BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 14/03/2019


    Sobe - Pirelli por patrocionar a produção do plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Feira de Santana.


    Desce - Fragilidade da segurança em escolas que já contribuiu para que houvesse 8 atentados nos últimos 8 anos nestas instituições.


    Crítica


    Zé Filé (PROS), na manhã de ontem, criticou a educação ofertada pelo Município de Feira de Santana. Segundo ele, já são 49 mil alunos fora da sala porque o prefeito “não chama os professores para conversar e pagar o que é de direito da categoria”. Para ele, parece que o prefeito não se incomoda.


    Representação protocolada


    Edvaldo Lima (PP) informou que protocolou, ontem, no Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) uma representação contra a Empresa Baiana de Águas e Saneamento. Ele solicita que o MP-BA ingresse com uma ação civil pública para que a Embasa normalize o fornecimento de água no município.


    Requerimento aprovado


    O requerimento nº 53/2019, de autoria do vereador Edvaldo Lima, foi aprovado na Câmara. A proposta do requerimento é de que representantes da Embasa deem explicações sobre a constante falta d’água na cidade. A aprovação foi por unanimidade, o que fez Edvaldo agradecer aos seus pares.


    Lima sobre chineses


    O líder do governo na Câmara Municipal, vereador Marcos Lima (PRP), refutou a possibilidade de comerciantes chineses possuírem lojas no Centro Comercial Popular de Feira de Santana - Shopping Popular. Ele apresentou a Lei Municipal nº 3774 de novembro de 2017 que destina os espaços comerciais (boxes) do Shopping Popular, exclusivamente, a brasileiros natos ou naturalizados devidamente cadastrados junto a Secretaria Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico. A lei também veda a transferência dos espaços comerciais, em favor de terceiros, que não sejam brasileiros natos ou naturalizados.


    Afirmação do senador


    O senador Major Olímpio (PSL-SP) disse ontem (13), que o massacre na escola Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), teria sido evitado se os professores da unidade de ensino estivessem armados. Dois adolescentes mataram pelo menos oito pessoas e cometeram suicídio.


    Kannário tranquilo


    Após ser denunciado no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar, o deputado federal Igor Kannário (DEM) afirmou que recebeu a notícia “com tranquilidade”. Para ele, representar as classes menos favorecidas no parlamento “incomoda muita gente”.


    Bolsonaro e jornalistas


    O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode adotar como rotina receber grupos de jornalistas para encontros e conversas no Palácio do Planalto. A informação é da colunista Mônica Bergamo, da Folha. Segundo a publicação, a ideia de assessores é distensionar a relação do presidente com a imprensa, convidando grupos de profissionais para conversar com ele de acordo com o tipo de veículo em que trabalham.


    Opinião de Freixo


    O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) diz não ver indícios que relacionem Jair Bolsonaro (PSL) ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e de seu motorista Anderson Gomes. O duplo homicídio completa um ano hoje (14) - dois dias após a prisão dos dois supostos executores, dentre eles um policial militar reformado que residia no mesmo condomínio onde o presidente mora atualmente. O parlamentar, por outro lado, afirma não descartar a ligação do clã Bolsonaro com as chamadas milícias.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia