Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 11/04/2019


    Sobe - União entre Prefeitura e Polícia Militar que culmina com plano estratégico para garantir segurança do folião na Micareta.


    Desce - Cidade do Recôncavo baiano por viver surto de doença contagiosa.


    Sobre gestantes


    No uso da tribuna, na sessão ordinária de ontem (10), na Casa da Cidadania, o vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (DEM), voltou a tratar sobre a situação das parturientes na cidade. Segundo ele, o Hospital Inácia Pinto atendeu 3604 mulheres em janeiro, onde 890 ficaram internadas para parir; em fevereiro atendeu 3363 mulheres, onde 867 ficaram internadas para parir e em março, 3780 mulheres foram atendidas, onde 976 ficaram internadas para parir. Para o edil, essa situação mostra que o hospital já chegou ao limite e que está na hora do Estado voltar a disponibilizar unidades hospitalares para atender as gestantes e parturientes.


    Pedido


    Zé Curuca (DEM) pediu que os seus colegas busquem mais a Deus. Ele acha que está faltando Deus na Casa e disse que ficou muito triste com a grande discussão dos vereadores Eremita Mota (PSDB) e Marcos Lima (PRP).


    Cadmiel sobre Ronaldo


    Cadmiel Pereira (PSC), após um breve relato da trajetória política do ex-prefeito José Ronaldo, garantiu que ele continua trabalhando, mesmo sem mandato. Segundo o edil, José Ronaldo quando promete, cumpre; se não puder, dá uma satisfação; ainda que, muitas vezes, diga não.


    Manifestação


    Edvaldo Lima (PP) se manifestou contra a decisão do STF de permitir o sacrifício de animais para rituais religiosos. Para ele, sacrificar animais para depois eles serem jogados em vias públicas, contaminando o meio ambiente não poderia ser permitido pelo STF.


    Pagamentos suspensos


    O secretário municipal de Saúde, Luiz Galvão, assinou portaria para suspender o repasse de qualquer crédito ao Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi), com a alegação de que há uma inadimplência trabalhista relatada por gerentes das unidades de saúde administradas pela empresa.


    Mais uma denúncia


    O ex-presidente Michel Temer (MDB) é alvo de mais duas denúncias na Justiça. Segundo informações do site da Veja, desta vez, ele é apontado como chefe de uma organização criminosa e responsável por tramar contra a Lava-Jato. As imputações foram feitas pela Procuradoria da República no Distrito Federal com base nas acusações do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. De acordo com os investigadores, Temer atuou na compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e comandou uma quadrilha do MDB na Câmara.


    Aumento de pena


    A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato pediu que a Justiça Federal eleve a pena dada ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no processo do sítio de Atibaia (SP). Ele foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão em fevereiro pela juíza federal substituta Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal do Paraná. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a apelação deverá ser apreciada pela segunda instância quando o processo for remetido ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), passo que deve acontecer em breve.


    Opinião


    O ministro de Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro disse, em participação ao programa Conversa com Bial, que fatos como a morte de um músico no fuzilamento do carro, em que estava com a família, no Rio de Janeiro “podem acontecer”, apesar de ter lamentado o ocorrido.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia