Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 27/11

    Sobe - O CETEB, por realizar seminário de valorização do técnico em segurança do trabalho. Desce - Os problemas envolvendo a administração do SAMU em Feira de Santana.


     

     Virgindade
     
    O vereador Luis Augusto de Jesus, o Lulinha (DEM), levou à sessão de ontem uma discussão um tanto delicada. Ele afirmou que em alguns meios de comunicação foi divulgado que um vereador de Feira de Santana teria oferecido R$ 35 mil para uma jovem da cidade de Sapeaçu que está leiloando a virgindade na internet. Lulinha, descontente com o envolvimento da Casa da Cidadania no fato, pediu que fosse descoberto o nome do vereador. Atendendo ao pedido do parlamentar, o presidente da Casa pediu que alguns vereadores fossem à cidade para  tentar saber quem foi o autor da oferta
     
    Viagem perdida
     
    Esta coluna procurou os mesmos meios de comunicação que Lulinha diz que divulgou a compra de virgindade por um vereador de Feira e ouviu informação igual a que Lulinha recebeu, que a moça, desesperada pelo dinheiro, resolveu dar um desconto de 50% e oferecer a virgindade compartilhada com 10 pessoas daquela cidade. Dividida em cartão de crédito em 10 parcelas. Esse negócio de ouvir dizer....
     
    Caruru
     
    O tradicional Caruru de Santa Bárbara do Centro de Abastecimento pode não acontecer este ano. A discussão foi levantada pelo vereador Frei Cal (PMDB), que discorda da possibilidade. “O caruru não pode deixar de acontecer, ele acontece 35 anos”, lembra Cal. quem acredite que a decisão do secretário de Desenvolvimento, Magno Felzemburgh, em não realizar a festa tem ligação com sua atual religião (cristã). 
     
    Lulinha
     
    O imbatível Lulinha está com pressa para que as leis de sua autoria sejam promulgadas até dezembro deste ano. Na sessão de ontem ele leu, de uma por uma, as leis criadas por ele que ainda não foram promulgadas. O colega Justiniano (DEM) sugeriu que o Legislativo realizasse um balanço de todas as leis ainda não promulgadas, mas Lulinha não aceitou disse que isso demoraria muito e quer as suas promulgadas em dezembro deste ano. Calma Lulinha, quem espera sempre alcança


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia