Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 31/12/2020


    Sobe - Governo Federal pelo auxílio emergencial como medida para salvar o País de um aprofundamento na crise econômica.


    Desce - Prefeituras baianas que ainda não pagaram o 13º salário dos servidores da educação e de outros segmentos da administração municipal.


    Agente de transformação


    Manter a atuação nas comunidades como um “agente de transformação de realidades”, é o objetivo do vereador Cadmiel Pereira (DEM), a partir de 1º de janeiro, quando ele deixa a Câmara Municipal de Vereadores, depois de ter uma destacada atuação na defesa dos direitos humanos, desporto, inclusão social e do direito ao livre exercício da fé. Nos quatro anos desta legislatura, diz Cadmiel, foi possível, com o auxílio do seu gabinete, “inserir, gerar igualdade, promover justiça e equidade social aos munícipes, sem qualquer tipo de discriminação”. Ex-presidente da Comissão de Saúde e Desporto e 1º Secretário da Mesa Diretiva, Cadmiel Pereira deixa a Câmara com grandes expectativas para 2021, desejando que o Novo Ano seja de paz e esperança.


    Possibilidade


    Há um compromisso político firmado pelo prefeito Colbert Martins Filho (MDB) com o vereador Lulinha (DEM) sobre a legislatura que se inicia amanhã. Não reeleito em 15 de novembro, embora tenha obtido quase 4 mil votos, acredita que, na condição de suplente, poderá ser mantido na Câmara. Para assumir a vaga, será necessário que o chefe do Poder Executivo convide um vereador eleito do Democratas a ocupar uma secretaria ou superintendência municipal. Lulinha atribui o recente revés às novas regras eleitorais, que impediram coligações partidárias no pleito proporcional.


    Mandato de apenas 5 meses


    Um aprendizado “gigantesco”, é como vê o vereador Sargento Josafá Ramos (Patriota), a oportunidade de exercer, mesmo que no seu caso por um curto período, o mandato legislativo. Ele assumiu por apenas cinco meses e não obteve a recondução para a próxima legislatura, no pleito de 15 de novembro. Dentre as importantes vivências que teve no cargo, desde o dia 22 de julho, quando assumiu uma cadeira na Casa, destaca sua participação nas comissões legislativas de Finanças, Orçamento e Fiscalização e de Constituição, Justiça e Redação - esta última, responsável por analisar e emitir pareceres para a tramitação de proposições dos vereadores e do Poder Executivo.


    À disposição


    Justiniano França afirma estar à disposição do prefeito reeleito Colbert Martins para integrar a equipe administrativa, em seu segundo Governo. Presente no Poder Executivo ao longo das últimas gestões municipais, tendo exercido o cargo de secretário nas pastas de Educação, Serviços Públicos e Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, França, que não concorreu para mais um mandato na Câmara, este ano, é um dos fortes candidatos para compor o primeiro escalão a partir de janeiro de 2021.


    Fica a amizade


    Bairros da região Norte da cidade (especialmente Asa Branca, Campo Limpo, George Américo, Parque Ipê e Novo Horizonte) perdem uma representação no Legislativo, mas continuam a contar com um amigo determinado a continuar na defesa dos interesses de suas comunidades. É o que assegura o vereador Gilmar Amorim (MDB). Hoje, ele deixa a Casa da Cidadania, pois não obteve a reeleição para o que seria o seu segundo mandato. O, agora, ex-vereador diz que o resultado do pleito não vai tirar a sua motivação de “estar diuturnamente trabalhando pelas pessoas que mais necessitam.


    Orçamento da Bahia


    A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Estado da Bahia para o ano de 2021 foi aprovada, em segundo turno, pela Assembleia Legislativa do Estado (Alba) na quarta-feira (30), durante sessão extraordinária. Constam no texto as metas fiscais e prioridades a serem alcançadas pela gestão estadual. O documento, que estabelece as diretrizes orçamentárias do Governo do Estado para o próximo ano, foi entregue pelo secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, ao presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Nelson Leal, no dia 14 de maio.


    Orçamento da Bahia II


    A assistência social (proteção social) e segurança alimentar e nutricional, em especial nas populações em situação de vulnerabilidade e o uso de tecnologias e policiamento de base comunitária para a prevenção e enfrentamento à violência também se destacam entre as prioridades previstas no documento, juntamente com o acesso à água e cobertura de esgotamento sanitário, em especial no meio rural, e a prevenção aos desastres ambientais e sanitários com foco na contenção de encostas.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia