Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 19/06/2013

    Sobe- A indignação dos brasileiros, que não aceitam mais a corrupção, a falta de qualidade do serviço público, investimentos na educação e mais. Desce- O governo do PT, que tanto reclamou dos grampos na Bahia e no Brasil, e agora grampeou o governo de Pernambuco.Tudo igual.


    Faltou luz

    A vereadora Cintia Machado (PSC), reclamou porque aparaceu no facebbok, fazendo parte do baralho que aprovou a CIP. Ela disse que se estivesse presente às sessões votaria favoravél. A vereadora tem razão de reclamar porque estava no baralho, pois, não apareceu toda a semana em que foi discutido o assunto na Câmara. Um outro baralho foi criado em Salvador pela Polícia Civil, que eu não lembro bem para que foi.


    Pão, festa e circo

    A vereadora Eremita Mota (PDT), fez um discurso prá lá de sincero na sessão de ontem (18). Tratando sobre os movimentos populares que vem acontecendo em nosso país, a vereadora afirmou que irá participar porque ela está indignada com as atitudes do governo. "O governo dá o pão, a festa e o circo e todo mundo acha bom, mas no outro dia essas mesmas pessoas continuam com suas necessidades. Eu vou participar desses movimentos porque estou incomodada", afirmou.


    Micareta 2014


    Os crentes se animaram. Do nada, ontem (18), o vereador David Neto (PTN), sugeriu ao prefeito José Ronaldo mudanças na Micareta. David acredita que a festa momesca deve acontecer na Avenida Noide Cerqueira e no mês de janeiro. "Assim vamos aproveitar o verão", argumentou. "Folião e admirador na festa", o vereador e pastor Edvaldo Lima (PP), deu um palpite: "A Micareta deveria acontecer no dia 1º de janeiro". Apoiado pelo colega Eli Ribeiro (PRB), que justificou: "Em janeiro é bom porque aproveita as férias das crianças". Agora sim, quem vai encomendar uma sessão de descarrego sou eu para apassentar a alma desses irmãos. 


    Ética


    Hoje (18), a vereadora Cintia Machado (PSC), subiu à tribuna para falar de ética. Ela pediu que os colegas, principalmente os novatos, tivessem cuidado com as palavras ao se referirem aos demais. "Temos que ser éticos. Estamos aqui para discutir, apenas discutir os assuntos que interessam à sociedade", disse. A vereadora é corregedora da Casa e fez este discurso porque foi procurada na sessão da última segunda-feira (17), pelos colegas que precisavam acionar a Corregedoria, mas não foi encontrada porque já havia deixado a sessão.


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia