Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 27/03/2021


    Sobe - Butantan, por desenvolver a primeira vacina 100% brasileira contra a COVID-19 e futuras epidemias do vírus.


    Desce - Empresa que descartou de forma irresponsável restos de carteiras escolares no passeio do estádio Joia da Princesa.


    Vacina Brasileira


    O programa Bom dia Feira, apresentado por Dilson Barbosa e Fernando Moreira, entrevistou ontem, com exclusividade, o governador de São Paulo, João Dórea, que, em primeira mão, anunciou a primeira vacina do hemisfério sul: a brasileira Butanvac, criada por cientistas brasileiros no Instituto Butantan, do governo paulista.


    Vacina Brasileira I


    Dórea foi o primeiro político a se adiantar nas providências de combate à covid-19 para mostrar a importância da medida tomada ainda no terceiro trimestre de 2020 com a parceria do laboratório chinês. O resultado indica que, de 10 vacinas aplicadas nos brasileiros, 9 têm origem no instituto Butantan. É bom lembrar que antes do advento “Lula livre”, o tratamento desprezível que Bolsonaro dispensava a Dorea era: “Aquele lá... o calcinha apertada...” Pois bem, se não é Dórea, Bolsonaro estaria cada vez numa “saia justa”.


    Imbassahy


    Na entrevista de Dórea ao Bom Dia Feira, no bate-papo com Dilson Barbosa, o governador paulista teceu elogios ao seu secretário Antônio Imbassahy, que representa o governo paulista em Brasília. Fazem 15 dias que o presidente do Instituto Butantan condecorou Imbassahy por relevantes serviços prestrados à instituição.


    Velhos costumes


    O primeiro levantamento sobre intenções de voto para o governo da Bahia em 2022 mostra que em todos os cenários, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) derrotaria o senador Jaques Wagner (PT). As eleições serão marcadas pela forte presença do velho espírito político baiano, o carlismo herdado por ACM Neto, e a experiência no governo de Wagner.


    Gato e rato


    Sobre a última discussão sobre a real situação do sistema de Saúde em Feira entre o prefeito Colbert e o secretário de saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, o deputado Angelo Almeida (PSB) comentou: “Profissionais de saúde atormentados com a pressão no HGCA, pacientes sufocando em leitos, outros tantos na fila de espera por vagas, e o prefeito de Feira de Santana segue afirmando que Fábio Vilas-Boas desconhece o problema da cidade. O mundo se cuidando e ele brincando de gato e rato!”.


    Recursos


    O município de Feira de Santana gastou os R$120 milhões de recursos oriundos do Governo Federal, no ano passado, para pagar despesas da crise hospitalar-sanitária decorrente da pandemia do coronavírus. A declaração é do secretário da Fazenda, Expedito Eloy.


    Saúde e fome


    O Governo Federal enviou para o município, conforme o secretário, R$67 milhões para serem gastos com a saúde e, depois, mais R$53 milhões para o programa Fome Zero. Porém, ele disse que “o município gastou esses valores da forma que entendeu ser melhor” diante da crise enfrentada por conta da covid-19. O cuidado é ter uma boa justificativa para a transferência de recursos do Fome Zero para a Saúde, envitando, assim, que se configure em desvio de finalidade tirando recursos de um programa para outro.


    Comissão especial


    Na terça (23), aconteceu a primeira reunião da Comissão Especial de Combate ao COVID-19 da Câmara Municipal de Feira de Santana. A Comissão surgiu a partir de um requerimento de autoria do vereador Professor Ivamberg. Segundo o edil, a Comissão perpassa por qualquer interesse político-partidário: “Essa comissão foi criada com o objetivo de verdadeiramente colaborar nessa luta tão intensa contra a COVID-19. Iremos fiscalizar e criar ações que possam de alguma forma ajudar a nossa população. Esse é um momento de união e não permitiremos que interesses políticos se sobreponham a isso.”, afirmou o vereador.


    Resultados


    Cerca de 20 dias após a determinação de medidas restritivas na Bahia, o número de pessoas à espera de um leito de UTI Covid caiu. A informação foi reforçada pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, em postagem no Twitter. “Essa é uma evidência forte do significativo impacto das medidas de restrição implementadas pelo governador Rui Costa sobre o contágio da Covid-19”, compartilhou o gestor. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia