Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 26/11/2016


    Sobe - A força da imprensa nacional que conseguiu derrubar o forte Geddel


    Desce - O governo Temer que em 6 meses perdeu 6 ministros

     

    A queda


    Ao adquirir um dos mais altos apartamentos da Bahia, parecia que Geddel queria ficar bem próximo do céu. Mas, um castigo para o pecador Geddel está fazendo com que ele experimente a dureza do seu inferno astral. É tempo ainda de rever o que fez nos seus últimos anos. Mais uma peça cai do baralho do PMDB.


    Torcida


    O PMDB se caracterizou como um partido que mais emprestou nomes ao noticiário político nacional envolvidos em atos de corrupção. A grande torcida é para que se investigue mais, utilizando-se uma lupa e gente com coragem de puni-los, se há erros. E mais, Eliseu Padilha e Moreira Franco, que junto com Geddel, formavam o trio de ferro do governo Temer. Renan Calheiros, Romero Jucá, Valdir Raupp e o olímpico Eduardo Paes.


    Festa no interior


    A queda do ex-ministro Geddel Vieira Lima abre perspectiva para a eleição de 2018. O quadro desenhado até agora para a oposição ao governo do estado era uma chapa composta por ACM Neto (DEM) a governador; Jutahy Magalhães (PSDB) e Geddel (PMDB) para o Senado, restando a vaga de vice para cooptar um partido da base governista para compô-la. Com Geddel fragilizado, depois da queda, é provável que ele não consiga sustentar a sua vaga nem indicar o irmão, Lúcio, para sucedê-lo e aí vem o desejo de muitos no interior da Bahia, especialmente, Feira de Santana. Ronaldo, o prefeito da cidade, para ocupar a vaga do peemedebista. Como prêmio de consolação já se pensa em oferecer ao partido de Geddel a assunção de Colbert, vice de Ronaldo, para sucedê-lo.


    Desvio de verbas


    O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Polícia Federal realizam, ontem (25), a Operação Vigilante, que visa desarticular esquema de desvios de recursos destinados ao transporte escolar no município baiano de Malhada de Pedras. O prejuízo estimado ao erário é de, pelo menos, R$ 3 milhões.


    Prioridade aos deputados


    O ex-presidente Lula quer que o PT mude a estratégia e priorize eleição de deputados federais no pleito de 2018. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a ideia do petista é que os principais quadros do partido, ex-ministros, ex-governadores, ex-prefeitos, deixem seus projetos individuais de lado e se candidatem à Câmara dos Deputados com o objetivo de puxar votos para os demais nomes do PT. Na lista estaria o ex-governador da Bahia e ex-ministro de Dilma, Jaques Wagner.


    Corte de gastos


    O candidato que prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mais de três vezes com isenção de taxa perderá o direito à gratuidade a partir da quarta tentativa. A medida faz parte de um pacote de medidas elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) para diminuir os custos da aplicação da prova, que neste ano superou os R$ 650 milhões.


    Vaquejada é proibida


    O Município de Santa Brígida assumiu o compromisso de não permitir a realização de vaquejadas e puxadas de boi em áreas públicas, em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA). Além de proibir vaquejadas, a municipalidade se comprometeu a colaborar com as polícias para coibir tais atividades; não expedir autorizações para realização desses eventos e quaisquer outras práticas que provoquem maus-tratos a animais; cancelar eventuais autorizações já concedidas para realização de futuras vaquejadas; e permitir a fiscalização de órgãos no Município, inclusive ONG´s que atuem na proteção animal.


    Caixa cheio


    A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o desbloqueio de R$ 960 milhões da empreiteira Queiroz Galvão que havia sido retido pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A empresa é acusada de participar de um esquema que desviava recursos da Petrobrás. Rosa Weber argumentou que o bloqueio dos bens da empreiteira foi feito de forma "irrestrita, sem adotar precauções", o que colocou em risco a preservação das atividades empresariais e das obrigações trabalhistas, comerciais e tributárias da empresa.


    Sem prefeito


    A decisão sobre quem vai comandar a prefeitura de Itabuna, no Sul da Bahia, segue indefinida. Na tarde desta quinta-feira (24), o Tribunal Regional Eleitoral iniciou o julgamento sobre o processo que envolve o candidato eleito no município, o ex-prefeito Fernando Gomes (DEM), que teve 34 mil votos. Apesar da soma dos votos, Gomes teve a candidatura indeferida. A candidatura dele encontra-se impugnada após o Tribunal de Contas da União (TCU) reprovar as contas do democrata por não conclusão de obras de saneamento no município.


    Crise


    Em meio à maior crise dos seus seis meses no governo, que propiciou a queda do ministro Geddel Vieira Lima, Michel Temer (PMDB) recebeu ontem (25) o apoio do presidente do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), e do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia