Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 05/08/2016


    Sobe - O MEC por mostrar que ‘o Enem é mais importante do que o Pokémon Go’


    Desce - Lei que garante foro priviligiado para políticos


    PMDB


    O prefeito José Ronaldo de Carvalho participou de uma reunião com os candidatos a vereador pelo PMDB na noite da última quarta-feira (03). Ronaldo esteve presente com o seu candidato a vice-prefeito, o ex-deputado Colbert Martins, também peemedebista.


    Privilégios


    O juiz Sérgio Moro defendeu o fim do foro privilegiado na quinta-feira (4), durante audiência pública na Câmara dos Deputados para debater as dez medidas de combate à corrupção. Na visão do magistrado, a prerrogativa que garante a autoridades julgamento em tribunais superiores fere preceitos democráticos, com a ideia de que todos devem ser tratados como iguais. “O foro privilegiado fere a ideia básica da democracia de que todos devem ser tratados como iguais”, defendeu Moro.


    Impeachment


    A Comissão Especial do Impeachment aprovou ontem (4), o relatório final do senador Antônio Anastasia (PSDB-MG), favorável à saída definitiva da presidente afastada Dilma Roussef, com 14 votos a favor e cinco contrários. O relatório será agora analisado pelo plenário da Casa na próxima terça-feira (9), na apreciação prévia, denominada “pronúncia do réu” - com o procedimento, os congressistas decidem se a presidente se tornará realmente ré e a acusação deve apresentar o fato criminoso passível de condenação.


    Pokémon Go


    O Ministério da Educação (MEC) usou seu perfil no Facebook para brincar com a popularidade recente do jogo Pokémon Go, alertando jovens sobre a necessidade de foco na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Faltam cerca de três meses para as provas, que serão aplicadas em 5 e 6 de novembro. Já o jogo, que se tornou febre pelo mundo, foi lançado no Brasil na quarta-feira (3).


    Cunha


    O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, deu três dias de prazo para a Câmara dos Deputados se manifestar sobre a ação do deputado afastado e ex-presidente da Casa Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que tenta impedir que o parecer favorável à cassação de seu mandato seja levado ao plenário. De acordo com os advogados de Eduardo Cunha, um deputado não pode responder a um processo de cassação por quebra de decoro se estiver afastado do mandato.


    EBC


    O diretor-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Ricardo Melo, determinou a abertura imediata de sindicância interna para apurar as responsabilidades sobre a publicação de texto no twitter @ebcnarede, que faz menção irônica à confirmação da ida do presidente interino, Michel Temer, à abertura dos Jogos Olímpicos 2016, no Rio de Janeiro.


    Vaias


    O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou ontem (4), que o presidente interino, Michel Temer, não teme hostilidades por parte dos brasileiros que estarão presentes hoje (5), no Estádio do Maracanã, por ocasião da solenidade de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Padilha ressaltou que o evento de abertura é um acontecimento do Brasil e de todos os brasileiros e que o direito de manifestação é livre. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia