Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 15/12/2016


    Sobe - O trabalho prestado à sociedade nos últimos quatro anos pelos vereadores em Feira de Santana


    Desce - Brasil por registrar em 2016 mais de 1,9 milhão de casos de dengue, chikungunya e zika


    Despedida


    Em pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, ontem (14), o vereador Robeci da Vassoura (PHS) se despediu da 17ª legislatura agradecendo a todos que contribuíram direta e indiretamente com o seu mandato. Os agradecimentos de Robeci foram estendidos aos seus assessores, ao pastor Joeser, a todo o ministério da Igreja Assembleia de Deus, bem como a todo o segmento religioso que lhe deu um voto de confiança.


    Abandonado


    O vereador Isaías de Diogo (PPS) destacou a atuação do edil Beldes Ramos (PT), no exercício do mandato. Isaias disse que, apesar do seu bom desempenho e de ter defendido a administração estadual, o petista não teve o apoio do líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado José Neto (PT), para ter êxito na reeleição. "Foi um defensor, foi um lutador, defendeu tanto o deputado José Neto, mas no momento em que mais precisou do apoio dele, para que ele lhe reconduzisse a esta Casa, infelizmente, ele não lhe ajudou", disse.


    Pela família


    O vereador Edvaldo Lima (PP) fez agradecimentos e afirmou que seus pronunciamentos que foram alvo de polêmicas tiveram a intenção de trazer melhorias para a sociedade e fortalecer a instituição familiar. "O vereador Edvaldo Lima tem uns discursos muito polêmicos, mas são apenas em benefício da população; perdoe-me se eu atingir a todos vocês, mas são para o bem da sociedade e da família de Feira", afirmou.


    Ajuda


    Em seu último discurso proferido na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (14), o vereador Correia Zezito (PSL) fez agradecimentos, lamentações e pediu o apoio do Governo Municipal para manutenção da Associação Beneficente Para o Futuro da Rua Nova (ASBENFURN).


    Barrado


    Por outro lado, Correia Zezito também afirmou que não conseguiu a reeleição porque foi "barrado" por Isaías de Diogo no Partido Social Cristão. "Eu seria vereador, o primeiro no PSC e Isaías ficaria em terceiro, como suplente, mas tudo acontece na vida, eu não tive um padrinho que dissesse: você vai ficar lá. Mas Deus sabe o que faz, coisas melhores, eu tenho certeza que vão acontecer", disse, informando que irá retornar para a Polícia Militar.


    Pediu demissão


    O assessor do presidente Michel Temer (PMDB), José Yunes, entregou sua carta de demissão nesta quarta-feira (14), de acordo com a Globo News. A decisão foi tomada após ser vazada a delação do executivo Cláudio Melo Filho, da Odebrecht, na qual o escritório de advocacia de Yunes é citado como local onde foi entregue parte dos R$ 10 milhões negociados no Palácio do Jaburu a pedido de Temer. Essa é a primeira baixa no governo após o início dos depoimentos dos executivos da Odebrecht na Operação Lava Jato.


    Indiciados


    O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB) foi indiciado pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato, após conclusão do inquérito nesta terça-feira (13). Carlos Emanuel de Carvalho Miranda, sócio do peemedebista, e Wilson Carlos Cordeiro da Silva Carvalho, considerado o "braço direito" do ex-governador, também foram indiciados pela PF. De acordo com a investigação, os três teriam sido beneficiados com pagamentos de vantagens indevidas a partir de um contrato da Petrobras com Consórcio Terraplanagem Comperf, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Queiroz Galvão.


    Repasse


    De autoria do Poder Executivo foi aprovado por unanimidade e em segunda discussão, o projeto de lei de nº 99/16, que dispõe sobre o repasse dos recursos públicos municipais para as organizações da sociedade civil através de termo de colaboração e de fomento para execução orçamentária no exercício do ano de 2017. A votação da proposta aconteceu na manhã de quarta-feira (14), na Câmara Municipal de Feira de Santana.


    Do contra


    No uso da tribuna, na última sessão ordinária da 16ª Legislatura, na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador de oposição Alberto Nery (PT) agradeceu a Deus pela oportunidade de usar novamente a tribuna da Casa da Cidadania e lembrar de projetos de sua autoria que não foram apreciados ou votados. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia