Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 29/07/2016


    Sobe - A reabertura de vagas no comércio de Feira de Santana.


    Desce - Tentativas de sabotagem aos equipamentos na Vila Olímpica, no Rio de Janeiro.


    Torres


    O Deputado Federal Fernando Torres (PSD), em entrevista à Rádio Sociedade, no Acorda Cidade, exagerou na sua avaliação. “Na eleição para Prefeito em Feira, quem disser que vai fazer campanha com R$ 1,5 milhão, que é o teto estabelecido pela Justiça eleitoral, mente, porque só é possível fazê-la se tiver um adicional de caixa 2”. O deputado perdeu a medida: sem experiência em núcleo de campanha de chapa majoritária, não poderia fazer esta avaliação. Ele deve lembrar que a campanha foi reduzida à metade com o período e os horários e é logico que todo o conjunto do marketing de campanha.


    Apoio


    O Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, participou na última quarta (27) da convenção do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), que aconteceu no Clube Alibabá, no bairro Tanque da Nação. O partido é presidido na cidade por Álvaro Rios e também apoia a candidatura de Ronaldo à reeleição. O PSDC apresenta chapa completa de candidatos a vereador, sendo 22 candidatos do sexo masculino e 10 do feminino.


    Prefeita inelegível


    A Prefeita da Cidade de Porto Seguro está na lista de inelegíveis do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Cláudia Oliveira (PSD) teve suas contas da gestão de 2013 e 2014 rejeitadas, conseguindo por meio de recurso movido contra o TCM reverter a situação do ano de 2013. “Ainda que não se considere a aprovação das minhas contas pelo Legislativo, obtive uma sentença de mérito proferida pela 7ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, onde o juiz expressamente declara a nulidade desse Parecer Prévio, o que talvez não tenha ainda chegado ao conhecimento do TCM”, declarou Cláudia.


    Segurança nas eleições


    O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ministro Gilmar Mendes, pediu ao Presidente em exercício, Michel Temer, que mantenha as Forças Armadas no Rio de Janeiro até o fim do período eleitoral, para garantir a segurança pública na cidade. “Há muita insegurança no Rio de Janeiro. O próprio presidente nos pediu que fizesse intervenção. E nós cuidamos de traduzir essa preocupação ao Ministro Raul Julgmann, da Defesa, para que pelo menos parte dessas forças lá permaneçam depois das Olimpíadas e alcancem o período eleitoral”, afirmou o presidente do TSE.


    Atual X Ex


    Após o anúncio da demissão de 81 funcionários com cargos comissionados no Ministério da Cultura, na última terça-feira (26), o ex-ministro Juca Ferreira e o atual, Marcelo Calero, trocaram farpas na internet. O baiano acusa o gestor escolhido por Michel Temer de mentir sobre o aparelhamento da pasta, para justificar tais medidas. “A mentira tem pernas curtas. Calero está querendo bancar o sabido, justificando suas arbitrariedades e incompetências com essa história de aparelhamento. Mentira”, escreveu o ex-ministro de Dilma Rousseff.


    Queriam folga


    A Justiça Eleitoral em Minas Gerais abriu processo contra 105 servidores públicos federais, estaduais e municipais no Estado, que se candidataram na disputa municipal de 2012 apenas para obter licença remunerada de três meses, como prevê a legislação. O levantamento foi feito pela Procuradoria Regional Eleitoral. Em alguns casos ficou constatado que nem o próprio candidato votou em si mesmo.


    Contra a parede


    A reunião entre o Prefeito ACM Neto (DEM) e o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, não conseguiu apaziguar os ânimos nas relações entre o gestor e a sigla. Com o impasse sobre as eleições em Salvador, o PRB iniciou uma rodada de conversas na tarde de ontem (28) com caciques do PSDB, com a possibilidade de formação de uma chapa encabeçada pela Deputada Dederal Tia Eron (PRB-BA) e tendo como vice um nome tucano. O movimento, ainda que não termine com resultado prático, coloca o Prefeito ACM Neto contra a parede e pode modificar o equilíbrio de forças na base aliada do gestor - além de PRB e PSDB, que participam da disputa da vice dele com João Roma e Sílvio Pinheiro ou Paulo Câmara, o PMDB e o PV também almejam a vaga, com Bruno Reis e Luiz Carreira, respectivamente.  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia