seus servidores.


    Aprovação


    A Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã de ontem (27), aprovou, em sessão extraordinária e por maioria dos presentes, o Projeto de Lei Complementar nº 001/19, de autoria do Poder Executivo, que altera a redação do artigo 14 da Lei Complementar nº 11/2002, com redação dada pela Lei Complementar nº 028, de 05 de maio de 2006, que institui o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Feira de Santana. Os vereadores Roberto Tourinho (PV) e Zé Filé (PROS) votaram contra a matéria.


    Aprovação I


    A Casa da Cidadania aprovou, em primeira discussão e por unanimidade dos presentes, o Projeto de Lei de nº 005, de autoria do vereador Edvaldo Lima (PP), que declara a Bíblia Sagrada como patrimônio imaterial e cultura no município de Feira de Santana, estado da Bahia.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia