Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 03/05/2014


    Sobe - A instalação de um núcleo de educação ambiental no Parque da Cidade

    Desce - A carência de novas políticas públicas para o setor de obtestrícia em Feira de Santana

    Apoio

    Fazendo uso da tribuna na sessão de ontem (02), o vereador Correia Zezito (PTB) já fez questão de avisar aos navegantes das eleições de 2014 que só irá apoiar aqueles que conversarem com ele. Sem conversa não haverá parceria. "Quero dizer a todos os candidatos a deputado e ao senado que não vou apoiar nem pedir votos para quem não conversar comigo. Só apoiarei aqueles que conversarem antes com o vereador Correia Zezito", avisou.

    Sem Lei

    Pedindo mais humanização no SUS, a vereadora Gerusa Sampaio (PROS) lamentou o ocorrido no Hospital da Mulher e lembrou que há uma lei que beneficia as parturientes, mas não é cumprida. "Existe uma lei que permite que as parturientes possam ter acompanhantes, mas esta lei não é cumprida e é preciso que se faça cumprir as leis. É preciso que o SUS humanize. Humaniza SUS",clamou a vereadora.

    MRV

    Depois de ouvir as críticas dos colegas em relação à construtora MRV, o vereador Edvaldo Lima (PP) informou que irá solicitar da Secretaria de Desenvolvimento Urbano a intervenção junto a construtora que está depositando resíduos nas ruas Challon, Gênesis e Israel, todas do bairro Jardim Acácia. "A construtora não pode continuar atuando desta maneira em nossa cidade", disse.

    Venda de leitos

    Diante do debate em relação às parturientes de Feira de Santana, a vereadora e presidente da Comissão de Saúde na Câmara, Neinha (PMN) fez uma grave denúncia em relação à Casa de Saúde Santana. "A Casa de Saúde Santana realiza venda de leitos", disparou.

    Falhou

    E sobre o parto expulsivo no Hospital da Mulher, Neinha (PMN), criticou a falta de assistência dos profissionais do hospital à parturiente. "Faltou humanização dos profissionais do hospital. Naquele momento deveriam ter coberto a criança com um lençol e coberto a privacidade daquela mulher. Os profissionais falharam naquele momento. O Hospital falhou e eu preciso dizer isto", disparou.

    O parto

    O vereador Reinaldo Miranda (PSDB), o Ronny, lamentou o fato ocorrido a semana passada no Hospital Inácia Pinto, o Hospital da Mulher, quando uma mulher pariu na recepção da unidade. Ronny disse que aquele foi um fato atípico e que é preciso relatar à população a constante superlotação que assola do Hospital da Mulher. "É preciso que todos saibam que o Hospital da Mulher atende às mulheres de Feira de Santana e região. Ele não nega atendimento", justificou.

    O parto II

    Participando do debate sobre a obstetrícia em Feira de Santana, o vereador José Carneiro (PSL) criticou a situação precária que as parturientes passam no município. O vereador há tempos luta por melhor assistência obstetrícia na cidade. "O que estamos vendo é um descaso com as parturientes da cidade. Aos poucos as portas estão de fechando. Já fecharam o setor obstétrico do Hospital Dom Pedro de Alcântara. É preciso ter cuidado com as parturientes de nossa cidade", disse.

    Eli Ribeiro

    Durante seu discurso na sessão de hoje, o vereador Eli Ribeiro (PRB) trouxe um alerta importante sobre o tabagismo. Segundo dados da OMS, Organização Mundial da Saúde, o cigarro é responsável pela morte de mais de 6 milhões de pessoas sendo que 200 mil são fumantes passivos. O vereador demonstrou preocupação com os números alarmantes de vítimas do cigarro e disse que este mal tem que ser erradicado antes que milhares de outras vidas sejam destruídas por ele.  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia