Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 15/09/2020


    Sobe - A Operação da Polícia Militar, em Feira de Santana, no fim de semana passado.


    Desce - Permissionário flagrado tentando vender ponto no shopping popular.


    Shopping popular I


    A possibilidade de parcelamento de dívida, ampliação do prazo de carência para o início do pagamento de aluguel para “no mínimo um ano” e o preço do metro quadrado de cada box a no máximo R$ 30,00. Essas são algumas das alterações sugeridas, em projeto de lei de autoria do vereador Luiz da Feira (PROS), no contrato entre camelôs e os responsáveis pela gestão do Centro Comercial Popular.


    Shopping popular II


    Ele defende urgência na tramitação da proposta já que encerra hoje (15), o prazo dado pela Prefeitura para que os vendedores ambulantes cadastrados que trabalham no centro da cidade desocupem os espaços e transfiram-se para o também chamado de Shopping Popular.


    Por que sair?


    A retirada das barracas do centro de Feira de Santana atende a uma determinação da Justiça, a partir de ação civil da iniciativa do Ministério Público, na qual a Prefeitura é ré, correndo risco de sofrer multa, e o gestor de responder por improbidade, caso não sejam cumpridas as medidas. O esclarecimento é do vereador Marcos Lima (DEM), líder da bancada governista na Câmara.


    Visitas


    Vereador Lulinha acompanhou o ex-prefeito José Ronaldo e o pré-candidato a vice, Fernando de Fabinho, em visitas a dois distritos de Feira, um deles foi Ipuaçu.


    Fogo


    O suposto uso de arma de fogo, por parte de indivíduos que estão participando da ação da Prefeitura pela retirada de camelôs das ruas, para que sejam transferidos ao Centro Comercial Popular, é alvo de questionamentos pelo vereador Roberto Tourinho (PSB). Ele quer saber do Governo se além da Guarda Municipal, “que possui legitimidade para o uso de arma de fogo”, existem contratados “com porte de arma” para atuar nessa operação.


    Autista


    O Centro de Referência de Tratamento do Espectro Autista de Feira de Santana estará pronto dentro de 25 dias. A informação é do vereador Cadmiel Pereira (DEM), que esteve reunido com o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Carneiro, e o engenheiro responsável pela obra. “Disseram-me que posso ficar em paz, porque dentro de 20 a 25 dias o Centro estará pronto”.


    Cascalho


    A necessidade de que seja utilizado cascalho na recuperação de estradas vicinais, nos distritos de Feira de Santana, está sendo reforçada junto à Prefeitura Municipal, pelo vereador Marcos Lima (DEM). “Tem que colocar cascalho, porque senão, não adianta. O período de chuva vai continuar, e vamos continuar cobrando ao secretário que realize esse trabalho”.


    Ovo da ema e outras


    Comunidades como Ovo da Ema, Garapa, Jurema e outras, no distrito Maria Quitéria, continuam a necessitar da intervenção da Prefeitura, para recuperação de suas estradas, com uso de cascalho, se possível. A cobrança está sendo feita pelo vereador Carlito do Peixe (DEM).


    Holofote político


    “Estão criando holofote político”, afirmou, ontem, a vereadora Neinha (DEM), na Câmara Municipal, sobre a fake news criada nas redes sociais, a partir de um vídeo, em que a mãe com sua filha recém-nascida, no Hospital da Mulher, nesse fim de semana. A vereadora explicou que depois de um parto com complicações, “a mãe colocou sua filha no colo e a consagrou a Deus”, mas a bebê não tinha morrido, nem tão pouco ressuscitado. Para a vereadora opositores políticos estão tentanto tirar proveito da situação. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia