Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 08/09/2020


    Sobe - O espírito cívico do povo brasileiro que mesmo em tempo de isolamento social não deixou de reverenciar à Pátria.


    Desce - O Cidadania em Feira pela incerteza gerada pela crise no comando do partido.


    Pepino


    Não tem título melhor do que o apresentado acima para definir a situação do partido político Cidadania, aqui em Feira de Santana. A sigla como já afirmei em outras notas é totalmente híbrido dado a sua composição com metade de pré-candidatos a vereador ligados a Targino Machado e a outra metade ao ex-prefeito José Ronaldo. O partido já mudou de direção duas vezes e, nessas incertezas, teve marcado duas convenções para definir apoio na majoritária e chapa de vereadores.


    Prejuízo


    Nessa briga entre as duas lideranças, com certeza, ainda não tem um vencedor, mas claramente já sabemos quem serão os perdedores. Os pobres dos pré-candidatos que estão servindo de joguete para demonstração de força das duas lideranças. O Cidadania corre risco real de não eleger nenhum vereador (na eleição passada, elegeu 2).


    Patriotas


    O Patriotas realiza hoje (08), sua convenção das 14h às 18h, para escolha da chapa de vereadores e a consolidação do apoio, na majoritária, à candidatura encabeçada por Colbert Martins, do MDB. O Patriotas está entre os partidos com maior número de candidatos, na disputa por vagas na Câmara de Feira. O ato acontece na Praça Monsenhor Galvão, nº 149, 1º andar. Os trabalhos serão dirigidos pela comissão provisória do Partido, que tem como presidente Romildo Campodônio.


    Especulação


    Os comentários, no entorno da Câmara de Vereadores, e os entendidos que ficam em volta da prefeitura, apontam os 5 candidatos a vereador com maior número de votos na eleição deste ano, em Feira de Santana: Fernando Torres (PSD); Gerusa Sampaio (DEM) Lulinha da Conceição (DEM); Zé Carneiro (MDB) e Eremita Mota (PSDB).


    Garantia


    Na eleição próxima em Feira de Santana, para eleger 2 vereadores, a agremiação partidária, para ter garantia, tem que pensar em 23 mil votos. Quem trabalhar para 22 mil, estará na condição do sujeito que, estando no mar e a maré subindo, com a água no pescoço, só restará oração, se tiver fé. Na pior das hipóteses, se segurar em um coco para atravessar o oceano.


    Simbolismo


    Um ato simbólico, em frente ao Paço Municipal Maria Quitéria, marcou, na manhã de ontem, 7, as comemorações pela Independência do Brasil em Feira de Santana. Em função da pandemia e das restrições para evitar a disseminação do coronavírus, o tradicional desfile cívico deu lugar a uma cerimônia restrita, respeitando o distanciamento social, diante da formatura da Guarda Municipal, conduzida pela comandante Cássia Dias.


    Presenças


    Durante a solenidade também estiveram presentes o vereador Cadmiel Pereira, os secretários municipais Sebastião Cunha (Administração), Paulo Aquino (chefe de Gabinete), Jairo Carneiro Filho (Cultura), Mário Borges (Agricultura), Joedilson Machado (Relações Interinstitucionais), Denise Mascarenhas (Saúde), Arcênio Oliveira (Meio Ambiente), Oswaldo Torres Neto (Serviços Públicos), Carlos Brito (Planejamento) e Moacir Lima (Prevenção à Violência), além dos superintendentes José Pinheiro (Operações e Manutenção), Euclides Artur Andrade (Trânsito) e Cleudson Almeida (Procon). Ainda os vereadores, Gilmar Amorim, Marcos Lima e João Bililiu.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia