Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 20/02/2014


    Sobe - O CPRL, por ser condecorado com a maior honraria da Polícia Militar da Bahia.
     
    Desce - A MONDIAL, acusada de negligenciar direitos trabalhistas.
     
    Agradecimentos
     
    Com o lema de que fala pouco e trabalha muito, o vereador Robeci da Vassoura (PHS) no primeiro uso da tribuna em 2014 agradeceu ao prefeito José Ronaldo de Carvalho pelas obras realizadas no bairro Campo Limpo, seu reduto eleitoral. “Tenho muito que agradecer ao prefeito que, na medida do possível, vem atendendo aos requerimentos deste vereador”, agradeceu. Os vereadores Marcos Lima (PRP) e Roque Pereira (PTN) também fizeram agradecimentos ao prefeito e secretários por atender aos requerimentos e realizarem obras durante o recesso.
     
    Cárcere
     
    Com base na manchete do Jornal Folha do Estado de ontem (19), onde divulga o caso de uma mulher que era mantida em cárcere privado por seu esposo, a vereadora Neinha (PMN) fez um discurso de repúdio para os homens que mantêm suas mulheres presas e as maltratam. “Um homem desse é doente. Se ele for preso quando sair ele irá cometer um crime contra a mulher e tudo fica como antes. Isso foi uma tortura miserável. E esta mulher precisa de um acompanhamento”, disse.
     
    Micareta
     
    O líder do PT na Casa, vereador Alberto Nery, propôs uma audiência pública com as classes e instituições interessadas para discutir a migração da Micareta da Avenida Presidente Dutra para a Avenida Nóide Cerqueira. “Estive conversando com alguns empresários e eles me relataram que ficam com suas casas comerciais prejudicadas por quase 30 dias por conta da Micareta. Com o andamento da Nóide Cerqueira, é possível que a festa seja realizada nela”, propôs.
     
    Obras
     
    O líder do governo na Casa, Carlito do Peixe (DEM) leu, na sessão de ontem (19), uma grande lista de obras que o prefeito José Ronaldo irá anunciar e inaugurar durante todo o ano de 2014.  Depois dos muitos agradecimentos vereadores, o chefe do executivo foi também elogiado por seu líder que não poupou adjetivos. “Este é um prefeito trabalhador, competente e responsável. Ele é o que a população pediu para administrar Feira de Santana, que mesmo enfrentando dificuldades no início do mandato não deixou de trabalhar pela cidade e vai continuar fazendo muitos mais. O prefeito está cheio de projetos e ações e não para de trabalhar por Feira”, finalizou.
     
    Leis rigorosas
     
    A presidenta Dilma Rousseff defendeu ontem(19) o endurecimento das penas aplicadas aos condenados por crimes cometidos durante manifestações públicas. Como confirmado ontem pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, Dilma afirmou que o governo trabalha numa proposta de legislação que coíba toda forma de violência durante os protestos de rua. “Os órgãos de segurança pública devem coibir a violência, cumprindo a lei, mas é preciso reforçar a lei e aplicar a Constituição, que garante a liberdade de manifestação, mas ela veda, proíbe o anonimato. Então estamos trabalhando numa legislação para coibir toda forma de violência em manifestações”, disse a presidenta.
     
    Candidaturas
     
    O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), garantiu que “não haverá duas candidaturas ao governo na oposição”. Em entrevista, na manhã de ontem (19), ele afirmou acompanhar e liderar o processo eleitoral ao lado do presidente do PMDB na Bahia, Geddel Viera Lima e do ex-governador, Paulo Souto (DEM). “Temos muitos partidos na nossa base que vão se posicionar sobre isso. Agora é claro que eu, Geddel e Paulo estamos liderando esse processo. Mas não terão dois palanques [na oposição]. O espírito dos dois é o mesmo: o da construção coletiva e que nos permita caminharmos juntos”, explicou.
     
    Polêmica da cerveja
     
    O governador Jaques Wagner classificou como “hipocrisia” a proibição a venda de bebidas alcoólicas nos estádios. Na semana passada, ele sancionou um projeto de lei que autoriza e regulamenta o consumo de álcool em partidas de futebol e em arenas esportivas da Bahia. “É claro que estou lutando pela paz nos estádios, mas não gosto de hipocrisia. As pessoas dizem que não têm (bebida alcoólica) no estádio, mas bebe antes da partida tudo que tomaria depois. Acho que acaba não surtindo o efeito desejado”, disse o governador em evento sobre o Carnaval. Wagner defendeu a sanção da lei com o argumento de que o Estado não tem capacidade de ficar controlando a vida de cada um.
     
    Veto
     
    Sem acordo entre integrantes da base aliada e o Palácio do Planalto, a votação do veto da presidente Dilma à criação de novos municípios foi adiada na noite da última terça-feira, 18. Uma nova sessão deverá ocorrer apenas após uma nova convocação feita pelo presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). A proposta vetada pela petista foi aprovada pelo Congresso em outubro do ano passado e poderia possibilitar a criação de cerca de 180 novas cidades. Ao vetar a proposta, Dilma considerou, entretanto, que “o crescimento de despesas não será acompanhado por receitas equivalentes, o que deve impactar negativamente a sustentabilidade fiscal e a estabilidade macroeconômica”.


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia