Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 27/12/2019


    Sobe - Ministro Sérgio Moro por ser escolhido pela Financial Times como uma das 50 personalidades que marcaram a década.


    Desce - Lula e Palocci por serem indiciados pela PF por doações da Odebrecht a instituto.


    Juntos


    Na manhã de ontem (26), em entrevista concedida ao radialista Dilton Coutinho, do programa Acorda Cidade, da rádio Sociedade News FM, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins da Silva Filho (MDB), reforçou a aliança com o ex-prefeito da cidade, José Ronaldo de Carvalho. Já se considerando candidato para a eleição de 2020, o gestor afirmou que eles estão “juntos e ninguém vai separar essa força”.


    Indiciados


    A Polícia Federal indiciou na última terça-feira (24), o ex-presidente Lula e outras três pessoas por doações feitas pela empreiteira Odebrecht ao Instituto Lula. De acordo com delegado Dante Pegoraro Lemos, que comanda a investigação, uma quantia de R$ 4 milhões transferida pela empresa baiana sob a denominação de “doação” teria sido abatida de uma espécie de conta-corrente informal para repasse de propinas. Além do petista, também foram indiciados o ex-ministro Antônio Palocci, o ex-presidente da companhia Marcelo Odebrecht e o presidente do Instituto, Paulo Okamotto.


    Tentativa


    Uma corrente dentro do PT tenta colocar o senador baiano Jaques Wagner como líder do partido no Senado, segundo o colunista Guilherme Amado, da revista Época. O motivo é que Wagner teria ficado irritado depois de ter sido preterido na escolha à Executiva Nacional e, por isso, o PT quer fazer o “afago”. O atual líder do partido no Senado é Paulo Rocha. O acordo prevê que em 2020 o líder será Rogério Carvalho.


    Crítica


    A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou a criação do Aliança pelo Brasil, partido fundado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, a parlamentar disse que não achou “inteligente abrir outro partido nesse momento e dividir sua base”.


    Isenção


    O autor da proposta de reforma tributária na Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB-SP) estuda formas de isentar as empresas de transporte público de impostos para não gerar aumento nas tarifas de ônibus e metrô, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo. Segundo a publicação, a intenção é contemplar a população e evitar reações negativas à reforma.


    Querem derrubar


    Os dirigentes de universidades federais já estimam que vão precisar de um esforço pesado de convencimento no Congresso, no próximo ano, a fim de barrar a Medida Provisória (MP) que altera o processo de escolha de reitores. De acordo com a coluna Painel, da Folha, eles acreditam que o texto vai diminuir o poder dos conselhos universitários, que agregam institutos e alunos, e assim, afronta a autonomia das unidades de ensino.


    Sobre anticrime


    O presidente Jair Bolsonaro afirmou na última quarta (25), após sancionar o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, que não pode “sempre dizer não ao Parlamento”, se referindo à aprovação do projeto do modo que foi enviado pelo Congresso.


    Avanço


    O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou ontem (26), que o pacote anticrime, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro é um “avanço”. Para ele, no entanto, a aprovação das medidas não quer dizer que a legislação está pronta.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia