Em cima da hora:
Motociclista fica ferido após bater de frente com ônibus em Ribeirão Preto
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 22/04/2016


    Sobe - O projeto paisagistico que transformou a praça da Kalilândia para melhor.


    Desce - A incoerência social que marginaliza os mais pobres e valoriza o discurso elitista.


    Ortopedia


    O Vereador Correia Zezito (PSL) criticou duramente o fato da cidade de Feira de Santana ser desassistida de hospitais referência em ortopedia. Ele garante que irá procurar o prefeito para encontrar uma maneira de melhorar esta situação.

     

    Adaptado


    Correia Zezito (PSL) apresentou cópia do contrato da EMBASA com a Prefeitura de Salvador e disse que pode ser adaptado para Feira de Santana. Ele afirma estar buscando melhorias para o contrato, pois, a EMBASA ainda deixa muita gente desassistida. 

     

    Desconfiado


    Edvaldo Lima (PP) afirma que ainda desconfia dos processos da Prefeitura de Feira de Santana, pois, até hoje ainda não apresentou as contas da Micareta. Ele diz que este não é um governo sério.

     

    Saúde


    Beldes Ramos (PT) diz que na casa existe uma comissão de saúde e que já pediu para que interviessem na causa dos agentes de endemias, para que a luta ganhe mais força, ele completa dizendo que Feira foi a única cidade que aprovou o projeto pela metade, beneficiando apenas os agentes de saúde.



    O cuspe


    A vereadora Cintia Machado (PMB), afirmou ser a favor do impeachment, porém defende a renovação do governo, e que não se sente representada por um deputado que cospe na cara do outro.

     

    Alfinetada


    O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse essa semana que paralisar a votação de projetos importantes não ajuda o país e pode agravar a crise econômica, além de aumentar o desemprego. A declaração foi uma reação do senador a fala do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), quando afirmou, na terça-feira passada (19), que haverá uma paralisia no Congresso Nacional até o Senado decidir se a Presidente da República, Dilma Rousseff, será ou não afastada do cargo.

     

    Alfinetada I


    Ainda em resposta a Cunha (PMDB-RJ), Renan (PMDB-AL) disse que a paralisia anunciada pelo presidente da Câmara não “ajuda o Brasil”. “Não são matérias de governo. São matérias para o país. A paralisação da Câmara não ajuda o Brasil. Esse nocaute não ajuda o Brasil”.

     

    Alfinetada II


    Sobre o rito do impeachment, Renan Calheiros (PMDB-AL) destacou que uma vez aprovada a admissibilidade do processo de impedimento da Presidente Dilma Rousseff, todas as questões e dúvidas sobre o processo deverão ser dirigidas ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. Ele também observou que caberá à comissão designada para esse fim ditar o ritmo do processo. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia