BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 06/03/2019


    Sobe - Igreja Católica por lançar campanha da Fraternidade 2019 para discutir as políticas públicas no Brasil.


    Desce - Escola de Samba Gaviões da Fiel por praticar intolerância religiosa.


    Contestações no STF


    A fundação de combate à corrupção criada pela Lava Jato em Curitiba deve ser alvo de contestações no Supremo, informa a coluna Painel, da Folha de São Paulo. Segundo a publicação, a área jurídica do PT estuda ingressar com ação na corte para questionar a constitucionalidade da medida da força-tarefa. O fundo é de direito privado. A avaliação preliminar da direção petista é a de que os procuradores não têm competência para definir o destino de recursos públicos e estariam interferindo nas atribuições do Executivo e do Legislativo. “O Ministério Público pode muito, mas não pode tudo”, diz o deputado Rui Falcão (PT-SP). O fundo no valor de R$ 1,25 bilhão foi estabelecido em acordo entre a Petrobras, o Ministério Público Federal e o Departamento de Justiça americano.


    Hostilização


    O boneco gigante do presidente Jair Bolsonaro (PSL) estreou sob chuva, esquema de segurança especial e vaias no Carnaval de Olinda (PE). Ao lado da escultura que representa a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o “Jairzão” puxou o cortejo de cem gigantes na última segunda-feira (4). Em diversos momentos do desfile, muitos foliões vaiavam e atingiam o boneco com latas de cerveja e pedras de gelo.


    Disputa


    A relatoria da reforma da Previdência está entre dois deputados: Agnaldo Ribeiro (PP) e Eduardo Cury (PSDB). Segundo a coluna Radar, da revista Veja, Ribeiro é tido como favorito. No dia 20 de fevereiro, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), entregou ao Congresso a proposta do governo para a reforma. As novas regras precisam do aval dos congressistas, em dois turnos de votação, tanto na Câmara quanto no Senado.


    Posicionamento de Coronel


    O deputado federal Angelo Coronel (PSD-BA), autor do projeto que põe fim ao percentual mínimo (30%) de candidaturas femininas na disputa de cargos eletivos, defende que, se as mulheres querem igualdade, não há necessidade de cota. À Folha de São Paulo ele justifica que a participação feminina nas últimas eleições não se mostrou diferente do patamar histórico.


    Crítica


    O pastor Silas Malafaia criticou a postagem do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que pudesse acompanhar o velório do neto, na manhã do último sábado (2). Em sua página noTwitter, Malafaia, que na campanha presidencial do ano passado caminhou ao lado da família Bolsonaro, pediu “compaixão” para o parlamentar.


    Lamentou


    O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) comentou a morte do neto do ex-presidente Lula, e também sobre a saída temporada concedida pela Justiça ao petista, para que fosse ao sepultamento do garoto, de apenas 7 anos, que faleceu vítima de uma meningite meningocócica. Em post no Twitter, o filho do presidente da República disse que discordava da liberdade temporária dada a Lula, por uma “questão de isonomia” com os demais presos. Contudo, afirmou ser “óbvio” que a morte de Arthur Araújo Lula da Silva é um “fato lamentável” e pediu: “Não misturem as coisas”.


    Demissão anunciada


    O Ministério das Relações Exteriores informou na última segunda (4) que o diplomata Paulo Roberto de Almeida, diretor do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, deixou o comando do órgão, vinculado ao Itamaraty. Diplomata de carreira desde 1977, Paulo Roberto de Almeida publicou e reproduziu no domingo domingo (3) textos sobre a crise na Venezuela.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia