PMFS
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 08/07/2017


    08.07.2017 09h35m
    Recomendar

    Sobe - A unidade dos evangélicos em Feira que anualmente se reúnem e marcham para Jesus declarando paz para a cidade.


    Desce - Michel Temer por cometer gafe no exterior, ao dizer que estava trabalhando para voltar o desemprego no Brasil.


    Gafe de Temer


    Em vídeo publicado nas redes sociais ontem (7), o presidente da República, Michel Temer, cometeu uma nova gafe e afirmou que o governo está trabalhando para “voltar o desemprego”. O certo, no caso, seria “voltar o emprego”, como vem ressaltando nos últimos meses. A declaração foi gravada após a participação do presidente em uma das sessões plenárias da cúpula do G20, que reúne as 20 maiores potências mundiais, que começou nesta sexta em Hamburgo, na Alemanha. O encontro vai até este sábado (8).


    Dica veio de Geddel


    O empresário Joesley Batista afirmou durante depoimento à Polícia Federal que recebeu de Geddel Vieira Lima, ex-ministro da Secretaria do Governo, uma dica sobre uma sala “antigrampo” do presidente Michel Temer (PMDB-SP). Segundo Joesley, Geddel teria informado que Temer usava o local para “tratar de assuntos mais sensíveis”. De acordo com o depoimento, Joesley temia que o dispositivo que usaria para grampear a conversa com o presidente e que levava escondido no paletó fosse percebido caso ele tivesse de passar por um detector de metais.


    Cofres públicos


    Em apenas dez dias, Braskem, Andrade Gutierrez e Marcelo Odebrecht restituíram, juntos, R$ 903,9 milhões aos cofres públicos, em cumprimento às obrigações assumidas nos acordos feitos com o Ministério Público Federal (MPF). Os depósitos são do acordo das empresas lenientes e do colaborador de ressarcir os danos causados à sociedade. Segundo o MPF, os depósitos inserem-se no contexto de uma série de outras obrigações, como a de revelar outros ilícitos, fornecer informações e provas e não praticar novas ilegalidades.


    Economia vai bem


    A economia brasileira vai bem, avaliou ontem (7), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista a jornalistas, em Hamburgo, na Alemanha, onde acontece a Cúpula do G20. “Estamos administrando de uma forma bastante focada e concentrada na agenda econômica. A economia vai bem, o que é um aspecto mais relevante. O mercado tem mantido relativa estabilidade”, disse. Meirelles disse que houve alguns ajustes de cronograma na aprovação de reformas.


    Assumiu cargo nacional


    Assessor especial do governador Rui Costa, Ivan Alex foi eleito na quinta-feira (6), secretário de Movimentos Sociais, Populares e Setoriais do PT nacional. Ivan Alex é filiado ao Partido dos Trabalhadores há mais de 27 anos e afilhado político do deputado federal Valmir Assunção. Ligado à Esquerda Popular Socialista (EPS/Optei), ele foi secretário de Comunicação e Tesoureiro do PT na Bahia e já tinha sido do diretório nacional. Atualmente, a presidente nacional da sigla é a senadora Gleisi Hoffmann.


    É deprimente


    Adversários desde que o PMDB rompeu com o governo petista em 2009, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, criticou a exposição do vídeo em que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) aparece chorando. “Eu estou à vontade para falar porque não tenho motivo algum para defender o PMDB ou Geddel Vieira Lima. As pessoas não estão se dando conta que estão estimulando e difundindo o ódio”, disse.


    Lula depôe na Justiça Federal


    O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva chegou para depor na Justiça Federal de São Paulo na manhã desta sexta-feira (7). Ele é testemunha de defesa da senadora Gleisi Hoffmann, no processo em que ela é ré na Lava Jato. O depoimento tem início marcado para 9h30, conforme o G1. Gleisi, o ex-marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Krugler, ligado ao casal, respondem por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.



  • 07/07/2017


    07.07.2017 10h09m
    Recomendar

    Sobe - A Prefeitura por manter garantido o direito a medicamentos mesmo com o anúncio do fechamento das farmárcias populares.

     

    Desce - Conselho de Ética do Senado por arquivar definitivamente o pedido de cassação de Aécio Neves (PSDB-MG).



    Ignorou Geddel

     

    Em meio à crise política, o presidente Michel Temer gravou na quarta-feira (5), uma mensagem para as redes sociais em que destaca uma série de indicadores econômicos positivos e diz que a semana foi de boas notícias. Na segunda-feira (3), o ex-ministro Geddel Vieira Lima, um dos amigos mais próximos do presidente foi preso, e na terça a denúncia que acusa o presidente de corrupção passiva e que pode levar a seu afastamento começou a tramitar na Câmara.

     

    Fundo eleitoral

     

    O deputado federal Vicente Cândido (PT-SP), relator da reforma política na Câmara, vai incluir em seu parecer proposta que vincula o valor a ser gasto nas campanhas do ano que vem à receita líquida do governo federal. Com isso, o fundo eleitoral com dinheiro público que será criado para bancar as candidaturas de 2018 poderá ir a R$ 5,9 bilhões, mantidas as previsões do Ministério do Planejamento para este ano. Inicialmente, o valor que estava sendo discutido era de R$ 3,5 bilhões.

     

    Temer processa Joesley

     

    Após acusar o empresário Joesley Batista de calúnia e pedir uma indenização por danos morais, o presidente Michel Temer terá que estabelecer quando quer receber do dono da JBS. Segundo informações do site da Época, o juiz Jayder Ramos de Araújo, da 10ª Vara Cível de Brasília, determinou a tarefa aos advogados de defesa do presidente. Só depois de saber o valor pleiteado, ele dará seguimento ao processo.

     

    Está convicto

     

    O presidente Michel Temer disse a ministros na quarta-feira (5), que o Supremo Tribunal Federal (STF) não o condenará por corrupção, caso a Câmara dos Deputados aceite a denúncia da Procuradoria-Geral da República. Um dos participartes do encontro relatou à Folha de S.Paulo que o presidente demonstrou segurança quanto à sua absolvição. Temer pediu que os 22 ministros conquistassem votos entre os deputados aliados e voltou a criticar o documento da PGR.

     

    Ignorado

     

    O programa de imprensa da cúpula do G20 distribuído a jornalistas ontem (6), não inclui o presidente brasileiro, Michel Temer, que chega em Hamburgo na madrugada de sexta (7), para participar do encontro com os líderes das principais economias do mundo. Aparece em seu lugar o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ao lado de presidentes como o argentino Mauricio Macri e o russo Vladimir Putin. A Arábia Saudita é o único país além do Brasil representado por um ministro, Ibrahim Abdulaziz al-Assaf, que substitui o rei Salman.

     

    Contra Temer

     

    Peemedebista histórico, o deputado Jarbas Vasconcelos (PE) é o primeiro deputado do partido do presidente Michel Temer a se declarar publicamente favorável à admissibilidade da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR). O parlamentar, que anteriormente se declarava indeciso, tomou sua decisão após fazer a leitura da defesa. Apesar de haver mais deputados favoráveis à autorização, a oposição ainda precisa coletar muito mais votos que a base aliada para que o pedido seja aprovado na Câmara.

     

    Emendas rejeitadas

     

    O Senado encerrou ontem (6), a fase de discussão e de apresentação de emendas (sugestões de alteração) ao texto da reforma trabalhista. Como relator da proposta, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo, apresentou parecer em que rejeita todas as 177 emendas apresentadas em plenário. Com isso, a reforma trabalhista, que está sob regime de urgência, tem condições de ser votada no Senado já na próxima terça-feira (11), conforme previsto pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). 



  • 06/07/2017


    06.07.2017 10h58m
    Recomendar

    Sobe - Defensoria Pública por garantir gratuidade no transporte público em Feira para pacientes com câncer

     

    Desce - O estado crítico em que se encontram as ruas do CIS-Tomba. Verdadeiras crateras se formaram oferecendo perigo a condutores e pedestres


    Vendas de armas

     

    O PR apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma ação para obrigar os poderes Legislativo e Executivo a criar novas regras que facilitem a compra de armas pelos cidadãos brasileiros. Segundo informações do portal G1, a ação foi protocolada na última quinta-feira (29) e será discutido na quarta-feira (4) entre a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e os deputados José Rocha (PR-BA) e Magda Mofatto (PR-GO). O partido argumenta após o referendo de 2005, a aquisição ficou mais difícil por causa de um "critério subjetivo" usado pela Polícia Federal. 

     

    Não entregou provas

     

    O sócio da J&F Joesley Batista prestou depoimento na Procuradoria da República do Distrito Federal no dia 12 do mês passado, para esclarecer informações relacionadas às investigações que o Supremo Tribunal Federal encaminhou à primeira instância. De acordo com a coluna Radar On-Line, da revista Veja, o procurador Ivan Marx solicitou ao empresário documentos que comprovem a existência de contas no exterior destinadas para movimentação de recursos para os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva. Até a última segunda-feira (3), nenhum documento foi entregue por Joesley.

     

    Novo diretório

     

    A Executiva estadual do PT realiza reunião no próximo sábado (8) para posse do novo diretório estadual. No encontro, que ocorre das 9h às 17h, hotel Golden Park, na Pituba, também estará em pauta um plano de ação para o segundo semestre deste ano. O novo diretório foi eleito durante a etapa estadual do VI Congresso do PT, entre os dias 19 e 21 de maio, na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (Ufba). No pleito, foi reeleito o presidente estadual da legenda, Everaldo Anunciação, um mandato de dois anos.

     

    Pediu tornozeleira de volta

     

    O promotor de Justiça Fernando Aurvalle Krebs, de Goiás, pediu a "devolução imediata da tornozeleira eletrônica fornecida para Rodrigo Rocha Loures" à Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Estado. Na petição divulgada pelo Jota, Krebs aponta que a unidade federativa conta com um déficit de mais de mil tornozeleiras eletrônicas e, mesmo assim, para seu "espanto", cedeu uma das ferramentas para uso do ex-deputado, "detento de outra federação.

     

    PF pede inclusão de Temer

     

    Em relatório encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal pediu que o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) sejam incluídos no rol de investigados de um inquérito já instaurado contra o PMDB na Câmara dos Deputados no âmbito da Operação Lava Jato. O processo em questão possui atualmente 15 investigados.

     

    Geddel e mais nove

     

    Recém-chegado ao presídio da Papuda, no Distrito Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) divide cela com nove detentos. O peemedebista chegou à penitenciária nesta terça (4). Ele foi preso pela Polícia Federal na tarde de segunda (3) na Bahia e transferido na madrugada. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Distrito Federal disse à Folha de S.Paulo que a capacidade da cela é para 12 pessoas, com quatro treliches.

     

    Liberdade negada

     

    O ex-ministro Antonio Palocci e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto tiveram novos pedidos de liberdade negados na terça-feira (4), desta vez por decisão do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Preso desde setembro do ano passado Antonio Palocci alegava no pedido de liminar em habeas corpus que sua prisão foi decretada pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, como uma "antecipação da pena".



  • 05/07/2017


    05.07.2017 10h35m
    Recomendar

    Sobe - A solidariedade do povo feirense que resultou em ajuda humanitária para à grávida de quadrigêmeos

     

    Desce - Geddel Vieira Lima por ser preso acusado de atrapalhar as investigações que apura corrupção na Caixa Econômica Federal

     

    Novo líder


    O senador Raimundo Lira (PB) deve ser aclamado líder da bancada do PMDB no Senado, em substituição a Renan Calheiros (AL), que se antecipou ao movimento dos colegas e se afastou da liderança posto que ocupou desde que deixou a presidência do Senado. Durante alguns anos, Renan alternou os cargos de líder do PMDB e presidente do Senado. Na semana passada, Renan fez um duro discurso da tribuna do Senado anunciando que sairia da liderança do PMDB.

     

    Embarcou


    Um dia após a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) o prefeito ACM Neto (DEM) embarcou para Brasília no voo da Avianca que saiu do aeroporto de Salvador às 15h20. Ontem o presidente Michel Temer (PMDB) está com a agenda cheia de reuniões com deputados federais, senadores e presidentes de partido. A busca por apoio no Congresso Nacional que garanta a suspensão das investigações pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos crimes comuns pelos quais é acusado tem feito o peemedebista instalar um gabinete de crise e receber um a um os congressistas que podem "fazer a diferença".

     

    Foi transferido


    O ex-ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Geddel Vieira Lima (PMDB), foi transferido da superintendência da Polícia Federal, em Brasília, para o presídio da Papuda, localizado a 17km do Palácio do Planalto. Geddel foi preso, por determinação da Justiça, na tarde da segunda-feira (3). Ele desembarcou em Brasília, em um avião da PF, no início da madrugada desta terça.

     

    De volta


    Afastado há mais de um mês do mandato por decisão da Justiça, Aécio Neves (PSDB-MG) voltou na terça-feira (4), a frequentar o Senado Federal. O tucano apareceu de forma discreta e entrou por um prédio anexo que dá acesso aos gabinetes. O senador chegou às 13h45, para participar de um almoço da bancada tucana no gabinete do senador Tasso Jereissati (CE), que assumiu interinamente o cargo de presidente do partido após o licenciamento de Aécio. O tucano teve uma chegada discreta e não quis dar declarações.

     

    Planalto teme

     

    Com a prisão do ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima, na segunda-feira (3), chamado de "mensageiro" pelo empresário Joesley Batista, da JBS, o Palácio do Planalto agora se preocupa com possíveis investidas do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Investigados na Operação Lava Jato, eles são os auxiliares mais próximos do presidente Michel Temer. As informações foram divulgadas pelo Estadão. Segundo o jornal, a Procuradoria-Geral da República (PGR) pode agora tentar acelerar as apurações contra os dois peemedebistas, na avaliação de assessores do Planalto.

     

    Pode ter furado a fila

     

    O Ministério Público Estadual de Goiás abriu inquérito para investigar se o ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), teve privilégios ao receber tornozeleira eletrônica para ser solto e voltar para casa após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na última sexta-feira (30). Loures foi flagrado com mala que continha R$ 500 mil em propina da JBS. O equipamento de monitoramento está em falta, segundo a Polícia Federal. Loures estava preso desde o dia 3 de junho, em Brasília.

     

    Salário gordo

     

    O senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado em maio das atividades parlamentares por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu no mês de junho uma remuneração total líquida de R$ 19,6 mil. Parte do valor, R$ 16,8 mil, corresponde à primeira parcela do 13º salário, paga, segundo a assessoria do Senado, a todos os servidores da Casa no mês. Segundo dados disponíveis no site do Senado, caso o tucano não tivesse recebido a primeira parcela do 13º, a remuneração líquida seria de R$ 2,7 mil, 10% dos R$ 22,7 mil que Aécio recebeu em maio.

     

    Acusado de assédio

     

    A ex-empregada do deputado federal Tiririca (PR-SP), Maria Lúcia Gonçalves Freitas de Lima, acusa o parlamentar de assédio sexual. De acordo com publicação do site Metrópoles, o caso foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) e distribuído na última quarta-feira (28), ao ministro Celso de Mello. Em seu relato, Maria Lúcia contou que foi assediada pelo ex-chefe, em duas ocasiões.



  • 04/07/2017


    05.07.2017 10h27m
    Recomendar

    Sobe - Vestibular 2017.2 da Uefs por registrar a menor abstenção dos últimos 3 anos.

     

    Desce - A empresa de telefonia Oi por não retirar suportes de orelhões, sem utilidade, espalhados pela cidade.


    Constrangedor


    O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) afirmou ontem, 3, ser "constrangedor para todo o brasileiro ter um presidente da República denunciado criminalmente no Supremo Tribunal Federal (STF)". O problema é que ele é relator da denúncia por corrupção contra Michel Temer (PMDB) na comissão.

     

    De olho


    O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu ontem a saída de Aécio Neves da presidência do partido, mas afirmou ser favorável à permanência do tucano mineiro no Senado. Aliado do governador Geraldo Alckmin, Doria também defendeu que prefeitos e governadores façam parte da Executiva do PSDB.

     

    Só semana que vem


    O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou que a reforma trabalhista deverá ser votada no plenário da Casa apenas na semana que vem. O atraso na votação, inicialmente programada pelo governo para esta semana, já estava sendo admitido por membros da base aliada ao presidente Michel Temer (PMDB).

     

    Contra Temer


    O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ), Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), anunciará na tarde desta terça-feira o nome do relator da denúncia contra o presidente Michel Temer. Pacheco chega à Brasília nesta segunda à noite, mas só vai divulgar quem relatará o processo após o início da sessão da CCJ, marcada para às 14h30, de hoje.

     

    Mudou de ideia


    Michel Temer decidiu ir ao encontro do G20 em Hamburgo, na Alemanha, que acontecerá entre sexta e sábado, segundo a coluna Radar Online, da revista Veja. O presidente havia desistido de comparecer ao evento, mas hoje voltou atrás e deve embarcar na quinta-feira. Inicialmente, o peemedebista cogitou participar apenas da reunião principal do G20 e da foto com os chefes de governo.

     

    Em defesa de Lula


    O ex-presidente da Petrobras, o baiano José Sérgio Gabriellim foi ouvido pelo juiz federal Sérgio Moro na ação que investiga a transferência de terreno da Odebrecht para o Instituto Lula. O ex-dirigente, conforme publicação do site O Antagonista, falou na condição de testemunha de defesa do ex-presidente Lula. A ex-ministra do Planejamento, Miriam Belchior, também falou ao magistrado responsável pela Lava Jato na primeira instância.

     

    Pec da Vaquejada


    O ministro Dias Toffoli negou pedido de liminar que pretendia suspender a PEC da Vaquejada. O pedido, feito pelo Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, queria que Toffoli também entregasse à relatoria do caso em favor do colega Marco Aurélio Mello, que já se manifestou contra a vaquejada. Conforme a coluna Radar Online, da revista Veja, Toffoli explicou, na decisão, que o caso anterior tratava de lei estadual, não de emenda à constituição e, por isso, a regra processual não o obriga a declinar competência.

     

    Abriu o jogo


    O ex-ministro Antônio Palocci fez relatos decisivos em sua negociação para fechar o acordo de delação premiada. De acordo com o site O Antagonista, o ex-auxiliar de Lula confessou que mais da metade dos contratos de sua empresa de consultoria eram fraudados para embutir o pagamento de propinas. Até aqui, os procuradores da Lava Jato diziam que Palocci não apresentava provas documentais de seus crimes.



  • 01/07/2017


    03.07.2017 08h55m
    Recomendar

    Sobe - Senador Aécio Neves, que depois de uma canetada se torna um homem acima de qualquer suspeita.

     

    Desce - O ministro Marco Aurélio por ter contribuído com o sobe e desce do STF nas diversas tomadas de posições.

     

    Frase

     

    A frase mais adequada de alguns políticos para o momento seria: sempre acreditei na justiça do meu país, a que protege os poderosos.

     

    Olá, Bahia



    Estreia na próxima segunda (3), na rádio Popular FM, 100,7 MHz, o programa Olá Bahia, com Carlos Geilson. O programa, que será ancorado pelo radialista, com informações dos repórteres Patrícia Oliveira e Elias Lúcio e produção da jornalista Núbia Passos. Com duração de uma hora, a ideia do Olá Bahia é trazer para o público-ouvinte uma opção de programa com uma linha editorial diferenciada, linguagem leve, mesclando jornalismo e entretenimento e, sobretudo, garantindo a participação do público.

     

    Olá, Bahia I



    O Olá Bahia vai ao ar de segunda a sexta, das 11h às 12h, na Rádio Popular FM, pela frequência 100,7 MHz. O ouvinte pode entrar em contato pelo telefone 71-3042.1070 ou pelo Whats App 71-9 9702.3453 e ficar informado também pelo site: (www.olabahia.com.br). Geilson tem quatro décadas de participação no rádio. Durante a trajetória profissional, Geilson já passou por diversas rádios e comandou por 15 anos a bancada do 'Programa Carlos Geilson', veiculado na Rádio Subaé AM. Atualmente, apresenta o Jornal Transamérica, na Transamérica FM (99,5), em Feira de Santana, desde 2012 - programa veiculado das 5h30 às 8h da manhã, de segunda a sábado.

     

    Senado indica aprovação

     

    Com um terço dos senadores alvo de investigações na Lava Jato, a subprocuradora-geral Raquel Dodge não deve enfrentar dificuldades para ter seu nome aprovado no Senado após ser indicada para comandar a Procuradoria-Geral da República pelo presidente Michel Temer. Na avaliação de parlamentares da base e da oposição, o fato de ela ter figurado na lista tríplice levada ao presidente a capacita para ocupar o cargo. A previsão é de que Raquel seja sabatinada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado no dia 12 de julho.

     

    Pouso forçado

     

    O helicóptero que transportava o governador Rui Costa ontem (30), durante uma agenda na região sul do estado fez um pouso de segurança em um campo de futebol por conta do mau tempo. Rui havia decolado de Ilhéus em direção a Itapé, mas o piloto da aeronave decidiu não seguir viagem. Entre os compromissos que ele cumpriria nesta sexta, estava uma visita à barragem do Rio Colônia, em Itapé.

     

    Cartão reforma

     

    O decreto que regulamenta o Cartão Reforma foi publicado ontem (30), no Diário Oficial da União. O objetivo do cartão é permitir que famílias com renda mensal de até R$ 2.811,00 tenham acesso a recursos públicos subvencionados para que possam fazer reformas de suas moradias. De acordo com o decreto, o valor da parcela da subvenção econômica será definido em termo de compromisso firmado entre o Ministério das Cidades e os entes responsáveis pelas ações do Programa Cartão Reforma, e será transferido ao ente apoiador, conforme andamento das ações do programa no município ou no Distrito Federal.

     

    Gastos excessivos

     

    Devido a gastos excessivos nas festas de São Pedro, que acontecem de 7 a 9 de julho, o Município de Aracatu responderá a uma ação civil proposta pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA). Na ação, o MP pede uma liminar para obrigar a municipalidade a reduzir os gastos com os festejos e se abster de contratar artistas ou bandas sem licitação, através de empresas intermediárias, detentoras de cartas de exclusividade temporárias com os artistas. Estão previstos shows de Calcinha Preta, Luan Estilizado, Adelmário Coelho, Samyra Show, Mão Branca, Lordão, entre outros.

     

    Partidos corruptos

     

    O Partido dos Trabalhadores é a legenda mais associada à corrupção no âmbito da Operação Lava Jato, de acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Ipsos, realizada neste mês. O levantamento mostra que o PT foi lembrado por 64% dos entrevistados de forma espontânea. O PMDB foi o segundo mais citado, com 12%, e o PSDB somou 3% das respostas. Outros 17% não souberam opinar sobre o tema. Contudo, 82% dos entrevistados afirmaram que as investigações estão mostrando que todas as siglas são corruptas.

     

    Decisão de rumo

     

    A chegada da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados levou o PSDB a estabelecer um novo prazo para decidir sobre o desembarque ou permanência no governo. De acordo com o jornal Estadão, o limite agora deve ser a reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa que vai avaliar a admissibilidade do pedido da PGR.

     

    Passou mal

     

    O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) tem passado mal na prisão da Polícia Federal. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a cela é a mesma por onde passou o ex-senador Delcídio do Amaral, que chegou a ter uma crise de claustrofobia. Nas últimas duas semanas, o peemedebista vive no local sem janela, com pouca ventilação, sem banheiro ou chuveiro. 



  • 30/06/2017


    30.06.2017 15h26m
    Recomendar

    Sobe - José Ronaldo que junto com o governador Rui Costa foram as grandes estrelas da convenção estadual das Assembleias de Deus em Ilheus


    Desce - O presidente Temer por mais uma vez participar de reunião inadequada, com ministro Gilmar, sem constar na agenda oficial

     

    Recesso


    A Câmara Municipal de Feira de Santana entra em recesso parlamentar a partir do dia 1º de julho, retomando as suas atividades no dia 1º de agosto de 2017. Os gabinetes funcionarão de acordo com os critérios determinados por cada vereador. Em caso de mudança de horários no funcionamento, a população será previamente comunicada.

     

    Quer distância de ACM


    Ex-superintendente do Procon, Marcos Medrado tomou posse na Câmara Federal na segunda-feira (PR). O deputado baiano, que integra a base aliada do governador Rui Costa (PT), agora substitui Tia Eron (PRB), que faz parte do grupo político oposto. Mas, de acordo com ele, isso não significa uma aproximação com o prefeito ACM Neto (DEM). "De jeito nenhum! Eu deixei de assumir o mandato há dois meses por isso", ressalta Medrado em entrevista ao Bahia Notícias.

     

    Emissão de passaportes


    O governo encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que abre um crédito suplementar de R$ 102,4 milhões ao Ministério da Justiça para regularizar a emissão de passaporte. O serviço está suspenso desde às 22h, de terça-feira (27), porque atingiu o limite de gastos previstos no Orçamento da União. Segundo o ministério, o serviço poderá ser retomado nos próximos dias após o reforço do orçamento.

     

    Nova procuradora


    A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, é tida como oposicionista do atual chefe do Ministério Público, Rodrigo Janot. A escolha da subprocuradora pelo presidente Michel Temer, foi anunciada na quarta-feira (28), após pronunciamento com críticas a Janot. De acordo com o Uol, Janot e Dodge discutiram publicamente em abril, durante uma reunião do Conselho Superior do Ministério Público, por causa de uma proposta apresentada por ela para restringir o trânsito de procuradores no Ministério Público Federal (MPF).

     

    Será sabatinada


    O senador Roberto Rocha (PSB-MA) será o relator da indicação de Raquel Dogde para o cargo de procuradora-geral da República, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A escolha foi feita pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE). A procuradora deve substituir Rodrigo Janot, que termina o mandato em 17 de setembro. A sabatina para confirmar Raquel Dogde no cargo será antes do recesso parlamentar, que começa em 17 de julho. Após sabatina na CCJ, a indicação de Raquel Dogde precisa ser aprovada pelo plenário do Senado.

     

    Áudios sugerem pressão


    Após melhorias no áudio da conversa entre o presidente Michel Temer com o sócio da JBS, Joesley Batista, gravado secretamente pelo empresário, a PF encontrou indícios de que o peemedebista disse ter pressionado o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em favor da companhia. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, durante a conversa, Joesley afirma ter ouvido do ex-ministro Geddel Vieira Lima que houve empenho e esforço com "o BNDES e aquela operação lá", o presidente responde: "Sabe que eu fui em janeiro pressionar".

     

    Renan deixa liderança


    O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) deixou na quarta-feira (28), a liderança do partido no Senado afirmando que não tolera o que classificou de "postura covarde" do presidente da República Michel Temer. "Não detesto Michel Temer. Não é verdade o que dizem. O que eu não tolero é sua postura covarde diante do desmonte da consolidação do trabalho", disse. A decisão de Renan foi tomada na manhã de ontem, 29, depois de uma série de conversas com parlamentares do partido.  



  • 29/06/2017


    29.06.2017 11h29m
    Recomendar

    Sobe - Atleta de Feira por vencer em competição internacional e se tonar o 3º melhor fisioculturista do mundo


    Desce - O Brasil por registrar alto índice de desempregados

     

    Combate a ligeirinhos

     

    O vereador Alberto Nery falou sobre a perseguição dos prepostos da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a um carro clandestino que estava realizando transporte de passageiros, o conhecido ligeirinho. "Chegou ao ponto da população se revoltar e queimar o carro do preposto. Isso é um absurdo", criticou.
    Segundo Nery, todos sabem onde são os pontos em que deve se combater os ligeirinhos. "O que não pode é sair por aí em alta velocidade correndo o risco de atropelar pessoas, armados e atirando podendo atingir inocentes que nada tem a ver com essa situação", afirmou.

     

    Combate a ligeirinhos II

     

    Zé Filé se mostrou indignado com forma de atuação dos prepostos da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), na fiscalização contra motoristas do transporte clandestino de passageiros, de acordo com o edil, na manhã do último dia 27, às 8h30, na Via Pedestre 24 e Via Pedestre 12, do conjunto Viveiros, prepostos da SMTT, com duas viaturas aterrorizaram o bairro perseguindo os "trabalhadores" do transporte clandestino, em alta velocidade e atirando, pondo em risco assim a vida dos moradores e dos passageiros. Para o vereador, "só existe o transporte clandestino de passageiros porque as empresas que operam o transporte coletivo urbano não prestam um serviço de qualidade".

     

    Movimento estudantil

     

    José Carneiro, que já atuou no movimento estudantil, destacou que no último dia 18, a estudante de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a feirense Marianna Dias, foi eleita presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), com 3.788 votos (79%), durante o 55º Congresso da entidade, em Belo Horizonte. O edil observa que, atualmente, o movimento estudantil vive em decadência no Brasil. "A gente não vê o movimento estudantil nas ruas, e em Feira de Santana não é diferente. O município não tem mais um grêmio livre, uma entidade estudantil, que vá às ruas reivindicar os seus direitos, lutar pela categoria, lutar pela classe estudantil", disse.

     

    Redução do recesso

     

    Roberto Tourinho, reivindicou a diminuição do período de recesso parlamentar do mês de julho na Casa. "Poucos municípios no Brasil ainda têm 30 dias de recesso, no mês de julho, como rege a Constituição Federal de 1988", informou Tourinho, lembrando que já fora praticado recesso de apenas 15 dias na Câmara Municipal. "Essa Casa acertou quando reduziu em 15 dias, o período de recesso parlamentar, espero que no próximo ano o recesso do mês de julho, não mais aconteça como vem acontecendo ao longo de 30 anos", afirmou.

     

    Indicações

     

    Fabiano da Van lembrou que várias indicações de sua autoria foram atendidas, principalmente para o distrito de Humildes e informou a aprovação de um requerimento, também de sua autoria, que denomina o espaço onde são realizados os festejos do São Pedro de Humildes. "Já aprendi muito sobre esta Câmara e acredito que ainda tenho muito a aprender. Gostaria de agradecer aos colegas vereadores que contribuíram para este aprendizado", pontuou Fabiano da Van.

     

    Indicações II

     

    Zé Curuca ressaltou que vários requerimentos e indicações de sua autoria foram atendidos pelo Executivo, Embasa e Coelba. "Foram muitas redes de extensão de água e energia executadas, além das indicações para a pavimentação de ruas, a exemplo do distrito de Humildes, onde mais de 16 vias estão sendo contempladas. Agradeço ao prefeito pela atenção", pontuou.

     

    Volume alto de requerimentos

     

    Carlito do Peixe avaliou o primeiro semestre como bastante produtivo para a Casa da Cidadania, levado em consideração a apresentação de diversos projetos pelos vereadores e pelo Executivo Municipal. O vereador ressaltou ainda o volume de requerimentos e indicações apresentados e aprovados na Casa, bem como a execução de obras pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho beneficiando a comunidade feirense. Na oportunidade, o vereador parabenizou a Casa da Cidadania pela realização das sessões itinerantes em diversos bairros e distritos.



  • 28/06/2017


    29.06.2017 11h27m
    Recomendar

    Sobe - A Associação das Autoescolas que denuncia contrato lesivo ao cidadão celebrado entre Detran da Bahia e empresa privada de São Paulo


    Desce - Empresa contratada pelo Detran da Bahia por ser acusada de oferecer serviços sem o devido credenciamento pelo Denatran, o que encarece o preço da CNH


    Moradores devem ir à Câmara


    O presidente Ronny Miranda pediu que os moradores fossem à Câmara fazer seus pedidos e salientou que o vereador não tem competência para realizar obras. "Através dos pedidos de vocês é que solicitamos a realização das obras ao Poder Executivo, mas o poder de executar não temos. Apenas cobramos e fiscalizamos. A Câmara tem o desejo de sempre ver a população em destaque e acredito que estes bairros e adjacências estão bem representados pelo vereador Cadmiel Pereira", afirmou.


    Da favela ao conforto


    O vereador Carlito do Peixe (DEM) saudou a Irmã Rosa e Elizabeth Marques pelo espaço cedido para a realização da sessão itinerante na manhã de ontem (27), e lembrou que através de sua indicação ruas foram pavimentadas na localidade. "Saúdo ainda o ex-presidente desta Casa, vereador Ribeiro e o ex-prefeito Tarcísio Pimenta, pela pavimentação de algumas ruas deste bairro. Lembro-me bem que trouxe o prefeito José Ronaldo a uma comunidade com estrutura de favela, que foi pavimentada e hoje os moradores de lá têm mais conforto ao transitar pelas vias", disse.


    Vai ajudar o Dispensário


    O vereador Luiz da Feira afirmou que sabe que o Jardim Acácia carece de segurança pública e limpeza e que os moradores estão bem representados pelo vereador Cadmiel (representante do bairro), mas se disponibilizou a ajudar no que fosse preciso. Luiz prometeu destinar parte da verba de subvenção de sua responsabilidade para o Dispensário. "Quero colocar o meu mandato à disposição de todos vocês", concluiu.


    Também se comprometeu


    João Bililiu (PPS) também se comprometeu a viabilizar 30% do valor da verba de subvenção social, que lhe compete, para o Dispensário Santana. "Podem cobrar isso. Isso é ser humanitário, é ter visão de coração, não precisa ter diploma superior para ver a necessidade do semelhante", disse João Bililiu, pedindo aos seus pares que também indiquem verba de subvenção social para a referida instituição.


    Lideranças são importantes


    Gerusa Sampaio lembrou da importância das lideranças, afirmando que são elas que sinalizam as reivindicações. "Vejo que o Jardim Acácia e a Chácara São Cosme estão cada vez mais bem servidos e querendo avançar. Cada vez que ouvimos os pedidos, aumenta nosso compromisso como parlamentares e por isso precisamos de momentos como a sessão itinerante para ouvirmos de perto as reivindicações", pontuou. Para finalizar, a vereadora lembrou que algumas ruas do bairro foram calçadas através de suas indicações.


    Caos na segurança


    O vereador Tom (PEN) criticou o Governo do Estado, ressaltando a falta de investimentos na segurança pública. Tom, que também é policial militar, disse que, no ano passado, teve a oportunidade de patrulhar várias vezes o bairro Jardim Acácia, onde percebeu a necessidade de o Governo do Estado investir mais naquela localidade. "Sabemos que, recentemente, teve chacina nesta localidade e nada a gente viu do Governo do Estado em termos de investimento na área de segurança pública", queixou-se o vereador.


    Trabalha por Feira


    Além de parabenizar o presidente Ronny, o vereador Zé Curuca afirmou que não trabalha só por Humildes. "Vale lembrar que o vereador não faz obras, ele solicita ao Poder Executivo através de indicações. Quase todos os meus votos foram dos moradores de Humildes, isso faz com que eu me dedique mais a buscar melhorias para eles, mas não quer dizer que não vou lutar por outras comunidades. Cada vereador trabalha pelo seu reduto", findou. 



  • 27/06/2017


    27.06.2017 10h49m
    Recomendar

    Sobe - O São João de São José, pela segurança, pelas atrações e por levar grande público ao distrito


    Desce - Os marqueteiros João Santana e Mônica Moura por serem condenados por lavar dinheiro

     

    Acontece hoje


    Nesta terça-feira (27), a partir das 8h30, a Câmara Municipal de Feira de Santana realizará sessão itinerante, no Dispensário Santana, situado na rua Vênus, nº 275, bairro Jardim Acácia. A sessão ocorrerá nos moldes de uma sessão ordinária. As sessões itinerantes têm como principal objetivo levar os trabalhos da Câmara para mais perto da sociedade, permitindo assim uma maior aproximação entre Legislativo e feirenses.

     

    Esclarecimento


    O vereador Roberto Tourinho, abordou no seu discurso na manhã de ontem (26), a matéria intitulada "Caboclo tranca rua", publicada na edição da sexta (23), pelo jornal Folha do Estado. O vereador chegou até a convocar uma Comissão de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, composta por ele e os vereadores Alberto Nery e Gilmar Amorim para visitar a obra e cobrar providências, mas logo depois, Tourinho declarou ter sido informado pelo secretário municipal José Pinheiro de que a referida obra no bairro Sobradinho está sendo executada pela Prefeitura atendendo reivindicações da comunidade local. "A rua fica nos fundos de dois condomínios. O secretário informou que, a pedido dos moradores, está fechando a rua para tornar a área de multiuso", explicou.

     

    Educação


    Tourinho ainda chamou atenção para deficiências existentes na educação do Brasil, citando matéria publicada na edição de segunda-feira, do Jornal Folha do Estado. "O Ministério da Educação apontou que após três anos só foram cumpridos 20% dos objetivos dos planos para a educação. Com a evasão escolar, os matriculados no ensino médio representam apenas 11%. E pasmem: 99% dos professores brasileiros ganham menos de R$ 3500 mil e o mais grave: hoje, o ensino privado pega menos que o ensino público. Professores da escola particular, que cobram mensalidades altas, chegando até mais de R$ 1 mil, recebem menos que um professor de escola pública", informou. Ainda apresentando as estatísticas, Tourinho afirmou que não se pode desejar que apenas 20% dos projetos sejam realizados.

     

    Esqueceram de Feira


    Salvador agora tem um segundo prefeito. Foi o que sugeriu o vereador Cadimiel Pereira na sessão de ontem (26). Segundo o edil, tudo o que o prefeito ACM Neto faz na capital, Rui Costa quer fazer o dobro, Cadimiel ainda afirmou que o restante dos municípios sofrem com essa falta de atenção, em especial Feira de Santana. Ele concluiu afirmando que Feira não recebeu até agora o investimento de um novo hospital e nem sequer um colégio de nível. "Quem é feira de Santana para o governo do estado."

     

    Festa em vão


    O líder do governo, José Carneiro Rocha em seu discurso, lembrou do anúncio do governo do estado feito na semana passada, de que adiantaria 30% dos salários dos servidores. Segundo ele, o estado "fez uma festa", mas esqueceu de que ACM Neto antecipou 100% e de que Feira de Santana seguiu o mesmo exemplo. Carneiro afirmou que seu desejo era de que o governo do estado reajustasse os salários, coisa que não é feita há três anos.

     

    Falta de merenda


    o vereador Alberto Nery lembrou da aluna que afirmou na sessão itinerante realizada no distrito de Matinha, que na escola em que estuda a merenda está resumida em biscoito e mingau. "Enquanto isso, os vereadores ficam iludindo as pessoas dizendo que a merenda conta com vários alimentos. Então, a criança está mentindo?, questionou. O edil ainda falou sobre o pronunciamento de Zé Carneiro. "Ouvi aqui vereadores equivocados falando do reajuste dos salários dos servidores públicos estaduais. Quero dizer que eles têm sindicato e se o sindicato não se manifestou é porque não há insatisfação. O Estado antecipou 30% do salário do servidor para o São João, o que é pertinente, mas o importante é pagar em dias e sobre essa postura do governo estadual não vi o sindicato reclamar", concluiu.

     

    Sessão solene


    A passagem do Dia dos Pais, comemorado no segundo domingo de agosto, será celebrada na Câmara Municipal de Feira de Santana com uma sessão solene a ser realizada no dia 16 de agosto de 2017, às 19h30, atendendo ao requerimento nº 151/2017, de autoria da vereadora Gerusa Sampaio (DEM). A proposta foi aprovada por unanimidade dos presentes, ontem (26). Segundo a autora do requerimento, os pais devem ser homenageados, assim como acontece em outras sessões comemorativas.



  • 24/06/2017


    27.06.2017 10h46m
    Recomendar

    Sobe - A diversidade gastronômica presente nos festejos juninos


    Desce - Segurança deficiente no campus da Uefs por colocar pessoas em risco iminente de assaltos


    Sessão itinerante


    Na próxima terça (27), vai acontecer a terceira sessão itinerante da nova legislatura da Câmara Municipal de Feira de Santana. Desta vez, os trabalhos serão realizados no bairro Jardim Acácia, que além de receber toda a estrutura da Casa da Cidadania, receberá também outras autoridades e representantes de diversas comunidades, que explanarão anseios e necessidades dos moradores.


    Parcelamento do FGTS


    O governo federal avalia reter parte do FGTS dos trabalhadores demitidos sem justa causa para economizar no pagamento do seguro-desemprego. Segundo informações do jornal O Globo, a medida está em debate no Ministério do Planejamento. A ideia é parcelar o saque da conta vinculada ao FGTS e a multa de 40% em três meses - os valores mensais corresponderiam ao último salário recebido pelo trabalhador na empresa. Na proposta, se passados três meses sem conseguir outro emprego, o trabalhador pode dar entrada no pedido de seguro-desemprego. Se o trabalhador conseguir um novo emprego no segundo mês após a demissão, ele pode antecipar o saque e receber o restante de uma só vez.


    Aconselharam a demitir


    A derrota da reforma na trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, na última terça (20), abalou a relação entre o governo de Michel Temer (PMDB) e o PSDB. Partidos que apoiam o Palácio do Planalto têm pressionado o presidente a desalojar o PSDB dos ministérios a fim de evitar que a sigla decida abandonar a base aliada. Alguns dos ministros tucanos são Antônio Imbassahy (PSDB-BA), Luislinda Valois (PSDB-BA) e Bruno Araújo (PSDB-PE). Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, o argumento dessas legendas é de que a debandada do PSDB é apenas uma questão de tempo.


    Lula nunca interferiu


    Em depoimento à Justiça Federal, a ex-presidente Dilma Rousseff afirmou na quinta-feira (22), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "jamais interferiu" no seu governo, nem mesmo em suas atribuições como ministra-chefe da Casa Civil. Ela disse ainda que "não tem conhecimento" de que Lula tenha solicitado vantagens indevidas. "Ele é absolutamente respeitoso", defendeu. Por meio de videoconferência, Dilma foi ouvida como testemunha na ação que investiga negociações irregulares que levaram à compra de 36 caças suecos do modelo Gripen pelo governo brasileiro.


    Punição extinguida


    O Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) declarou extinta a punibilidade do promotor de Justiça Dioneles Leone Santana Filho. Ele foi acusado de vazar informações sigilosas de um processo contra o ex-secretário de comunicação de Porto Seguro, Edésio Ferreira Lima Dantas. A ação penal contra o promotor, proposta pela Procuradoria-Geral Adjunta, foi relatada pelo desembargador Osvaldo Bomfim. O processo contra Dioneles havia sido suspenso por dois anos em dezembro de 2014, a pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA).


    Cogitam entrega de cargos


    Após o deputado estadual Marcelo Nilo (PSL), foi a vez de seu desafeto declarado, o deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT), desferir na quinta-feira (22), críticas à articulação política do governador Rui Costa, do qual integra a base aliada. Em entrevista ao Bahia Notícias, o pedetista, presidente do partido na Bahia, disse que avalia reunir a executiva estadual do partido para discutir a entrega de cargos que possui atualmente na gestão do petista.


    Festas provocam quedas


    As atividades da Câmara, em Brasília, foram reduzidas por conta das festas juninas. De acordo com a Agência Brasil, muitos parlamentares deixaram a capital mais cedo para viajar às suas bases eleitorais. Os dias de terça e quarta-feira normalmente são os mais movimentados na casa legislativa, mas tiveram menor movimento nesta semana. Dos 513 deputados, somente 17 registraram presença na Câmara até o início da tarde da quinta (22), e apenas duas comissões realizaram audiências. Nesta semana, o plenário abriu sessão de votação apenas na última terça-feira (20).


    Janot pediu depoimentos


    O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu, em ofício enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que a ex-presidente Dilma Rousseff e o seu padrinho político, Luiz Inácio Lula da Silva, prestem depoimentos no inquérito aberto que apura a suposta compra de apoio de partidos políticos à campanha de reeleição da petista em 2014. Janot também pediu que outras 11 pessoas, de quatro partidos, sejam investigadas formalmente no inquérito, que foi instaurado originalmente contra o atual ministro da Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira (PRB), com base na delação premiada de executivos da Odebrecht. 



  • 23/06/2017


    23.06.2017 11h14m
    Recomendar

    Sobe - Atleta de Feira de Santana por representar o Brasil em Mundial de Fisiculturismo.

     

    Desce - Plano Nacional de Educação (PNE), por ter apenas seis das 30 metas e estratégias que deveriam ter sido cumpridas até 2017 alcançadas total ou parcialmente.


    2018, Barbosa resiste

     

    Cotado como possível candidato à Presidência da República em 2018, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa disse que ainda resiste à ideia de disputar a eleição, apesar de estar sendo procurado por partidos. "A verdade é que eu resisto", disse, em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. "Estou mais para não ser". Ele foi procurado por lideranças de siglas como Rede, PSB e PT. Nesta semana, se reuniu também com artistas como Marisa Monte, Lázaro Ramos, Fernanda Torres, Fernanda Lima, Caetano Veloso e Thiago Lacerda. O objetivo do encontro era convencê-lo a mudar de ideia.

     

    Prisão domiciliar

     

    A irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), Andrea Neves, deixou o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte (MG), na madrugada da quinta-feira (22), para cumprir prisão domiciliar. A informação foi confirmada pelo jornal Hora1, da TV Globo. A conversão da prisão preventiva de Andrea e de Frederico Pacheco, primo do congressista, foi feita na terça-feira (20) pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Em prisão domiciliar, eles serão monitorados com o uso de tornozeleira eletrônica, e fica proibida de manter contato com outros investigados e de ausentar-se do país sem autorização judicial, devendo entregar seu passaporte.

     

    Planalto corta cargos

     

    Assim como fez na Câmara após o resultado da votação mostrar menos votos do que o esperado a favor da reforma trabalhista, o Palácio do Planalto começou a mapear cargos ocupados por indicados do senador Hélio José (PMDB-DF), que contrariou a indicação do PMDB e se posicionou contra a matéria. Dois dos apadrinhados pelo peemedebista já foram demitidos, segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo. Como os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Amorim (PSDB-SE) também rejeitaram o relatório de Ricardo Ferraço (PSDB-ES), o governo quer passar a esses partidos o recado de que haverá punição pelos votos contrários à matéria, que garantiram a rejeição da reforma na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

     

    Zé Neto rebate oposição

     

    O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Zé Neto, rebateu as declarações do vice-líder da oposição, Luciano Ribeiro (DEM), que ironizou o governador Rui Costa pelo anúncio de que adiantará 30% do salário dos servidores estaduais para o São João. "O prefeito ACM Neto não ponga apenas nas obras do Governo do Estado, ponga também nas boas ideias do governador. Rui faz, Neto copia", afirmou. Para o petista, "a falta de projetos relevantes para a Bahia leva a oposição a perder tempo com picuinhas políticas". O deputado disse ainda que a oposição "finge" não saber do "êxito da gestão financeira do governo da Bahia".

     

    PF questionou Geddel

     

    No interrogatório realizado no início do mês, em Salvador, a Polícia Federal focou seus questionamentos ao ex-ministro Geddel Vieira Lima em torno da relação dele com pessoas como Michel Temer, Joesley Batista, Eduardo Cunha e Lúcio Funaro. Duas das 29 perguntas procuram saber se Geddel sabia de um eventual interesse do governo federal e de Temer em comprar o silêncio de Cunha e Funaro, que estão presos, e se a J&F Investimentos, grupo que controla o frigorífico JBS, negociou para isso. O documento com as perguntas feitas pela PF foi divulgado na quarta-feira (21), pelo blog do jornalista Fausto Macedo.

     

    Brasileiros acreditam em condenação

     

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será condenado pelo juiz Sérgio Moro no processo em que é acusado por supostamente receber propina da construtora OAS por meio da entrega de um apartamento tríplex, no Guarujá, litoral de São Paulo. Esta é, pelo menos, a opinião de 71,4% dos brasileiros, de acordo com levantamento divulgado pelo instituto Paraná Pesquisas na quarta-feira (21). Na pesquisa, apenas 24,2% dos ouvidos disseram acreditar na absolvição do petista. Outros 4,4% não souberam ou preferiram não opinar. O instituto também perguntou aos participantes se eles acreditam na versão de que Moro persegue o ex-presidente, sustentada pela defesa de Lula. 61,1% dos entrevistados responderam que o juiz não persegue o petista, enquanto 35,9% disseram que Lula é perseguido.

     

    Recursos de emendas

     

    O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD), enviou à Casa um Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite ao governo estadual transferir recursos das emendas impositivas a municípios que estejam inadimplentes com o Estado. Atualmente, o parágrafo 14 do artigo 160 da Constituição Baiana proíbe a administração de transferir os recursos às prefeituras que não se encontrem em dias com o ente estadual. A PEC de autoria de Coronel modifica o dispositivo, que passa a vigorar da seguinte forma: "Considera-se obrigatória, nos termos da lei de diretrizes orçamentárias, a transferência do Estado aos Municípios para execução de programação prevista no § 10 deste artigo, independentemente de encontrar-se adimplente ou não o Município destinatário". Caso a proposição seja aprovada, as cidades podem receber um aporte de até R$ 81,9 milhões este ano. 



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia