Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 30/07/2020


    Sobe - Administração de São Gonçalo por comemorar aniversário de emancipação com um bom volume de obras no município.

     

    Desce - A prefeitura de Feira e empresários de transportes, que ao suprimirem as ofertas de ônibus, expõem a população a COVID-19.

     

    Pesquisas

     

    Do fim da semana passada, até o início desta, três entrevistas, por telefone, foram realizadas para saber do humor do eleitorado feirense. E, as questões levantadas, por cada uma delas, leva-me a buscar o endereço de quem as contratou. Isso demonstra que há pouco mais de 100 dias das eleições, a situação é de um "bolo doido".

     

    Pesquisas I

     

    Numa delas, a pergunta é: "Em quem votaria para prefeito, no quesito estimulado" E nela constava apenas 3 nomes (Colbert, Zé Neto e Targino). A quem interessa uma pesquisa restrita dessa? Seguramente, as lideranças governistas do município para avaliar o potencial de Colbert e Targino, que tinha desaparecido do cenário recente. Ah sim, como cereja do bolo, perguntaram a avaliação do governo do município.

     

    Pesquisa II

     

    Uma outra, pedia a avaliação eleitoral de quatro candidatos (Colbert, Zé Neto, Carlos Geilson e Arimatéia). A quem interessaria saber o potencial de votos de Geilson e Arimatéia? Para mim, a base ligada ao governo do Estado, sem dúvidas, querendo avaliar se houvesse desistência dos dois últimos, o potencial de votos que poderia agregar as principais chapas antagônicas. Nessa aí, pedindo avaliação do governo do Estado e do Município.


    Pesquisa III

     

    A terceira pesquisa chegou a ser enigmática, e eu tive que me dirigi ao Egito para perguntar a esfinge, por que tantos radialistas, jornalistas e blogueiros foram perguntados nessa pesquisa? Mas, lembrei do Fantástico e preferi, para não correr risco de ser devorado, procurar o "detetive virtual", que me indicou, impossibilitado de detectar, que eu fosse aos porões do Doi-Codi. Nessa constava Zé Neto, Colbert, Targino, Geilson e Arimatéia. Fula da vida, Dayane Pimentel, reclamou no programa de Dilton Coutinho, por que não foi incluída nessas pesquisas? E está certa. Afinal, quem vai confiar em pesquisa capenga?

     

    Zangou

     

    Depois de procurar se aproximar mais ainda do governo de Colbert - no qual ainda faz parte com a detenção de cargos - Tom sentiu-se desprezado e, na semana passada, fez cobrança pública da falta de diálogo com o prefeito. No programa de Dilton Coutinho de ontem (29), Colbert tratou a situação manifestando que Tom tinha diversos cargos no governo e, por isso, já é prestigiado, e está sempre aberto ao diálogo. Tom virou "um tostão".

     

    A resposta

     

    Usando o site O protagonista, conduzido pelo jornalista Augusto Ferreira, como porta-voz, Tom respondeu a entrevista do prefeito "Quero informar, primeiro, que nunca tratei de política com ele (Colbert). Até tentei algumas vezes, mas não consegui. Entendo que nesse governo não há conversa com deputados". Afirmou também que a briga não é por cargos. "Não briguei por cargos em momento algum. A reivindicação é por diálogo. Se faz política é conversando". Deixou a entender que não vai ficar no costumeiro entra e sai.

     

    Assédio

     

    A Controladoria-Geral da União (CGU) registrou 54 denúncias de assédio sexual, em órgãos do governo federal, no primeiro semestre de 2020. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época. De acordo com a publicação, os dados são do "Painel Resolveu?", mantido pela CGU para receber reclamações, denúncias e reclamações sobre assuntos diversos, como abusos, programas, atendimentos e serviços. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia