Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 12/12/2014


    Sobe- A ornamentação do Natal Encantado que cria um clima diferente na cidade.
    Desce- Prefeituras da região pelas ambulâncias do Samu paradas no pátio desde dezembro de 2013 pela falta de estrutura.

    Bloco parlamentar
    No mesmo dia em que assumiu como líder do SD na Câmara dos Deputados, o baiano Arthur Maia participou da articulação de um novo bloco parlamentar na Casa Legislativa, com a participação também do PV, PPS e PSB. “Nós entendemos que esses quatro partidos têm condição de fazer uma atuação política não só na câmara mas também fora de lá, pelo tamanho das bancadas. Formamos esse bloco que será oficializado na semana que vem e vamos atuar conjuntamente para tentar construir quando for possível a aliança em todos os municípios”, disse.

    Presidente PRB
    A deputada federal eleita Tia Eron vai assumir a presidência do PRB na Bahia. O atual dirigente da sigla, Bispo Márcio Marinho, vai assumir a liderança do partido na Câmara Federal. “Como serei o líder da bancada (composta por 21 deputados), não tem como dar atenção ao partido e à liderança”. De acordo com o bispo, a decisão de transferir a direção do PRB para Tia Eron aconteceu de forma pacífica, sem objeções. Eron disse ter encerrado um ciclo importante de sua vida, ao participar da última sessão ordinária da Câmara de Salvador. Após quatro mandatos no Legislativo da capital baiana, Tia Eron segue para novos desafios no Congresso Nacional, como deputada federal eleita.

    Congresso Nacional PT
    O deputado federal eleito, Luiz Caetano, participou na última quarta-feira (10), em Brasília, do lançamento da segunda fase do 5º Congresso Nacional do PT, evento que acontece em junho de 2015, em Salvador. Juntamente com importantes lideranças petistas, a exemplo do ex-presidente Lula e do governador da Bahia, Jaques Wagner, Caetano avaliou o momento como de extrema importância para mobilização do partido. “Precisamos oxigenar, reorganizar e dar novos rumos ao PT, agregando a militância, conclamando a participação do povo, das instituições, para nos aproximarmos cada vez mais da população”, pontuou. Desde o início desta semana, Caetano participa de reuniões e atividades da bancada petista e com representantes do governo federal.

    Sem candidato
    Não anda em mar de rosas a candidatura do prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), para a presidência da União dos Municípios da Bahia. Informações chegadas dão conta de que o petista não tem a aceitação interna no próprio partido e ainda não possui a autonomia para se firmar como postulante isolado da sigla. O presidente do PT, Everaldo Anunciação, cujo foco dos trabalhos políticos estão girando em torno da formação da equipe do governador Rui Costa (PT), afirmou que o partido não tomou uma decisão final sobre a disputa. Para o petista, muita conversa deverá acontecer até o fim do ano. “Ainda não tem posição formada.

    Ação extinta
    O Tribunal de Justiça da Bahia extinguiu a ação movida pelo Democratas e pelo PSDB contra a execução de emendas impositivas do Tesouro Estadual e do questionamento da antecipação dos royalties do Petróleo de 2018 para este ano. A decisão da desembargadora Ilona Reis aponta que a ação deveria ser extinta “sem resolução do mérito”, amparado na “ausência de interesse e inadequação dos requerentes”. A decisão levou em conta o pronunciamento do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA).

     

    LDO
    O presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), confirmou ontem que convocará sessão para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) na próxima quarta-feira (17). Apesar do calendário apertado, por causa da proximidade do recesso parlamentar, que começa oficialmente dia 23 de dezembro, Renan lembrou que, antes da votação da LDO, deputados e senadores terão de apreciar um veto presidencial que está trancando a pauta. Se aprovar apenas a Lei de Diretrizes Orçamentárias, o governo garante uma forma de realizar despesas em 2015, independentemente da aprovação do orçamento. Chamado de duodécimo, o instrumento permite que o governo gaste um doze avos do orçamento do ano anterior.

    Hoje, amanhã ou depois
    O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse ontem durante o balanço da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), que a operação de renegociação da dívida entre a Petrobras e a Eletrobras deve ser fechada “hoje, amanhã ou depois”. Anteriormente, o ministro havia dito que o acordo deveria ser fechado ainda esta semana. Dos R$ 9 bilhões reclamados pela Petrobras, R$ 6 bilhões se referem a repasses atrasados do Tesouro Nacional e R$ 3 bilhões são efetivamente devidos pela Eletrobras. Essa divisão ocorre porque os R$ 6 bilhões deveriam ter sido repassados pelo fundo setorial Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que é formalmente ligado à Eletrobras,
     



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia