PMFS Hospital da Mulher 25 anos
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 11/01/2017


    Sobe - Feira de Santana por ser uma das cidades nordestinas que mais valoriza a agricultura familiar.


    Desce - A forma excessiva como populares agiram espancando até a morte um suspeito de estupro.

     

    Pausa na turbulência


    O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, acompanhou Michel Temer na viagem que o presidente fez para o funeral do ex-presidente de Portugal, Mário Soares, que aconteceu ontem (10). O peemedebista incluiu Mendes na comitiva oficial para o país. A viagem ocorreu em meio ao julgamento pelo TSE do processo de cassação da chapa presidencial. A campanha de Dilma e Temer, em 2014, é acusada de ter recebido dinheiro ilegal. O julgamento deve ocorrer no segundo semestre deste ano. Caso a chapa seja cassada, a Constituição Federal estabelece realização de eleição indireta para sucessão do atual presidente, no caso, Temer.


    Informante


    O Presidente Michel Temer deu informações sobre a política brasileira à embaixada dos Estados Unidos em troca de eventual apoio político. Ao menos é o que garante Julian Assange, fundador do Wikileaks, site que divulga postagens de fontes anônimas, documentos, fotos e informações confidenciais, vazadas de governos ou empresas. Em entrevista concedida ao site Nocaute, do jornalista Fernando Morais, Assange afirmou ter encontrado telegramas do então cônsul-geral dos Estados Unidos, Christopher J. McMullen, que apontam que Temer atuou como informante da embaixada americana em 2006, quando era deputado federal. "Michel Temer teve reuniões privadas na embaixada dos Estados Unidos e forneceu informações políticas às quais muitos não tinham acesso.

     

    Luta contra os juros

     

    O Presidente Michel Temer disse na segunda-feira (9), em Esteio, no Rio Grande do Sul, que em função da queda recente da inflação, o governo já trabalha com a possibilidade de um cenário com juros mais baixos. Ele voltou a manifestar o interesse de atuar a favor da simplificação da Reforma Tributária, que afirmou, poderá resultar na revisão do pacto federativo. "Quando chegamos, a inflação prevista era de 10,7%, e nós entregamos com 6,7%. Nós a baixamos 4 pontos percentuais em seis meses. Certa e seguramente, com a inflação caindo, os juros também cairão. E caindo responsavelmente [os juros], influenciarão os investimentos do nosso país", disse o presidente, segundo a Agência Brasil.


    Censo penitenciário


    A Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, discutiu com o Presidente Michel Temer no último sábado (7) sobre a realização de um censo do sistema penitenciário do país. De acordo com o G1, o objetivo é colher dados mais atualizados sobre a situação dos presos para lidar com situações como a crise nos presídios. Pela estimativa inicial, o censo custaria cerca de R$ 18 milhões e contaria com apoio do Exército, para segurança dos pesquisadores e indicação de locais, de Organizações Não Governamentais (ONGs) e entidades humanitárias.


    Servidores expulsos


    O Governo Federal exonerou 550 servidores públicos por envolvimento em atividades ilícitas em 2016. O número é o maior dos últimos 14 anos, desde quando foi iniciada a série histórica, em 2003. Nesse período, já foram expulsos 6.209 agentes da União. Do total registrado em 2016, foram registradas 445 exonerações de servidores efetivos, 65 cassações de aposentadorias (recorde no comparativo dos últimos seis meses) e 40 destituições de ocupantes de cargos em comissão. A causa mais frequente de demissões foi a prática de atos relacionados à corrupção, com aplicação de pena em 343 casos (65,3% do total). O abandono de cargo, inassiduidade ou acumulação de cargos dividem o segundo lugar nas causas de demissões, com 158 casos (24,4%).


    Descuido


    O Governo Federal teve as senhas de suas redes sociais publicadas, ontem (10), por engano, pelo Palácio do Planalto, no Twitter. Foram divulgadas as senhas do Facebook, Twitter e Instagram, do Portal Brasil e do Palácio do Planalto. De acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência, o erro aconteceu em uma postagem já apagada do Portal Brasil na rede social, gerida pela equipe de Contas Digitais. No tuíte feito pelo orgão, um link direcionava o leitor para um documento do Google Drive com todas as senhas das redes sociais. Ainda segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência, as senhas já foram trocadas e o caso está sendo apurado internamente.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia