Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 30/08/2017


    01.09.2017 10h10m
    Recomendar

    Sobe - Campanha Liquida Feira por aquecer as vendas no comércio da cidade.


    Desce - As contas do governo federal que com déficit de R$ 20 bilhões teve pior julho nos últimos 21 anos.


    Têm que respeitar autoridades


    O vereador João Bililiu em resposta às explicações de Lulinha, reiterou que não foi bem tratado na Superintendência Municipal de Trânsito. “Eu tenho plena convicção de que é obrigação de qualquer assessor, de qualquer chefe de Gabinete, reconhecer uma autoridade do âmbito municipal na cidade. Eles não estão lá para brincar e passear ou olhar só mulheres bonitas e homens bem trajados não. Estão lá para trabalhar e respeitar as autoridades que chegam. Eu fui tratado de uma forma que não foi condigna de um vereador”, reclamou.


    Combate à violência


    Cadmiel Pereira tratou sobre o crescimento do índice de violência na Bahia e pediu mais ação do secretário Estadual de Segurança Pública da Bahia, Maurício Barbosa. “O secretário Estadual de Segurança Pública do Estado da Bahia, sem qualquer ordem judicial, mandou grampear o telefone de um desembargador. De onde veio esta ordem? Quem mandou grampear este telefone? A que situação chegamos. Lembro que há tempos o comandante geral do Estado da Bahia foi assaltado quando fazia caminhada. Se ele foi assaltado, imagine nós”, relatou e abordou a falta de segurança também em Feira de Santana.


    Atendimento prioritário


    A vereadora Gerusa Sampaio (DEM) é autora do Projeto de Lei nº 115/2017, que dispõe sobre a prioridade das mulheres vítimas de violência no atendimento psicoterápico, realização de cirurgia plástica reparadora, consultas e exames médicos na rede pública de saúde no âmbito de Feira de Santana. A proposta foi aprovada por unanimidade e em segunda discussão, na sessão ordinária de ontem (29), na Câmara Municipal.


    Cobrou atenção do governo


    Marcos Lima voltou a tecer críticas a obra de construção do viaduto que liga a Avenida Nóide Cerqueira à BR-324, executada pelo Governo do Estado. Segundo ele, após resolução dos problemas referentes à pista de aceleração do equipamento, a população agora enfrenta outro transtorno com o fechamento do retorno nas proximidades do Parque de Exposições João Martins da Silva. Para Marcos Lima, existe falta de respeito e compromisso do Governo do Estado com as obras executadas em Feira de Santana.


    Comemorou pavimentação


    O vereador Edvaldo Lima, no uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão de ontem (29), agradeceu ao Governo Municipal pela pavimentação de ruas no bairro Tomba, em especial da rua Açucena, iniciada na manhã de hoje. O vereador lembrou que em 07 de outubro de 2014, protocolou indicação ao Executivo solicitando a pavimentação asfáltica da referida via e de diversas outras ruas do bairro e vizinhos, como Panorama, Parque Tamandari e Francisco Pinto.


    Cobrou execução de obras


    João Bililiu ainda reivindicou a instalação de redutores de velocidade em vias do bairro Campo Limpo, Conjunto Paulo Souto e Residencial Ponto Verde, localizado na Estrada do Alecrim. O edil também cobrou do Governo Municipal a implantação de boca de lobo, no bairro Campo Limpo. As solicitações, segundo Bililiu foram realizadas através de indicação ao Executivo há mais de três meses. “O povo cobra e nós levamos as reivindicações às secretarias responsáveis. Mas, até o momento nada foi feito. E, enquanto me cobrarem, eu continuarei cobrando atitudes em prol do bem estar da nossa população.”



  • 29/08/2017


    01.09.2017 10h08m
    Recomendar

    Sobe - Os evangélicos por mostrarem força com o não cancelamento da Tarde Gospel na Expofeira.


    Desce - O baixo volume de vendas que marcou o mês de agosto no Campo do Gado.


    Viaduto do Viveiros


    O vereador Roberto Tourinho irá convocar Audiência Pública para discutir a construção do viaduto entre os conjuntos Viveiros e Feira X. “Durante sessão itinerante realizada no Conjunto Viveiros, sugeri a realização de uma sessão para discutir esse problema, que tem causado sérios prejuízos aos moradores desses dois conjuntos. Que essa audiência sirva para que esta Casa, juntamente com deputados estaduais e federais que representam Feira de Santana, o prefeito, moradores e demais envolvidos, possam encontrar soluções que atendam às demandas desses moradores”, afirmou Tourinho.


    Parabenizou atitude


    O vereador Cadmiel Pereira (PSC) parabenizou o colega Roberto Tourinho pela preocupação em promover discussões a respeito das demandas do Conjunto Viveiros. “Quero parabenizar o nobre colega, que preside a Comissão de Obras desta Casa e dizer que é muito bom ver que providências estão sendo tomadas para a realização dessa audiência, para que possamos, juntos com a Via Bahia, deputados estaduais e federais, autoridades políticas, moradores e todos os demais que estão envolvidos nessa questão, discutir soluções imediatas”, afirmou.


    Ação social


    O vereador Marcos Lima (PRP) informou que, por sua iniciativa, ocorreu, no último sábado, uma grande ação social na expansão do conjunto Feira IX, onde, segundo ele, a comunidade foi contemplada com diversos serviços na área da saúde, de assistência social, orientação jurídica, cortes de cabelo, atendimento da Embasa, Bolsa Família, entre outros. “Foram mais de 500 atendimentos”, ressaltou.


    Melhorias em creches


    O vereador Zé Filé informou que encaminhou uma indicação ao prefeito José Ronaldo de Carvalho solicitando que os vasos sanitários e lavatórios das creches municipais de Feira de Santana sejam trocados ou adaptados, a fim de que atendam às necessidades das crianças que estudam nos referidos estabelecimentos de ensino. “Eu não entendo como é que faz uma creche para crianças de um a cinco anos e coloca um vaso sanitário para adulto? Como é que a criancinha de um ano vai sentar num vaso de adulto para fazer as necessidades fisiológicas?”, questionou.


    Levará solicitação à secretaria


    Ainda no uso da tribuna, o líder governista assegurou que levará à secretária municipal de Educação, Jayana Ribeiro a observação feita pelo colega Zé Filé (PROS). “Se há crianças os vasos sanitários devem ser pequenos, respeitando a proporcionalidade do tamanho dos estudantes. Certamente deve ter sido um erro da empresa que fez a construção e não tenho dúvida de que será corrigido”, argumentou Lulinha. Em aparte, o autor da crítica, vereador Zé Filé (PROS), questionou a fiscalização da obra.


    Vereador não é dono de bairro


    João Bililiu ressaltou que os bairros têm representantes políticos, mas não donos, o que faz com que todos os edis possam fazer indicações de obras ao prefeito. “Nós vereadores temos amigos em todos os bairros da cidade. Não somos donos de bairro. Admiro muito o trabalho de Lulinha no bairro Conceição e digo que também tenho muitos amigos lá. Claro que os votos que recebi naquela localidade não foram suficientes para me eleger nesta cadeira, que é do povo e não nossa. Lá de fora a população está acompanhando nossa conduta e merecimento”, observou.


    Anúncio de obras


    Lulinha lembrou que na manhã de ontem (28), houve anúncio de obras de pavimentação de ruas no bairro Conceição. Segundo o edil, falta pouco para que o bairro seja 100% pavimentado. “Estivemos junto com o prefeito, colegas vereadores e alguns secretários no bairro Conceição, onde 19 ruas serão pavimentadas e só quem ganha com isso é a comunidade. São ruas e complementos de ruas contemplados com recursos próprios, ou seja, os impostos que pagamos retornam em obras e melhorias. O prefeito procura atender aos pedidos de todos os vereadores e aos poucos conseguimos pavimentar todo o bairro”, pontuou. 



  • 26/08/2017


    28.08.2017 17h58m
    Recomendar

    Sobe - I Festival de Música na Escola por fortalecer pedagogia da inclusão social.


    Desce - O presidente Temer por exagerar nas audiências de final de noite sem constar na agenda oficial.


    Gerusa


    O que parecia apenas uma vontade, se configura como uma real possibilidade de disputa de eleição em 2018. A vereadora Gerusa Sampaio, que em algumas ocasiões, manifestou vontade de se candidar a deputada estadual ganha corpo entre seus seguidores com a real possibilidade da eleição da vereadora. Avaliam que, por ser mulher e com bom desempenho no mandato parlamentar, ela se credencia como uma candidata viável. Gerusa está filiada ao DEM.


    Zé Neto


    O site Bahia na Política aponta o deputado estadual Zé Neto como candidato convocado por seu partido para se lançar candidato a deputado federal. Neto, já acalentou a possibilidade, depois esfriou. Sempre esteve entre os mais votados do PT. O partido, agora, entende que é hora dele dar sua contribuição sendo um dos puxadores de votos para manter o número de deputados na Câmara Federal. Robson Almeida se elegeu deputado federal apoiado por Neto e, agora, desceria para estadual e, assim, fazer dobradinha com o mesmo.


    Federal


    Sem alardes, mas com o apoio do partido, o ex-deputado e atual secretário de meio ambiente de Feira de Santana, Sérgio Carneiro, será candidato a deputado federal pelo PV. Sérgio goza de prestígio dentro do partido, que lhe garante diversos diretórios em cidades do interior baiano para fortalecer sua candidatura. Nas oportunidades que ocupou na Câmara Federal, ele se constituiu em um deputado de destaque e, em várias oportunidades, foi indicado pela imprensa como um dos cabeças do Congresso. As possibilidades dele, dentro do Partido Verde, são robustas.


    Tempo recorde


    O processo que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão, no caso do tríplex do Guarujá (SP), chegou em tempo recorde ao Tribunal Regional Federal (TRF), da 4ª Região, em Porto Alegre. Segundo informações do Jornal Folha de S. Paulo, foram 42 dias entre a sentença do juiz Sérgio Moro, emitida em julho, até o início da tramitação do recurso na segunda instância iniciada na quarta-feira (23). Foi o trâmite mais rápido entre todas as apelações da Operação Lava Jato originada em Curitiba (PR).


    Rebateu críticas


    O presidente Michel Temer rebateu as críticas que recebe sobre seus encontros fora da agenda e tarde da noite no Palácio do Jaburu. Em entrevista ao SBT Brasil, na quinta-feira (24), o peemedebista disse que conversa com quem “quiser, na hora que achar mais oportuna e onde quiser”. A declaração foi uma resposta ao questionamento sobre seu encontro com a futura procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que encontrou com o presidente, no último dia 8, no Jaburu, fora da agenda oficial. “O fato de eu conversar com você, não significa que você vai me proteger”, disse, de acordo com o Estadão. Temer ainda sugeriu que é preciso “acabar com essa história que você pode conversar com as pessoas”.


    Quer proibição coligação


    Focado em desvincular totalmente o PMDB do PT, o senador Romero Jucá tenta (PMDB-RR) tenta convencer seus correligionários a apoiar uma resolução que proíba peemedebistas de se coligarem com membros do Partido dos Trabalhadores. No entanto, segundo informações da coluna Radar Online, da Veja, o senador não tem tido sucesso em convencer a bancada de seu partido. Isso porque diante da proximidade do ano eleitoral, em 2018, muitos políticos não querem se complicar, principalmente em Estados onde a aliança entre PT e PMDB sobreviveu ao rompimento da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer.


    Resultados das privatizações


    Líderes de partidos da base de Michel Temer têm criticado o pacote de privatizações divulgado nesta semana, porque correm o risco de perder cargos em setores como da Eletrobras e Casa da Moeda. De acordo com a colunista Andreia Sadi, do G1, no setor de energia a procura por explicações surge de peemedebistas do Senado. Na quinta-feira (24), o ex-presidente da Casa e ex-presidente da República José Sarney, esteve no Palácio do Planalto, mas o governo não divulgou o assunto tratado. Nos bastidores, um auxiliar ironizou as “preocupações dos políticos”. “Se o indicado político tiver perfil técnico, vai ficar. Por que sairia?”, disse. 



  • 25/08/2017


    25.08.2017 09h23m
    Recomendar

    Sobe - A povo baiano pela solidariedade com as vítimas da tragédia, na travessia Salvador/Mar Grande.


    Desce - A ASTRAMAB associação responsável pela embarcação por demora no resgate das vítimas, da tragédia, na Baía de Todos os Santos.


    Nova denúncia


    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu que irá fazer uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer antes do fim de seu mandato em 17 de setembro. Janot e sua equipe já estão elaborando o texto básico da acusação, trabalho que deve ser concluído no fim de setembro. O caso está sendo mantido sob sigilo e até o momento não está claro ainda qual crime será imputado ao presidente, que nega ter cometido qualquer ato ilícito. A denúncia será feita a partir do inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar Temer por corrupção, obstrução de justiça e organização criminosa.


    Abrigo para Dória


    A possibilidade de o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), entrar no DEM para disputar a eleição presidencial de 2018 divide opiniões dentro do partido. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ), já deu declarações minimizando a chance de abrigar o tucano. Já alas como a do ministro da Educação, Mendonça Filho, não tem oposição à ideia. “Como vamos receber o Doria no partido, como traidor do governador Geraldo Alckmin [padrinho político do prefeito que também tem pretensões presidenciais]?”, questiona, no entanto, uma terceira liderança, alinhado à rejeição ao prefeito.


    Entrando no vermelho


    A privatização de alguns aeroportos lucrativos à Infraero poderá custar gastos extras de pelo menos R$ 3 bilhões ao governo federal. A medida também poderá deixar a estatal no vermelho por mais de 15 anos, com déficit de aproximadamente R$ 400 milhões por ano. A avaliação foi feita pela própria Infraero, em ofício enviado pelo presidente Antônio Claret de Oliveira ao ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa. O documento, datado de 17 de agosto, foi classificado como “reservado”.


    Economia bilionária


    Entre as ações que compõem um pacote de medidas para cortar gastos no Executivo, o governo federal pretende zerar os custos com aluguel de imóveis para órgãos públicos. Para resolver isso, a Secretaria de Patrimônio da União finaliza um estudo que vai guiar a redistribuição de repartições que hoje ocupam prédios de terceiros, segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo. A medida visa economizar R$ 1,6 bilhão por ano. De acordo com a publicação, a mudança é fruto de ações do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que, embora não possua um cargo no Palácio do Planalto, atuou em defesa das propostas de privatizações, concessões e cortes de gastos.


    Campanha sem verba


    No dia após os deputados rechaçarem em plenário a proposta inicial de criação de um fundo bilionário para financiar campanhas eleitorais, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), demonstrou nesta quinta-feira (24), pessimismo em relação ao tema vingar. Insatisfeito com a situação, Rodrigo Maia adotou tom irônico ao dizer que os candidatos precisarão “comprar um bom celular e contratar um cinegrafista amador” para conseguir fazer campanha no ano que vem apenas com os recursos do fundo partidário, que dispõe de cerca de R$ 800 milhões para o funcionamento das legendas.


    Fica até dezembro


    Presidente licenciado do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou na quinta-feira (24), que o senador Tasso Jereissati (CE) ficará na presidência do partido, de forma interina, até dezembro, quando deve acontecer a convenção nacional que escolherá o novo presidente da sigla e o candidato tucano à Presidência da República, nas eleições de 2018. Aécio fez a declaração após se reunir com parlamentares do PSDB e presidentes dos diretórios estaduais, na sede nacional do partido, em Brasília.


    Quer fim de privilégios


    O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse na quinta-feira (24), que a votação da Medida Provisória 777, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP), deve ser concluída até terça-feira (29), para que o Senado tenha ainda um prazo de uma semana e meia para votar em plenário a matéria. “A gente vai avançar com a MP 777 e, se não terminar hoje, termina na terça-feira”, disse. Maia defendeu a TLP e disse que o País precisa acabar com privilégios e “igrejinhas” dentro do governo. 



  • 24/08/2017


    24.08.2017 17h51m
    Recomendar

    Sobe - O HEC por ser contemplado com 80 novos leitos, sendo 10 UTIs, 30 semi-UTIs e 40 de maternidade.

     

    Desce - Ministro Gilmar Mendes, por ser tão diferente dos outros colegas.

     

    Mau cheiro em cemitério


    Gilmar Amorim chamou a atenção da Associação Feirense de Assistência Social (AFAS) com relação à fedentina e a grande quantidade de mosquitos no cemitério São Jorge, que é administrado pela referida entidade. O edil disse que participou de um sepultamento no cemitério e pode constatar, pela terceira vez, o mau cheiro e os mosquitos. "Só ficou o pessoal que trabalha no cemitério, porque foi insuportável o fedor que se encontrava no cemitério, foram insuportáveis os mosquitos, ninguém conseguiu ficar próximo, nem a família ficou próxima para acompanhar o sepultamento", queixou-se.

     

    Mau cheiro em cemitério I


    Em aparte, o vereador Isaías de Diogo parabenizou Gilmar pelo pronunciamento e confirmou que esse problema, realmente, está acontecendo no cemitério São Jorge. "Eu também já participei ali de alguns sepultamentos. A AFAS precisa ter mais responsabilidade na questão dos entes queridos que são depositados ali naquelas urnas. Vossa Excelência está corretíssimo quando diz que a fedentina, infelizmente, incomoda todos que frequentam ali quando vão deixar os seus entes queridos".

     

    Mau cheiro em cemitério II


    O vereador Roberto Tourinho, que é presidente da Comissão de Meio Ambiente, solicitou aos edis Gilmar Amorim e Alberto Nery, vice-presidente e membro, respectivamente, que juntos façam uma visita à direção da Associação Feirense de Assistência Social (AFAS), objetivando buscar informações sobre a denúncia de que há mau cheiro e grande quantidade de mosquitos no cemitério São Jorge, entre outras questões relacionadas à instituição.

     

    Organização do trânsito


    Pablo Roberto usou a tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana para destacar e externar sua alegria pela execução da lei de nº 3553, de sua autoria, que torna obrigatório que os empreendimentos geradores de tráfego designem serviço de apoio à circulação e fluidez do trânsito. De acordo com o edil, a referida lei está sendo aplicada no município pela Superintendência Municipal de Trânsito (SMT).

     

    Batista 

     

    Zé Batista, conhecida liderança de Feira de Santana, delcarou nas redes sociais seus candidatos para a eleição de 2018, embora deixou de citar uma das vagas do Senado. Ontem, ele reviu a lista, depois de conversar com amigos. Manteve a intenção de votar em ACM Neto (DEM) que até 30 dias passados estavam com "rusgas". Mas como se tratam como irmãos, dada a grande amizade de Batista com o velho ACM, resolveu aparar as arestas. Para o Senado continua com Zé Ronaldo (DEM), para deputado estadual ficará com Gerusa Sampaio (DEM), deputado federal continuará sua marcha com Zé Chico (DEM), que já é suplente de deputado, mas retirou o apoio e o voto que daria a Dórea (PSDB). Foi convencido que Dórea é uma bolha, que a qualquer momento vira nada. Agora, vai marchar com Alckmin. A outra vaga para o Senado diz que vai decidir no ano que vem. Diz não ter pressa.


    Cúmulo da insegurança


    Cadmiel Pereira (PSC) lamentou a violência sofrida pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e familiares de um paciente idoso durante prestação de socorro no bairro Brasília, em Feira de Santana, na última terça-feira (22). "Chegamos ao cúmulo da insegurança pública, em Feira de Santana. Onde vamos parar? Uma pessoa enferma em busca de atendimento encontra pela frente a violência. Isso é lastimável. Onde está o amor do ser humano que não respeita nem o momento de dor do seu próximo", disse.

     

    Agradecimento


    Zé Curuca agradeceu à Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) pela execução das obras de extensão de rede de água em algumas comunidades da zona rural do Município, em atendimento às reivindicações de sua autoria. "Quero fazer um agradecimento especial à Embasa, no nome dos senhores Raimundo Neto, Euvaldo dos Santos e Ana Maria pelo atendimento às nossas reivindicações", disse.  



  • 23/08/2017


    23.08.2017 15h06m
    Recomendar

    Sobe - A APAE por ampliar suas ações e ter uma proposta de inclusão social bem consolidada.


    Desce - A falta de segurança que deixa até equipe do SAMU vulnerável a ação de criminosos.


    Vai destinar verba


    O vereador João Bibiliu parabenizou o colega Roberto Tourinho por se posicionar a favor da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e garantiu que destinará parte da verba de subvenção à entidade. “Parabéns Tourinho por se posicionar em prol da APAE, que tem feito um bom trabalho em Feira de Santana. Na qualidade de vereador de primeiro mandato e de família pobre, sei da dificuldade de ter na família um membro com deficiência. Pode contar comigo para destinar parte da verba de subvenção a essa Associação”, garantiu Bililiu.


    Líder interino


    Carlito do Peixe (DEM) informou que assumiu interinamente a função de líder do Governo no Legislativo feirense, em virtude da eleição do edil José Carneiro para a Presidência da Casa. “Assim, meus colegas vereadores, eu vou precisar da colaboração dos senhores e senhoras, como líder na Casa, para a discussão e aprovação das matérias de interesse do Governo. Hoje, por exemplo, estão em pauta diversos projetos de colegas vereadores e, amanhã, nós temos uma pauta recheada de matérias de vereadores e do Executivo”, disse.


    Rebateu críticas


    Em seguida, o democrata rebateu as críticas da oposição em relação à pavimentação de vias públicas e reposição de lâmpadas queimadas. Segundo ele, algumas ruas estão com o piso danificado por conta do período chuvoso. “Estamos esperando a estiagem voltar ao normal, para que as máquinas da Prefeitura entrem em ação nas estradas”, disse Carlito, afirmando que, no último final de semana, localidades da zona urbana e rural já receberam serviços de pavimentação.


    Rebateu radialista


    Alberto Nery, sem revelar o nome, se pronunciou sobre uma crítica proferida por um radialista, que, segundo ele, classificou a oposição ao Governo do prefeito José Ronaldo como meia-boca, por ter votado em um vereador governista para presidir o Legislativo feirense. “Eu tive o cuidado de pesquisar o que quer dizer oposição meia-boca. ‘Diz-se de qualquer ação feita às pressas, sem nenhum cuidado, displicente, incompleta, malfeita’. Eu quero dizer ao ilustre radialista que a oposição não é meia-boca, nós somos a oposição que verdadeiramente representa o município de Feira de Santana”, afirmou.


    Altas taxas


    Bililiu ainda criticou o Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Bahia (Detran-BA) pelas “taxas abusivas” que vem cobrando, sobretudo em Feira de Santana. “Além da situação das altas taxas cobradas quando um veículo entra naquele ‘pátio do absurdo’, um caso novo me chamou bastante atenção: como pode o Detran cobrar R$ 53,00 apenas para receber a informação de que um cidadão pretende transferir seu veículo que acabou de vender? Não basta a própria taxa de transferência e a antecipação do licenciamento?”, questionou.


    “Asfalto sonrisal”


    Zé Filé voltou a criticar o Governo Municipal, enfatizando a “má qualidade” do asfalto que está sendo aplicado para recuperação de vias públicas. O edil classificou como “asfalto sonrisal”, o material utilizado para a operação de revitalização asfáltica em Feira de Santana. Segundo Zé Filé, no último dia 18, foi feita uma operação tapa-buraco na Avenida Mimiro Pinto, no conjunto Viveiros. “Apesar de não ter chovido, o piso já cedeu”, reclamou. 



  • 22/08/2017


    23.08.2017 15h05m
    Recomendar

    Sobe - A Câmara de Feira pelo clima de tranquilidade na sessão que elegeu o novo presidente Zé Carneiro.


    Desce - Rodrigo Maia, presidente da Câmara, ao inventar um monstrengo eleitoral com o nome de Distritão Misto.


    Foi vetado


    Visivelmente irritado, o vereador Tom, que até então era presidente interino, afirmou o motivo de ter declinado e disse ter sido vetado pelo prefeito, que teria preferido nome de José Carneiro ao dele. “Não tem como chegar, é uma força maior. O prefeito não me atendeu de jeito nenhum, mas vou continuar lutando. Chega o momento em que temos que recuar para dar dez passos à frente. Queria ver uma presidência independente, a tristeza é como o processo foi feito, fui vetado e não tive oportunidade”, disse.


    Não fui mandado


    O vereador Zé Curuca afirmou que votou em Carneiro, mas o seu candidato seria Tom. Disse ainda que não foi influenciado por ninguém. “Não fui mandado, a decisão foi minha e escolhi o grupo de Tom, mas infelizmente só tínhamos dez, conseguimos puxar Tourinho, veio Eremita, mas Tom me ouviu e colocamos Tourinho, tentamos, mas não deu. Não recebi ligação de ninguém, já estava definido”, afirmou.


    Estranhou


    O vereador de oposição, Zé Filé, disse que foi estranho o prefeito José Ronaldo permitir que a própria base se articulasse e formasse chapas diferentes para a eleição de presidente da Câmara Municipal. “O prefeito comanda 19 vereadores e permite articulação entre eles mesmos, mas isso só serviu para nos fortalecer. Mostrou que o reinado está em baixa, vários vereadores ficaram magoados, ele deveria ter sido imparcial, mas feriu alguns parceiros e quem ganhou foi o povo”, disse.


    Não teve dificuldades


    O vereador Gilmar Amorim parabenizou a vitória de José Carneiro, ressaltando que este é um político competente e honesto e que, com certeza, fará uma “grande administração”. Gilmar disse que não tinha dificuldade em votar para presidente do Legislativo nos vereadores Marcos Lima, José Carneiro, Roberto Tourinho (PV) ou qualquer outro da base governista. “Agora, o homem tem que ter lado. Eu disse ao vereador Roberto Tourinho: está se formando uma chapa e se você for candidato e na hora você for negado, você pode ter certeza de que dois votos vão sair: o meu e o seu. Não foi assim Beto?”, indagou.


    Pediu independência


    Após eleição de José Carneiro, o vereador Alberto Nery pediu que as disputas ocorridas nos últimos dias, para eleição do presidente, sejam apagadas e que agora haja união entre os edis para um Legislativo independente. “Espero que agora possamos trabalhar em benefício da sociedade e reerguer o nome desta Casa, pois o homem público está desmoralizado perante a sociedade. O político está sem credibilidade, estamos vivendo momentos difíceis. Aqui tínhamos dois candidatos, mas houve a interferência direta do prefeito José Ronaldo de Carvalho nesse processo. Anseio que Vossa Excelência possa dirigir esta Casa com liberdade e independência. Devemos ser um legislativo respeitado por toda a sociedade e não um braço do Executivo Municipal e, por isso, acredito que os vereadores possam externar seus anseios e serem atendidos”, pontuou.


    “Meu caráter não foi comprado”


    O vereador Isaias de Diogo parabenizou o presidente eleito José Carneiro (PSDB) e afirmou que o seu voto foi mantido conforme compromisso firmado com o grupo político ao qual pertence. “Quero parabenizar ao colega José Carneiro pela vitória nesta eleição para a Presidência da Câmara de Vereadores de Feira de Santana. Toda a articulação para esta eleição ocorreu como o conversado e acordado entre os membros do nosso grupo político”, afirmou. Na oportunidade, o edil negou ter participado de negociações para a eleição do novo presidente da Casa. “Caráter e personalidade eu tenho. E o meu caráter não foi comprado. Votei no vereador José Carneiro porque tenho palavra e porque temo a Deus”, completou.


    Preocupado


    Cadimiel Pereira revelou a preocupação em manter o bom andamento dos trabalhos na Casa da Cidadania, com todos os departamentos funcionando a serviço de todos os vereadores sem que haja distinção em função de partidarismo. Cadimiel também destacou a importância da discussão de novas leis que contemplem o município. “Espero que possamos continuar honrando o nome desta Casa e que possamos discutir mais leis que tragam benefícios para a nossa população. Que tenhamos a capacidade de nos respeitar para o bem da Câmara e da sociedade de Feira de Santana, para que tenhamos uma Câmara cada vez mais forte e para que possamos assegurar o melhor para o nosso Município”, concluiu. 



  • 19/08/2017


    21.08.2017 12h49m
    Recomendar

    Sobe - Bahia por reduzir o número de desempregado no último trimestre.


    Desce - A intolerância e agressividade do estado islâmico que ceifa vidas inocentes.


    Caso Valério


    Condenado a mais de 37 anos de prisão pelo escândalo do mensalão – e réu no processo do mensalão tucano -, o publicitário Marcos Valério presta depoimento na manhã da sexta-feira (18), à Polícia Federal, após um acordo de colaboração premiada firmado com a PF em julho. A delação premiada, todavia, não foi homologada pela Justiça. A PF não confirmou a razão para a oitiva, segundo a Folha. Na colaboração, Valério narraria detalhes sobre o episódio que ficou conhecido como mensalão durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e também sobre caixa dois para campanhas presidenciais. Preso em Sete Lagoas (MG), Valério é esperado na sede da polícia em Belo Horizonte.


    Transformou em partido político


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar a força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba (PR), na sexta-feira (18), por “essa sacanagem toda” contra ele. “Eu tô compreendendo hoje mais tranquilo, que aquela força-tarefa da Lava Jato, em Curitiba, está se transformando em partido político. São obrigados a alimentar a imprensa todo dia, porque a denúncia já faz parte da grade das emissoras. Hoje a Lava-Jato para a Globo é tão importante quanto a novela”, afirmou, em entrevista ao radialista Mário Kértesz, na Rádio Metrópole.


    Direito de resposta


    O juiz Paulo Henrique Garcia, da 1ª Vara Cível do Foro Regional de Pinheiros, em São Paulo, determinou que a revista Veja publique direito de resposta da jornalista Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB). De acordo com os autos, a revista publicou uma reportagem em abril, em que é dito que uma propina para Aécio foi depositada por meio de uma conta em Nova York, que seria operada por sua irmã. A declaração seria do executivo Benedito Junior, um dos delatores da Odebrecht na operação Lava Jato. Andrea nega a existência das acusações nos depoimentos de Benedito Junior.


    Alvo de mandado de prisão


    O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza (PT) foi o alvo de um dos mandados de prisão nas fases 43ª e 44ª da Operação Lava Jato, deflagradas na manhã da sexta-feira (18). A informação é da Folha de S.Paulo. O ex-parlamentar é apontado como padrinho de um grupo criminoso que obtinha contratos com a Petrobras e uma empresa estrangeira. Os recursos indevidos eram direcionados a pagamentos de propina a executivos da estatal e agentes públicos e políticos.


    Não fez falta


    A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou ontem, sexta-feira (18), que a suspensão da concessão do título de doutor honoris causa para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o ato político realizado próximo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em Cruz das Almas, “mais bonito”. “Ficou mais expressivo por causa da vibração popular muito intensa”, disse, em entrevista ao site Bahia Notícias.


    Avaliação positiva


    O secretário de Desenvolvimento Econômico (SDE), Jaques Wagner, avaliou de forma positiva os primeiros dias da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva (PT) pelo Nordeste, que começou na quinta-feira (17), em Salvador e agora chegou a Cruz das Almas, no Recôncavo. “Aqui, como era de se esperar, teve muito carinho, muita emoção, muita gratidão. O prefeito, a família do prefeito, todo povo na rua, aqui na Universidade Federal do Recôncavo [Baiano], que é uma criação do governo dele. E começar na Bahia é sempre começar bem”, apontou. 



  • 18/08/2017


    21.08.2017 12h37m
    Recomendar

    Sobe - Cartório eleitoral por descentralizar cadastramento biométrico e abrir postos na zona rural de Feira de Santana.


    Desce - Juiz Federal por suspender a concessão do título de Doutor Honoris Causa da UFRB, ao ex-presidente Lula.


    Bililiu se declara


    Na manhã de ontem, o vereador João Bililiu, que até então estava apoiando o vereador Tom candidato à eleição para presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, declarou no site Bahia na Política, do jornalista Jair Onofre, que votará no colega, José Carneiro Rocha. “Declaro meu voto ao companheiro José Carneiro. Quero externar meu respeito a todos os demais vereadores que se apresentaram como possíveis candidatos e desejar a todos sabedoria para que possamos conduzir os trabalhos do legislativo com serenidade e harmonia”, declarou.


    Votação adiada


    A Câmara dos Deputados adiou para a próxima terça-feira (22), a votação sobre a proposta de reforma política. A discussão chegou a ser iniciada na noite de quarta-feira (16), mas o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu deixar a votação para a próxima semana, por risco de não ter quórum suficiente para aprovar as medidas. “Tinha 430 [deputados], não tem como ter garantia de que vai ganhar nada. Tem que ter quórum, tem que ter 470 para votar uma matéria dessa. A decisão foi minha [de adiar]. Achei baixo [o quórum]”, disse Maia ao G1, acrescentando que o adiamento permite até mais tempo para continuar debatendo os temas. A proposta precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara em dois turnos e ter o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados.


    Luiz da Feira com Carneiro


    Ontem, no final da tarde, o vereador Luiz da Feira ligou para esta coluna para prestar a informação que buscando a harmonia entre os colegas na Câmara de Vereadores de Feira decidiu votar e declarar o apoio ao colega líder do governo, Zé Carneiro. Ele informou que estava propenso até em apoiar uma outra candidatura por que entende que todos os vereadores de Feira têm as condições de assumir a presidência da Casa, mas o desenrolar dos acontecimentos o levou a definir o apoio a Carneiro, no dia de ontem.


    Pedido de impeachment


    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para exigir que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), analise o pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer. No mandado de segurança, encaminhado na quinta-feira (17), à presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, a entidade acusa Rodrigo Maia de praticar “ato abusivo e omissivo” ao “retardar deliberadamente” a análise do pedido de impeachment, protocolado na Câmara, no dia 25 de maio, pelo presidente da entidade, Cláudio Lamachia.


    Terá que pagar dívida


    O juiz Felipe Albertini Nani Viaro, da 26ª Vara Cível, determinou que Roberta Luchsinger pague uma dívida de R$ 62 mil antes de doar R$ 500 mil ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O valor foi cobrado judicialmente por uma loja de decoração. O juiz considerou para a sentença as declarações públicas da herdeira do banco Credit Suisse, e determinou ainda que ela se abstivesse de “qualquer ato de disposição graciosa dos bens” até que salde o débito. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha, Roberta disse que pagou por um serviço terceirizado e que está sendo cobrada novamente.


    Delação de Cunha


    A Procuradoria-Geral da República (PGR) sinalizou que estuda reabrir as negociações referentes à delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, os advogados do peemedebista prometeram entregar um novo pacote de informações aos investigadores. A negociação foi encerrada na última semana: os procuradores que participam da discussão do acordo reclamam que Cunha se recusa a admitir seu envolvimento nos esquemas de corrupção da Petrobras e não consegue apresentar provas relacionadas aos dados que relatou.


    Defesa é inepta


    A defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) afirmou em nota divulgada na noite desta quarta-feira (16), que a denúncia apresentada contra ele pelo Ministério Público Federal (MPF) por obstrução de Justiça, apresentada na quarta-feira (16), é “inepta” e “imprestável” e que reúne uma “coleção invulgar de erros jurídicos, de gritante fragilidade”. O comunicado foi assinado pelo advogado Gamil Föppel, que atua em defesa do peemedebista. 



  • 17/08/2017


    21.08.2017 11h40m
    Recomendar

    Sobe - Atleta mirim de Feira por ser campeão baiano de boxe aos 15 anos.


    Desce - A falta de equilíbrio de alguns vereadores que não controlaram os ânimos, na manhã de ontem, durante sessão na Câmara.


    Cobrou atuação


    O vereador Zé Filé fez apelo à Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP) para realização de reposição de lâmpadas queimadas nos bairros Feira X, Viveiros, Jussara, São João do Cazumbá e Parque Tamandari. “Vou manter o meu compromisso de discutir assuntos pertinentes às necessidades dos bairros de Feira de Santana. E, hoje, venho fazer um apelo à Secretaria de Serviços Públicos para realização de troca das lâmpadas queimadas em diversos bairros, em especial no Feira X, que se encontra praticamente às escuras, com a maioria das lâmpadas apagadas”, solicitou.


    Quer blindar o presidente


    Isaías de Diogo, que ocupa a 3º vice-presidente da Câmara, informou que não assinará documentos da Mesa Diretiva enquanto não houver a posse do novo presidente. “Que Tom não tome nenhuma decisão enquanto presidente interino desta Casa. Volto a afirmar que não assinarei nenhum documento”, afirmou. Rebatendo as declarações do vereador Isaias de Diogo, o presidente interino Tom, afirmou que age em consonância com o Regimento Interno, obedecendo aos princípios da ética e com verdadeiro respeito à coisa pública.


    Quadro está indefinido


    Roberto Tourinho voltou a se pronunciar sobre o clima de tensão em torno da eleição da Presidência da Casa da Cidadania. “Não é a primeira vez na Câmara de Feira de Santana que se tem uma disputa para eleição. Isso acontece, principalmente, quando não há um consenso, um entendimento. Existem, claro, as preferências, o que é normal, o que é democrático. Eu só peço que prevaleça, acima de tudo, o bom senso, o bom entendimento. As disputas existem, porém não podemos, de forma alguma, perder o limite da racionalidade, da ética, da conduta”, avaliou. Para Tourinho, nenhum vereador ainda pode se considerar eleito presidente da Câmara. “O quadro é indefinido, não tem nenhuma definição”, disse.


    Agradeceu apoio


    José Carneiro Rocha agradeceu aos colegas vereadores a manifestação de apoio à sua candidatura para presidente do Legislativo feirense. Para ele, a declaração de votos engrandece o projeto de manter a integridade da Casa da Cidadania e o compromisso com o desenvolvimento e o bem estar da população do Município. “Não estamos aqui com a eleição definida para Presidência desta Casa. Mas, essa manifestação de apoio dos nobres colegas ao meu nome só nos dá força e coragem para seguir em frente e manter sempre elevado o nome da Câmara de Feira de Santana”, disse.


    Pediu perdão


    O vereador João Bililiu ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana e pediu perdão e compreensão à sociedade e a imprensa que cobre as atividades legislativas, pelo clima tenso em torno da disputa para a Presidência da Casa. Para o edil, “as batalhas” ocorridas, esta semana, no Legislativo feirense, deveriam ser voltadas em prol da cidade, que, segundo ele, está precisando dos vereadores para a promoção de avanços sociais.


    Distritão


    Edvaldo Lima repercutiu uma matéria jornalística intitulada “Distritão, a maldição que une o PT e o DEM”. “A maldição que une dois grandes partidos neste país. Agora, une em torno de quê? Se juntaram para fazer o ‘Distritão’, que não vai trazer nenhum tipo de benefício para os parlamentares, para a política brasileira”, criticou o edil, informando que esse modelo de votação eleitoral só existe em quatro países com população pequena. 



  • 16/08/2017


    21.08.2017 11h32m
    Recomendar

    Sobe - A forma respeitosa, até o momento, que os vereadores de Feira têm se tratado apesar das discordâncias.


    Desce - A falta de acordo entre os grupos de vereadores para marcar o dia da eleição do novo presidente.


    Cobrou agilidade


    O vereador Edvaldo Lima, durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana fez a leitura do Regimento Interno da Casa para cobrar mais transparência e agilidade na realização de novas eleições para escolha do novo presidente da Câmara. Na oportunidade, o edil ainda lamentou o falecimento do presidente da Câmara, o vereador Reinaldo Miranda, ocorrido na última quinta-feira (10), considerando uma grande perda para a política e para o município de Feira de Santana.


    Cobrou agilidade II


    Pablo Roberto solicitou à Mesa Diretora da Casa da Cidadania e ao presidente em exercício Ewerton Carneiro, esclarecimentos sobre o andamento do processo para realização da nova eleição para escolha do novo presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana. Segundo ele, a imprensa local e a sociedade estão cobrando transparência informações sobre o pleito. “Tenho acompanhado as notícias na imprensa feirense e a eleição para nova presidência da Câmara é a pauta na cidade. Portanto, gostaríamos que essa travessia acontecesse dentro de um processo sereno e que possamos continuar unidos”, disse.


    Entrega de trator


    O vereador Lulinha voltou a citar as ações em prol do município de Feira de Santana do deputado federal José Nunes (PSD) e do prefeito José Ronaldo. Ele informou que, no último sábado, esteve acompanhando José Nunes, no distrito Governador João Durval Carneiro (antigo Ipuaçu), onde as associações daquela comunidade foram contempladas com um trator de última geração, proveniente de uma emenda parlamentar do deputado supracitado.


    Obras na Conceição


    Lulinha também anunciou que o prefeito José Ronaldo estará na próxima semana, no bairro Conceição, autorizando o início de obras de pavimentação de cerca de 20 ruas. Segundo Lulinha, nesta terça-feira, o chefe do Executivo Municipal já autorizou obras com esta finalidade, no bairro Pedra do Descanso. “Todos os lugares aonde a gente vai tem obras do prefeito José Ronaldo iniciando”, afirmou o edil, externando sua alegria e satisfação com o Governo do Município.


    Rebateu


    O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), rebateu na terça-feira (15), as críticas do líder da minoria, Leur Lomanto Jr. (PSDB) à política de segurança pública do governo – a oposição afirma que o Estado “perdeu o controle”. “Ele andou dizendo aí que o estado perdeu o controle da segurança pública, acho que eles deviam, em vez de estar procurando cabelo em casca de ovo, ver a situação de hoje, principalmente nacional, nas fronteiras, com droga e armamento”, citou o petista.


    Inocentado


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi inocentado pela Justiça pelo crime de calúnia por ter chamado o senador Aécio Neves (PSDB-MG) de “filhinho de papai” durante um comício realizado em 2014, no estado natal do congressista. À época, o tucano disputava a Presidência da República com a presidente Dilma Rousseff. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o processo por calúnia, injúria e difamação – os dois últimos prescreveram porque Lula já tem mais de 70 anos, o que faz com que os prazos de prescrição caiam pela metade.


    Contemplada


    A ‘supervisora’ da residência oficial do presidente da República foi contemplada com um apartamento funcional em Brasília. Cíntia Borba é assessora pessoal da primeira-dama Marcela Temer e lotada no gabinete presidencial. Ao blog de Andreia Sadi, a assessoria do Palácio do Planalto disse que ele cuida da “rouparia” do Paplácio do Jaburu e do Alvorada, sendo responsável pela supervisão da lavanderia, faxina e arrumação das residências oficiais. O Planalto informou que a concessão do apartamento funcional ocorreu ano passado, mas servidores criticaram o governo na semana passada, porque existe uma fila de espera para ser atendida com os apartamentos. 



  • 15/08/2017


    21.08.2017 11h23m
    Recomendar

    Sobe - Vendas para o Dia dos Pais por apresentar crescimento de 2,5% após dois anos de queda.


    Desce - Imprudência no trânsito que culminou em atropelamento de ciclista na Avenida de Canal.


    Missa de Sétimo dia


    Amigos e familiares convidam a população para a missa de sétimo dia do falecimento do vereador da Câmara Municipal de Feira de Santana, Reinaldo Miranda Vieira Filho. A celebração acontecerá amanhã (16), às 18h, na Igreja Nossa Senhora das Graças, que fica localizada na Praça João Havelange, no Bairro Cidade Nova.


    Coronel no governo


    O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Ângelo Coronel (PSD), assumirá pela primeira vez o governo da Bahia nesta semana, na próxima quinta-feira (17), mesmo que de forma interina. A informação foi divulgada pela coluna Tempo Presente do jornal A Tarde. O fato acontecerá após viagens programadas pelo governador Rui Costa (PT) e o vice-governador João Leão (PP). Ambos irão à China para cuidar das tratativas da ponte Salvador-Itaparica e demais projetos para o Estado.


    Mudança de nome


    O Partido Progressista (PP) deve ser o próximo partido a mudar de nome no cenário político partidário. Após PFL se tornar Democratas, PTN adotar o nome de Podemos, e PT do B mudar para Avante, o PP deve passar a se chamar Progressistas. Segundo o deputado federal baiano Cacá Leão (PP), a alteração ainda não teve o martelo batido, mas teve ampla aprovação em enquete realizada internamente.


    Reforma da Previdência


    Os aliados do presidente Michel Temer calculam que o governo tem apenas 150 votos favoráveis à reforma da Previdência. Os cálculos foram feitos neste final de semana, para mensurar a disposição da base aliada na aprovação da reforma. De acordo com a coluna Painel, da Folha, o mapeamento será entregue nesta segunda-feira (14), ao presidente. Antes da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer, o governo contava com 255 apoios à Previdência. Destes, 105 votaram pela admissibilidade da denúncia e são considerados incógnitas quanto à reforma.

     

    Novas regras eleitorais


    A comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) volta a se reunir nesta terça-feira (15), para concluir a votação de mudanças no texto do relator, deputado Vicente Candido (PT-SP). A reunião está marcada para as 14h30, em plenário a definir. A ideia é que as propostas que podem mudar as regras das eleições do ano que vem comecem a ser avaliadas logo pelo Plenário. Os deputados já aprovaram o voto majoritário para eleger deputados federais e estaduais e vereadores em 2018 e 2020, o chamado “distritão”, e o financiamento público de campanhas.


    Avanço


    O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou ontem (14), que todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estarão informatizadas até o final do próximo ano. A declaração foi dada durante a abertura do Summit Saúde Brasil 2017, evento promovido pelo Grupo Estado que reúne alguns dos maiores especialistas no tema. Segundo Barros, todas as UBSs devem passar pelo processo, que inclui a implantação do prontuário eletrônico dos pacientes. As medidas para modernização do SUS incluem ainda mais interatividade com os pacientes que, por meio do aplicativo E-Saúde, vão poder inclusive avisar quando não for possível comparecer a uma consulta.


    Caso Odebrecht


    Marcelo Odebrecht, ao apresentar recurso contra sua condenação, pode ter sua delação premiada suspensa, segundo a Folha. Isso ocorre na véspera do julgamento de Lula, que tinha uma conta corrente no departamento de propinas da Odebrecht. Os advogados da empreiteira Odebrecht e o Ministério Público Federal fecharam um acordo para que o herdeiro da construtora, Marcelo Odebrecht, permaneça preso em regime fechado até dezembro de 2017.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia