Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 13/09/2013

    Sobe - A Bahia, por não aderir ao horário de verão Desce - A nova cracolândia em Feira de Santana


    PEN 
     
    Estive, na última terça-feira, em Brasília, reunido com o vice-presidente estadual do Partido Ecológico na Bahia e com o presidente nacional da legenda, Adilson Barroso, para entregar o relatório das filiações de pré-candidatos a deputados estadual e federal. Na quarta-feira, estive com o presidente estadual, Uezen Marques, visitando outros candidatos, que deverão se filiar na próxima semana com a mesma intenção de ser eleger em 2014 pelo partido. Hoje, sigo para Ribeirão Preto (SP), para participar de um encontro nacional que terá a participação da executiva nacional, com os presidentes e os secretários executivos das 27 unidades da federação. Só retornarei a Feira de Santana na próxima terça-feira, dia 17. 
     
    SUS
     
    Recebi informações de que em uma cidade do interior do Maranhão há um político que toma o cartão da conta salário dos servidores que ele indica para a prefeitura da cidade onde mora. O infeliz retira na boca do caixa o salário do trabalhador e devolve-lhe apenas uma parte. Em outros casos, arranja dois empregos para alguns deles, que só recebem de um. Estou apurando o caso e, quando tiver as provas, comunicarei primeiro ao prefeito daquela cidade, que não sabe, nem comunga com esta faucatrua. Depois, enviarei dados para promotoria daquela localidade. E viva o Nordeste brasileiro!
     
    Oposição unida 
     
    Pré-candidato ao governo do Estado, Geddel Vieira Lima assegura que a união das oposições na próxima eleição não tem chance de falhar. Em entrevista, o presidente do PMDB na Bahia deixa claro que tem a liberação do seu partido, em nível nacional, para fazer palanque na Bahia para o adversário da presidente Dilma Rousseff, o senador Aécio Neves (PSDB).
     
    Falta fôlego 
     
    Enquanto a frustrada fusão do MD e as fundações do Rede Sustentabilidade e do Solidariedade ocupavam espaços na imprensa, o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) foi quem chegou mais perto de se tornar uma legenda regularizada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - falta apenas o voto de um ministro para definir o registro. Na Bahia, a perspectiva é que a sigla acrescente ainda mais fôlego ao grupo político capitaneado pelo prefeito de Salvador, ACM Neto. 
     


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia