Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 21/01/2016


    Sobe - Gestão da saúde pública que irá equipar Hospital Estadual da Criança com maternidade de alta complexidade.

     

    Desce - Tentativa de manifestação em Feira de Santana que não logrou êxito na tarde de ontem, 20.

     

    Muito atento


    Com uma votação em 2012 de quase 7.300 votos, que lhe deu a condição de segundo mais votado na cidade e hoje presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, o Vereador Reinaldo Miranda (PSDB) observa atento as movimentações políticas no Município. Como ele mesmo diz, ainda tem muito para acontecer nesse segundo semestre. Em tempo: fevereiro e março serão meses de muita conversa política. (Bahia na Política).



    Dilma na boca da máquina


    A Justiça Federal em Brasília autorizou o depoimento da Presidente Dilma Rousseff como testemunha de um dos réus da Operação Zelotes, o empresário Eduardo Valadão. Apesar da autorização do depoimento, Dilma não é alvo da investigação. A Operação Zelotes deflagrada em março de 2015, apura suspeita de pagamento de propina para integrantes do CARF com o objetivo de anular ou reduzir débitos tributários de empresas com a Receita Federal. A força tarefa que apura o caso também investiga a suposta venda de duas medidas provisórias na época em que ele comandou o Palácio do Planalto e uma no Governo Dilma Rousseff.

     

    Dilma e Temer


    O vice-presidente Michel Temer disse ontem, 20, à Presidenta Dilma Rousseff, que o governo deve “ouvir mais” os empresários e buscar implementar suas propostas viáveis. Eles se reuniram por mais de uma hora, pela primeira vez neste ano, no Palácio do Planalto. Dilma e Temer discutiram também o relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), divulgado ontem, 20, que piorou a projeção de recuo da economia brasileira este ano. A estimativa para a retração do Produto Interno Bruto (PIB) passou de -1% para -3,5%. Para o FMI, será o segundo ano consecutivo de queda da economia.

     

    Super sincero


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem, 20, que não existe “uma viva alma mais honesta do que eu” ao responder denúncias de envolvimento dele em esquemas de corrupção. “Se tem uma coisa de que me orgulho e que não baixo a cabeça para ninguém, é que não tem nesse país uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, do Ministério Público, da Igreja Católica, da Igreja Evangélica, nem dentro do sindicato. Pode ter igual, mas eu duvido”, afirmou em uma entrevista de cerca de três horas concedida a blogueiros na sede do Instituto Lula, Zona Sul paulistana. Para Lula, são remotas as chances de que ele seja indiciado nos processos que apuram corrupção na Petrobras e outras estatais.

     

    Sem REDAs


    A promotora de justiça do Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou ontem, 20, em entrevista à rádio Metrópole, que a 7ª Vara de Justiça da Bahia determinou em dezembro de 2015, que sejam retirados todos os contratados através do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA) da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Com a decisão, os REDAs devem ser substituídos por concursados aprovados em concurso público da Casa. Segundo Tourinho, há aproximadamente 640 REDAs na ALBA.



    PSB e Família Campos


    “A propósito da divulgação do Relatório Final do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos - CENIPA, sobre as circunstâncias do acidente aéreo que vitimou o ex-governador Eduardo Campos e outras seis pessoas, o Partido Socialista Brasileiro expressa sua concordância com as ponderações feitas pela família de Campos a respeito das conclusões do trabalho. O PSB entende que o CENIPA deveria ter considerado outros acidentes e incidentes envolvendo aeronaves da mesma família, Citation, de fabricação Norte-americana e realizado durante a investigação um teste de simulador de voo. Espera-se por ora, a conclusão da apuração a cargo da Procuradoria da República e da Polícia Federal. Carlos Siqueira. Presidente Nacional do PSB”.

     

    Saiu a “parentada”


    Cumprindo um acordo assinado com o Ministério Público estadual, o Município de Central, no Centro-Norte baiano, exonerou 119 pessoas de seus cargos e funções por conta de nepotismo. De acordo com o promotor de Justiça Hugo Fidelis, autor do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), “o número de exonerados superou em muito a própria lista encaminhada pelo Ministério Público, tal a incidência de casos no município”. Com o cumprimento do acordo, Central passa a respeitar a Súmula Vinculante do Supremo Tribunal Federal, que estabelece que “a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente até o terceiro grau para o exercício de cargo em comissão, de confiança ou gratificada na administração pública”, configura nepotismo.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia