Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 19/02/2014


    Sobe - O município de Feira de Santana, por consolidar o plano de cultura para o próximo decênio.

    Desce - A instabilidade em parte do Partido dos Trabalhadores (PT) na Bahia, que pode ter consequências inimagináveis. 
     

    Sem trabalho

    Na volta dos trabalhos legislativos, para não perder o hábito, o vereador David Neto (PTN) fez um discurso crítico e irônico, desta vez para os deputados estaduais de Feira de Santana. Para ele, os deputados de outras cidades trabalham mais por Feira do que os eleitos aqui. "O deputado Jurandir Oliveira está ajudando a criar um novo sindicato para os pequenos trabalhadores rurais. Temos que observar que os deputados de fora fazem muito mais por Feira do que os daqui. Tem deputado em Feira que só aparece de 4 em 4 anos. É bom que a população fique atenta para isso", alertou. 
     
    Discurso novo 

    Nada melhor que o tempo para mudar tudo. Foi o que aconteceu com o vereador Correia Zezito (PTB) que finalizou o ano tecendo severas críticas ao prefeito José Ronaldo e no seu primeiro discurso de 2014 fez elogios ao chefe do executivo. "O prefeito ouviu minhas críticas e o bairro Rua Nova já está com seis ruas para serem calçadas e uma creche para ser construída. Fico muito feliz, mesmo sabendo que ainda tem muita coisa para ser feita no bairro. E quero dizer à imprensa, que muito criticou meu discurso, que sou livre e falo da maneira que achar conveniente", finalizou Correia. 
     
    Chapa

    O vereador Edvaldo Lima (PP) já começou sua "campanha" a favor da ex-deputada Eliana Boaventura, do mesmo partido, para compor a chapa majoritária do PT como vice de Rui Costa. O vereador apenas lamentou que a companheira de partido faça componha a chapa do PT. "Poderia ser outra sigla, mas ela é o nome revelação para compor a chapa como vice", disparou. 
     
    Recesso

    O recesso de 90 dias dos vereadores feirenses pode estar com os dias contados. O vereador e líder do PT na Casa, Alberto Nery, expôs ontem (18) na tribuna que dará entrada em um projeto de lei que visa reduzir o recesso parlamentar de 90 para 60 dias. "Onde chego sou criticado por ter 90 dias de recesso. É uma aberração, por isso compreendo que poderemos ter 45 dias no final do ano e 15 dias em junho, totalizando 60 dias e não mais 90", disse. Zé Carneiro (PSL) acredita que a Câmara de Feira anda na contramão com um recesso tão longo. 
     
    Mascarados 

    O governo decidiu endurecer com os black blocs e avalia a possibilidade de incluir no projeto de lei, a ser enviado ao Congresso, penas que podem ir a até dez anos de prisão para quem reincidir no uso de máscaras com o objetivo de cometer atos de vandalismo e lesão corporal em manifestações. O argumento do governo é de que não vai criminalizar a utilização da máscara, mas a desobediência a um aviso prévio, feito pela polícia. O texto final da proposta ainda não está fechado, mas é certo que o Brasil seguirá legislações existentes em outros países, na tentativa de conter a onda de violência nos protestos. 
     
    Mobilidade 

    Cumprindo agenda na Região Nordeste, a presidenta Dilma Rousseff iniciou ontem (18) uma série de anúncios de investimentos em mobilidade urbana. Novos recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 para a área de transportes foram prometidos pelo governo no ano passado, após as manifestações que levaram milhões de pessoas às ruas de várias cidades brasileiras. Em Teresina, o primeiro compromisso da presidenta é uma entrevista a emissoras locais de rádio e TV, às 10h. Uma hora depois, participa da cerimônia de anúncio dos investimentos na capital.
     

    Condenados

    O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios divulgou na noite da última segunda-feira (17) que o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e ex-secretário de Esportes e Lazer do DF, Agnaldo Silva de Oliveira, foram condenados a pagar multa civil, à perda dos direitos políticos e à proibição de contratarem com o Poder Público. A decisão cabe recurso e foi tomada por sentença proferida por juiz da 1ª Vara de Fazenda Pública no dia 14. A decisão foi proferida em Ação Civil Publica de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, que denúnciou que a contratação de um amistoso entre as seleções de futebol do Brasil e de Portugal em 19 de novembro de 2008 não obedeceu aos trâmites legais.
     

    Pizzolato 

    A Polícia Federal instaurou inquérito para investigar como o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato financiou sua fuga para a Itália. Condenado no processo do mensalão, o petista deixou o País em setembro, dois meses antes de ter a prisão decretada e foi capturado em 5 de fevereiro. O Brasil tenta sua extradição. Há suspeitas de que o ex-diretor do Banco do Brasil tenha movimentado altos valores de uma conta na Suíça. A polícia italiana também descobriu contas abertas na Espanha com o nome de Celso Pizzolato, irmão morto de quem Henrique assumiu a identidade após a fuga. 


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia