BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 10/02/2017


    Sobe - Os dois clubes brasileiros que passaram da primeira fase da Libertadores, com louvor para o Botafogo que não perdeu fora de casa


    Desce - Presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM) pela denúncia de receber um milhão de vantagens indevidas


    Lobo Mau


    O Senado Federal já tem os doze nomes da Comissão de Constituição e Justiça que irão sabatinar o advogado Alexandre de Moraes, indicado pelo presidente Temer. Fato curioso é que dos doze nomes, dez estão envolvidos na Lava Jato. E o presidente da Comissão? Edson Lobão! Pelo que se nota, não é só Chapeuzinho Vermelho que tem medo de Lobo Mau. Parece que a turma do Senado construiu casas de palha, e por isso agradou o Lobão, a salvação pode ser o STF, cuja casa é construída de tijolos e pedras, mas é bom ter cuidado com portas e janelas.


    Foi além


    O presidente Michel Temer afirmou ontem (9), que as reformas enviadas pelo governo ao Congresso têm avançado mais rápido do que o previsto inicialmente, e que o próximo passo será uma simplificação tributária para incentivar os investimentos no país. Segundo o presidente, foi possível fazer em sete meses o que ele imaginava que seriam necessários dois anos para avançar em reformas como a da Previdência e da legislação trabalhista, além da aprovação de um teto para os gastos públicos.


    Diretora da ALBA


    Nove dias após assumir a AL-BA, Ângelo Coronel segue os passos do seu antecessor. Ao menos no quesito 'farinha pouca meu pirão primeiro'. Nomeou para comandar a Escola do Legislativo Fernanda Alencar Guedes, filha de Eduardo Alencar, ex-prefeito de Simões Filho e irmão do senador Otto Alencar (PSD), o grande fiador da sua candidatura, Fernanda Alencar foi nomeada na função comissionada 07, cujo salário é R$ 7.077. Desde que assumiu a Assembleia, Coronel exonerou cerca de 100 pessoas, boa parte ligada a Nilo.

    Relator de indicação de Moraes


    O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) será o relator da indicação do ministro licenciado Alexandre Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Após ser comunicado sobre a escolha, Braga disse que tem a "melhor impressão possível de Moraes". Braga não considera que a vinculação política de Moraes ao PSDB seja um ponto negativo. "Na história do STF, há precedentes importantes, o próprio Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Outros ministros já tiveram participação em governos e nem por isso deixaram de ser magistrados independentes", disse.


    Nepotismo


    O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, em caráter liminar, a nomeação de Marcelo Hodge Crivella, filho do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), para o cargo de secretário da Casa Civil da prefeitura. Para o ministro, a nomeação é nepotismo, proibido na administração pública. A decisão do ministro ainda não foi divulgada na íntegra. O pedido foi feito pelo advogado Victor Travancas. Quando a ação foi proposta, a prefeitura do Rio defendeu a legalidade na nomeação.


    Transparência no SUS


    Projeto apresentado na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) propõe que o número de vagas em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) seja fornecido em tempo real. "A meta é tornar a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), obrigada a garantir a transparência nas atividades de regulação do SUS, no âmbito do Estado da Bahia, disponibilizando, diariamente e em tempo real informações no sítio eletrônico da internet, do número de leitos ocupados e livres nas unidades hospitalares e UTIs", explicou o deputado estadual Hildécio Meireles (PMDB), autor da proposta. Aprovada a matéria, o Poder Executivo, terá 90 dias, contados de sua publicação, para regulamentar a lei.


    "Denúncias são absurdas"


    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou hoje (9), como absurdas e sem relação com a realidade as denúncias de que teria recebido vantagens indevidas da empreiteira OAS para defender os interesses da empresa em projetos na Casa. "Ontem à noite fui surpreendido pelo vazamento ilegal de uma investigação feita pela Polícia Federal e seu resultado é absurdo, não tem relação com a realidade", disse Maia no início da tarde de ontem (9).


    Manifestações a vista


    O Vem pra Rua, um dos movimentos que lideraram manifestações pelo impeachment em 2016, discute a convocação de atos contra "a sequência de fatos em que o governo Michel Temer e sua base estão trabalhando em defesa da impunidade", conforme anunciado pelo porta-voz do grupo, Rogério Chequer. O Vem pra Rua está "extremamente descontente" com a indicação de Alexandre de Moraes para a vaga de Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal (STF) e a cogitação de Antonio Cláudio Mariz de Oliveira para o Ministério da Justiça - o advogado criminalista já fez críticas à Lava Jato. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia