Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 22/09/2014


     

    Sem apoio
    A candidata do PSOL à Presidência da República, Luciana Genro, disse que, caso ela não vá para o segundo turno das eleições, a tendência do partido é não apoiar nenhum dos outros candidatos. Ela participou de um debate com estudantes e militantes partidários, na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. “Se todo mundo que está simpatizando com nossas propostas votar no PSOL, podemos chegar ao segundo turno. Se, eventualmente, não chegarmos, o PSOL nunca apoiou ninguém no segundo turno. Nem em 2006, nem em 2010, e não creio que vá apoiar em 2014, até porque os três candidatos do sistema defendem a mesma política econômica.

    No ralo
    O governador da Bahia, Jaques Wagner, defendeu na última quinta-feira, uma reforma política no País que elimine os atuais problemas causados pelo crescente custo das campanhas eleitorais. “Ou, então, vamos todos para o ralo.” Depois de saudar os 4.500 lojistas de todo o País presentes na 54ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, na Costa de Sauípe, Litoral Norte da Bahia, a 70 quilômetros de Salvador, Wagner conversou com os jornalistas, quando comparou o atual sistema eleitoral a uma máquina de moer carne.

    Datanilo
    O Ministério Público do Estado ingressou com representação na Procuradoria Regional Eleitoral pedindo abertura de investigação contra o instituto de pesquisas Babesp, também conhecido como Datanilo, por causa de suas ligações com o presidente da Assembleia, deputado Marcelo Nilo (PDT). No documento, a promotora Rita Tourinho, do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa, solicita que seja averiguada a idoneidade da Babesp, cujos donos oficiais, informa o requerimento, são irmãos de funcionários do Legislativo que trabalham há muito tempo como assessores de Nilo.

    Propina
    O Ministério Público Federal em Brasília acusou na Justiça o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), de ter recebido propina da construtora Mendes Júnior pela elaboração de emendas parlamentares que beneficiavam a empreiteira. Em ação de improbidade administrativa, a Procuradoria da República no Distrito Federal diz que Renan teve despesas de um “relacionamento extraconjugal” pagas pela empresa na sua primeira passagem pelo comando da Casa (2005-2007).

    Exceção
    Os Correios abriram uma exceção para o PT e distribuíram em São Paulo panfletos da presidente Dilma Rousseff sem chancela ou compromisso de que houve postagem oficial. A estampa, prevista em norma da própria estatal, serve para demonstrar que houve pagamento para envio, de forma regular, da propaganda eleitoral. Sem ela, é difícil atestar que a quantidade de material distribuído corresponde ao que foi contratado pelo partido. O número declarado de panfletos distribuídos sem chancela dos Correios foi de 4,8 milhões.

    Sem afro
    A coordenadora de promoção da igualdade racial da campanha de Marina Silva (PSB), Valneide Nascimento, admitiu que a equipe errou ao não detalhar políticas para religiões como o candomblé e a umbanda. “Como a Marina, sou protestante e não tinha um acúmulo de conhecimento sobre políticas específicas para religiões de matriz africana. Então deixamos para os militantes do PSB de Salvador. Foi uma falha nossa”, comentou a coordenadora à coluna Tempo Presente. Por conta disso, a candidata ao governo Lídice da Mata, o vereador Silvio Humberto – ambos socialistas – e o presidente da Fundação Palmares Zulu Araújo estão no processo de elaboração de um documento em que contém as reivindicações do movimento negro para entregar a presidenciável.

    Juiz condenado
    O juiz Sérgio Rocha Pinheiro Heathrow foi condenado à aposentadoria compulsória pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) por peculato – crime de desvio de dinheiro público. A decisão de aposentar o magistrado foi tomada pelo Tribunal Pleno na última quarta-feira (17). De acordo com a relatora do processo administrativo disciplinar, desembargadora Heloísa Pinto de Freitas, o juiz é alvo de diversos processos administrativos e já estava afastado das atividades, por ter sido condenado anteriormente pelo tribunal à disponibilidade.
     



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia