Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 02/09/2020


    Sobe - Presidente Bolsonaro por prorrogar auxílio emergencial, que ao final do programa terá dado ajuda de R$ 4,2 mil a brasileiros carentes.


    Desce - A deputada federal Flordelis (PSD-RJ), por ser apontada pela Polícia e Ministério Público como a mandante do crime que tirou a vida do seu próprio marido.


    Violência não incomoda


    Na sessão de ontem, um fato chamou a atenção. Por um momento, a sessão foi suspensa por haver apenas 6 vereadores no plenário (falta de quórum), quando o mínimo exigido são 7. Na tribuna estava discursando o vereador Cadmiel Pereira sobre o aumento da violência na Bahia e suas consequências em Feira de Santana. Então a sessão foi suspensa. Ao ser reiniciada, um dos ausentes, vereador Isaias retornou e em sua fala, logo depois da de Cadmiel, afirmou que a sessão ficou vazia porque o assunto era chato e não era importante para os vereadores.


    Convenção


    Sete partidos (DEM, PSD, PL, PROS, MDB, PSC e PSDB) realizam, na noite de hoje, suas convenções individuais em Feira de Santana, já que a partir deste ano não teremos coligações nas proporcionais. O edital com o chamamento indicando sua realização foi publicado por Folha do Estado na edição do último dia 21. O Novo foi o primeiro partido a realizar o evento, na noite do último dia 31.

     

    Do andar de cima


    A prorrogação do auxílio emergencial anunciada ontem (1º), dará tempo para aprofundar os estudos para a criação do programa Renda Brasil. A afirmação é do ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência pública virtual. “Nós vamos pegar também dinheiro do andar de cima, vamos pegar do andar do lado”, disse Guedes.


    De 300 para quase mil


    Já está em apreciação pelo Ministério Público uma ação civil pública, apresentada ontem, solicitando do órgão a investigação de possíveis irregularidades no aumento de preços de materiais de construção e de produtos alimentícios na cidade de Feira de Santana, durante o período de calamidade pública em virtude da pandemia de Covid-19. O autor da representação é o vereador Marcos Lima (DEM) que citou como exemplo o milheiro do bloco para construção, que custava R$ 300,00 e passou para cerca de R$ 950,00.


    Entre a calúnia e solidariedade


    Vereador de sete mandatos, um dos mais antigos na Câmara, da atual legislatura, Carlito do Peixe (DEM) foi alvo na sessão de terça-feira (1), de homenagens por parte de vários colegas, ao reclamar que vem sofrendo comentários maliciosos por parte de pré-candidatos a uma vaga na Casa da Cidadania, “burburinhos de algumas mariposas que dizem que eu não sou candidato; mas eu sou”.


    O buraco e o desespero


    A manifestação de moradores na Avenida Artêmia Pires, ocorrida na manhã de segunda-feira (31), foi tema de debate entre vereadores, na sessão da Câmara Municipal. Alberto Nery (PT), oposição ao Governo do prefeito Colbert Martins (MDB), disse que a comunidade “não suporta mais” conviver com os buracos e ausência de asfalto. “Assim como nesta avenida, nas sedes dos distritos estamos vendo a população revoltada, também fazendo manifestações para pedir que sejam tomadas providências”, criticou o vereador.


    A saída de Dallagnol


    Os deputados petistas comemoraram, nas redes sociais, a saída de Deltan Dallagnol da Lava Jato. Paulo Teixeira (PT-SP) disse que “o procurador Dallagnol prestou grandes desserviço ao país”. Alencar (PT-SP) escreveu o seguinte: “A manchete que o Brasil espera é: ‘Dallagnol vai deixar o Ministério Público’. Não podem ocupar cargos públicos pessoas que violam a lei e atuam a mando de outros países. Deltan Dallagnol deve responder pelos crimes que cometeu.”


    Gelo baiano


    A instalação de “gelo baiano” para demarcar e sinalizar as recentes interdições na Rua Olímpio Vital, tem causado acidentes de trânsito, afirmou o vereador Roberto Tourinho (PSB). Ele diz haver relato de vários munícipes insatisfeitos com a presença do equipamento naquele trecho no centro da cidade. De acordo com o edil, os sinalizadores colocam os condutores em risco e ainda podem trazer prejuízos aos veículos. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia