Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 26/03/2020


    Sobe - Cientistas brasileiros que estão trabalhando arduamente para desenvolver vacina contra o novo coronavírus.


    Desce - Clientes de bancos que não tiveram paciência e fizeram aglomeração na reabertura de agências.


    ACM Neto


    O prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, falou sobre o pronunciamento de Bolsonaro, e se disse “duplamente perplexo” com o teor da fala “irresponsável”, que “desconsidera a dor e o sofrimento das famílias que já perderam seus entes e as pessoas que já morreram por causa da Covid-19”. “Confesso que ontem, fiquei duplamente perplexo: de um lado como prefeito; do outro lado, como cidadão. Considero que as declarações do presidente são lamentáveis e inaceitáveis. Nós temos feito um esforço absurdo, prefeitos e governadores, em todo o Brasil, para adotar medidas de restrição do fluxo de pessoas nas ruas”.


    Conversa


    O governador Rui Costa se reuniu com os demais governadores do Nordeste para debater e alinhar medidas de combate à pandemia do novo coronavírus. A reunião ocorreu por meio de uma videoconferência, quando foi definido que os gestores nordestinos vão continuar adotando medidas baseadas no que afirma a ciência, seguindo orientação de profissionais de saúde capacitados para lidar com a realidade atual. Também ficou acertado que as ações preventivas serão revistas gradualmente, conforme os registros informados pelos órgãos oficiais de saúde de cada estado.


    Guerra


    Em um dos trechos da carta elaborada após a reunião, os governadores falaram que este “é um momento de guerra contra uma doença altamente contagiosa e com milhares de vítimas fatais. A decisão prioritária é a de cuidar da vida das pessoas, não esquecendo da responsabilidade de administrar a economia dos estados. É um momento de união, de esquecer diferenças políticas e partidárias. Acirramentos só farão prejudicar a gestão da crise”. Para o governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, “o momento vivido pelo Brasil é gravíssimo e o novo coronavírus é um adversário a ser vencido com muito trabalho, bom senso e equilíbrio”.


    Com isolamento


    Ao menos 25 dos 27 governadores informaram que manterão as regras de isolamento apesar das declarações do presidente Jair Bolsonaro. Disseram que manterão as regras de isolamento: governadores de AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, SC, SP, SE e TO. Não se manifestaram: governadores de RO e RR.


    Romperam


    Um dos principais aliados de Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse ontem (25), que as decisões do presidente a respeito da área de Saúde não serão seguidas em seu estado. “Quero deixar claro com muita tranquilidade, mas com autoridade de governador e o juramento de médico que as decisões do presidente da República na área de Saúde não alcançarão o estado de Goiás”, disse.


    Sem liderança


    O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, fez questão de deixar claro suas críticas às atitudes do presidente de constante tensionamento. “A crise política ganhou muito espaço. O presidente da república está com dificuldade de conduzir o Brasil num momento de dificuldade. O Brasil está sem liderança. Quer confronto constante. Ele não consegue tratar de um tema buscando consenso”, afirmou Casagrande ao blog após a reunião.


    Escolha, Mandetta


    A avaliação na cúpula do DEM, partido do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, é que o pronunciamento de Jair Bolsonaro não deixou escolha ao comandante do enfrentamento ao coronavírus. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época. Segundo a publicação, o partido acredita que Mandetta manchará sua história como médico e parlamentar caso endosse as “recomendações anticientíficas e que colocam em risco a saúde da população”. Nas palavras de um dos principais líderes do partido, Mandetta iria contra sua honra pessoal, caso o fizesse. “Mandetta não pode aviltar sua honra pessoal e endossar isso. Ele tem uma história”. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia