BAHIA AQUI É TRABALHO 0919
Em cima da hora:
Enchente atinge bananais em três cidades do Vale do Ribeira, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 11/02/2017


    Sobe - A esperança do feirense pela duplicação do anel de contorno Oeste em 2018


    Desce - César Borges que quando ministro garantiu que duplicaria o mesmo trecho em 2013


    Novo representante do governo


    O ex-prefeito de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, Guilherme Menezes (PT), foi nomeado para trabalhar na função de representante do governo Rui Costa, em Brasília. O posto era ocupado por Jonas Paulo, ex-presidente do PT. Menezes terá um salário base de R$ 6,5 mil no cargo comissionado. Jonas Paulo, por sua vez, não ficará desempregado. Receberá um salário base de R$ 5,1 mil para comandar o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Codes, que antes era gerido pelo ex-governador Jaques Wagner.


    Sob investigação


    O ministro Edson Fachin, novo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, determinou abertura de inquérito para investigar os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP). Na segunda-feira (6), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia pedido a abertura de inquérito ao ministro do STF. Os investigadores apuram se os políticos cometeram crime de embaraço às investigações da Operação Lava Jato.


    Vai ter que explicar


    Em um dia em que duas decisões liminares na Justiça Federal na primeira instância suspenderam a nomeação do ministro Moreira Franco (PMDB) para o cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na noite da quinta (9), que o presidente Michel Temer se manifeste dentro de um prazo de 24 horas para explicar as circunstâncias da nomeação. Dessa forma, Celso de Mello manteve o suspense quanto à decisão sobre os dois pedidos - feitos pelo PSOL e pela Rede Sustentabilidade - que chegaram à Suprema Corte contra a nomeação. O STF terá a palavra final no caso.


    Quebra de decoro


    As deputadas estaduais não estão dispostas a deixar para trás a representação apresentada em maio do ano passado contra o colega Pastor Sargento Isidório (PDT), por quebra de decoro parlamentar. Proposto pela Comissão das Mulheres da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o documento se baseia em um vídeo publicado pelo pastor em redes sociais no qual ele “cheira” a vagina da própria mãe e agradece por não ser “sapatona”. Presidente do colegiado na época da representação, Fabíola Mansur (PSB) avalia que, apesar de nove meses terem passado sem que a representação sequer tenha deixado a Mesa Diretora, a situação ainda merece atenção.


    Pouso de emergência


    O avião em que estava presente o senador Aécio Neves (PSDB) precisou fazer um pouso de emergência no aeroporto de Guarulhos na noite da quinta-feira (9), de acordo com seu assessor de imprensa. A aeronave saiu de Brasília com destino a São Paulo. Ao aterrissar, teria tido um problema com o trem de pouso, saindo da pista. Dentro do avião, estavam apenas Aécio e os pilotos. Ainda segundo o assessor, ninguém ficou ferido. Aécio Neves tem uma reunião com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na manhã de ontem (10).


    Lula volta à mídia


    O Partido dos Trabalhadores preparou conjunto de quatro peças de rádio e TV em que o personagem principal é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As inserções começam a ser veiculados pelo país neste início de fevereiro. Os vídeos devem abordar questões como educação, crise financeira e crescimento econômico e serão utilizados pelos diretórios estaduais do partido. O PT terá direito a uma série de inserções estaduais nos próximos meses, e o programa nacional será em abril.


    Tia Eron fica


    O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou, na manhã de ontem (10), que a deputada federal Tia Eron (PRB), licenciada da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), deverá permanecer em Brasília por mais um tempo. “A deputada Tia Eron teve que prolongar sua permanência em Brasília. A perspectiva é do retorno da secretária Tia Eron”, disse, para completar: “preciso que ela permaneça lá por mais um tempo. No momento oportuno, quando ela encerrar e cumprir essas tarefas, ela poderá voltar para a prefeitura”.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia