Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 26/04/2016


    Sobe - Governistas e oposicionistas que se unem contra a má qualidade da coleta de lixo em Feira de Santana.


    Desce - A Sustentare, empresa que administra o lixo da cidade, por ser alvo de críticas constantes na Câmara e programas de rádio.
     

    Crítica


    O Vereador Welligton Andrade (PSDB) criticou o uso de trio elétrico e equipamentos de som no evento Esquenta Micareta, que aconteceu no último dia 21. Ele chamou a atenção do Secretário Rafael Pinto, e disse que a festa fugiu do seu objetivo, introduzindo pagode e axé, ao invés de apenas reviver antigos carnavais com marchinhas e fanfarras. 

     

    Revoltado


    O Vereador Tonhe Branco (PHS) fez duras críticas ao Secretário de Desenvolvimento Urbano do Município, José Pinheiro. “Fiz diversos pedidos de máquinas para patrolamento de ruas em Humildes, solicitações também para o bairro do Limoeiro e para o Pau Seco, onde as estradas estão abandonadas, nunca fui atendido nesses três anos de mandato”, afirma o edil, que concluiu desabafando: “Fui dizer a ele que o meio-fio estava torto no Aviário, ele disse que eu estava falando merda e deu as costas”.

     

    Revoltado I


    “Todos sabem que o Secretário Pinheiro é um homem bruto”, disse o Vereador Tonhe Branco (PHS), que foi rebatido por José Carneiro (PSDB), que falou que nunca vai permitir que o secretário fosse chamado de mau-caráter. “O fato do secretário não atender aos seus pedidos, não lhe dá o direito de taxar ele como mau-caráter, seu discurso foi de uma infelicidade tamanha”, retrucou o líder do governo.

     

    Demasiadamente


    O Vereador David Neto (DEM) criticou o alto número de homenagens e títulos concedidos pelos vereadores. Ele disse que já banalizaram e que pessoas que não realizam nenhum tipo de trabalho relevante na cidade e que até são de outros municípios, estão sendo homenageados sem nenhuma necessidade. 

     

    Abominável


    A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Rio de Janeiro (OAB/RJ), protocolou ontem (25), na Câmara dos Deputados e na Procuradoria-Geral da República, requerimento denunciando o Deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), por quebra de decoro parlamentar e apologia à tortura. O pedido tem como base a atitude do parlamentar quando da votação - na Câmara - do processo de impeachment da Presidenta Dilma Rousseff.

     

    Quadrilha


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem (25) que o processo de impeachment contra a Presidenta Dilma Rousseff está sendo conduzido por uma “quadrilha legislativa”. Lula participa de encontro promovido pela Aliança Progressista, uma rede internacional de partidos e organizações de esquerda. Com a voz rouca, o discurso do ex-presidente foi lido pelo diretor do Instituto Lula, Luiz Dulci.

     

    Silêncio


    O ex-senador Gim Argello ficou em silêncio ontem (25), no depoimento na Polícia Federal (PF), em Curitiba. Argello foi preso no dia 12 de abril, em Brasília, na 28ª fase da Operação Lava Jato. Foi a primeira tentativa da polícia de ouvir o ex-parlamentar. Na 28ª fase, a Lava Jato investiga se o ex-senador Gim Argello recebeu propina em troca de sua atuação política nas Comissões Parlamentares de Inquéritos (CPIs) que investigavam a Petrobras. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia